Onde comer em Buenos Aires: opções de parrillas, restaurantes, cafés e degustação de vinhos

Onde comer em Buenos Aires: opções de parrillas, restaurantes, cafés e degustação de vinhos

Procurando onde comer em Buenos Aires? Então você chegou ao lugar certo! Este guia (em constante atualização) foi produzido com muito cuidado e carinho para ajudar outros viajantes que, assim como nós, também tem grande apreço pela capital portenha e sua rica gastronomia. Aqui você vai encontrar dicas que vão desde os restaurantes clássicos e badalados da cidade até aqueles famosos apenas entre os locais. Tem lugares antigos e outros novinhos em folha. Todos estão classificados por bairro para facilitar ainda mais a consulta, além de um breve relato da nossa experiência e informações de preço e de sugestões do que pedir do menu.

Você também vai gostar de ler:
+ Restaurantes em Buenos Aires: conheça 10 comidas típicas da Argentina que você precisa experimentar
+Restaurantes na Argentina: características e curiosidades que você precisa saber antes de ir

Convidamos você a conhecer a boa gastronomia de Buenos Aires a partir da combinação de nosso olhar apurado de jornalista com nosso paladar faminto! Sempre com aquele espírito de que a experiência precisa ser memorável – da comida de rua ao restaurante de Chef. Por que se não for, a gente nem menciona aqui e poupa vocês do tempo perdido! 🙂

Como este guia está organizado | Onde comer em Buenos Aires

É importante destacar que este guia está organizado pelos principais bairros turísticos de Buenos Aires, destacados no mapa da imagem abaixo.

Mapa Buenos Aires Bairros Turísticos
Mapa Buenos Aires Bairros Turísticos

Dentro de cada bairro, os restaurantes foram classificados em ordem alfabética simples. Para facilitar a identificação das distâncias e dos pontos turísticos, no final do artigo inserimos um mapa com todos os restaurantes.

Critérios para classificação de faixa de preços

Convém ainda explicar os critérios que utilizamos para estabelecer a classificação de preços deste guia de restaurantes. A classificação dos preços está baseada em uma refeição completa que equivale entrada(s) + prato(s) + sobremesa com água mineral e vinho da casa. Há exceções para opções mais sofisticadas como Menu Degustação de restaurantes de Chef ou mais simples como fast food, mas a escala de valores abaixo descrito se aplica da mesma forma. 

Usamos o Real como moeda para minimizar o impacto das variações cambiais sobre o peso. Desta forma, a classificação fica assim: 

$$$$$ – acima de R$100 por pessoa
$$$$   – entre R$ 75 – 100 por pessoa
$$$   – entre R$ 50 – R$75 por pessoa
$$   – entre R$ 25   – R$50 por pessoa
$   – abaixo de R$25 por pessoa

Onde comer em Buenos Aires: Recoleta

El Sanjuanino ($$)

Badalado entre os turistas, o El Sanjuanino aparece sempre como uma das indicações de onde comer empanadas em Buenos Aires. Aclamado pela mídia local e internacional, o restaurante tem a seu favor a tradição de mais de 50 anos como um clássico da gastronomia local escolhido por clientes de variadas raízes sociais, econômicas e culturais. 

Comida típica no El Sanjuanino | Fotos: elsanjuanino.com.ar

Serve comida típica simples e bem feita como empanadas, locro, humita, tamales e claro, as sobremesas típicas com queijos e doces. Já foi uma unanimidade em termos de qualidade mas atualmente já não ocupa o topo da nossa lista no quesito empanadas e locro (veja a nossa avaliação sobre o La Morada logo mais abaixo)
O que pedir: a dica é experimentar as empanadas iniciando pela clássica de carne. Se a fome for grande e se estiver na companhia de alguém, peça sabores variados e vá degustando. Mas não esqueça de deixar espaço para a sobremesa.
Endereço: Posadas 1515 | Aberto todos os dias das 12h às 16h e das 19h às 1h

La Cava de Vittorio ($$$)

Que tal uma super degustação de vinhos argentinos harmonizados com comidas típicas em uma adega pra lá de especial? E se isso tudo ainda tiver muita informação sobre como escolher e degustar bons vinhos passada de forma simples e didática por uma sommelier que entende tudo e mais um pouco? Essa é uma das propostas do La Cava de Vittorio, uma loja que tem uma ampla seleção de vinhos tintos, brancos, rosés e espumantes de vinícolas selecionadas, além de cervejas artesanais argentinas, queijos artesanais e outros produtos de delicatessen. São mais de 300 rótulos de vinhos selecionados de vinícolas comerciais, vinícolas boutique e vinícolas de autores como Huarpe Wines, Bodega las Perdices, Bodega Algodon, El Quilibrista, Passionate Wine, Rosell Boher, Salentein, Bodega septima, Calamaco, Durugutti Wines, Caelum, Cruzat, Catena Zapata, Bodega Penedo Borges, Bodega Margot, entre outros. 

La Cava de Vittorio

Mas e sobre a degustação com harmonização de comidas? Ah, essa é uma opção excelente para quem é fã de vinhos como a gente. Na noite em que fizemos a nossa degustação, havia outro casal de brasileiros aproveitando a viagem à Buenos Aires para curtir essa experiência exclusiva. Tanto que este foi o super presente de aniversário que a esposa deu ao marido, um apaixonado por vinhos.
O que pedir: sugerimos a degustação com harmonização de comidas. O conteúdo é ótimo e a professora é muito didática, fazendo a experiência de degustação ser algo único. Para saber as datas semanais das degustações e negociar os valores, fale com a Profa. Claudia pelo email [email protected]
Endereço: Arenales 964 | Aberto de segunda a sábado, das 10h30 às 20h30

Melo ($$$)

Ligeiramente afastado do circuito turístico da Recoleta, o Melo é daqueles restaurantes que fazem bem tudo o que se propõem a servir em seu menu. É até difícil definir a “especialidade” do lugar: as massas são divinas e bem servidas, mas seria restringir demais chamá-lo de “restaurante italiano” por conta da qualidade de suas carnes devidamente preparadas na parrilla, como manda o figurino da cidade. O ambiente é intimista, ideal para casais ou pequenas famílias. Indicado fazer reserva, já que costuma lotar todos os dias.

O que pedir: se quiser variar um pouco e fugir das carnes, esse é um local bem indicado para isso. A massa verde caseira com frutos do mar serve bem a quase duas pessoas e é um dos carros-chefe do lugar.
Endereço: José Andrés Pacheco de Melo 1833 | Aberto todos os dias para almoço e jantar, de 12h às 15 e das 19:30h à 0h.

Parrilla Aires Criollos ($$$)

A Parrilla Aires Criollos é uma tradicional parrilla portenha, ou seja, um restaurante que serve o churrasco típico da Argentina. Tem um amplo ambiente que resgata a tradição com seus elementos rústicos do campo mas que ao mesmo tempo combina modernidade e conforto, deixando tudo aconchegante. Ainda mais por estar localizada em uma das avenidas mais movimentadas de Buenos Aires – a Santa Fé e a há poucos metros de uma das famosas atrações portenhas – a livraria El Ateneo Grand Splendid. 

No cardápio você vai encontrar uma boa oferta gastronômica, com destaque para os cortes de carne e pratos mais tradicionais da cozinha crioula. E se você for fã de deliciosas massas caseiras, também não irá se decepcionar! No almoço, a Parrilla Aires Criollos tem ótimas opções de menus especiais que combinam porções fartas e preços reduzidos. Além disso, você pode ser atendido em português pela Paola, simpática portenha que fala o nosso idioma muito bem e com aquele sotaque peculiar. 

Parrilla Aires Criollos

O que pedir: no almoço, peça o Menu Aires que já inclui o cubierto, o prato principal que você pode escolher um dos cortes da parrilla ou uma massa, a sobremesa e uma bebida – taça de vinho da casa ou uma cerveja por exemplo. Recomendamos o bife de chorizo (contra-filé) acompanhado de batatas fritas e legumes da parrilla. O vinho da casa também é excelente e pode ser pedido em taça. Não deixe de provar o flan con dulce de leche de sobremesa! É ótimo!
Endereço:Av. Santa Fe 1773 | Aberto todos os dias do meio dia às 1h da manhã.

Onde comer em Buenos Aires: Palermo

Avant Garten ($$)

O Avant Garten é um bar e restaurante alemão super casual que fica em uma área revitalizada de Palermo chamada Arcos del Rosedal. No local que mistura decoração industrial e muita madeira, você vai encontrar ambientes externos despojados e uma proposta de decoração interna bastante aconchegante. Ponto de encontro para apaixonados pela cultura eletrônica independente e alternativa também ligada a artes visuais e interativas, o Avant Garten busca decifrar sons inovadores do passado, presente e futuro, reunindo artistas com uma longa história e novos talentos da música de vanguarda de cenas locais e internacionais. É nesse contexto que você poderá saborear hambúrgueres e pratos da culinária alemã super fiéis acompanhados de uma cerveja artesanal tirada em uma das várias torneiras do bar do local. 

O que pedir: recomendamos começar por um pint de cerveja artesanal e uma porção de curry wurst, isto é, uma porção de salsichas alemãs com molho pegado no curry. Na sequência, um Argentinien burger que leva 180 gramas de Angus beef, bacon, queijo raclette, pepinos agridoces, cebola crispy e molho barbecue caseiro. E não deixe de comer o delicioso e tradicional apfelstrudel de sobremesa.
Endereço: Av. del Libertador 3883 | Aberto de terça à sexta das 18h à meia noite e sábado e domingo do meio dia à meia noite

Buenos Aires Wines & Co. ($$$)

A Buenos Aires Wines & CO é uma loja de vinhos argentinos premium de uma família super apaixonada pelo negócio. Além da excelente qualidade dos vinhos e possibilidade de ter orientação na hora da compra com a equipe super especializada, ainda há as sessões de degustação. É nessas sessões que o turista tem a chance de experimentar os vinhos obtidos de bodegas (vinícolas) selecionadas e que são harmonizados com queijos e outros produtos da culinária local argentina. Tudo super aconchegante e com muita informação sobre os vinhos.  

