Itens para mala de viagem no inverno

10 itens essenciais para levar na mala de viagem no inverno

Quando a viagem está se aproximando eu já começo a ficar de olho nos sites de meteorologia, principalmente se no destino a estação prevista é o inverno. Como montar uma boa mala de viagem no inverno é uma dúvida super comum. Uma “arte” que só conseguimos dominar depois de muitas viagens nessa época do ano para destinos como Europa, Estados Unidos e Uruguai e para as cidades serranas do Brasil (Serra Gaúcha e Campos do Jordão).

Muitos destinos de viagem no inverno com diferentes temperaturas

Aqui em casa as nossas malas de viagem já ficam abertas na sala porque aos poucos vamos montando e incluindo o que não pode faltar. Falando nisso, uma dica importante é utilizar malas de boa qualidade, já que no inverno elas ficam mais pesadas por conta do tipo de roupa que precisamos levar. Nós usamos os modelo Belmonte Plus de mala pequena e média da Delsey, uma marca francesa de malas de alto padrão. É resistente, tem o cadeado TSA exigido nos EUA e a divisória com fecho em uma parte e com elástico na outra. Super recomendamos. E não é preciso mais do que o tamanho médio para uma viagem de duas a três semanas. Isso já contando o espaço livre para trazer comprinhas de viagem.

Quando se trata de preparação para as viagens, nós já deixamos tudo reservado e o com roteiro fechadinho, sabendo tudo o que fazer em cada dia, até com horário definido com antecedência. Então, a minha principal preocupação às vésperas do embarque fica sendo: o que levar na mala de viagem no inverno?

Nas primeiras viagens, fiz muita pesquisa, com trocas de mensagens via redes sociais com amigos que moram no exterior e fui montando meu check-list do que levar na mala de viagem no inverno. Agora com tudo devidamente testado em várias viagens temos uma lista definitiva de itens essenciais para viajar no inverno. Por isso, eis os 10 itens que não podem faltar na sua mala de viagem no inverno.

Antes, algumas dicas para você economizar na viagem:

1. Um casaco pesado | Mala de viagem no inverno

Sim, é isso mesmo! Um único casaco é mais que suficiente na sua mala de viagem no inverno, desde que ele seja adequado para uso na neve e temperaturas abaixo de zero. A dica de levar somente um casaco vale tanto para homens quanto para as mulheres.

A dica geral é: escolha casaco de cor escura, pois fica mais fácil de combinar com os acessórios (gorro, luvas, mantas e echarpes que eu falo logo mais nos tópicos abaixo) e ter aquela sensação de variar a roupa, especialmente para as fotos, né? O ideal é que ele seja comprido o suficiente que passe a linha do quadril para deixar essa região quentinha. A dica sobre onde comprar o casaco é que pode variar.

Se você vai viajar para o exterior e pegar temperatura próxima ou abaixo de zero, comprar um casaco adequado quando chegar ao destino pode ser uma opção para ter mais variedades e melhor custo-benefício. Porém, ir às compras nas primeiras horas ao chegar ao destino pode não ser viável, dependendo da sua programação. No Brasil, é possível encontrar opções importadas como a Decathlon, especialmente se o seu estilo de se vestir for mais esportivo. Agora, se você é mais despojado e urbano, tem marcas brasileiras especializadas em roupas para baixas temperaturas com peças de excelente qualidade. Uma dessas marcas brasileiras é a Fiero (lê-se “Fiêrro”), que tem uma boa variedade de roupas, calçados e acessórios para o inverno, frio e neve. Encontramos a loja da marca online e ficamos encantados com a versatilidade das coleções. Aí decidimos experimentar e ficamos bem impressionados com a qualidade dos produtos. São ótimos e não perdem em nada para as marcas estrangeiras. E o melhor: negociamos um descontinho para os leitores! Use o cupom VIAJAREDEMAIS e ganhe 10% de desconto.

Acesse a Fiero e use o cupom VIAJAREDEMAIS para ganhar 10% de desconto

Ainda tem uma opção que é pegar um casaco emprestado com alguém ou usar o agasalho mais quente que você tem no guarda-roupa e, chegando ao seu destino, vá às compras. Mas como mencionamos, dependendo do seu roteiro de viagem, isso pode não ser viável. Imagina gastar horas valiosas com compras sendo que você poderia estar explorando atrações imperdíveis no seu destino. Por isso, avalie as opções de compra no Brasil e faça pesquisa de preço.

Lojas baratas e marcas para comprar casacos no exterior

Europa: C&A, Decathlon, H&M, Primark, Mango, Quicksilver
Estados Unidos: Ross for Less, T.J. Maxx, Uniqlo, C&A, Decathlon, H&M

Veja na Decathlon:
+ aqui casacos esportivos masculinos
+ aqui casacos esportivos femininos

Mas se você vai viajar para as regiões com temperatura baixa, que ficam na casa dos 5° a 10° graus, não se preocupe com casaco de neve. Nas regiões serranas do Brasil ou mesmo as capitais Buenos Aires na Argentina ou Montevidéu no Uruguai, a nossa dica é usar casacos de lã, de couro ou jaquetas de nylon mais esportivas se esse for seu estilo. Certamente casacos desses materiais já são suficientes para as temperaturas das capitais dos países da América do Sul ou para regiões serranas onde não neva. Sempre levo minha jaquetinha de couro e o casaco 3/4 de lã batida, da Fiero. Da mesma forma o Guto, que leva a jaqueta de couro e um casaco mais pesado, geralmente de lã batida também.

a dica de compra é aproveitar as ofertas de lojas de departamento. Há também cada vez mais a opção de comprar em lojas online especializadas em roupas para o frio, como a Fiero, que já mencionei antes. Logo abaixo eu fiz até uma seleção com exemplos de opções de casacos para essas temperaturas de 5° a 10° graus. E sempre tem as lojas físicas conhecidas nacionalmente como Renner, C&A, etc. Mas comprar pela internet, além de cômodo, em geral, tem os preços mais baratos, principalmente se você for cadastrado em sites que devolvem parte do seu dinheiro de volta, como o Méliuz (é isso mesmo, você não leu errado: parte do dinheiro da sua compra VOLTA pra você. Não é o máximo?).

