Campos do Jordão

  • 15 de maio de 2017

    O que fazer em Campos do Jordão: roteiro de 2 dias

    Em abril de 2017 passamos 2 dias (1 noite) em Campos do Jordão. Foi a nossa primeira vez na cidade conhecida por muitos como a "Suíça Brasileira" em função do clima, da gastronomia e da arquitetura de suas casas. Por conta disso, a ideia era aproveitar para conhecer ao máximo a cidade e os principais pontos turísticos. Nesse post, detalhamos nosso roteiro pela cidade, contando o que fazer em Campos do Jordão, com os pontos positivos (e também as roubadas) da nossa estadia por lá! :) Dia 1 - Mosteiro Beneditino, Vila Capivari e Morro do Elefante Manhã: Chegamos ao aeroporto de Congonhas por volta das 11h da manhã, e de lá seguimos de carro até Campos do Jordão (de 2h a 3h de...

  • 1 de maio de 2017

    Como é se hospedar no Hotel Nacional Inn: Campos do Jordão, Brasil

    Em nossa primeira viagem a Campos do Jordão (abril de 2017), ficamos hospedados no Hotel Nacional Inn (Campos de Jordão/São Paulo). O Hotel Nacional Inn A cidade de Campos do Jordão é também conhecida como a "Suíça Brasileira", muito por conta do clima sempre frio mas também pela arquitetura de grande parte de suas casas, inspirada no estilo europeu. O Hotel Nacional Inn faz jus a fama da cidade, com sua estrutura remetendo às casas em estilo enxaimel, seus telhados no padrão de chalés e suas torres que fazem lembrar os castelos dos contos de fada, comuns em solo europeu. Mesmo tendo visto algumas fotos na internet, nos surpreendemos com a imponência da fachada do hotel. Fachada do Hotel Nacional Inn em Campos do Jordão - São...

  • 17 de abril de 2017

    Amantikir, em Campos do Jordão: conheça os “Jardins que falam”

    No planejamento do nosso roteiro de 2 dias por Campos do Jordão, decidimos dedicar a tarde do segundo dia para conhecer alguma das atrações fora do eixo principal da cidade (Centro - Vila Capivari). Após pesquisarmos as opções de passeios, escolhemos por fazer a visita ao Parque Amantikir. Além de ficar próximo da região central da cidade e já ser meio "no caminho" de volta para São Paulo, o Amantikir parecia reunir as condições ideais para o perfil da viagem que faríamos, em família, acompanhados dos pais do Guto. Amantikir: os jardins que falam O nome Amantikir significa a “montanha que chora” e tem origem na lenda indígena que conta a história sobre o triste destino da paixão entre uma princesa Tupi...