Buenos Aires Wines & Co: degustação de vinhos premium com harmonização

E se você também é fã de cervejas artesanais e outras bebidas, saiba que a Buenos Aires Wines & Co tem uma grande variedade de rótulos. E tudo isso está disponível no catálogo online no site da loja onde você já pode dar uma conferida e ir fazendo as escolhas. Na loja, a equipe embala a sua compra com caixas e embalagens especiais para trazer ao Brasil sem qualquer problema. 

O que pedir: recomendamos fortemente agendar uma degustação para experimentar os vinhos harmonizados com as comidas e petiscos típicos portenho. Valores e disponibilidade dependem do número de pessoas e podem ser consultados diretamente com eles pelo email [email protected] ou pelo facebook.com/BuenosAiresWinesAndCO
Endereço: Raúl Scalabrini Ortíz 1415 | Aberto de segunda a sábado das 11h às 20h e domingos das 12h às 19h

Calden del Soho ($$$)

Uma das parrillas mais charmosas e antigas de Palermo, a Calden del Soho tem o carinho dos brasileiros que costumam visitar Buenos Aires com frequência. Localizado no coração do Palermo Soho, o restaurante tem ambiente aconchegante e funcional, decorado de maneira rústica que o transforma em uma excelente opção para um almoço com a família. Mas faça reserva ou prepare-se para aguardar um pouco na rua antes poder entrar e degustar um delicioso churrasco argentino. O local não é muito amplo e as mesas são concorridas, principalmente nos finais de semana. No menu você vai encontrar as principais opções de cortes para saborear o legítimo “asado” argentino e uma infinidade de acompanhamentos típicos como batatas fritas, assadas, purê, saladas, arroz, creme de espinafre, verduras na parrilla e por aí vai. Encontrará até mesmo cortes especiais como Tomahawk (T-Bone), um enorme pedaço de carne com osso que fica suculento e macio quando feito à moda argentina.    

Calden Soho tem cortes como o bife Tomahawk

O que pedir: de entrada, peça uma provoleta e já comece com um vinho da casa – o Malbec Luigi Bosca, da parrilla nossa sugestão é o bife Tomahawk que dá tranquilo para um casal dividir. De acompanhamento as tradicionais papas fritas (batata frita) e verduras grelhadas na brasa da parrilla. 
Endereço: Honduras 4701 | Aberto todos os dias das 12h às 17h e das 19h às 01h

Chori ($)

O Chori é uma rede de lanchonetes de Buenos Aires que serve o prato mais popular, saboroso e barato da Argentina: o choripan! Pra quem não sabe (ou não leu a explicação logo ali em cima), o choripan é o clássico pão com linguiça (ou como chamamos no Rio Grande do Sul – salsichão). É o legítimo lanche basicão, bom e barato que você encontra nas barracas de feiras, carrocinhas em frente aos estádios de futebol e parques da cidade. Por conta de toda essa tradição foi que o amigos Pedro Peña e Tato Giovannoni se juntaram e criaram a sua própria versão transformando o lanche em um verdadeira experiência no Chori. Encontramos um menu bem elaborado e cheio de opções em um despojado e aconchegante espaço de esquina em Palermo, bem perto da Feira de Artesanato no coração do bairro.

Chori: um clássico prato portenho com toque gourmet bem no coração de Palermo

Falando em menu, você vai encontrar no cardápio linguiças de vários tipos como: cordeiro, javali, porco, morcilha e até vegetariana. Na lista dos molhos é possível escolher o clássico chimichurri ou testar uma das criações da casa: pepino picante com cebola e maionese ou o especial que leva mel de abacaxi e pimenta jalapeno em conserva. Além dos choripans, dá para pedir acompanhamentos como saladas ou o choclo – outro prato típico da Argentina preparado com queijo, salada verde, batata e milho. E se você curte experimentar bebidas locais, saiba que o menu reserva uma boa seleção de opções com cervejas locais on tap, gin tônica, whisky, vinho e refrigerantes. Inclusive um refrigerante de marca local. 

O que pedir: recomendamos fortemente experimentar o clássico Chori de Cancha com o molho chimichurri e se você quiser ousar, experimente o Chori de linguiça de porco – Cerdo ahumado. Ele leva um molho perfumado e delicioso de cogumelos, alface, laranja e alho. Para acompanhar, que tal experimentar o Choclo e pedir uma Antares “tirada”, isto é, uma cerveja local direto das torneiras geladas do balcão. E ainda tem a sobremesa super especial: banana asada com dulce de leche. Uma delícia para arrematar a refeição.
Endereço: Thames 1653 | Aberto todos os dias das 12h30 às 00:30

El Club de la Milanesa ($$)

O Club de la Milanesa é uma rede que tem um conceito de bar-restaurante moderno e serve como carro chefe um típico prato portenho: a milanesa! O bife enorme e empanado vem com aquela cobertura crocante deliciosa com diferentes tipos de carne à escolha do cliente. As milanesas podem ser de vitela (bovino), frango, soja e até de abóbora, preparadas no modo clássico que é frito ou então assadas. E como acompanhamentos nós encontramos no menu uma variada seleção com saladas, batatas e outras opções. Nas bebidas o Club de la Milanesa também não decepcionou: cervejas locais nas torneiras, vinhos em taças e drinks são ótimas opções para acompanhar uma suculenta milanesa. 

El Club de la Milanesa

O que pedir: no almoço, peça uma das opções do menu clássico (somente até às 16h) onde o valor dos pratos é reduzido e vale muito à pena. Nós recomendamos a milanesa clássica que vem acompanhada de batata frita, purê ou salada. Inclui ainda uma bebida sem álcool ou cerveja ou taça de vinho e uma sobremesa. Um prato dá pra dividir se a fome não é grande. Se você for depois das 16h, a dica é a mesma: peça a milanesa clássica com acompanhamentos. Uma pena que a promoção de menu completo por preço único reduzido só funcione até às 16h.
Endereço: vários endereços | Aberto todos os dias das 11h30 às 01h

La Malbequería ($$$$)

Se você é um apreciador de bons vinhos e da boa mesa, a La Malbequería não pode ficar de fora do seu roteiro em Buenos Aires. Com um conceito que combina os melhores cortes da tradicional parrilla portenha e uma extensa adega de vinhos premium argentinos, você poderá desfrutar da sua refeição em dos mais lindos jardins internos de Palermo. A nossa experiência foi memorável e “descobrimos” ótimos vinhos como o branco Torrontés de Salta, no norte da Argentina. E sabe como descobrimos? Porque a La Malbequería promove degustações espontâneas, isto é, basta entrar pela porta que você já estará no salão onde funciona a adega/loja e com a ajuda dos sommeliers poderá experimentar opções entre os mais de 350 rótulos. No nosso caso, reservamos o almoço e pudemos harmonizar os vinhos com os pratos que pedimos. Foi incrível, não apenas pela curadoria e indicação dos vinhos especialíssimos dos sommeliers mas também pelo atendimento do Santi, o que querido garçom que serviu os pratos que vinham direto da cozinha e da parrilla do Lo de Jesus. E se você quiser, tem ainda as degustações com harmonização de queijos e nozes abertas ao público que acontecem semanalmente. São sempre 4 a 6 rótulos de vinhos sob o comando de especialistas e do enólogo da casa.   

Onde comer em Buenos Aires:  La Malbequeria
La Malbequeria

O que pedir: no almoço ou no jantar, peça de entrada a provoleta! Foi a melhor da viagem! Também pedimos uma seleção de chorizos que estavam muito bons e ficaram ainda mais incríveis com o pãozinho delicioso e o molho chimichuri. De prato principal, peça o Rack de ojo de bife – um corte especial super macio que o Santi (o simpático garçom) cortou de colher. Como acompanhamentos, recomendamos fortemente o creme de espinafre e os cogumelos a la provençal. Uma delícia que nós estamos tentando reproduzir em casa até hoje! E não deixe de pedir o flan con dulce de sobremesa! 
Endereço: Gurruchaga 1418 | Aberto todos os dias das 10h às 00h

Parrilla Voro Carnes ($$$-$$$$)

A Parrilla Voro Carnes é uma excelente opção pra quem é fã de um bom vinho e uma boa carne preparada no melhor estilo tradicional argentino! Em uma casa antiga mas de decoração aconchegante, moderna e cosmopolita que está perfeitamente localizada em uma das esquinas do coração de Palermo Soho: a rua Cabrera. Mas a cereja do bolo desse conjunto é o atendimento que é feito pelos próprios proprietários. O simpático casal faz questão de estar no salão atendendo os clientes e na supervisão dos pedidos na cozinha e na parrilla, junto ao experiente parrilleiro. Nesse processo de recomendar pratos, tirar os pedidos e servir as mesas quando ficam prontos, acabam conhecendo pessoas do mundo todo! E isso alimenta ainda mais a certeza de que trocar o escritório de advocacia pelo trabalho prazer de ter um negócio como o Vorro Carnes foi a escolha certa. Aliás, as sugestões deles e os pequenos momentos de conversa à mesa foram ótimos. De fato essa relação próxima contribui muito para a experiência positiva no local. 

Onde comer em Buenos Aires: Parrilla Voro Carnes
Parrilla Voro Carnes

O que pedir: recomendamos de entrada a Vorro provoleta e a deliciosa empanada de cordeiro! Da parrilla, peça o corte chamado Entraña (equivalente à maminha) que é enorme e serve duas pessoas, ainda mais se pedir a deliciosa batata frita à provençal que também serve duas pessoas! E não deixe de pedir um vinho – pode ser apenas uma taça. No final, depois da sobremesa peça o limoncello feito em casa! Juro que não irá se arrepender!
Endereço: José A. Cabrera 5291 |  Aberto de quarta a domingo, das 12h às 15h30 e das 20h às 01h

Rubia Mireya ($$ – $$$)

Que tal um pub com 12 torneiras de cerveja artesanal e que serve deliciosos hambúrgueres bem no coração do charmoso Palermo Chico? Esse é o Rubia Mireya, um super achado na nossa última passagem por Buenos Aires e que me deu a feliz oportunidade de rever uma amiga brasileira  – aliás, uma dica é que você pode ser atendido em português pela Carol 😉 Ela tem as melhores recomendações entre as 12 cervejas artesanais disponíveis nas torneiras, prepara drinks deliciosos e ainda indica aquele hambúrguer do cardápio que você vai ter vontade de repetir mesmo estando satisfeito! Soma-se a isso o ambiente intimista e acolhedor com vários ambientes, dos externos na frente e no jardim de inverno nos fundos até o salão interno com mesas e sofás de diferentes formatos. Super aconchegante, ainda mais com a iluminação especial que cria todo o clima do lugar. 