Também dá pra comprar nas lojas da cidade de destino, mas nesse caso prepare-se pra gastar um pouco mais. Nas cidades serranas, por exemplo, é possível comprar peças fabricadas no Brasil, de produtores da região e com mão de obra local. Nesse sentido, é nessas cidades que você vai encontrar artigos de couro, de malha e de lã fabricados no país. Algumas lojas da Serra Gaúcha onde você encontrará malhas com ótima qualidade: Anselmi, Malhas Daiane, Malhas Elis, etc.

Casacos na loja online da Fiero
Não esqueça de usar o cupom VIAJAREDEMAIS para ganhar 10% de desconto!

2. Dois pares de calçados com solado de borracha grosso (tênis ou bota) OU específicos para uso na neve | Mala de viagem no inverno

Os calçados do dia-a-dia que encontramos no Brasil raramente são feitos de material que aguenta o frio intenso e a neve. Entretanto, se o calçado tiver um solado de borracha, há grandes chances de manter o pé quentinho se for usado com uma meia grossa e adequada. Por isso, no caso dos calçados, a dica para homens e mulheres é: para temperatura baixa, escolha modelos com solado grosso e pares de meia mais quentes.

Logo abaixo tem algumas sugestões de calçados femininos e masculinos, com conforto e potencial para aguentar o frio de baixas temperaturas com uma meia mais grossa. O ideal é ter dois pares de calçados, para o caso de um deles ficar úmido, molhar ou causar bolhas, já que em viagens a gente tende a caminhar bastante. Nas viagens para as regiões serranas do Brasil, onde se pega temperatura em torno de 5° graus, vale levar um par de tênis e uma bota.

Como eu faço: vou com par de tênis branco que já uso no dia-a-dia e levo dois pares de botas, sendo uma bota montaria de couro cano alto e outra bota de neve tipo coturno forrada em lã de cano baixo. Já o Guto vai com um tênis preto e leva a bota de neve forrada em lã tipo coturno ou outro par de tênis, dependendo da temperatura no destino de viagem.

  • Escolha aqui uma bota montaria com desconto (use cupom viajaredemais) para levar na viagem
  • Veja aqui opções de botas femininas do tipo coturno
  • Veja aqui botas masculinas casuais e com forro de lã
  • Encontre aqui um tênis masculino casual para levar na viagem
  • Compre aqui tênis branco feminino em promoção

3. Duas calças | Mala de viagem no inverno

Para homens, duas calças jeans considerando um período em torno de 15 a 20 dias de viagem é mais do que suficiente. A mala de viagem de inverno precisa ter pelo menos uma calça adicional para o caso da primeira molhar ou ficar úmida. A dica é levar uma calça jeans de cor escura (azul escuro ou preta) que facilita na hora de combinar as demais peças e acessórios (gorro, cachecol, etc). Para as mulheres, a dica é levar uma legging montaria preta que pode ser uma peça curinga funcionando tanto com tênis ou bota. Para aquelas que gostam de usar vestido ou saia como eu, dá até para substituir a calça jeans e levar uma quantidade maior de meia-calça ou legging.

Como eu faço: levo uma calça jeans skinny por uma questão de praticidade pra usar com as botas de cano longo e uma legging montaria forrada da Fiero que uso muito, até com vestido. O marido leva duas calças e nos dias mais frios, usa a calça térmica por baixo conforme explico logo mais, no tópico abaixo.

  • Confere aqui uma seleção de calças jeans masculinas com desconto
  • Veja aqui calças jeans femininas básicas em promoção
  • Escolha aqui uma legging para levar na mala de viagem com desconto (use cupom ‘viajaredemais‘)

4. Um conjunto de roupa térmica OU ceroula / meia calça fio 80 | Mala de viagem no inverno

Esse item é recomendado especialmente em viagens para o exterior onde tem temperatura próxima ou abaixo de zero. Nesse caso, a recomendação é um conjunto de roupa térmica que pode ser comprada nas mesmas lojas já citadas lá no tópico do casaco. Nós temos conjuntos térmicos (blusa + calça) da Decathlon e compramos recentemente mais um para cada um nos Estados Unidos. Muito bons por sinal, da marca Uniqlo (linha heattech ultra warm). Compramos ainda no Brasil, pela internet. Porém, a loja não faz entrega aqui (ou o frente fica caríiiiissimo). A alternativa foi comprar na Uniqlo online via pagamento pelo Paypal e fazer a retirada das compras em um dos endereços da loja, como a da Quinta Avenida em Nova York, onde pegamos os nossos produtos.

Para as mulheres, é possível substituir esse conjunto térmico por meia-calça fio 80. Este item acaba sendo uma peça curinga que vai bem com saias e vestidos e também por baixo da calça jeans. Quem mora em regiões onde faz frio, especialmente no sul do Brasil, normalmente já tem esse tipo de vestuário no seu guarda-roupa e aí fica mais fácil. Mas se não é o seu caso, considere comprar nas lojas de departamento da sua cidade ou online.

Como eu faço: Levo meia-calças fio 80 e fio 40, além do conjunto térmico (camiseta e calça). Guto leva apenas um conjunto térmico, lembrando não é preciso usar todos os dias. Nas viagens para as regiões serranas, levo as meias fio 80 e 40 para usar com vestido e saia.

  • Veja blusas térmicas femininas e masculinas aqui (use cupom ‘viajaredemais‘)
  • Veja calças térmicas masculinas e femininas aqui (use cupom ‘viajaredemais‘)

+ Escolha uma meia-calça aqui

  • Meia-calça térmica e legging aqui (use cupom ‘viajaredemais‘)

5. Meias soquete de lã, térmica ou de algodão grossas | Mala de viagem no inverno

Esse é um item essencial: meias quentinhas! Além de levar conjuntos térmicos e meias-calças, meias soquete de lã, meia térmica ou de algodão são fundamentais para manter os pés aquecidos em dias de frio intenso. Da mesma forma que os casacos e calçados, você pode comprar as meias nas lojas já citadas anteriormente. Isso vale para viagens ao exterior e aí pode comprar quando chegar no seu destino ou para viagens no Brasil, comprando no sua cidade ou pela Internet. Mas falando de compras no exterior, é incrível como a qualidade dos itens de vestuário para lugares onde o frio é intenso no inverno, mesmo aqueles fabricados com materiais sintéticos, são superiores em relação àqueles vendidos no Brasil.

