1 de abril de 2019

New York CityPASS vale a pena? Saiba como funciona o passe de descontos em museus e atrações de NY

Quem vai a Nova York sempre tem uma lista de atrações que deseja visitar. Especialmente quando é a primeira vez, o maior desafio é conciliar a vontade de conhecer tudo versus o orçamento que temos para a viagem. Os principais museus e atrações de Nova York não são exatamente baratos, ainda mais em tempos de real desvalorizado. E aí, como escolher o que visitar em Nova York? Como fazer a viagem dos seus sonhos para NY caber no bolso?

Bom, e se a gente te disser que existe um city pass de Nova York que dá descontos que podem chegar a quase 50% para você visitar todas as principais atrações da cidade? Sim, estamos falando do New York CityPASS, esse passe de descontos incrível que veio para salvar o orçamento e poupar muitos dólares na viagem para a big apple.

New York City Pass
New York City Pass

New York CityPASS: o que é?

O New York CityPASS é o passe oficial de descontos da cidade de Nova York. Pagando um preço fixo, o passe dá direito a entrada sem filas nas principais atrações de Nova York. Ele pode ser adquirido tanto na versão clássica (que inclui a entrada em 6 atrações) ou na versão reduzida (que inclui apenas 3 atrações). Em ambos os casos, o seu passe será válido por 9 dias consecutivos a partir do primeiro dia de uso, para que você possa aproveitar as atrações no seu próprio ritmo. E você tem um ano a partir da data de compra para começar a usar seus ingressos CityPASS.

Quais os museus e atrações incluídos no New York CityPASS?

Na versão clássica, o New York CityPASS dá direito a entrar nas 6 atrações a seguir:

  1. Empire State Building
  2. Museu Americano de História Natural
  3. The Metropolitan Museum of Art
  4. Deck de Observação do Top of the Rock OU Museu Guggenheim
  5. Estátua da Liberdade e Ilha Ellis OU Cruzeiros da Circle Line
  6. Memorial & Museu do 11 de setembro OU Museu Intrépido do Mar, Ar & Espaço

Nas 3 últimas atrações (4, 5 e 6 da lista) você tem direito a escolher entre uma OU outra atração. Essa escolha não precisa ser feita antecipadamente – você decide no próprio dia que quiser fazer a visita, bastando apresentar o seu passe na atração escolhida.

Existe ainda uma versão reduzida do New York CityPASS para quem quer visitar apenas 3 atrações. É importante lembrar que todas as atrações especificadas estão inclusas integralmente, sem custo adicional nem taxas extras. Todas as atrações podem ser visitadas apenas 1 vez, na ordem que você desejar. Basta apresentar o seu New York CityPASS e fazer a visita normalmente.

Como comprar o New York CityPASS?

A maneira mais prática e barata de adquirir o New York CityPASS é fazendo a compra online pelo site oficial, ainda do Brasil. Como já dissemos, o passe é válido por 1 ano após a data da compra, e os 9 dias para utilização só começam a contar a partir do dia da ativação (quando você visitar a primeira atração).

+ Adquira agora o New York CityPASS, o passe de descontos para museus e atrações de Nova York

O New York CityPASS em sua versão clássica, que dá direito a entrada em 6 atrações, custa U$132 por pessoa (crianças pagam U$107). Isso representa uma economia de até 41% em relação ao preço que você pagaria ao visitar cada atração separadamente – ou exatos U$92,05 a menos. Uma belíssima economia, certo?

Já o passe reduzido (que dá direito a apenas 3 atrações) custa U$83 por pessoa. A economia é um pouco menor (25% de desconto) mas para quem vai ficar pouco tempo ou já visitou alguma das atrações pode ser uma boa opção.

E após a compra, como eu recebo o New York CityPASS?

Após a compra você receberá o seu passe de descontos em versão digital, por email, sem nenhum custo. Aí basta imprimir ou apresentar digitalmente, pela tela do celular, sempre que chegar em alguma atração. Em algumas delas inclusive é possível solicitar a troca da versão digital pelo carnê na versão física.

Também dá pra pedir que o carnê seja enviado pelos correios, mas obviamente isso tem um custo adicional – e a versão digital funciona do mesmo jeito.

Nossa experiência real com o New York CityPASS

Como teríamos 5 dias em Nova York e queríamos conhecer o máximo possível, optamos pelo New York CityPASS clássico, com direito a entrada em 6 atrações. Para se deslocar entre cada uma delas ao longo da viagem, utilizamos o ônibus turístico da City Sightseeing NY. Vejam como foi nossa experiência real com o passe e a ordem que escolhemos para visitar cada atração em NY.