Onde comer em Buenos Aires: Rubia Mireya
Rubia Mireya

O que pedir: recomendamos de entrada o Buñuelos – bolinhos de espinafre, parmesão e cebola caramelizada que foi uma super dica da Carol e não decepcionou. Dos hambúrgueres que tem 200g de pura suculência e sabor, escolha o especial da casa – o Azabache, servido em pão preto feito à base de tinta de lula e leva cogumelos em molho inglês, folhas de alface roxa, queijo e maionese defumada. Outra opção é o Rickfort, que leva geleia de bacon, queijo azul e mussarela! Puro sabor! E para acompanhar, peça um pint da sua cerveja preferida – isso depois de passar pelo balcão e experimentar as possibilidades do dia! 
Endereço: República Arabe Siria 3090 | Aberto todos os dias das 18h às 2h

Steaks by Luis ($$$$)

Já ouviu falar do conceito de “puertas cerradas”? O Steaks by Luis é uma excelente opção para mergulhar nessa experiência única que esse tipo de restaurante oferece! Você é recebido pelo experiente Chef Luis em sua casa e tem a oportunidade de desfrutar de um “asado” argentino com seus muitos rituais e tradições da maneira mais intimista e particular possível! O foco dessa experiência está além dos cortes de carne de alta qualidade feitos com perfeição na parrilla. Você visita a casa de um local, senta-se em volta de uma grande mesa de família e tem a oportunidade de conhecer pessoas e a fazer novos amigos. Foi assim que conhecemos os queridos Ketly e e o Júnior, do @acessibilidade_to_de_olho (acessibilidadetodeolho.com.br), um casal de brasileiros que viaja muito e faz um trabalho lindo para ajudar outras pessoas com deficiência a viajar mais e melhor! Enquanto o papo ia rolando em volta da mesa, o Luís e os assistentes iam preparando e servindo os passos do jantar típico. Aliás, nós fomos convidados à andar pelo espaço e xeretar lá na churrasqueira, acompanhando o processo de preparação das carnes que iam pra parrilla. Um experiência memorável de boa mesa com comida local típica e harmonização de vinhos em um ambiente informal, exclusivo e bem intimista localizado no coração de Palermo. Do menu, o melhor da comida típica local! Por isso, essa é uma experiência que já tem formatos fechados que variam entre três opções: almoço, jantar e jantar com apresentação de tango. No almoço, o serviço é composto de 3 passos e leva em torno de 1h30min. No jantar que tem duração de 2h30min, há duas opções: Experiência com Show de Tango e Experiência de Jantar. No jantar com apresentação de Tango, um receptivo com mini empanadas inicia a experiência e segue com uma refeição à mesa também de 3 passos, porém com pratos e carnes diferentes do menu do almoço. Já a “Experiência de Jantar” que foi a que fizemos, tem 5 passos e segue todas as etapas de uma típica e completa refeição familiar na argentina.

Steak by Luis: a experiência de jantar na casa do Chef é única!

Todas essas experiências são conduzidas pelo Chef Luis que vai explicando tudo sobre as carnes e ingredientes típicos, além dos diferentes vinhos argentinos que vão harmonizando com cada passo. A gente se sente de verdade na casa de amigos e isso se deve ao jeito simples do Luis, que vai contando histórias pessoais e fazendo o clima da refeição ficar descontraído. E se você não consome álcool há um desconto no preço que pode ser negociado no momento da reserva. Aliás, as experiências no Steaks by Luis só funcionam mediante reserva antecipada.

O que pedir: se você é fã da culinária argentina (leia-se uma bela parrilla e vinhos) nossa recomendação é o jantar completo! Uma excelente oportunidade de entender mais sobre a cultura local e os diferentes momentos e pratos que compõem uma refeição familiar típica.  
Endereço: Jerónimo Salguero 1410 | Aberto de segunda a sábado, das 13h às 15h e das 20h às 22h30

Ureña ($$$)

Eis aqui uma ótima oportunidade de experimentar a cozinha de autor com ótimo custo-benefício no badalado Palermo Soho. Com vários pratos inspirados na gastronomia mediterrânea mas com toques da culinária típica local, o Ureña tem um menu variado que atende bem o paladar dos locais e dos turistas. Depois de muitos dias comendo parrilla, este restaurante é uma ótima escolha para um jantar mais sofisticado sem comprometer o orçamento da viagem. Tem ainda uma carta de vinhos bem completa e um amplo menu de coquetéis que é destaque entre as avaliações e comentários nos sites de guia local. Do ambiente, merece destaque os salões enormes com um bar super bacana onde dá para aguardar a mesa bebendo bons drinks! A decoração elegante e de cores sóbrias, ganha leveza com os belos quadros nas paredes e com a iluminação bem projetada sobre as mesas. Isso cria uma atmosfera que dá aconchego e remete àquele clima de sofisticação mesmo em um local super casual! 

Ureña

O que pedir: comece pedindo um aperitivo como o Aperol Spritz e escolha um bom vinho Malbec enquanto degusta seu drink! De entrada, não deixe de pedir as lagostinos a la parrilla! São espetaculares e servem bem duas pessoas! Nos pratos principais, recomendamos o espaguete de frutos do mar ou o risoto com açafrão e queijo Santa Rosa com ossobuco braseado. Preparados como manda a regra da culinária – al dente – e servidos com apresentação linda e sabor incrível! O ossobuco sobre o risoto faz a gente se deliciar a cada garfada. 
Endereço: Humboldt 1920 | Aberto de terça a domingo, das 19h à 00h

Onde comer em Buenos Aires: Porto Madero

Cucina D’Onore ($$$)

O Cucina D’ Onore é o restaurante ideal se você gosta de culinária italiana bem preparada e preços na média, especialmente com a diferença cambial favorecendo os turistas brasileiros. Com uma vista linda do Porto Madero, é possível desfrutar de um almoço ou jantar em um ambiente moderno e sofisticado. No menu encontramos excelentes opções de pratos e uma carta de vinhos bem diversificada. Apesar de estar em uma das zonas mais turísticas de Buenos Aires e receber muitos grupos, o atendimento não compromete apesar das críticas que lemos em algumas avaliações no TripAdvisor e Google. Na noite que escolhemos jantar no Cucina D’ Onore fomos bem atendidos por uma equipe simpática e percebemos o mesmo nas várias mesas ao nosso redor. Entretanto, recomendamos fazer reserva para garantir uma mesa tranquila e não precisar esperar muito para ser atendido, caso seja alta temporada no período da sua viagem. 

Cucina D’Onore, restaurante italiano no Porto Madero

O que pedir: recomendamos o Corde nere gamberi pomodoro, um prato de massa negra bem fininha com camarões e um molho de tomate super saboroso. Mas se você for mais dos risotos como eu, peça o Risotto frutti di mare, uma excelente versão de risoto com açafrão e uma boa variedade (e quantidade) de frutos do mar. Não esqueça de pedir o vinho da casa – pode ser em taça – e um tiramisu de sobremesa!
Endereço: Av. Alicia Moreau de Justo, 1768 – Porto Madero | Aberto todos os dias das 12h às 16h e das 20h às 1h

Puerto Cristal ($$$ – $$$$)

Se você é fã de parrilla mas não abre mão de experimentar pratos clássicos e modernos da cozinha internacional, certamente o Puerto Cristal precisa estar no seu roteiro em Buenos Aires. Uma das páginas do menu conta com opções de massas caseiras feitas à mão! Além disso, a carta de vinhos tem mais de 780 rótulos entre vinhos, espumantes e champanhes, motivo pelo qual recebeu o Wine Spectator Award por Excelência em Lista de Vinhos. Se não bastasse esses atributos, a vista para o Puerto Madero, em especial as imediações da Puente de la Mujer. Enquanto almoçamos tranquilamente aproveitamos para curtir a paisagem e experimentar mais um vinho malbec argentino. O restaurante é amplo, tem muitos ambientes de decoração moderna e elegante. Se você for na hora do almoço, verifique as opções servidas no menu executivo que geralmente oferece uma combinação de pratos e bebida a preço reduzido, algo bastante típico nos restaurantes de Buenos Aires no almoço. 

Puerto Cristal

O que pedir: recomendamos pedir de prato principal o típico bife de chorizo com batatas já que é um prato tradicional argentino. Mas se você estiver na vibe de experimentar as opções da cozinha internacional do Puerto Cristal, os pescados são ótimos como o filé de pesca do dia ao curry. 
Endereço: Av. Alicia Moreau de Justo 1082 | Aberto de domingo a quinta das 12h às 2h e de sexta e sábado das 12h às 3h.

Villegas Restó ($$$ – $$$$)

O Villegas Restó é a legítima parrilla argentina que se preocupa com a procedência dos seus ingredientes já que a carne vem da fazenda dos donos dos restaurante. Isto mesmo! Toda a carne bovina vem dos seus próprios campos, o que garante a origem qualificada do gado que é criado e supervisionado desde o nascimento. Por isso encontramos no Villegas Restó uma qualidade acima da média. Eles se propõe a oferecer uma experiência que começa muito mais cedo, no campo, com um estudo detalhado do solo, que permite a crescimento de pastagens ideais, para uma melhor alimentação do animal. Assim, a carne fica com a quantidade exata de gordura para produzir cortes de alta qualidade. Além disso, a carta de vinhos é bem completa com muitos rótulos que ficam à vista na adega refrigerada do salão. Falando em salão, o restaurante é bem amplo, mas tem vários ambientes o que cria espaços mais intimistas e gera aconchego para quem quer uma experiência mais tranquila e até mesmo privacidade. Tem um quê de tradição rural mas com uma proposta bastante alinhada com a vibe da modernidade urbana de Buenos Aires e da vista incrível do Puerto Madero. E pra coroar a experiência, o atendimento é muito bom, especialmente se você estiver em uma das mesas do Dario, simpático garçom que nos ajudou muito na escolha dos pratos e do vinho.