Como fazemos: na nossa mala levamos em torno de 3 a 5 pares de meias. Durante a viagem a gente vai lavando no hotel e, se for preciso, até compramos novos pares. Assim já rola uma renovação no guarda-roupa. Fica a dica de sempre observar as promoções desses artigos nas lojas e supermercados.

+ Meia de algodão aqui

+ Meia soquete de lã aqui (use cupom ‘viajaredemais‘)

6. Dois suéteres, blusa de tecido fleece, pulôveres ou equivalente | Mala de viagem no inverno

A dica de quantidade é sempre dois, especialmente para peças que a gente usa mais vezes sem precisar lavar. A diferença neste caso está no material: para viagens para o exterior no inverno com duração em torno de 15 dias, levar dois suéteres de lã ou blusas do tipo fleece (que é uma categoria de tecidos criada e utilizada especialmente para manter a temperatura). Já nas viagens para as regiões com temperatura baixa, que ficam na casa dos 5° a 10° graus, como as regiões serranas, vale peças mais leves.

Procure sempre levar duas peças de cores diferentes, um mais escuro e outro mais claro pra não enjoar. Vale tanto para mulheres quanto para homens. Lembrando que quando a gente entra em um lugar com aquecimento como restaurantes e museus, acontece de tirar até essa peça intermediária, além do casaco pesado. A temperatura dentro dos ambientes é sempre quente. Então nada de colocar pijama ou camiseta velha por baixo do suéter. Use uma peça que você fique à vontade no calor do Brasil.

Como fizemos: Nas viagens para Europa, na mala de inverno do marido vão dois suéteres: um de lã e um de fleece. Por baixo dessas peças, ele usa camiseta de algodão ou a camiseta térmica (segunda pele). Já na minha mala de viagem, eu levo um suéter de lã para quando esfria bastante e cardigãs de malha (amo cardigãs ou kimonos). Procuro levar o suéter e pelo menos 2 cardigãs, de tecidos que variam entre lã, malha e algodão. Uso por cima de blusinhas de alcinha ou de vestidos. Mas eu sempre levo uma segunda pele térmica, além do suéter que já mencionei para dias muito frios.

+ Veja uma seleção de suéter aqui (use cupom ‘viajaredemais‘)

7. Acessórios diversos (luvas, gorros e cachecóis) | Mala de viagem no inverno

Acessórios que na verdade são itens indispensáveis na mala de viagem no inverno, seja pela forma que permite variar no “look do dia” ou pela função inerente de esquentar as regiões do corpo que não ficam cobertas pelas outras peças do vestuário.  

Se você vai viajar para o exterior e pegar temperatura próxima ou abaixo de zero, o item é obrigatório e não “acessório”. Então na mala de viagem no inverno não pode faltar: um bom par de luvas, alguns gorros de cores diferentes (meninas gostam de variar) e cachecóis/echarpes diversos que são a alegria do look para uma mala de viagem enxuta. A dica de compra é a mesma dos itens anteriores: aqui em lojas online e aproveitar as promoções das lojas no exterior.

Como fazemos: um par de luvas que, quando necessário, renovamos comprando no exterior ou nas lojas especializadas em roupas de frio aqui do Brasil. Fiz isso nos Estados Unidos: abandonei minha luvinha de 2 euros da Primark comprada em outra viagem e aproveitei para comprar um modelo com dedinhos de fora para usar o celular. Guto manteve o par de luvas da Primark. Já os gorros e cachecóis, eu levei vários de cores diferentes. A quantidade se justifica porque ocupam pouco espaço nas malas. Eram eles que garantiam um pouco de cor para o figurino do dia e também me deixavam diferente nas fotos da viagem. O Guto levou APENAS uma peça de cada: 1 gorro preto, 1 cachecol de cashmere preto e o par de luva. Óbvio que foi suficiente.

+ Opções de luvas aqui (use cupom ‘viajaredemais‘)

+ Opções de gorros + luvas aqui (use cupom ‘viajaredemais‘)

+ Opções de gorros aqui (use cupom ‘viajaredemais‘)

8. Hidratante (creme, loção e protetor labial) | Mala de viagem no inverno

Outra coisa indispensável para levar na mala de viagem no inverno é um kit com hidrante para todas as áreas do corpo 🙂 Mãos, rosto e lábios são, disparado, as áreas que mais sofrem com o frio em qualquer temperatura abaixo dos 10° graus.

O rosto na área próxima ao nariz, lábios e bochechas podem ficar queimados e escamando, causando incômodo e até desconforto. E isso é a última coisa que queremos numa viagem. Por isso, aí vai uma listinha esperta do que é importante levar na mala de viagem no inverno:

  • Loção hidratante para o corpo
  • Creme hidratante básico para o rosto com FPS20
  • Protetor labial
  • Creme hidrante para as mãos
  • Óleo reparador de pontas para o cabelo
  • Benpantol líquido que serve para pele e cabelo

O que eu fiz: Tanto nas viagens para o exterior quanto para as regiões serranas do Brasil, sempre levo esses itens na minha necessaire, dentro da bolsa que vai pra todo lugar comigo. Nunca fico sem. Tenho comigo pelo menos o creme do rosto e das mãos por perto. O Guto compartilha comigo os hidrantes, especialmente o creme de mãos.

9. Um kit de remédios é indispensável | Mala de viagem no inverno

Levar na mala de viagem um kit farmácia com remédios é essencial em qualquer viagem. A gente já falou sobre isso aqui no blog no Remédios para viagem: o que levar na mala.

