Café Lamas no Rio de Janeiro, um clássico desde 1874

Café Lamas no Rio de Janeiro, um clássico desde 1874

O Café Lamas, ou apenas Lamas para os locais, especialmente os mais chegados e assíduos frequentadores, é um dos clássicos restaurantes cariocas. Não apenas pelos tradição dos pratos servidos nos seus, pasmem, quase 150 anos de existência, mas por conta também das peculiaridades do cardápio que oferece, que eu conto mais adiante. O Lamas é ainda uma mistura da simplicidade do carioca com a afetividade que uma boa comida brasileira sabe ter, principalmente porque é daqueles lugares que quando você passa na frente não percebe o potencial que tem.

O Café Lamas

Fundado em 1824, o Café Lamas nem sempre foi no endereço atual. O estabelecimento ficava no Largo do Machado mas 1974 quando as obras do metrô avançaram pelo bairro do Catete e do Flamengo, o Lamas precisou se mudar e trocou de endereço, se deslocando algumas poucas quadras do antigo.

Café Lamas - fotos antigas
Café Lamas – fotos antigas

No “novo” endereço, onde está até hoje, o restaurante continuou mantendo o seu padrão e atraindo a clientela famosa que já era assídua frequentadora do local. Aliás, cabe aqui uma palavrinha sobre os clientes ilustres, que vão desde os moradores do bairro que há anos batem cartão diariamente para alguma refeição do dia (o Lamas serve do café da manhã ao lanche da madrugada, passando por almoço, café da tarde e jantar) até pessoas públicas como artistas, músicos, atores, jornalistas e políticos. Já perdi as contas de quantos personagens e “celebridades” já encontrei sentados na mesa ao lado, desfrutando da boa comida servida.

E por falar em boa comida, o endosso da qualidade não vem apenas a ilustre da clientela que frequenta, mas também dos prêmios recebidos com frequência ao longo dos anos que ficam estampados orgulhosamente na parede, logo no corredor de entrada.

Café Lamas - prêmios
Café Lamas – prêmios

O Café Lamas é dividido em dois ambientes: a lancheria que fica na parte da frente e o restaurante, no salão clássico ao fundo.

Na lancheria, decoração mais simples e ambiente que é uma mistura de boteco com casa de sucos, onde mesinhas na rua abrigam os frequentadores que não abrem mão do petisco de boteco com chopp gelado na companhia dos amigos.

Café Lamas - fachada
Café Lamas – fachada

Já o restaurante na parte interna tem uma decoração mais clássica e tradicional, com muita madeira no mobiliário e espelhos ocupando quase todas as paredes. Sem contar os garçons com seus tradicionais paletó branco e gravata borboleta – a maior parte deles atendendo há décadas e tendo uma legião de clientes fiéis.

Café Lamas - restaurante
Café Lamas – restaurante

Cardápio: opções para todos os gostos

Como já mencionamos, a proposta gastronômica do Lamas é bem diversificada. O chef, que está na casa há 40 anos, garante um cardápio variado e que cobre refeições para qualquer hora do dia e da noite. Sim, pois o Lamas abre cedinho e só fecha na madrugada, um dos motivos por ter virado point da galera no retorno da noitada carioca.

No cardápio é possível encontrar de tudo, do prato principal ao café da manhã, passando por opções bem “peculiares” como a canja de galinha (sucesso das madrugadas) ou o mingau de maizena (!).

Mas sem dúvida as grandes especialidades do Café Lamas são seus cortes de filé ou contrafilé e o bife a milanesa carinhosamente apelidado de “orelha de elefante” (dado o tamanho e formato). Tudo isso acompanhado das mais diversas guarnições de acordo com a preferência do cliente, com destaque para a guarnição à francesa (uma gigantesca porção de batata frita bem fininha, com cebolas, presunto e petit-pois); o arroz a piamontese com molho madeira (o favorito do Guto, muito por conta da crosta de queijo parmesão gratinada); e por último mas não menos importante, o famoso “Oswaldo Aranha” (batatas portuguesas, farofa, arroz e uma quantidade generosa de alho frito). Aliás, sobre este último, o Lamas é um dos restaurantes cariocas que “disputa” a criação do prato nos anos 30 – um agrado para o então Ministro da Fazenda do primeiro governo de Getúlio Vargas, cujo nome era Oswaldo Aranha.