Villegas Restó

O que pedir: recomendamos começar pedindo de entrada as empanadas degustación, uma porção com 3 empanadas de sabores diferentes: carne bovina, porco e a novidade pra gente – de morcilla. Tempero, sabor e textura da massa estavam maravilhosos. De prato principal, a dica é ir de corte clássico: um ojo de bife com purê de abóbora. E se você quiser diversificar, experimente um prato de massa: os sorrentinos de espinafre recheados de queijo e presunto com creme de cogumelos, bacon e aspargos gratinado estavam excelentes. Não deixe de pedir um vinho para acompanhar e a sobremesa que fez a noite ser fechada com chave de ouro: o vulcan de chocolate con helado de crema e de dulce de leche. Um legítimo vulcão mesmo! Um bolo quentinho de chocolate recheado com uma calda a la petit gateau acompanhado de sorvete e uma porção de doce de leite! 
Endereço: Av. Alicia Moreau de Justo 1050 | Aberto todos os dias da 12h às 1h

Onde comer em Buenos Aires: San Telmo

Bierlife – Restó Cervecero ($ – $$$)

O Bierlife é uma excelente opção se você é fã de cerveja artesanal como a gente ou se já está querendo variar a opção etílica depois de tanto vinho Malbec. Localizado em uma área de fácil acesso do charmoso bairro de San Telmo, esse pub fica em uma ampla propriedade que se estende por ambientes variados como a área do jardim interno. Todos decorados de maneira informal e rústica, com aquele clima bem descontraído. Falando nisso, você encontra mais de 24 torneiras com diferentes estilos do líquido sagrado das mais variadas cervejarias locais. Inclusive, cerca de 5 torneiras ficam dedicadas às cervejas fabricadas pelo próprio Bierlife que além de excelentes tem um preço mais baixo. Isso porque o simpático proprietário, o Martín Boan é um dos principais nomes portenhos no quesito cerveja artesanal, ao ponto de ser juiz internacional de cerveja. Além do Bierlife, ele também é dono da Academia da Cerveja e do Centro de Cata de Cerveja. Talvez por isso que, além da cerveja nas torneiras, você também encontra a bebida e seus derivados em vários pratos e petiscos do menu de comidas. Todo esse conhecimento e experiência acumulada não poderia ter resultado diferente, não é mesmo! E fique ligado porque a inspiração do Bierlife nos pubs se estende também para forma de atendimento: você compra fichas no caixa e pede sua cerveja diretamente no balcão. Até mesmo os pratos quando ficam prontos devem ser retirados no balcão de acesso da cozinha.Ah! E pode até pedir em português! São pelo menos 3 brasileiros trabalhando por lá entre escritório e atendimento ao público. 

Bierlife – Restó Cervecero

O que pedir: nós recomendamos iniciar pelas cervejas da casa. As nossas preferidas foram: a de erva-mate, a IPA, a de Framboesa (eu adorei!) e a Scottish. Não deixe de experimentar os pratos, pois a preparação tem ingredientes do universo cervejeiro ou até mesmo cerveja. O principal destaque são as pizzas cuja massa é feita com insumos da cerveja. Mas se você prefere petiscar outros tipos de comida, a dica é a porção de frango frito, a milanesa de porco com batata assada ou as almôndegas recheadas com queijo e batata assada. 
Endereço: Humberto 1º 670, San Telmo | Aberto de terça a sábado, das 17h às 2h. Domingo e segunda é fechado.

Don Ernesto ($$$)

O Don Ernesto é uma clássica e tradicional parrilla preparada “al carbon” como está escrito no letreiro da fachada, logo abaixo do neon com o nome do restaurante. Localizado no coração de San Telmo, há uma quadra da Plaza Dorrego, onde acontece a famosa Feira de San Telmo aos domingos. De ambiente simples e decoração rústica, o restaurante tem aquela atmosfera campeira que faz a gente se sentir acolhido, completando a experiência com o bom atendimento e a ótima comida que sai da churrasqueira. Aliás, é no Don Ernesto que você poderá encontrar os cortes mais típicos preparados no mais tradicional estilo portenho. E como estamos falando de tradição, nada melhor que aproveitar a boa carta de vinhos para pedir aquele Malbec para acompanhar. 

Don Ernesto
Don Ernesto

O que pedir: recomendamos começar com a tradicional provoleta de entrada e uma garrafa de vinho da casa (pode ser em taça, se preferir). De prato principal, peça o saboroso “asado de tira” ou o suculento “bife de chorizo”, com os legumes da parrilla como acompanhamento! Uma delícia! Na hora da sobremesa, siga firme na tradição: peça o flan con dulce de leche.
Endereço: Carlos Calvo 375, San Telmo | Aberto todos os dias das 12h às 1h.

Onde comer em Buenos Aires: Retiro

El Cuartito ($$$)

Uma pizzaria, ou melhor, “A” pizzaria mais famosa e tradicional de Buenos Aires. Ela atrai todo tipo de público que faz fila no balcão durante todos os dias da semana. Aliás, balcão é o ponto chave do estilo portenho de comer pizza: em “porción” e “al paso”, que significa que é vendida em fatia e que em geral, os clientes comem em pé no balcão, com pressa. Mas fique tranquilo que esse estilo de pizzaria tão comum em Buenos Aires também ambiente com mesas onde é possível sentar-se tranquilamente. De acordo com o dono, seu Manuel Diz, que observa os clientes enquanto comem com gosto as pizzas que saem do forno, o sucesso se deve a boa matéria prima e a técnica de preparação que deixa a pizza sempre igual, com o mesmo sabor e textura. A decoração simples com fotos, quadros e bandeirinhas inspiradas nos ídolos argentinos antigos do futebol e da música, complementa a atmosfera rústica e animada com garçons experientes e o agito do espetáculo dos pizzaiolos em ação! Uma mística especial que só o El Cuartito consegue proporcionar. E olha que já são três gerações tocando o negócio, que inaugurou em 1934.

El Cuartito
El Cuartito

O que pedir: a dica é pedir uma fatia de cada sabor que agradar, já que a estrela é a massa grossa e diferente do padrão do Brasil. E claro, experimentar a clássica fugazzeta, que leva apenas cebola e parmesão!
Endereço: Talcahuano 937 –  Retiro | Aberto de terça a domingo, das 12h30 às 1h.

Gourmand Food Hall ($$$$)

Este é o primeiro espaço gourmet ao estilo Food Hall de Buenos Aires situado no bairro do Retiro, um dos melhores bairros para se hospedar. No lindo Pátio Bullrich, um shopping center de alto padrão, encontramos o Gourmand Food Hall. Um amplo espaço com um único menu mas que serve pratos e especialidades de gastronomia nacional e internacional a partir dos diferentes restaurantes. A mesas estão distribuídas ao longo do espaço e no centro estão as pequenas cozinhas do Bistrô Francês, do Ristorante Italiano, da padaria e confeitaria, além do Oyster Bar e do WineBar que ficam mais ao fundo.

Gourmand Food Hall

O Gourmand Food Hall tem essa oferta gastronômica com pegada contemporânea trazendo produtos sofisticados, artesanais, nobres e frescos que são especialmente selecionados. E o mais bacana dessa proposta de food hall é que funciona como uma delicatessen onde, além de consumir essas delícias no local, é possível comprar para levar. E se não bastasse, ainda há uma programação com aulas de culinária, degustações e oficinas com produtos premium. Um espaço charmoso com ótimo atendimento e excelentes opções de culinária.

Gourmand Food Hall

O que pedir: recomendamos o Menu Degustação, um menu de passos que traz um prato de especialidade de cada uma das cozinhas harmonizadas com vinhos deliciosos. Uma boa forma de degustar os vinhos e, se você gostar, já aproveitar pra comprar uma garrafa para trazer para o Brasil. O serviço inicia com uma taça de espumante e segue com os vinhos harmonizando com cada um dos pratos. Para fechar, uma sobremesa que vem direto da cozinha da confeitaria e aquele café expresso super bem tirado.
Endereço: Av. del Libertador 750 – Retiro | Aberto todos os dias das 8h às 23h.

Parrilla Cero5 ($$$)

Daquelas legítimas parrillas argentinas com os cortes típicos preparados da tradicional maneira que os hermanos são referência mundial. Localizada nos limites do bairro do retiro e a área central da cidade, a Parrilla Cero5 se torna uma ótima opção para quem está conhecendo a região do Obelisco e do Teatro Colon. De decoração rústica e tradicional, tem uma atmosfera aconchegante com a parrilla e o fogo de chão à vista, bem perto do público mas protegido por um vidro. É no fogo de chão que ficam assando enormes espetos de costelão.

Parrilla Cero5

No almoço ou no jantar, você encontrará a tradição singular do menu argentino preparado com o esmero e carinho que somente um negócio familiar consegue oferecer. Na porta do restaurante, o patriarca recebe os clientes de maneira cordial e simpática, indicando as melhores mesas de acordo com o número de pessoas. De ambiente rústico e decoração bem típica, a Parrilla Cero5 recebe de forma aconchegante os locais e muitos turistas, especialmente os brasileiros que já descobriram o bom custo-benefício desse restaurante. 

Parrilla Cero5

O que pedir: recomendamos começar pedindo de entrada uma empanada frita de carne e um chorizo – a linguiça assada na brasa! Bem tradicional. Enquanto degusta essa delícia, já peça um 1/2 bife de chorizo (350g) com fritas ou então 1 “costilla”. E não deixe de pedir o flan casero con dulce de leche que serve tranquilamente duas pessoas!
Endereço: Suipacha 930 | Aberto de terça a domingo, das 12h às 0h

Piegari Ristorante ($$$$)

Se você é fã de culinária italiana, o Piegari Ristorante precisa figurar entre as opções de um jantar no seu roteiro em Buenos Aires. Um estabelecimento com mais de 21 anos de experiência e que já se tornou-se um ícone gastronomia portenha. Lá você encontrará um ambiente requintado e moderno, mas com a casualidade aconchegante de um restaurante italiano típico. Além do ambiente, merece destaque o atendimento cordial e eficiente da equipe muito bem preparada e a ótima localização em um verdadeiro pólo gastronômico chamado La Recova de Posadas, no inicio da Calle Posadas, no bairro do Retiro. Essa área que fica sob o viaduto e próximo de alguns dos mais luxosos hotéis da cidade se tornou um dos pontos mais exclusivos e elegantes de Buenos Aires. Esses atributos caíram no gosto do público local e dos turistas conferindo reconhecimento nos últimos anos com vários prêmios gastronômicos recebidos.

