Frankfurt Card: conheça o cartão de transporte público e desconto em atrações de Frankfurt

Decidir qual das muitas combinações de bilhetes de transporte+atrações culturais é a mais adequada para o seu perfil de viajante é um dos maiores desafios no planejamento de uma viagem pela Europa. A escolha vai desde cartões que englobam as 2 coisas, até comprar separadamente cada ticket ou ingresso. Na nossa viagem a Frankfurt, por exemplo, identificamos 4 opções diferentes possíveis: Frankfurt Card, City Card, MuseumSufer e RMV Ticket. Nós optamos pelo Frankfurt Card, o cartão que dá direito a toda a rede de transporte público e descontos em atrações e restaurantes de Frankfurt.

Frankfurt Card: Vale a pena?

A resposta para a pergunta se “vale a pena comprar o Frankfurt Card?” é: depende.  🙂

Primeiro, vou detalhar um pouco como funciona cada uma das opções para combinar transportes e atrações culturais (incluindo o Frankfurt Card, que foi o escolhido para a nossa estadia de 2 dias em Frankfurt), e depois dar algumas dicas de como escolher o melhor para a sua viagem.

City Card:

Cartão que dá direito somente a parte de atrações culturais (e algumas gastronômicas), com descontos que podem chegar a 50% do valor. O transporte não está incluso (teria que comprar a parte, ou fazer tudo a pé). O City Card custa 19 euros por ANO. Só recomendamos se você for passar muito tempo em Frankfurt, ou morar na cidade. Para o turista ocasional não parece valer a pena. (site oficial)

MuseumSufer:

Cartão que permite a entrada nos 34 museus participantes, por 2 dias consecutivos. O  individual custa 21 euros e o “família” (2 adultos e menores de 18 anos) saí por 32 euros. Também não inclui a parte de transportes. Vale a pena se você tiver muito interesse em visitar vários museus, e contar com 2 dias que possam ser inteiramente dedicados a isso. (site oficial)

RMV Tickets:

A RMV é a empresa que oferece os tickets para a rede de transporte público em Frankfurt. Tem tantas opções (individual ou em grupo, valendo por 1 dia, por 1 semana ou por 1 mês, com tarifas que variam em função das distâncias que serão percorridas) que é quase impossível dar uma estimativa do quanto você vai gastar. Vai depender muito do planejamento e do tipo de viagem que você pretende fazer. Por exemplo, se vai ficar hospedado próximo ao centro, e gosta de andar a pé, talvez valha a pena comprar os tickets individualmente. Nesse caso, não se aplica a nenhuma das atrações culturais, que logicamente seriam pagas a parte. Você pode combinar o ticket de transporte da RMV com o City Card ou o MuseumSufer para cobrir toda a parte de transportes + atrações culturais. (site oficial)

Frankfurt Card:

Frankfurt Card é o único cartão que engloba as 2 coisas: a rede pública de transportes + descontos em atrações culturais.

Frankfurt Card

O cartão individual sai por 10,50 euros (1 dia) ou 15,50 euros (2 dias), e o cartão para grupos (até 5 pessoas) sai por 22 euros (1 dia) ou 32 euros (2 dias). No nosso caso, estando em 2 pessoas, 2 cartões individuais saem ligeiramente mais em conta do que o cartão para grupos.

Frankfurt Card pode ser comprado online pelo site da Get Your Guide, a maior empresa de passeios turísticos do mundo. Assim você paga no cartão de crédito e evita perder tempo comprando o cartão durante a viagem.

+ Clique aqui para comprar o seu Frankfurt Card

Para quem prefere a loja física, o cartão pode ser comprado no próprio aeroporto de Frankfurt. Logo no desembarque, há um guichê de informações turísticas (bem ao lado de uma loja da O2, onde você já aproveita pra comprar o chip de internet). A própria atendente vai preencher a data inicial, e seu cartão passa a valer a partir desse dia até o final das operações da rede de transportes no último dia de validade do cartão escolhido.

Nossa experiência com o Frankfurt Card

Em se tratando do transporte público, uma vantagem é que o Frankfurt Card inclui tudo mesmo, inclusive o trecho do aeroporto até a parte central da cidade (o que é mais caro nos tickets de transporte vendidos separadamente). Além disso, ele te dá a tranquilidade de não precisar ficar validando o ticket a cada vez que pegar um transporte – basta essa data inicial escrita no cartão. O ponto negativo do Frankfurt Card é que os descontos oferecidos nas atrações turísticas e gastronômicas são baixos (a maioria é de apenas 20%).