E se a viagem for no inverno, resfriados e alergias podem aparecer em função da mudança de temperatura a qual ficamos expostos. E ficar doente ou com mal estar é muito chato em viagens. Eu que tenho rinite sei bem disso e sempre carrego todo tipo de anti-alérgico na mala de viagem. Pra facilitar, montei uma listinha básica dos itens que tem que ter no kit para a viagem no inverno:

  • Termômetro (caso precise medir a temperatura)
  • Anti-alérgico respiratório aerosol (Princípios ativos: Budesonid, para asma, rinite, etc)
  • Descongestionante nasal (soro, salsep, sorine)
  • Anti-histamínico oral (Princípios ativos: Loratadina. Comercial: Allegra, etc)
  • Anti-térmico (Princípios ativos: Paracetamol. Comercial: Tylenol, Dipirona, Aspirina )
  • Anti gripal (Princípio ativo: Paracetamol + Cloridrato de Pseudoefedrina. Comercial: Naldecon, Resfenol, Cimegripe)
  • Analgésicos para dor de cabeça (Princípios ativos: Paracetamol. Comercial: Neosaldina, Tylenol , Etc)
  • Analgésicos para infecção urinária leve (Princípios ativos: Fenazopiridina. Comercial: Pyridium)

10. Uma capa de chuva ou casaco corta vento e guarda-chuva pequeno | Mala de viagem no inverno

Esse item não é apenas para mala de viagem no inverno, mas para todo tipo de viagem. Entretanto, o clima no inverno tende a ser mais propenso a mudanças fazendo do corta vento ou uma capa de chuva simples um item essencial. O guarda-chuva é importante se você não for se hospedar em hotel que normalmente empresta este item aos hóspedes.

A capa de chuva deixa a gente protegido também para clima onde há vento, neblina ou serração. Ou ainda se você irá fazer um passeio ou atividade que seja na água, como andar de caiaque no canal como a gente fez na Holanda. Então, separe um espacinho da mala de viagem para uma jaqueta corta vento ou capa de chuva e até um pequeno guarda-chuva.

A gente sempre leva a jaqueta impermeável corta vento e duas capinhas de chuva dessas baratinhas que ambulantes vendem na entrada de shows.  Melhor ter precaução, já que numa viagem cada minuto é precioso e não dá pra perder tempo por causa do clima, não é mesmo?!

Como eu faço: Em todas as viagens, indiferente de ser inverno ou verão, a jaqueta impermeável (que vira uma “bolinha” pois ela amassa e cabe dentro do próprio bolso) está na nossa mochila do dia-a-dia. Já foi útil para situações de chuva claro, mas especialmente para proteger do vento frio em atividades como passeios em rios / canais ou ainda no topo de torres de igrejas. As nossas jaquetas são de tamanho grande desse modelo que nós compramos em uma promoção da Décathlon em Paris – algo em torno de 7 euros o que foi bem em conta na época. Já na viagem para Campos do Jordão-SP e Serra Gaúcha, usamos o guarda-chuva e a capa por conta de serração que de tão densa tava molhando a roupa e o cabelo. Foi útil.

+ Compre aqui seu casaco corta vento na Decathlon
+ Encontre aqui uma capa de chuva compacta


E aí? Gostou das dicas? Se você tem mais alguma sugestão ou leva outros itens na sua mala, comenta aqui no post.


Já reservou o hotel da sua próxima viagem?

Se você ainda não garantiu seu hotel para a próxima viagem, a dica é CLICAR AQUI e reservar um hotel pela Booking.com. Além de conseguir os melhores preços e ter toda a segurança que a Booking oferece, você ainda vai estar ajudando o nosso blog.

Ué, mas como assim? Simples: é que cada vez que você acessa o site da Booking.com através desse link e faz uma reserva de hotel ou apartamento, o Viajar é Demais recebe uma pequena comissão. Não é demais? Ah, detalhe importante: isso não vai custar 1 centavo a mais pra você. Os preços são os mesmos para quem acessa por aqui ou de qualquer outra maneira.

Quer viajar com segurança, tranquilidade, e se hospedar nos melhores hotéis pelo menor preço? Vai de Booking. 🙂

E não esqueça de garantir seu seguro viagem:

O seguro viagem é FUNDAMENTAL para quem viaja pelos Estados Unidos. O que a gente usa sempre e recomenda é o seguro da Seguros Promo, que além de ter o menor preço, funcionou muito bem todas as vezes em que precisamos acionar.

Ah, e agora vem a melhor parte: leitor do Viajar é Demais tem desconto, basta clicar aqui ou no banner abaixo e utilizar o código de desconto para fazer seu seguro pelo menor preço possível.

Use internet ilimitada nos EUA, Europa e America Latina

Com o chip de internet da EasySim4U que você recebe na sua casa ainda no Brasil, você já chega nos EUA, Europa ou qualquer cidade da América Latina com conexão 4G funcionando no seu smartphone. Basta trocar o chip do seu aparelho assim que chegar ao seu destino. Nós já trocamos durante o voo e começamos a usar assim que o avião pousou. Por isso, recomendamos o serviço da EasySim4U, que nos garantiu internet muito rápida e ilimitada durante toda a viagem pelos EUA, Itália e Argentina.

+ Contrate agora o seu chip de internet com a EasySim4U

Quando a viagem está se aproximando eu já começo a ficar de olho nos sites de meteorologia, principalmente se no destino a estação prevista é o inverno. Como montar uma boa mala de viagem no inverno é uma dúvida super comum. Uma “arte” que só conseguimos dominar depois de muitas viagens nessa época do ano para destinos como Europa, Estados Unidos e Uruguai e para as cidades serranas do Brasil (Serra Gaúcha e Campos do Jordão).

Muitos destinos de viagem no inverno com diferentes temperaturas

Aqui em casa as nossas malas de viagem já ficam abertas na sala porque aos poucos vamos montando e incluindo o que não pode faltar. Falando nisso, uma dica importante é utilizar malas de boa qualidade, já que no inverno elas ficam mais pesadas por conta do tipo de roupa que precisamos levar. Nós usamos os modelo Belmonte Plus de mala pequena e média da Delsey, uma marca francesa de malas de alto padrão. É resistente, tem o cadeado TSA exigido nos EUA e a divisória com fecho em uma parte e com elástico na outra. Super recomendamos. E não é preciso mais do que o tamanho médio para uma viagem de duas a três semanas. Isso já contando o espaço livre para trazer comprinhas de viagem.

Quando se trata de preparação para as viagens, nós já deixamos tudo reservado e o com roteiro fechadinho, sabendo tudo o que fazer em cada dia, até com horário definido com antecedência. Então, a minha principal preocupação às vésperas do embarque fica sendo: o que levar na mala de viagem no inverno?

Nas primeiras viagens, fiz muita pesquisa, com trocas de mensagens via redes sociais com amigos que moram no exterior e fui montando meu check-list do que levar na mala de viagem no inverno. Agora com tudo devidamente testado em várias viagens temos uma lista definitiva de itens essenciais para viajar no inverno. Por isso, eis os 10 itens que não podem faltar na sua mala de viagem no inverno.