Café Lamas: o que pedir?

Se for a sua primeira vez no Café Lamas, a dica é ir no clássico dos clássicos: o Filé a Oswaldo Aranha (a partir de R$120, serve bem 2 pessoas). Um suculento corte de filé servido no ponto desejado (o que no nosso caso é bem mal passado, rsrsrs), servido com uma crosta de alho frito. Para acompanhar, as tradicionais batatas portuguesas cortadas a mão, arroz e farofa. E não esqueça do chope para acompanhar, é claro (mas se você não bebe, o ‘mate da casa’ é uma ótima opção)!

Prato principal: Filé à Oswaldo Aranha

Café Lamas - Filé à Osvaldo Aranha com um chopinho
Café Lamas – Filé à Osvaldo Aranha com um chopinho

Sobremesas

Entre as sobremesas do Lamas, destaque para o Profiteroles (um dos nossos favoritos de sempre) e a sugestiva “Delícia do Lamas” – brownie coberto por sorvete, muito chantilly e quantidades indecentes de calda quente de chocolate. Ambas são bem servidas para 2 pessoas.

Café Lamas - sobremesas
Café Lamas – sobremesas

Avaliação final: Café Lamas

Sério, quantos restaurantes você conhece com quase 150 anos de existência? O simples fato de se manter em funcionamento por tanto tempo já corrobora a qualidade do Café Lamas. Tantos anos e tantas histórias fazem do Lamas um lugar com uma atmosfera única. Seja para mim, que frequento o restaurante há pouco mais de 4 anos; seja para o Guto, nascido e criado no Flamengo e frequentador do Lamas ao longo de diversas fases da vida, a sensação parece ser a mesma: ir ao Lamas é sentir-se em casa. É poder escolher entre uma variedade imensa de pratos. É ter a certeza de que qualquer prato que você escolha será bem feito, e com o mesmo padrão de qualidade de sempre. É eleger um garçom favorito e imediatamente procurá-lo a cada nova visita. É respirar uma parte da história da cidade.

Definitivamente, o centenário Café Lamas é um clássico do Rio de Janeiro, daqueles restaurantes que merecem ser incluídos em qualquer roteiro gastronômico pela cidade.

Café Lamas - tradição, bom atendimento e comida boa
Café Lamas – tradição, bom atendimento e comida boa

Café Lamas
Endereço: R. Marquês de Abrantes, 18 – Flamengo, Rio de Janeiro – RJ, 22210-080
(21) 2556-0799
[email protected]
cafelamas.com.br
https://www.facebook.com/CafeLamas
https://www.instagram.com/cafelamas/


Onde se hospedar no Rio de Janeiro

Consulte o mapa para encontrar as melhores ofertas de hotéis e apartamentos para se hospedar no Rio de Janeiro.

Booking.com Booking.com

Aluguel de carro no Rio de Janeiro

A nossa dica para quem pretende alugar carro no Rio de Janeiro é a Rentcars. Um serviço que compara os preços nas melhores locadoras de automóveis e apresenta uma lista com todos os carros disponíveis e valores para a locação. Já utilizamos a Rentcars tanto para aluguel de carro aqui no Brasil como nas viagens para o exterior, sempre conseguindo os menores preços e as melhores condições. Aproveita para consultar agora as opções para o seu próximo destino! 🙂  

Outras atividades no Rio de Janeiro

Consulte e reserve passeios e entradas de atrações na Get Your Guide, uma das maiores e mais confiáveis plataformas de ofertas turísticas do mundo. Eles estão presentes nas maiores cidades e reúnem profissionais e empresas qualificadas que oferecem os mais variados tipos de passeios e serviços turísticos. Nós já usamos e recomendamos. Dá só uma olhada: 

Compartilhar:FacebookTwitter
Chai
Escrito por
Chai
Envie sua pergunta ou comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

3 comentários
Viajar é Demais