Piegari Ristorante

O que pedir: de entrada, recomendamos pedir mozzarella caprese ou a berinjela siciliana, acompanhada de pan de pizza. Uma delícia. Para os pratos principais, nossa dica é o Fettuccini negro com lagostinos e creme de alho ou o Ravioles a La Scroffa, que na massa leva espinafre e tem recheio delicioso de queijo, além de ser servido gratinado. Tudo isso acompanhado de um bom vinho malbec, é claro. Mas não vá embora sem experimentar o Tiramissu. E se você for fã de morangos, a dica é a Caramellata de Fragola.
Endereço: Posadas 1042 | Aberto todos os dias das 12h às 00h.

Piegari Carnes ($$$$)

Com o mesmo padrão de qualidade dos estabelecimentos que levam a marca Piegari mas dessa vez com foco no principal símbolo da culinária argentina – a parrilla – eis o Piegari Carnes. Este com 12 anos de existência, se tornou um dos melhores restaurantes da capital portenha oferecendo qualidade e boa localização – também no pólo gastronômico La Recova. Um ambiente acolhedor que traz no amplo espaço uma decoração que mistura o moderno com o toque do rústico tão tradicional quando o assunto é a legítima parrilla argentina. Por isso que tanto no almoço como no jantar, a atmosfera aconchegante e o ótimo atendimento da equipe faz gente sente se sentir entre amigos. Os garçons são super preparados para orientar sobre os cortes de carnes e as principais diferenças existentes entre o churrasco brasileiro e a parrilla argentina. Tanto que eles arranham no português e sabem todos os nomes dos tipos de carnes para indicar aos clientes brasileiros. 

Piegari Carnes

O que pedir: Para entrada recomendamos a tradicional provoleta e pelo menos uma, empanada de carne para dividir. Outra opção excelente e super tradicional é a seleção de achuras (miúdos): molleja, chorizo, morcilla! Uma delícia! Para a carne dos pratos principais, recomendamos o suculento bife de chorizo e uma costela – a tira de asado. E se estiver em mais pessoas, peça ainda o matambrito de cerdo. Não vai se arrepender. Para acompanhar saladinha, purê e batata frita. E claro: uma taça de Malbec que pode ser do vinho da casa. Peça ajuda ao garçom que ele vai indicar o melhor custo-benefício. E se você assim como a gente não abre mão da sobremesa, peça um crepe de doce de leite ao forno junto com o café.  
Endereço: Posadas 1089, La Recova | Aberto todos os dias das 12h a 1h.

Pony Line Bar ($$$ – $$$$)

O Pony Line é o legítimo bar para curtir uma noite agradável. Situado no imponente hotel Four Seasons, o destaque vai para o ambiente descolado com aquela decoração urbana, onde atmosfera agrada casais, solteiros e grupos de amigos. Mesas altas de pubs, sofás e um balcão no melhor estilo bar de esportes, compõem bem o clima de descontração proposto para o animado lounge. Falando em proposta, encontramos uma carta de drinks super criativa, vinhos (claro!) e uma boa seleção de cervejas artesanais on tap e em garrafa. Um lugar casual com boa música ambiente e, claro, boa comida! Sim, caro leitor. A gente encontrou boas opções da culinária argentina e até mesmo internacional no menu do bar. De chorizo caseiro, empanada passando por batatas fritas trufadas até sanduíches e os maravilhosos hambúrgueres! 

Pony Line Bar

O que pedir: recomendamos começar com bons drinks! Hahah O tradicional Piña colada é maravilhoso. Mas se você curte vinho, pode experimentar o Pinot noir que ainda leva tomate orgânico na composição. E quando a fome bater, não deixe de pedir uma hamburguesa Clássica Pony, que tem como ingredientes queijo Lincoln, bacon, cebola crocante, pepinos e um molho BBQ caseiro. Outra opção bem carnívora é o Madurada 45 dias, com hambúrguer de carne lembra o sabor da parrilla. Leva ainda alface, tomate, molho relish caseiro, queijo lincoln. 
Endereço: No Hotel Four Seasons, na Posadas 1086 | Aberto de segunda a sexta das 11h às 2h e sábado e domingo das 18h às 2h.

Santos Manjares ($$ – $$$)

É fã de parrilla? Então considere o Santos Manjares na sua lista de restaurantes para comer em Buenos Aires. Ainda mais se você estiver com seu roteiro organizado para visitar o Obelisco e região da Avenida 9 de julho próximo da hora do almoço ou no entardecer, perto da hora da janta! Uma excelente opção para comer uma bela parrilla com bom custo-benefício. Mas se você for no almoço, faça reserva antes ou se prepare para aguardar pelo menos uns 20 min na fila. O ambiente é aconchegante mas não é muito amplo. Com decoração rústica e urbana, o restaurante consegue agradar aos moradores locais e aos turistas, que amam o lugar. 

O que pedir: a primeira dica – já peça uma de vinho Malbec enquanto escolhe o que comer! De entrada, nada melhor que a tradicional e deliciosa provoleta – principalmente se você ama queijo tanto quanto a gente! De prato principal, um dos cortes mais tradicionais das parrillas e muito suculento: o bife de chorizo Santos Manjares que leva molho barbecue feito em casa. E se você quer experimentar algo único da casa, peça de acompanhamento a batata recheada com cheddar e bacon! Eu fui nessa última e não me arrependi! Mas se quiser seguir a linha mais tradicional com uma carne se sabor sem igual, faça como o Guto e peça a Entranha acompanhada de batatas rústicas. E não vá embora sem dividir um (enorme) flan con dulce y crema.
Endereço: Paraguay 938 | Aberto das 11h45 à 00h.

The Brick Kitchen ($$$$) 

Quer experimentar um restaurante de Chef em um ambiente requintado e com ótimo custo-benefício? Então coloque o The Brick Kitchen na sua lista. Situado no belíssimo Hotel Sofitel Recoleta, o elegante e espaçoso salão convida a gente a curtir bons momentos e aproveitar a refeição de forma tranquila e no ritmo apropriado. Isso sem falar dos pratos do Chef Javier Marrone que oferece uma proposta de cozinha moderna e de autor. Um restaurante contemporâneo onde o Chef busca inspiração no estilo europeu se destacando pelo uso de produtos sazonais, onde cria uma mistura de texturas, sabores e cores. E antes de ir para a mesa no salão, uma dica é aproveitar o bar no espaço ao lado, onde deliciosos coquetéis e drinks podem ser uma ótima forma de começar a noite! O restaurante funciona no formato de menus de passos mas também serve os pratos a la carte! Merece destaque o atendimento do Fernando, o maître e, do Léo, simpático garçom que atendeu a nossa mesa e que fala um excelente português!

The Brick Kitchen – o jantar

Festival du Chocolat do The Brick Kitchen: nos meses mais frios em Buenos Aires, de maio a setembro, é possível desfrutar do Festival du Chocolat. Nas tardes de sábado, entre 16h e 19h, uma mesa central reúne todas as opções criadas pela confeiteira Erika Scaffino e a equipe da cozinha do Chef Javier. São dezenas de tipos de patisseries e boulangeries com o melhor chocolate em suas receitas, além de diferentes sanduíches. Toda semana há novidades na proposta com o objetivo de surpreender os turistas e também os moradores que desejam aproveitar essas tardes doces de sábado. No buffet doce o foco são as especialidades de chocolate, mas tem ainda alfajores, macarons, canelones, madeleines e trufas. Isso sem contar o buffet de sanduíches, duas bebidas quentes, suco de laranja ou água mineral e a taça de espumante da Bodega Salentein Extra Brut. Tudo isso por um valor fixo onde se pode comer à vontade. Uma experiência deliciosa com custo-benefício excelente.

Festival du Chocolat

O que pedir: recomendamos pedir um o Menu Javier que já inclui uma taça de vinho Malbec ou Chardonnay, bebida sem álcool e café. O menu contempla entrada, prato principal e sobremesa, além do serviço de pré-entrada e pré-sobremesa. Falando em sobremesa, merece destaque a quantidade de opções e o formato de escolha: você é convidado a ir escolher entre uma variedade de patisseries – os doces franceses. Eles ficam acomodados em um lindo balcão na sala anexa ao salão principal. Uma verdadeira confeitaria francesa ali ao seu dispor!   
Endereço: Hotel Sofitel, na Posadas 1232 | Aberto todos os dias das 12h30 às 16h e das 19h às 23h30.

Onde comer em Buenos Aires: San Nicolas (região central)

Cervelar ($$ – $$$)

Essa é uma dica pra quem é fã de cerveja artesanal! A Cervelar é uma das primeiras lojas e bares dedicada exclusivamente à cerveja em Buenos Aires. A marca tem filiais em vários bairros da capital portenha. Nós conhecemos a filial do bairro San Nicolas, pertinho do Porto Madero bem próximo da região onde fica a estação dos Buquebus e também da perto da Estação de Trens do Retiro. Lá encontramos uma vasta carta de opções e muitas torneiras plugadas com o líquido sagrado. São mais de 120 rótulos onde pelo menos 40 são cervejas importadas da Bélgica, Alemanha, França, entre outros países. Mas o nosso foco era a cerveja artesanal local de todas as partes do país. Encontramos opções das marcas reconhecidas como Antares e Barbarroja e também de cervejeiros de “garagem” ou ciganos, como Córdoba Waffe. Dos estilos, também há muita variedade como clássicos Pilsen, Weiss ou IPA, ou ainda alguns estilos especiais ou sazonais com sabores frutado, com chocolate, defumado e até cerveja de vinho. Um legítimo bar de cerveja que não deixa nada a desejar em comparação com os bares da Bélgica e Alemanha que visitamos nos últimos anos, tanto em variedade de cervejas como na atmosfera do ambiente. Aliás, o clima de bar de esportes com o balcão extenso cheio de TVs passando jogo de futebol misturado com as mesas altas de pub, fica ainda mais aconchegante com o ar urbano e moderno da decoração. Uma pegada estilo industrial, com grafite e muita madeira pra quebrar e dar o toque que pede o clima cervejeiro. E se a fome bater, a Cervelar tem um bom menu com variadas opções gastronômicas feitas à base de cerveja, é claro. Mas se você assim como a gente estiver interessado apenas nas cervejas, saiba que eles servem uma porção de pipoca (!) salgada, tipo aquelas porções de amendoim que alguns bares e pubs servem. 