Antes, algumas dicas para você economizar na viagem:

1. Um casaco pesado | Mala de viagem no inverno

Sim, é isso mesmo! Um único casaco é mais que suficiente na sua mala de viagem no inverno, desde que ele seja adequado para uso na neve e temperaturas abaixo de zero. A dica de levar somente um casaco vale tanto para homens quanto para as mulheres.

A dica geral é: escolha casaco de cor escura, pois fica mais fácil de combinar com os acessórios (gorro, luvas, mantas e echarpes que eu falo logo mais nos tópicos abaixo) e ter aquela sensação de variar a roupa, especialmente para as fotos, né? O ideal é que ele seja comprido o suficiente que passe a linha do quadril para deixar essa região quentinha. A dica sobre onde comprar o casaco é que pode variar.

Se você vai viajar para o exterior e pegar temperatura próxima ou abaixo de zero, comprar um casaco adequado quando chegar ao destino pode ser uma opção para ter mais variedades e melhor custo-benefício. Porém, ir às compras nas primeiras horas ao chegar ao destino pode não ser viável, dependendo da sua programação. No Brasil, é possível encontrar opções importadas como a Decathlon, especialmente se o seu estilo de se vestir for mais esportivo. Agora, se você é mais despojado e urbano, tem marcas brasileiras especializadas em roupas para baixas temperaturas com peças de excelente qualidade. Uma dessas marcas brasileiras é a Fiero (lê-se “Fiêrro”), que tem uma boa variedade de roupas, calçados e acessórios para o inverno, frio e neve. Encontramos a loja da marca online e ficamos encantados com a versatilidade das coleções. Aí decidimos experimentar e ficamos bem impressionados com a qualidade dos produtos. São ótimos e não perdem em nada para as marcas estrangeiras. E o melhor: negociamos um descontinho para os leitores! Use o cupom VIAJAREDEMAIS e ganhe 10% de desconto.

Acesse a Fiero e use o cupom VIAJAREDEMAIS para ganhar 10% de desconto

Ainda tem uma opção que é pegar um casaco emprestado com alguém ou usar o agasalho mais quente que você tem no guarda-roupa e, chegando ao seu destino, vá às compras. Mas como mencionamos, dependendo do seu roteiro de viagem, isso pode não ser viável. Imagina gastar horas valiosas com compras sendo que você poderia estar explorando atrações imperdíveis no seu destino. Por isso, avalie as opções de compra no Brasil e faça pesquisa de preço.

Lojas baratas e marcas para comprar casacos no exterior

Europa: C&A, Decathlon, H&M, Primark, Mango, Quicksilver
Estados Unidos: Ross for Less, T.J. Maxx, Uniqlo, C&A, Decathlon, H&M

Veja na Decathlon:
+ aqui casacos esportivos masculinos
+ aqui casacos esportivos femininos

Mas se você vai viajar para as regiões com temperatura baixa, que ficam na casa dos 5° a 10° graus, não se preocupe com casaco de neve. Nas regiões serranas do Brasil ou mesmo as capitais Buenos Aires na Argentina ou Montevidéu no Uruguai, a nossa dica é usar casacos de lã, de couro ou jaquetas de nylon mais esportivas se esse for seu estilo. Certamente casacos desses materiais já são suficientes para as temperaturas das capitais dos países da América do Sul ou para regiões serranas onde não neva. Sempre levo minha jaquetinha de couro e o casaco 3/4 de lã batida, da Fiero. Da mesma forma o Guto, que leva a jaqueta de couro e um casaco mais pesado, geralmente de lã batida também.

a dica de compra é aproveitar as ofertas de lojas de departamento. Há também cada vez mais a opção de comprar em lojas online especializadas em roupas para o frio, como a Fiero, que já mencionei antes. Logo abaixo eu fiz até uma seleção com exemplos de opções de casacos para essas temperaturas de 5° a 10° graus. E sempre tem as lojas físicas conhecidas nacionalmente como Renner, C&A, etc. Mas comprar pela internet, além de cômodo, em geral, tem os preços mais baratos, principalmente se você for cadastrado em sites que devolvem parte do seu dinheiro de volta, como o Méliuz (é isso mesmo, você não leu errado: parte do dinheiro da sua compra VOLTA pra você. Não é o máximo?).

Também dá pra comprar nas lojas da cidade de destino, mas nesse caso prepare-se pra gastar um pouco mais. Nas cidades serranas, por exemplo, é possível comprar peças fabricadas no Brasil, de produtores da região e com mão de obra local. Nesse sentido, é nessas cidades que você vai encontrar artigos de couro, de malha e de lã fabricados no país. Algumas lojas da Serra Gaúcha onde você encontrará malhas com ótima qualidade: Anselmi, Malhas Daiane, Malhas Elis, etc.

Casacos na loja online da Fiero
Não esqueça de usar o cupom VIAJAREDEMAIS para ganhar 10% de desconto!

2. Dois pares de calçados com solado de borracha grosso (tênis ou bota) OU específicos para uso na neve | Mala de viagem no inverno

Os calçados do dia-a-dia que encontramos no Brasil raramente são feitos de material que aguenta o frio intenso e a neve. Entretanto, se o calçado tiver um solado de borracha, há grandes chances de manter o pé quentinho se for usado com uma meia grossa e adequada. Por isso, no caso dos calçados, a dica para homens e mulheres é: para temperatura baixa, escolha modelos com solado grosso e pares de meia mais quentes.

Logo abaixo tem algumas sugestões de calçados femininos e masculinos, com conforto e potencial para aguentar o frio de baixas temperaturas com uma meia mais grossa. O ideal é ter dois pares de calçados, para o caso de um deles ficar úmido, molhar ou causar bolhas, já que em viagens a gente tende a caminhar bastante. Nas viagens para as regiões serranas do Brasil, onde se pega temperatura em torno de 5° graus, vale levar um par de tênis e uma bota.

Como eu faço: vou com par de tênis branco que já uso no dia-a-dia e levo dois pares de botas, sendo uma bota montaria de couro cano alto e outra bota de neve tipo coturno forrada em lã de cano baixo. Já o Guto vai com um tênis preto e leva a bota de neve forrada em lã tipo coturno ou outro par de tênis, dependendo da temperatura no destino de viagem.