Museu Americano de História Natural

A primeira atração que visitamos foi o Museu Americano de História Natural. Fomos logo pela manhã e ativamos o passe na bilheteria – havia um guichê específico para portadores do New York CityPASS.

O Museu Americano de História Natural é uma das instituições científicas e culturais mais respeitadas, apresentando um panorama de culturas e do mundo natural em todas as partes do mundo.

Museu Americano de História Natural
Museu Americano de História Natural

Entramos sem nenhuma fila, e a visita durou cerca de 1:30h no total. Com entradas que custariam a partir de U$23 por pessoa (+U$5 pela exposição extra que também está incluída), essa é uma das atrações que podem ser visitadas com o New York CityPASS.

The Metropolitan Museum of Art (MET)

No mesmo dia, após o almoço e um passeio pelo Central Park, aproveitamos para visitar também a exposição do MET, o Metropolitam Museum of Art. Fomos apenas no “principal”, o The Met da 5ª Avenida, mas na verdade existem ainda outros dois!

O Met apresenta mais de 5.000 anos de arte de todo o mundo em três locais emblemáticos da cidade de Nova York: a Met Fifth Avenue , o Met Breuer e o The Met Cloisters. Os ingressos são válidos por três dias consecutivos para visitar os 3 museus, e dão direito ainda às exposições extras.

Com um acervo imenso, a visita poderia durar até o dia inteiro dependo do tempo disponível e do nível de aprofundamento desejado. Mais uma vez a troca dos ingressos ocorreu sem filas – a única fila foi para guardar os casacos e bolsas.

Visitando o MET com o CityPASS New York
Visitando o MET com o CityPASS New York

Nossa visita durou cerca de 2 horas no total. Com entradas que custariam a partir de U$25 por pessoa, o MET é uma das atrações incluídas no New York CityPASS.

Deck de Observação do Top of the Rock OU Museu Guggenheim

Essa seria a primeira das atrações onde é necessário “escolher” a sua favorita entre duas opções. No nosso caso, como o dia já estava recheado de museus, priorizamos uma atração de outro estilo: a subida até o Deck de Observação do Top of The Rock. Ainda mais porque o dia que era de neve resolveu melhorar e abrir justamente quando se aproximava do horário do pôr do sol. Normalmente esse é o melhor momento para subir em qualquer observatório, e não pensamos duas vezes!

Novamente a entrada ocorreu de forma bem simples e sem filas, bastando apresentar a versão impressa que levamos do nosso passe. Ficamos ao todo cerca de 1 hora admirando os belos “landscapes” de Nova York e fotografando a variação de cores a medida que o sol se escondia. A vista é realmente espetacular – talvez a mais bonita de Nova York.

Do alto do Top of the Rock com o CityPASS New York
Do alto do Top of the Rock com o CityPASS New York

Com entradas que custariam a partir de U$40 por pessoa, o Top of the Rock é uma das atrações imperdíveis incluídas no New York CityPASS. Se você quiser marcar um horário para a subida, é possível fazer pelo site oficial do Top of The Rock utilizando o código do seu CityPASS.

Memorial & Museu do 11 de setembro OU Museu Intrépido do Mar, Ar & Espaço

No dia seguinte fizemos a visita ao Memorial & Museu do 11 de Setembro. Essa foi uma escolha bem fácil, já que o outro Museu não era uma grande referência para nós. O Memorial & Museu 9/11 é daquelas atrações tristes, pesadas, porém obrigatórias, especialmente para as gerações que viram o atentado “ao vivo” pela televisão. Valeu muito a pena conhecer um pouco mais da história daquele dia e dos personagens que perderam suas vidas, seja por conta do atentado em si, seja trabalhando no resgate das vítimas.

Visita ao Memorial e ao Museu do 11 de Setembro
Visita ao Memorial e ao Museu do 11 de Setembro

A entrada com o CityPASS acontece por uma “fila” diferenciada, separado de quem vai comprar ingressos na hora. A visita durou cerca de 1 hora no total. Com entradas que custariam a partir de U$26 por pessoa, o Museu do 9/11 é uma das atrações incluídas no New York CityPASS.

Estátua da Liberdade e Ilha Ellis OU Cruzeiros da Circle Line

Essa talvez tenha sido a escolha mais complicada. Pesquisamos muito antes de decidir pelo Cruzeiro da Circle Line ao invés do passeio de barco até a Estátua da Liberdade. No final das contas, como o ticket não daria direito a subir na Estátua da Liberdade (é somente o passeio de barco), achamos que o Cruzeiro da Circle Line que passava por várias atrações – incluindo a Estátua da Liberdade – seria uma melhor escolha.