Cervelar

O que pedir: a dica é começar pedindo uma régua de degustação onde você poderá escolher 12 cervejas que estão plugadas nas muuuitas torneiras do lugar. Depois de experimentar, siga com um pint daquela que você mais curtiu! Dessa forma você consegue provar uma boa quantidade de estilos das cervejas locais.
Endereço: Reconquista 958 | Aberto de segunda a sábado, das 12h às 2h.

Güerrin ($ – $$$)

A Guerrin é uma das pizzarias mais antigas e tradicionais de Buenos Aires. Conta a história que ela foi fundada por volta de 1932 pelo Sr. Arturo Malvezzi e Guido Grondona, imigrantes genoveses que chegaram da Itália em 1927. Mas não é apenas por conta da tradição que ela está em 10 entre 10 indicações de blogs de viagens e gastronomia. A pizza é realmente deliciosa e o local já é ponto turístico de uma das principais avenidas da cidade. Ainda mais agora que a Avenida Corrientes foi revitalizada e uma parte da via foi transformada em área peatonal – só pedestres circulam! Além da localização privilegiada, a atmosfera do lugar é única! Seja para quem está com pressa e faz seu pedido para comer em pé no balcão que fica na frente logo na entrada. Ou para aqueles que decidem experimentar uma refeição mais demorada nos salões que ainda hoje são frequentados por grandes celebridades da rua Corrientes, entre eles intelectuais, atores e políticos que ali circulam por conta das livrarias, dos teatros e casas de espetáculos. Mas uma coisa é fato: clientes habituais ou turistas, todos estão atrás das saborosas pizzas assadas em forno a lenha por profissionais que já estão no ofício há mais de 30 anos. No menu a gente encontrou uma variedade de opções, todas saindo do forno com aquela farta quantidade de mussarela – que segundo consta, é um dos ingredientes de fabricação própria da Guerrin. 

Guerrin

O que pedir: a dica é, mesmo se você não estiver com muita fome, passar na Guerrin e fazer o pedido clássico: uma fatia de mussarela e uma de faina! Não sabe o que é faina? Dá uma conferida no artigo conheça 10 comidas típicas da Argentina, no item 4 que eu explico tudinho.
Endereço: Av. Corrientes 1368 | Aberto todos os dias da 11h às 2h.

Tomo 1 ($$$$$)

O Tomo 1 é a dica para quem é fã de alta gastronomia mas sem deixar o sabor e características regionais da comida tradicional da mesa portenha. O Chef Federico, um simpático portenho é quem está à frente do restaurante batizado de Tomo 1, mas que junto com o restaurante de sua mãe, já conta com meio século de vida. Sim são aproximadamente 50 anos de tradição familiar. Talvez por isso o filho menor de Ada Concaro tenha herdado a paixão pela comida e pelo ofício da mãe e da tia, já que não tem lembrança exata do dia em que passou a frequentar a cozinha e os salões do restaurante. É por isso que ele não abre mão de preparar e servir no requintado ambiente do Tomo 1 uma comida mais próxima do que comem os portenhos em suas casas. Desde os 17 anos trabalhando profissionalmente na cozinha do restaurante, com toda a sua bagagem de já ter passado por restaurantes de Paris, hoje acumula mais de 30 anos de experiência.

Tomo 1

Não é a toa que está entre os mais renomados Chefs de Buenos Aires e que recebe seus clientes habituais semanalmente com todo carinho e simplicidade, o que pudemos ver de perto enquanto estávamos lá. Para ele, pensar a comida pela beleza é como pensar na música pela partitura e por isso a prioridade dele é o sabor a partir de ingredientes selecionados e de qualidade, sempre fiel às raízes e à comida tradicional da capital Buenos Aires.

Tomo 1

Isso sem falar no cuidado com a carta de vinhos, muito bem pensada pela sommelier Gabriela Troncoso. Falando em comida, a proposta do restaurante são os menus com passos que podem ser acompanhados com vinhos selecionados especialmente para harmonizar com cada prato. O mais enxuto é o Menu con Opciones que tem são 3 passos, aperitivos e  vinhos da vinícola Luigi Bosca, água e café. Tem ainda o Menú Festejo, o Menú Celebración e por último o mais completo, Menú Degustación.

O que pedir: para uma experiência mais completa, recomendamos o Menú Degustación, onde ao longo de 9 passos, pudemos entender a proposta do Chef Federico e provar sabores da mesa tradicional local a partir das suas criações deliciosas. Um sobrevoo na culinária portenha com padrão de alta gastronomia, ainda mais com a delicadeza da harmonização dos vinhos, selecionados e apresentados a cada prato. Entre cada passo, ainda há aperitivos e no final o café com petits fours.
Endereço: No Hotel Panamericano Buenos Aires, na Carlos Pellegrini 521 | Aberto de segunda a sábado, das 12h às 15h e das 19h30 à 0h.

Zirkel Restaurant & Bar – Club Alemán ($$$ – $$$$)

O Zirkel é um daqueles achados de viagem pouco turístico que surpreendem demais! Situado no coração do centro de Buenos Aires no topo de um dos prédios da Av. Corrientes, tem uma das vistas panorâmicas mais incríveis da cidade. Reserve uma mesa na janela do amplo salão do Clube Alemão – espaço onde está instalado o restaurante – e aproveite para apreciar a vista saboreando deliciosos pratos, imerso na atmosfera urbana do local. Falando em comida, no cardápio encontramos várias opções da moderna culinária européia, com ênfase nos clássicos alemães mas também com pratos representantes de outros países, com ensopados espanhóis, risotos italianos entre outros. A composição da boa gastronomia do Zirkel tem ainda a participação da excelente carta de vinhos respaldada pelas duas adegas com capacidade para mais de 400 garrafas. E se você prefere bons drinks, saiba que o restaurante tem um amplo bar de coquetéis clássicos e autorais. Merece destaque o ótimo atendimento e aquela sensação de estar vivendo um dia de local, já que não há muito fluxo de turistas.

Zirkel

O que pedir: nós que somos fãs de comida alemã, recomendamos começar com uma entrada bem típica: Salsicha alemã com Kartoffelsalat que serve muito bem 2 pessoas. De prato principal, o Gulasch com Spätzle é uma ótima pedida. E claro, a sobremesa não poderia ser outra: um apfelstrudel – a famosa torta de maçã alemã – acompanhada de sorvete. 
Endereço: Avenida Corrientes, 327 – Piso 21 / 22 | Aberto segundas das 9h às 18h, de terça a sexta das 09h às 0h e nos sábados das 18h às 1h. Domingos fechado.

Onde comer em Buenos Aires: Monserrat (região central)

Amalur ($$$)

O Amalur foi daquelas apostas de experiência e que se mostrou uma ótima surpresa na viagem! A proposta do restaurante que fica na sede da Comunidade Basca de Buenos Aires – o Centro Basco, é servir culinária basca (óbvio!). Aliás, se você não prestar atenção a numeração dos prédios, talvez não perceba a placa discreta indicando o restaurante no hall de entrada do Centro Basco e poderá passar reto como aconteceu com a gente (heheh)! Entretanto, ao entrar no restaurante descobrimos uma atmosfera acolhedora em um amplo ambiente decorado de maneira elegante e alusiva a cultura basca. Também merece destaque o bom atendimento da equipe, sempre disposta a explicar os pratos e ingredientes das opções do menu. Falando nisso, no cardápio encontramos peixes e frutos do mar acompanhados de verduras e legumes, pois são os elementos que formam a base da gastronomia basca, sempre regados a um bom azeite de oliva e preparados com alho. A nossa visita foi para o jantar, mas fica a dica aqui para a opção de menu de almoço executivo com ótimo custo-benefício. Uma proposta bem pensada com sabores ricos da cultura basca em menu de fórmula que tem entrada + prato + sobremesa. A entrada pode ser uma sopa ou os tradicionais Pintxos – algo como espetinhos bem elaborados com um pão delicioso na base coberto com deliciosos ingredientes e que ficam expostos nos balcões em qualquer bar do país Basco. À noite, essa opção pode ser pedida em um porção à la carte. Aliás, fica aqui o registro para a dedicação e esmero na apresentação dos pratos. Outra característica única do Amalur que é muito comentada nas avaliações é a Cidra tirada (de maçã ou pêra), isto é, a sidra – aquela bebida alcoólica preparada com suco fermentado de maçã que no Brasil não é muito popular.  

Amalur

O que pedir: enquanto escolhe os pratos, já inicie bebendo uma sidra, que tanto de maçã e ou pêra estavam ótimas. Para entrada, recomendamos os Cogumelos salteados em manteiga e alho com gema de ovo e migalhas de pão. Uma porção generosa que serve bem duas pessoas, ainda mais com os deliciosos pães artesanais e o excelente azeite de oliva que já vem por padrão no serviço de mesa. Para os pratos principais, a Paella de mariscos é uma excelente e bem servida opção. Dá para dividir tranquilamente. Mas se você não é fã desse prato, os pescados do dia são uma ótima pedida como a Pesca a la vizcaina que vem acompanhada de batata preparada na sidra. De sobremesa, não deixe de provar a Tarta Vasca, uma torta com massa de amêndoas recheada com creme de pastelaria e acompanhada de coulis de laranja. Uma delícia!
Endereço: Av. Belgrano 1144 | Aberto de segunda a sexta, das 12h à 0h e sábados das 19h à 0h. Domingos fechado.

La Morada ($$)

Quer comer um legítimo e típico prato da culinária de Buenos Aires que não é parrilla? Então coloque o La Morada no seu roteiro! Mais que um restaurante, o restô – bar – museu – retrô, como se auto intitula, o La Morada nasceu em 1999 mas agrega outros 20 anos de experiência dos donos na preparação de comidas regionais. Com uma das sedes situada nas imediações de uma das áreas mais movimentadas da capital portenha: próximo a Avenida e da Praça de Mayo, onde fica a Casa Rosada – sede do governo federal argentino, o restaurante abre apenas de segunda à sexta na hora do almoço (veja abaixo endereços e horários das duas sedes).