  • Escolha aqui uma bota montaria com desconto (use cupom viajaredemais) para levar na viagem
  • Veja aqui opções de botas femininas do tipo coturno
  • Veja aqui botas masculinas casuais e com forro de lã
  • Encontre aqui um tênis masculino casual para levar na viagem
  • Compre aqui tênis branco feminino em promoção

3. Duas calças | Mala de viagem no inverno

Para homens, duas calças jeans considerando um período em torno de 15 a 20 dias de viagem é mais do que suficiente. A mala de viagem de inverno precisa ter pelo menos uma calça adicional para o caso da primeira molhar ou ficar úmida. A dica é levar uma calça jeans de cor escura (azul escuro ou preta) que facilita na hora de combinar as demais peças e acessórios (gorro, cachecol, etc). Para as mulheres, a dica é levar uma legging montaria preta que pode ser uma peça curinga funcionando tanto com tênis ou bota. Para aquelas que gostam de usar vestido ou saia como eu, dá até para substituir a calça jeans e levar uma quantidade maior de meia-calça ou legging.

Como eu faço: levo uma calça jeans skinny por uma questão de praticidade pra usar com as botas de cano longo e uma legging montaria forrada da Fiero que uso muito, até com vestido. O marido leva duas calças e nos dias mais frios, usa a calça térmica por baixo conforme explico logo mais, no tópico abaixo.

  • Confere aqui uma seleção de calças jeans masculinas com desconto
  • Veja aqui calças jeans femininas básicas em promoção
  • Escolha aqui uma legging para levar na mala de viagem com desconto (use cupom ‘viajaredemais‘)

4. Um conjunto de roupa térmica OU ceroula / meia calça fio 80 | Mala de viagem no inverno

Esse item é recomendado especialmente em viagens para o exterior onde tem temperatura próxima ou abaixo de zero. Nesse caso, a recomendação é um conjunto de roupa térmica que pode ser comprada nas mesmas lojas já citadas lá no tópico do casaco. Nós temos conjuntos térmicos (blusa + calça) da Decathlon e compramos recentemente mais um para cada um nos Estados Unidos. Muito bons por sinal, da marca Uniqlo (linha heattech ultra warm). Compramos ainda no Brasil, pela internet. Porém, a loja não faz entrega aqui (ou o frente fica caríiiiissimo). A alternativa foi comprar na Uniqlo online via pagamento pelo Paypal e fazer a retirada das compras em um dos endereços da loja, como a da Quinta Avenida em Nova York, onde pegamos os nossos produtos.

Para as mulheres, é possível substituir esse conjunto térmico por meia-calça fio 80. Este item acaba sendo uma peça curinga que vai bem com saias e vestidos e também por baixo da calça jeans. Quem mora em regiões onde faz frio, especialmente no sul do Brasil, normalmente já tem esse tipo de vestuário no seu guarda-roupa e aí fica mais fácil. Mas se não é o seu caso, considere comprar nas lojas de departamento da sua cidade ou online.

Como eu faço: Levo meia-calças fio 80 e fio 40, além do conjunto térmico (camiseta e calça). Guto leva apenas um conjunto térmico, lembrando não é preciso usar todos os dias. Nas viagens para as regiões serranas, levo as meias fio 80 e 40 para usar com vestido e saia.

  • Veja blusas térmicas femininas e masculinas aqui (use cupom ‘viajaredemais‘)
  • Veja calças térmicas masculinas e femininas aqui (use cupom ‘viajaredemais‘)

+ Escolha uma meia-calça aqui

  • Meia-calça térmica e legging aqui (use cupom ‘viajaredemais‘)

5. Meias soquete de lã, térmica ou de algodão grossas | Mala de viagem no inverno

Esse é um item essencial: meias quentinhas! Além de levar conjuntos térmicos e meias-calças, meias soquete de lã, meia térmica ou de algodão são fundamentais para manter os pés aquecidos em dias de frio intenso. Da mesma forma que os casacos e calçados, você pode comprar as meias nas lojas já citadas anteriormente. Isso vale para viagens ao exterior e aí pode comprar quando chegar no seu destino ou para viagens no Brasil, comprando no sua cidade ou pela Internet. Mas falando de compras no exterior, é incrível como a qualidade dos itens de vestuário para lugares onde o frio é intenso no inverno, mesmo aqueles fabricados com materiais sintéticos, são superiores em relação àqueles vendidos no Brasil.

Como fazemos: na nossa mala levamos em torno de 3 a 5 pares de meias. Durante a viagem a gente vai lavando no hotel e, se for preciso, até compramos novos pares. Assim já rola uma renovação no guarda-roupa. Fica a dica de sempre observar as promoções desses artigos nas lojas e supermercados.

+ Meia de algodão aqui

+ Meia soquete de lã aqui (use cupom ‘viajaredemais‘)

6. Dois suéteres, blusa de tecido fleece, pulôveres ou equivalente | Mala de viagem no inverno

A dica de quantidade é sempre dois, especialmente para peças que a gente usa mais vezes sem precisar lavar. A diferença neste caso está no material: para viagens para o exterior no inverno com duração em torno de 15 dias, levar dois suéteres de lã ou blusas do tipo fleece (que é uma categoria de tecidos criada e utilizada especialmente para manter a temperatura). Já nas viagens para as regiões com temperatura baixa, que ficam na casa dos 5° a 10° graus, como as regiões serranas, vale peças mais leves.

Procure sempre levar duas peças de cores diferentes, um mais escuro e outro mais claro pra não enjoar. Vale tanto para mulheres quanto para homens. Lembrando que quando a gente entra em um lugar com aquecimento como restaurantes e museus, acontece de tirar até essa peça intermediária, além do casaco pesado. A temperatura dentro dos ambientes é sempre quente. Então nada de colocar pijama ou camiseta velha por baixo do suéter. Use uma peça que você fique à vontade no calor do Brasil.

Como fizemos: Nas viagens para Europa, na mala de inverno do marido vão dois suéteres: um de lã e um de fleece. Por baixo dessas peças, ele usa camiseta de algodão ou a camiseta térmica (segunda pele). Já na minha mala de viagem, eu levo um suéter de lã para quando esfria bastante e cardigãs de malha (amo cardigãs ou kimonos). Procuro levar o suéter e pelo menos 2 cardigãs, de tecidos que variam entre lã, malha e algodão. Uso por cima de blusinhas de alcinha ou de vestidos. Mas eu sempre levo uma segunda pele térmica, além do suéter que já mencionei para dias muito frios.