No nosso caso em particular, dá pra dizer que valeu a pena, mas com ressalvas. Na prática, nós utilizamos o cartão para o metrô do aeroporto até o hotel no 1º dia, depois para ir e voltar do hotel até o AltStadt (centro). No 2º dia, utilizamos somente para ir e voltar até o AltStadt novamente, totalizando 5 utilizações (10 tickets, por ser um casal). Como nosso hotel ficava a cerca de 3 km do centro, apesar de ser uma distância tranquila de percorrer à pé, optamos por usar o transporte para poupar tempo e em função do frio.

Das atrações culturais, só conseguimos efetivamente visitar um Museu, o Deutsches Filminstitut Museum. Nele, a economia foi de 3 euros por pessoa (6 euros no total).

Em termos de restaurantes, fomos a vários que adoramos, mas infelizmente nenhum deles possuía convênio com o Frankfurt Card (veja nossas dicas de restaurantes nesse post). Sendo assim, nesse quesito a economia foi de 0 euros. 🙁

No final das contas, pagando tudo separadamente (transportes e museu), talvez ficássemos no zero a zero na comparação com o Frankfurt Card, mas tensos com a validação de cada ticket pra não sermos multados. 🙂

Mesmo com esse monte de informação, provavelmente ainda vai ser complicado calcular a melhor opção para a sua viagem em particular, certo? Então confere algumas dicas.

Dicas:

  • Se não vai ter tempo de ir a pelo menos 2 ou 3 museus, pode esquecer o City Card e o MuseumSufer. De qualquer forma, faça as contas e avalie o quanto vai economizar utilizando cada um deles.
  • Se estiver hospedado próximo ao centro e não tiver problemas em caminhar ao longo do dia, você praticamente não vai precisar utilizar nada que não sejam suas próprias pernas. Frankfurt é uma cidade relativamente grande, mas a parte que é visitada pelos turistas é bem tranquila de ser feita toda a pé. Nesse caso, seu gasto com transporte pode se limitar ao trecho até o aeroporto, que pode ser comprado individualmente.
  • Se além de não gastar tanto você quer conforto e tranquilidade, o Frankfurt Card é o modelo ideal pro turista que vai passar poucos dias na cidade.

E você, teve experiência com o Frankfurt Card ou com alguma das outras opções analisadas? Conta pra gente como foi e se valeu a pena! 🙂


Já reservou seu hotel em Frankfurt?

Se você ainda não garantiu seu hotel em Frankfurt, a dica é CLICAR AQUI e reservar um hotel pela Booking.com. Além de conseguir os melhores preços e ter toda a segurança que a Booking oferece, você ainda vai estar ajudando o nosso blog.

Ué, mas como assim? Simples: é que cada vez que você acessa o site da Booking.com através desse link e faz uma reserva de hotel ou apartamento, eles nos repassam uma pequena comissão. E isso não vai custar 1 centavo a mais pra você. Os preços são os mesmos para quem acessa por aqui ou de qualquer outra maneira. Não é demais? 🙂

#dicaviajaredemais: Se quiser uma dica pessoal para hospedagem em Frankfurt, dá uma lida no nosso post sobre o Premier Inn, hotel acima do esperado e com ótimo custo-benefício.

Ah, e não esqueça do seguro viagem!

Geralmente a gente faz seguro torcendo pra não precisar usar, né? Mas na única ocasião em que precisei de fato do seguro viagem a experiência com a Seguros Promo foi muito positiva. Em uma viagem para a Argentina meu pai apresentou um problema de saúde e foi preciso levá-lo para exames mais detalhados em um hospital. Bastou ligar para o número de telefone indicado (atendimento rápido e todo em português) que conseguimos a liberação para a internação e os exames, tudo sem pagar nada e sem maiores burocracias. Além disso, o site deles é muito fácil de usar, e o preço é imbatível. Hoje em dia já nem perco tempo comparando com outras seguradoras.

Ah, e agora vem a melhor parte: para quem é leitor do Viajar é Demais, acessando por ESSE LINK ou pelo banner aí embaixo e utilizando o cupom ainda rola um desconto no preço final.

NAS MÍDIAS SOCIAIS

  • Instagram

[instagram-feed id=”4565597987″]



Booking.com

Compartilhar esse post:
Tags:

Sobre Augusto

Augusto

Jornalista e professor, viajando sempre em busca de novas cervejas, de boa comida e das melhores promoções.

  • Email

Escreva um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.