A própria Circle Line disponibiliza várias opções de trajetos. Nós fizemos o Landmarks Cruise, que passa por todos os pontos turísticos de Nova York e pelas famosas pontes dos rios Hudson e East. Esse cruzeiro acontece todos os dias às 12:30h e também às 15:30h (horário que optamos). A troca dos ingressos pode ser feita no próprio dia, alguns minutos antes da partida, no guichê de vendas oficial.

Passeio no cruzeiro da Circle Line

Gostamos bastante do passeio, que teve uma duração total de 2 horas. Com tickets que custariam a partir de U$37 por pessoa, o Cruzeiro da Circle Line é uma das atrações incluídas no New York CityPASS.

Empire State Building

O emblemático Empire State Building, glamourizado pelas telas do cinema e por muitos anos o prédio mais alto de NY não poderia ficar de fora de nenhum roteiro pela cidade. Deixamos essa visita para o quarto dia em Nova York, e fomos no horário da tarde, pós almoço.

Como já estávamos habituados, a entrada foi muito rápida e tranquila, sem nenhuma fila. Visitamos a atração em cerca de 1 hora e pudemos admirar com nossos próprios olhos o visual a partir de um dos prédios mais famosos do mundo.

Subindo ao topo do emblemático Empire State Building
Subindo ao topo do emblemático Empire State Building

Essa é uma das atrações que compensa muito visitar com o CityPASS, já que as entradas são BEM caras. Não sei se faríamos se tivéssemos que pagar o preço cheio. Com entradas que custariam a partir de U$38 por pessoa, o Empire State Building é uma das atrações incluídas no New York CityPASS.

New York CityPASS vale a pena?

Levando em conta as atrações que escolhemos visitar e o que de fato utilizamos do nosso New York CityPASS , calculamos que nossos gastos no total teriam sido de U$189. O passe de U$132 representaria assim uma economia de U$57 (não chega ao desconto máximo prometido, mas ainda assim, um baita desconto!). Para um casal, um desconto total de U$114 não seria de se jogar fora, certo? 🙂

Vantagens do New York CityPASS

  • O desconto que pode chegar a quase 50% nas atrações
  • O passe normalmente inclui todas as atrações pagas que você vai querer visitar em Nova York
  • Entrada preferencial e sem filas
  • Duração longa (9 dias) dá tempo de sobra para visitar tudo com calma
  • Muito prático e fácil de usar
  • Dá pra comprar ainda do Brasil, tudo online, pagando com cartão de crédito ou até via paypal
  • Sem pegadinhas ou truques: não há cobranças extras

Desvantagens do New York CityPASS

  • Não chega a ser uma “desvantagem”, mas poderia incluir também o transporte público, como acontece nos passes de cidades europeias

E aí, ainda ficou com alguma dúvida em relação ao New York CityPASS ? Pergunta aí nos comentários que a gente responde. E pra quem já usou, conta aí como foi a sua experiência com o passe de descontos de Nova York. 🙂


Já sabe onde se hospedar em Nova York?

Não deixe para a última hora! Que tal pesquisar agora pelo hotel ou apartamento ideal em Nova York? Faça agora mesmo uma pesquisa com descontos incríveis pelo Booking, o maior site de hospedagem em todo o mundo!



Booking.com


Use internet ilimitada em Nova York e demais cidades dos EUA

Com o chip de internet da EasySim4U que você recebe na sua casa ainda no Brasil, você já chega nos EUA com conexão 4G funcionando no seu smartphone. Basta trocar o chip do seu aparelho assim que chegar em solo americano. Nós já trocamos durante o vôo e começamos a usar assim que o avião pousou. Por isso, recomendamos o serviço da EasySim4U, que nos garantiu internet muito rápida e ilimitada durante toda a viagem pelos EUA.

+ Contrate agora o seu chip de internet com a EasySim4U


E não esqueça de garantir seu seguro viagem:

O seguro viagem é FUNDAMENTAL para quem viaja pelos Estados Unidos. O que a gente usa sempre e recomenda é o seguro da Seguros Promo, que além de ter o menor preço, funcionou muito bem todas as vezes em que precisamos acionar.

Ah, e agora vem a melhor parte: leitor do Viajar é Demais tem desconto, basta clicar aqui ou no banner abaixo e utilizar o código de desconto para fazer seu seguro pelo menor preço possível.

Compartilhar esse post:
Tags:

Sobre Augusto

Augusto

Jornalista e professor, viajando sempre em busca de novas cervejas, de boa comida e das melhores promoções.

  • Email

Escreva um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.