La Morada

Um negócio de família que a gente percebe na hora que bota os pés no local! O atendimento caloroso e a simpatia do dono que faz questão de explicar os pratos e mostrar suas relíquias antigas distribuídas nas paredes do restaurante são uma atração à parte. Por isso que ao entrar no La Morada, você vai encontrar um ambiente simples e uma decoração que justifica os termos “museu” e “retrô” usados por eles para definir seu restaurante. São inúmeros elementos antigos da cultura pop entre bonecos, brinquedos, latas de biscoito, revistas, pôsteres de futebol, discos de vinil, anúncios publicitários, produtos dos anos 70, 80 e 90 como creme dental, talcos, perfumes e muito mais. Um verdadeiro resgate às memórias de infância. Em meio a esse museu de antiguidades, as rústicas mesas de madeira ficam distribuídas no espaço que não é muito amplo mas que atende bem aos poucos turistas e principalmente aos clientes habituais – sim, os locais frequentam muito o La Morada.

La Morada

Nos sentamos em uma das poucas mesas livres na hora do almoço durante a semana e pudemos saborear os pratos da culinária tradicional. No menu enxuto você encontrará 5 tipos de pratos quentes – empanadas, locro, guiso de lentejas, pasteles e tartas individuais – além das várias sobremesas, mas com uma variedade enorme de sabores. Um cardápio enxuto e preparado com todo esmero e dedicação que tradição da comida portenha de raíz exige.

La Morada

Para você ter uma pequena ideia da variedade dos sabores, vou listar aqui as opções para empanadas: carne suave, carne apimentada, frango suave, presunto + queijo,vegetal (acelga + ovo), mussarela + manjericão + tomate, roquefort + aipo, milho (clássico sabor), mussarela + bacon + ameixa,  mussarela + calabresa, queijo + cebola e finalmente “Picachu” (cebola + queijo apimentado). E para facilitar, já vou explicar o que é: 

  1. Locro: é uma espécie de ensopado ou caldeirada que tem algumas semelhanças com a nossa feijoada. Leva milho natural (não aquele da lata) e feijão que ficam de molho separadamente em água mineral por pelo menos 12 horas. Leva ainda abóbora (ou moranga), linguiça, bacon, vários tipos de carne e temperos como páprica e pimenta por exemplo. Os ingredientes vão para a panela um a um, cozinhando de forma lenta por muito tempo. 
  2. Guiso de Lentejas: também um ensopado mas com uma diferença: leva gordura, geralmente de porco! Por isso é bastante consumido no inverno portenho! Este prato fica cozinhando por menos tempo que o Locro e leva vários cortes de carne suína e linguiças, além das lentinhas e temperos como cebola, tomate, pimenta, páprica e outros. 
La Morada

O que pedir: enquanto você marca com caneta suas escolhas na comanda, já peça uma taça de vinho da casa para beber. Recomendamos as deliciosas e tradicionais empanadas dos sabores mais típicos: carne e milho. Mas provamos e aprovamos também a de mussarela + calabresa e a de presunto + queijo! Depois a dica é seguir a imersão na comida raiz dividindo uma porção de locro e uma de guiso de lentejas com aquele queijo ralado por cima e acompanhada de uma espécie de pão crocante caseiro. Pra fechar, os postres! A hora de escolher a sobremesa também é muito difícil. Nossa escolha foi o clássico Flan con dulce de leche e as Nozes con dulce de leche, mas a quantidade de opções do tradicional queso com dulce – de leite ou de varias frutas como goiaba, figo e outras era enorme. 
Endereços: Centro – Av. Hipólito Yrigoyen 778 (aberto apenas de segunda a sexta, das 10h às 16h30min) | Bairro norte – Larrea, 1336 (aberto de segunda a sábado, das 11h às 15h e das 19h às 0h. Domingos das 19h às 0h)

Restaurante Palacio Español ($$$)

Que tal um mergulho na cultura e culinária espanhola? É essa atmosfera que encontramos ao visitar o Palacio Español, tanto pela imponência do ambiente quanto pelos sabores apresentados em cada prato servido. E que serviço, diga-se de passagem. A equipe é atenciosa e experimente, com garçons, maitres e profissionais da cozinha com muitos anos de casa, conferindo um dinâmica ao serviço que funciona como uma engrenagem, rápida e eficiente. Talvez essa percepção seja potencializada porque a gente se perde admirando as paredes, teto, escadas e todos elementos decorativos do edifício palaciano que o restaurante ocupa, na sede do Clube Espanhol de Buenos Aires – a mais antiga instituição espanhola criada fora da Espanha. É tão importante historicamente que o edifício já completou mais de cem anos e recentemente foi reconhecido quando oficialmente foi declarado de Interesse Cultural da Honorável Legislatura de Buenos Aires.  

Restaurante Palacio Español

Todo esse prestígio se mostra real a medida que a gente tem a oportunidade de experimentar a proposta culinária Restaurante Palacio Español. No amplo menu de opções, encontramos pratos da cozinha tradicional espanhola sem abrir mão da regionalidade Argentina, onde a preparação com produtos frescos sazonais e de alta qualidade,  principalmente peixes, carnes e massas. Por isso, boa parte do menu muda frequentemente e se adapta às estações do ano. Deve ser por isso que a maioria das mesas era ocupada por clientes locais habituais e pouquíssimas por turistas. Um verdadeiro achado que rendeu um almoço especial imerso na cultura espanhola.

O que pedir: a base do menu é de frutos do mar e pescados frescos. Por isso recomendamos de entrada pratos a base de camarão ou lagostinos, como os deliciosos Lagostinos a la gallega, super bem servido e que dá para dividir tranquilamente – o preparo é concluído à mesa, com muito azeite e páprica picante. Para os pratos principais, um Filet de pescada (no dia que fomos era “merluzão”) en salsa manteca negra (manteiga, alcaparras e limão) acompanhado de verduras salteadas. Outra opção também é a Truta a la plancha acompanhada de puré de abóbora (moranga no RS). Não esqueça de uma boa taça de vinho branco local para acompanhar, como um Torrontés que é de Salta, na região norte da Argentina. E pra fechar, um café com a sobremesa típica Crema catalana.
Endereço: Bernardo de Irigoyen 180 | Aberto todos os dias das 12h às 16h e das 20h à 0h. Domingo à noite fechado (exceto véspera de feriado)

Ristorante Maria Fedele ($$$)

Quer uma experiência com culinária italiana diferente? Então inclua um jantar no Ristorante Maria Fedele no seu roteiro em Buenos Aires. E prepara-se para comer e muito, pois é muita variedade e fartura por em um menu único e de preço fechado!  Fique atento que o restaurante só funciona para o jantar, de quarta a sábado e sob reserva. Ficou confuso? Calma que eu explico! A experiência consiste em 4 passos ao estilo italiano: antipasti + primi piatti + secondo piatto + dolces, o que pode ser traduzido como: entradas + primeiros pratos (massas) + segundo prato (carne) + sobremesas. E ainda tem o vinho da casa. A proposta do Ristorante Maria Fedele é oferecer o sabor da terra da Calábria e todas as suas delícias e tradições, servindo à mesa tudo – sim, é tudo mesmo, que está no menu do dia (todos os dias são opções diferentes)! São pequenas porções que são servidas e que podem ser repetidas sob demanda. Basta pedir à equipe.

Ristorante Maria Fedele

Para explicar melhor o funcionamento, vou separar em tópicos de acordo com os passos:

  • Antipasto (entradas): são 12 variedades onde sempre vai ter 3 Fiambres + 4 entradas quentes + 5 vegetais e os queijos. Vem tudo pra mesa junto com a cestinha de pães caseiros. Cuidado para não extravasar toda sua fome nesse primeiro passo. É muito tentador! 
  • Primo piatto (primeiro prato): são duas variedades de massas sendo uma recheada (que normalmente vem gratinada) e uma simples, com 2 molhos diferentes. Entre as opções de massas recheadas, você poderá encontrar de acordo com o menu dia: tortellini, agnolotti, lasanha, caramelli ou ravioli. Das massas simples, pode ser que tenha no dia a penne ou espaguete ou ainda alguma outra desses tipos que conhecemos mais. Dos molhos, poderá encontrar pomodoro, carbonara, sálvia e 4 queijos, pomodoro e nduja, alfredo, funghi cremoso, mediterránea, à puttanesca ou pesto. Dependerá do que foi preparado no dia, mas sempre são duas opções. 
  • Secondo piatto (segundo prato): será 1 carne + guarnição, que você poderá encontrar de acordo com o menu do dia uma das opções: frango, bondiola (tipo de salsicha feita de carne e gordura de porco), ossobuco, milanesa napolitana, bife de chorizo ou lomo (filé). Entre as guarnições poderá encontrar: risoto; strudel de batata; purê de batata doce e batata; cenoura glaceada ou cebola e batata rústica
  • Dolces (sobremesas): são 3 variedades de sobremesas que serão servidas à mesa. Entre elas, poderá encontrar 3 dessas opções no dia da sua visita: tiramisú, crepe e mousse de chocolate, marquise de chocolate, brownie com uma mousse especial (menta, laranja ou morango), crumble de maçã, babá napolitano, quadrados de limão, pastiera napolitana, cheesecake, sorvete, peras ao vinho tinto com chantily, canolli ou sfogliatella.
Ristorante Maria Fedele

Ufa! É até difícil de explicar de tanta comida e com tantas opções deliciosas neste formato de refeição com menu único e tão peculiar. Uma boa analogia seria comparar o formato com os restaurantes de Café Colonial da Serra Gaúcha. Uma espécie de rodízio mas guardadas as devidas proporções e características de cada experiência. Aliás, vale o registro que além desse mergulho nos sabores italianos da Calábria, encontramos uma atmosfera bem pitoresca em um ambiente que parece a casa da família italiana. Falando nisso, muitas famílias celebrando alguma data, amigos confraternizando e outras mesas com casais. Um amplo salão, com mesas enormes e um clima descontraído e leve. A decoração de estilo mais rústico que remete ao interior da Itália, com quadros, gravuras e objetos alusivos à região da Calábria e suas raízes. Ah! Importante que o restaurante fica em um prédio residencial, com fachada discreta e nenhuma indicação de que ali funciona um estabelecimento comercial. Mas fique tranquilo que é assim mesmo! No dia e hora da sua reserva (faça reserva!), ao tocar a campainha e identificar-se, você será atendido e conduzido ao salão onde funciona o restaurante.