+ Veja uma seleção de suéter aqui (use cupom ‘viajaredemais‘)

7. Acessórios diversos (luvas, gorros e cachecóis) | Mala de viagem no inverno

Acessórios que na verdade são itens indispensáveis na mala de viagem no inverno, seja pela forma que permite variar no “look do dia” ou pela função inerente de esquentar as regiões do corpo que não ficam cobertas pelas outras peças do vestuário.  

Se você vai viajar para o exterior e pegar temperatura próxima ou abaixo de zero, o item é obrigatório e não “acessório”. Então na mala de viagem no inverno não pode faltar: um bom par de luvas, alguns gorros de cores diferentes (meninas gostam de variar) e cachecóis/echarpes diversos que são a alegria do look para uma mala de viagem enxuta. A dica de compra é a mesma dos itens anteriores: aqui em lojas online e aproveitar as promoções das lojas no exterior.

Como fazemos: um par de luvas que, quando necessário, renovamos comprando no exterior ou nas lojas especializadas em roupas de frio aqui do Brasil. Fiz isso nos Estados Unidos: abandonei minha luvinha de 2 euros da Primark comprada em outra viagem e aproveitei para comprar um modelo com dedinhos de fora para usar o celular. Guto manteve o par de luvas da Primark. Já os gorros e cachecóis, eu levei vários de cores diferentes. A quantidade se justifica porque ocupam pouco espaço nas malas. Eram eles que garantiam um pouco de cor para o figurino do dia e também me deixavam diferente nas fotos da viagem. O Guto levou APENAS uma peça de cada: 1 gorro preto, 1 cachecol de cashmere preto e o par de luva. Óbvio que foi suficiente.

+ Opções de luvas aqui (use cupom ‘viajaredemais‘)

+ Opções de gorros + luvas aqui (use cupom ‘viajaredemais‘)

+ Opções de gorros aqui (use cupom ‘viajaredemais‘)

8. Hidratante (creme, loção e protetor labial) | Mala de viagem no inverno

Outra coisa indispensável para levar na mala de viagem no inverno é um kit com hidrante para todas as áreas do corpo 🙂 Mãos, rosto e lábios são, disparado, as áreas que mais sofrem com o frio em qualquer temperatura abaixo dos 10° graus.

O rosto na área próxima ao nariz, lábios e bochechas podem ficar queimados e escamando, causando incômodo e até desconforto. E isso é a última coisa que queremos numa viagem. Por isso, aí vai uma listinha esperta do que é importante levar na mala de viagem no inverno:

  • Loção hidratante para o corpo
  • Creme hidratante básico para o rosto com FPS20
  • Protetor labial
  • Creme hidrante para as mãos
  • Óleo reparador de pontas para o cabelo
  • Benpantol líquido que serve para pele e cabelo

O que eu fiz: Tanto nas viagens para o exterior quanto para as regiões serranas do Brasil, sempre levo esses itens na minha necessaire, dentro da bolsa que vai pra todo lugar comigo. Nunca fico sem. Tenho comigo pelo menos o creme do rosto e das mãos por perto. O Guto compartilha comigo os hidrantes, especialmente o creme de mãos.

9. Um kit de remédios é indispensável | Mala de viagem no inverno

Levar na mala de viagem um kit farmácia com remédios é essencial em qualquer viagem. A gente já falou sobre isso aqui no blog no Remédios para viagem: o que levar na mala.

E se a viagem for no inverno, resfriados e alergias podem aparecer em função da mudança de temperatura a qual ficamos expostos. E ficar doente ou com mal estar é muito chato em viagens. Eu que tenho rinite sei bem disso e sempre carrego todo tipo de anti-alérgico na mala de viagem. Pra facilitar, montei uma listinha básica dos itens que tem que ter no kit para a viagem no inverno:

  • Termômetro (caso precise medir a temperatura)
  • Anti-alérgico respiratório aerosol (Princípios ativos: Budesonid, para asma, rinite, etc)
  • Descongestionante nasal (soro, salsep, sorine)
  • Anti-histamínico oral (Princípios ativos: Loratadina. Comercial: Allegra, etc)
  • Anti-térmico (Princípios ativos: Paracetamol. Comercial: Tylenol, Dipirona, Aspirina )
  • Anti gripal (Princípio ativo: Paracetamol + Cloridrato de Pseudoefedrina. Comercial: Naldecon, Resfenol, Cimegripe)
  • Analgésicos para dor de cabeça (Princípios ativos: Paracetamol. Comercial: Neosaldina, Tylenol , Etc)
  • Analgésicos para infecção urinária leve (Princípios ativos: Fenazopiridina. Comercial: Pyridium)

10. Uma capa de chuva ou casaco corta vento e guarda-chuva pequeno | Mala de viagem no inverno

Esse item não é apenas para mala de viagem no inverno, mas para todo tipo de viagem. Entretanto, o clima no inverno tende a ser mais propenso a mudanças fazendo do corta vento ou uma capa de chuva simples um item essencial. O guarda-chuva é importante se você não for se hospedar em hotel que normalmente empresta este item aos hóspedes.

A capa de chuva deixa a gente protegido também para clima onde há vento, neblina ou serração. Ou ainda se você irá fazer um passeio ou atividade que seja na água, como andar de caiaque no canal como a gente fez na Holanda. Então, separe um espacinho da mala de viagem para uma jaqueta corta vento ou capa de chuva e até um pequeno guarda-chuva.

A gente sempre leva a jaqueta impermeável corta vento e duas capinhas de chuva dessas baratinhas que ambulantes vendem na entrada de shows.  Melhor ter precaução, já que numa viagem cada minuto é precioso e não dá pra perder tempo por causa do clima, não é mesmo?!

Como eu faço: Em todas as viagens, indiferente de ser inverno ou verão, a jaqueta impermeável (que vira uma “bolinha” pois ela amassa e cabe dentro do próprio bolso) está na nossa mochila do dia-a-dia. Já foi útil para situações de chuva claro, mas especialmente para proteger do vento frio em atividades como passeios em rios / canais ou ainda no topo de torres de igrejas. As nossas jaquetas são de tamanho grande desse modelo que nós compramos em uma promoção da Décathlon em Paris – algo em torno de 7 euros o que foi bem em conta na época. Já na viagem para Campos do Jordão-SP e Serra Gaúcha, usamos o guarda-chuva e a capa por conta de serração que de tão densa tava molhando a roupa e o cabelo. Foi útil.

+ Compre aqui seu casaco corta vento na Decathlon
+ Encontre aqui uma capa de chuva compacta


E aí? Gostou das dicas? Se você tem mais alguma sugestão ou leva outros itens na sua mala, comenta aqui no post.


Já reservou o hotel da sua próxima viagem?

Se você ainda não garantiu seu hotel para a próxima viagem, a dica é CLICAR AQUI e reservar um hotel pela Booking.com. Além de conseguir os melhores preços e ter toda a segurança que a Booking oferece, você ainda vai estar ajudando o nosso blog.

Ué, mas como assim? Simples: é que cada vez que você acessa o site da Booking.com através desse link e faz uma reserva de hotel ou apartamento, o Viajar é Demais recebe uma pequena comissão. Não é demais? Ah, detalhe importante: isso não vai custar 1 centavo a mais pra você. Os preços são os mesmos para quem acessa por aqui ou de qualquer outra maneira.

Quer viajar com segurança, tranquilidade, e se hospedar nos melhores hotéis pelo menor preço? Vai de Booking. 🙂

E não esqueça de garantir seu seguro viagem:

O seguro viagem é FUNDAMENTAL para quem viaja pelos Estados Unidos. O que a gente usa sempre e recomenda é o seguro da Seguros Promo, que além de ter o menor preço, funcionou muito bem todas as vezes em que precisamos acionar.

Ah, e agora vem a melhor parte: leitor do Viajar é Demais tem desconto, basta clicar aqui ou no banner abaixo e utilizar o código de desconto para fazer seu seguro pelo menor preço possível.

Use internet ilimitada nos EUA, Europa e America Latina

Com o chip de internet da EasySim4U que você recebe na sua casa ainda no Brasil, você já chega nos EUA, Europa ou qualquer cidade da América Latina com conexão 4G funcionando no seu smartphone. Basta trocar o chip do seu aparelho assim que chegar ao seu destino. Nós já trocamos durante o voo e começamos a usar assim que o avião pousou. Por isso, recomendamos o serviço da EasySim4U, que nos garantiu internet muito rápida e ilimitada durante toda a viagem pelos EUA, Itália e Argentina.

+ Contrate agora o seu chip de internet com a EasySim4U

Compartilhar:FacebookTwitter
Escrito por
Chai
Envie sua pergunta ou comentário

20 comentários
  • Adorei essas dicas! Sempre aparecem dúvidas qto a quantidade do que levar em viagens. Vocês, além de lindos, detalham muito bem como fazer. Valeu! Beijos

  • Bem completas as dicas…só a “bota de neve”…couro na neve não dá muito certo(“derrete”). Escorregam pois a parte de baixo são muito lisas …e com esse forro como as da foto então…absorvem qualquer agua ou neve que bater…os pés terminarão congelados? O melhor são botas impermeáveis…de algúm material duro e resistentes para proteger os pés e os tornozelos para possíveis caidas Columbia…North Face.. Marmot por exemplo são boas marcas.

    • Olá Nínive!
      Adorei receber seu comentário! É uma ótima forma de ajudar outros viajantes! 😀
      Bom, dito isso, queria só fazer uma ressalva com um exemplo pessoal! Realmente, em relação ao uso de botas, se for uma viagem para passeios de montanhas, trilhas ou até mesmo para cenários urbanos em cidades que não tenha uma boa infra-estrutura/programa ágil de limpeza de calçadas e ruas, as botas de couro forradas são insuficientes. Porém, uma vez nós pegamos -18 graus e uma nevasca em Nova Iorque, bem no meio da tarde. Quando a neve começou, entramos no museu que era nosso destino naquele dia. Ficamos observando a neve pelas janelas do museu, entre uma galeria e outra. Pensamos que ia ser uma aventura nada confortável para os pés sair pela cidade novamente. Mas a agilidade de limpeza das ruas e passeios públicos pela prefeitura de Nova Iorque e o funcionamento das leis para que cada estabelecimento limpe as calçadas é levado tão a sério, que quando a neve parou, em poucos minutos estava tudo livre do gelo. Incrível!
      Em resumo, pegar um pouco de neve em algum dia numa viagem para destinos urbanos, uma bota dessas forradas aguenta. Mas não serve para quem vai visitar montanhas (Alpes Suíços ou Bariloche, por exemplo) e cidades que são tradicionais destinos de esportes de neve. Aí tem que ser esse modelo esportivo impermeável mesmo!
      Um abraço,
      Chai

      • Oi…sim…imagino que em NY é tudo muito mais rápido, a limpeza das ruas…vivi em Santiago do Chile por 20 anos..agora estou mais ao Sul e aqui chega a fazer -25°C…as ruas mesmo que não tenham neve quando amanhecem ficam com uma capa de gelo que escorrega muito se o sapato for liso…em Bariloche também é assim, sem contar que tem muitas ruas empinadas, cheias de escadas…a sorte é que têm muitas barras para que as pessoas se segurem…por isso disse além do frio…e de que seja impermeável preferimos sapatos mais duros para proteger bem…ou haja pé molhado e tornozelo torcido😅 trocamos o glamour pela comodidade…mas ás vezes ainda colocamos um saltinho só de teimosia 😅 a brasileira vaidosa aqui não se entrega😉 um abraço

  • Vou utilizar muito essas dicas. Muito grata. Vou viajar agora no fim de dezembro para a Europa e estava em dúvida de como montar minha mala.

    • Que maravilha, Maria Elma. Ficamos muito felizes de saber que as nossas dicas vão te ajudar a viajar nessa época de frio. Aproveite sua viagem e depois volte para nos contar como foi!
      Um beijinho!
      Chai e Guto

  • Obrigada pelas dicas ! Estou indo daqui 2 dias para o Canadá onde ficarei por um mês e estava um pouco “perdida” com a mala e inverno.

    Obrigada 🙂

    • Ahhh que bom que as dicas ajudaram, Carolina! Você deve estar empolgadíssima com essa trip pro Canadá, não é mesmo? Que delícia! Boa viagem e divirta-se por lá! Abração, Chai e Guto

Menu