Ristorante Maria Fedele

O que pedir: no caso do Maria Fedele, só tem uma única opção que é seguir o menu único e de preço fechado em uma experiência que oferece muita variedade e fartura.  
Endereço: Adolfo Alsina 1465 | Aberto de quarta a sábado, a partir das 20h.

Onde comer em Buenos Aires: La Boca (no Caminito)

Quem visita o bairro de La Boca, está em busca de duas atrações: o estádio de futebol La Bombonera do Boca Juniors e o famoso Caminito! É no coração desse último que estão localizados as duas parrillas que recomendamos no colorido e charmoso bairro.

Encuentro Nativo Restaurant ($$$ – $$$$)

O Encuentro Nativo se define como um restaurante de comida típica argentina. Ou seja, uma legítima parrilla que serve os mais tradicionais cortes de carnes e também pratos únicos agradam aos paladares mais exigentes. Fiel às tradições, lá encontramos carnes saborosas, uma carta de vinhos muito bem selecionada, além de outros produtos típicos argentinos. Aliás, falando em vinho, a Vinoteca do Encuentro Nativo fica na parte dos fundos onde ainda resiste conservado o antigo e histórico cortiço que remonta à 1867, época que os primeiros trabalhadores imigrantes chegaram pelo porto ao bairro de La Boca. Aproveite para visitar o espaço e conhecer um pouco dessa rica história praticamente in loco já que a construção e seus elementos estão lá, conservados como um museu. E não precisa nem estar consumindo no restaurante. A entrada é livre para quem quiser conhecer o cortiço. 

Cortiço antigo e enoteca do Encuentro Nativo

E se você está desconfiado porque o restaurante fica nessa região que é uma das mais turísticas, saiba que nosso preconceito caiu por terra durante a nossa visita. A começar pelo ótimo atendimento que foi praticamente em Português, por parte do Pablo (garçom), David (gerente) e do Miguel (sommelier). Sem contar que o próprio dono volta e meia circulava entre as mesas conversando com todos os clientes. E enquanto nós estávamos escolhendo os pratos, iniciou um show de tango intimista com músicos tocando ao vivo e dançarinos caracterizados. Uma apresentação de bom gosto e que cativou a nós e a todos nas mesas ao redor. Aliás, a atmosfera do restaurante é leve e a decoração rústica que mistura a estética histórica da cidade com estilo artístico de pintura e desenho típico do fileteado combina com o clima do Caminito. 

Encuentro Nativo

O que pedir: recomendamos iniciar pelas entradas clássicas: chorizo (linguiça) e empanada de carne picada (não moída) que é preparada e temperada ao estilo do norte de Argentina.

Para os pratos principais, peça o Contra Filé “Nativo” que leva molho de cogumelos acompanhado de batata assada recheada com creme, bacon e cebolinha. Um prato bem servido que dá tranquilo para um casal dividir. E não saia sem pedir um Flan caseiro da Vovó de sobremesa. Ou então o especial Nativo, uma super taça a base de sorvete de creme, nozes, castanha de caju, vauquita e wafer. Uma bomba de sabor.
Endereço: Magallanes 854 – Caminito | Aberto de segunda a sexta, das 10h às 18h

Gran Paraiso ($$$ – $$$$)

A proposta do restaurante Gran Paraíso é oferecer uma experiência única, já que a gente pode desfrutar de uma bela refeição típica almoçando ao ar livre em um pátio de um tradicional cortiço do Caminito, todo cercado por plantas e árvores. O cortiço remonta a 1890, foi restaurado e é mantido preservado da mesma forma que nos idos tempos dos imigrantes trabalhadores do porto. É uma construção de antigas placas de zinco coloridas e madeira tal qual no seu estilo original. Subindo uma escada até os quartos no último andar da casa-museu, tem-se uma vista privilegiada do Caminito. Aliás, outro ponto para uma ótima vista da principal rua do Caminito é nos fundos, subindo na estrutura tipo um terraço. Mas não se confunda ao chegar, pois o pátio e o cortiço estão na Rua Caminito e a entrada do restaurante fica em frente aos trilhos de um trem de carga que ainda circula.

Gran Paraíso

Mas falando sobre a proposta culinária, o Gran Paraiso tem como principal atração a carne que já é protagonista da cena na entrada da propriedade, com a churrasqueira bem a vista. É a legítima parrilla com carvão e lenha que confere um sabor característico e único para o típico “Asado Argentino” com todos os cortes argentinos mais tradicionais. De acompanhamento, há pratos vegetarianos, saladas, legumes grelhados e deliciosas provoletas e empanadas. Além disso, encontramos uma boa variedade de sobremesas e uma carta de vinhos de grandes vinícolas. Ah! Mas tem um detalhe: pagamento somente em dinheiro (o que não chega a ser um problema para o turista que costuma usar mais dinheiro vivo do que cartão).

Gran Paraiso

O que pedir: comece pedindo uma taça de vinho da casa enquanto escolhe os pratos. De entrada, recomendamos a Provoleta com cogumelos à provençal e cebolas caramelizadas em aceto balsâmico – uma delícia! Dos pratos principais, dois cortes bem tradicionais e suculentos: vacío e bife de chorizo. Para acompanhar, papas fugazzetas, isto é, batatas fritas servidas com ovos mexidos, queijo e cebola caramelizadas. Uma delícia. E para fechar, não deixe experimentar as sobremesas. A dica é a Chocotorta servida em um pote de vidro para comer de colher tipo mousse. Mas se você é fã de frutas e vinho, peça a Manzana al malbec, deliciosas maçãs preparadas no vinho.
Endereço: Gral. José Garibaldi 1428 | Aberto todos os dias para o almoço, das 11h às 18h

Onde comer em Buenos Aires: Colegiales

Social Club Buena Birra – Colegiales ($$$)

Mais uma super dica para quem é fã de cerveja artesanal. A Social Club Buena Birra é a cervejaria do bairro Colegiales, do lado de Palermo. Lá encontramos uma variedade de cervejas ótimas fabricadas por eles e com ótimo custo-benefício. O bar fica situado em uma ampla propriedade com uma atmosfera informal que reúne diferentes ambientes. Do pátio externo na entrada, passando pelo ambiente interno com mesas e o balcão do bar super convidativo até o jardim de inverno nos fundos, com mesas altas ou sofás.

Social Club Buena Birra

Um bar e restaurante que se torna um local de encontro para os amigos e também para casais. Aliás, percebemos que os locais adoram o Social Club Buena Birra e dominam as mesas. Ou seja, os turistas ainda não descobriram essa maravilha. Apesar de ficar em um bairro menos turístico, não é difícil de chegar com transporte público (trem) ou de carro (aplicativo ou táxi). Além dos diversos estilos de cervejas próprias como pilsen, weiss, IPA, APA e outras sazonais como IPA Season, também experimentamos opções de pratos para petiscar e hambúrgueres que harmonizam deliciosamente com as cervejas. 

Social Club Buena Birra

O que pedir: recomendamos iniciar com um pint da Irish Red e outro da Weizen. E para acompanhar uma porção de petiscos fazendo as vezes de entradinha: Mix birrero (quentes), com destaque para a mussarela crocante que é maravilhosa. Vem ainda almôndegas com molho e bolinho de batata com cheddar, além de tortillas. Na sequência, peça um pint da cerveja exclusiva deles – a Flipa (uma ipa que não é tão amarga) e uma IPA tradicional. Nesse momento, já dá pra cair em cima de um belo hambúrguer que vem acompanhado de batatas fritas e é servido em um pão caseiro. Sugerimos o Hamburguesa chetta, mix de carne bovina e suína, que leva queijo gruyere, ovo frito, bacon, cebola caramelizada, pepinos e molho barbecue. Ou entã o Provo Burguer, de carne bovina que leva uma maravilhosa provoleta, tomates assados, cebola caramelizada e alface. 
Endereço: Zapiola 1353 Colegiales | Aberto todos os dias das 18h à 1h

Onde comer em Buenos Aires: Mapa geral dos restaurantes indicados nesse guia


E aí, curtiu nosso pequeno guia de onde comer em Buenos Aires? Conhece algum desses restaurantes? Tem alguma dica que não estava aqui? Conta pra gente aqui nos comentários do post!


Já reservou seu hotel ou apartamento em Buenos Aires?

Não deixe para a última hora! Se ainda não decidiu onde ficar em Buenos Aires, consulte agora mesmo o nosso Guia de bairros e hotéis da capital da Argentina.

+ Guia de bairros e hotéis de Buenos Aires

Ou se preferir, navegue diretamente pelo mapa abaixo e reserve o seu hotel ou apartamento ideal em Buenos Aires pelo Booking, o maior site de hospedagem em todo o mundo.

Booking.com

+ Compare o preço de mais de 4 mil hotéis e apartamentos em Buenos Aires


Não esqueça de garantir seu seguro viagem:

Geralmente a gente faz seguro viagem torcendo pra não usar, né? Mas justamente em uma viagem para Buenos Aires o meu pai apresentou um problema de saúde e foi preciso levá-lo para exames mais detalhados em um hospital. Nessa hora, bastou ligar para o número de telefone indicado pela seguradora (atendimento imediato e todo em português). Conseguimos a liberação para a internação e os exames, sem pagar nada e sem burocracia! Imagina se estivéssemos sem seguro viagem?

Quando se trata de seguro viagem, a gente sempre usa e recomenda a Seguros Promo. É um buscador que compara o preço das principais companhias de seguro viagem e apresenta sempre a opção com melhor custo-benefício para a sua viagem! Além do site ser fácil de usar, os preços são imbatíveis!

+ Compare agora mesmo os preços de seguro viagem com a Seguros Promo


Aproveite e já faça as reservas dos passeios e atrações da cidade. Não perca tempo em filas!

Consulte e reserve passeios e entradas de atrações no Get Your Guide, uma das maiores e mais confiáveis plataformas de ofertas turísticas do mundo. Eles estão presentes nas maiores cidades e reúnem profissionais e empresas qualificadas que oferecem os mais variados tipos de passeios e serviços turísticos. Nós já usamos e recomendamos. Dá só uma olhada: 

Compartilhar:FacebookTwitter
Chai
Escrito por
Chai
Envie sua pergunta ou comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Viajar é Demais