Onde comer em Cartagena: conheça o Candé

Onde comer em Cartagena: conheça o Candé

Em pleno centro histórico de Cartagena encontramos o Candé e sua “cocina 100% cartagenera”. Um dia de sol forte e muito quente, clima natural do Caribe colombiano. Aproveitamos a manhã para conhecer os pontos turísticos e as ruas do entorno, já que estávamos hospedados no Centro Hotel, também localizado nas proximidades.

Aqui vale a menção sobre centro histórico de Cartagena, conhecido como a cidade fortificada, que foi declarado Patrimônio Nacional da Colômbia nos anos 1950, e posteriormente Patrimônio Mundial pela Unesco, na década de 1980. Uma característica do centro histórico são seus prédios antigos e conservados, justamente por conta dos títulos recebidos, o que faz dos hotéis e restaurantes dessa região um verdadeiro mergulho na história. Assim foi no Candé, com uma composição de rua histórica + fachada conservada + recepcionista em trajes típicos alusivos à vestimenta tradicional das mulheres cartageneras.

Candé no centro histórico de Cartagena

O Restaurante Candé – Cocina 100% cartagenera

Da fachada para o ambiente interno, seguimos mergulhando no universo cultural de Cartagena. A entrada do restaurante conserva uma coleção de elementos e objetos típicos ornamentando um lounge usado para acomodar os clientes quando há fila de espera. Por sorte, chegamos para o almoço em um dia de semana que estava super calmo. Logo fomos conduzidos ao salão e escolhemos a nossa mesa. Ambiente sofisticado mas ao mesmo tempo aconchegante, com o calor acolhedor que a Colômbia caribenha sabe oferecer.

A proposta gastronômica do Candé é comida típica elaborada para evidenciar os sabores cartageneros. O que não dispensa uma apresentação bem visual daquelas que de fazer inveja aos bistrôs franceses e restaurantes de Chef mundo afora. Sabe aquele momento mágico em que o prato chega e você “come com os olhos”? Pois é isso mesmo, e ainda tem a oportunidade de na primeira garfada ser surpreendido pela onda de sensações e sabores.

Merece destaque o atendimento que foi essencial ajudando na escolha dos pratos com explicações completas sobre os ingredientes, inclusive usando os termos que conhecemos no Brasil. O pessoal estava bem afiado nas “traduções”, fruto da procura dos brasileiros. E isso é tão verdade que na mesa próxima estava um casal de brasileiros com a filha adolescente desfrutando da experiência e sendo tão bem atendidos quanto nós.

Nosso pedido no Candé

Para a entrada pedimos uma opção que servia duas pessoas: a Mesita de Fritos Candé (29.000 Cops), que era uma combinação de vários petiscos tipicamente cartegeneros. A começar pelas carimañolas de jaiba, ou seja, bolinho de aipim recheado de caranguejo e seguindo com empanaditas de carne, dedito de queso, bollo de mazorca (bolo de milho), butifarra (salsichas), queso costeño y torta de ñame (bolinho de inhame). A apresentação era tão original que até dava pena de ir “desmanchando” à medida que íamos comendo. Porém, como o sabor e a textura era incrível, abriu o apetite e devoramos rapidinho.

Entrada no Candé

Já na escolha dos Pratos Fuertes, ou seja, os pratos principais do Candé, seguimos na mesma vibe do mergulho nos sabores de Cartagena. E mesmo com a clássica prática de compartilhar nossos pratos que eu e o Guto adotamos nas viagens, as escolhas tentam privilegiar as preferências individuais. Assim, eu que amo pratos à base de arroz como risottos e carreteiro, optei pelo Arroz Marinero (57.000 Cops), que leva meia cauda de lagosta grelhada, camarão, caracol, lula, camarão, mexilhão preto e polvo; acompanhado por rolos de fatia madura com abacate. Nem preciso dizer que com todos esses ingredientes, me esbaldei nessa refeição. O cozimento do arroz e dos frutos do mar estavam na medida, com a textura que a gente espera. E o sabor? Se-nhor! Que sabor diferente e cativante! Já me deu água na boca só de lembrar enquanto escrevo aqui.

Arroz Marinero

Para o Guto, seguindo as preferências dele por pescados, a escolha foi Filete a La Plata (49.000 Cops), um prato de peixe fresco sazonal grelhado com manteiga de limão. De acompanhamento salada cartagenera, mini patacones (banana-da-terra frita) e purê de beterraba. Apesar de beterraba não ser o legume preferido dele, os demais acompanhamentos foram espetaculares para um peixe de tempero e textura perfeita. O mais bacana foi que nessas trocas de prato que a gente faz durante a refeição, vamos variando os sabores e conseguimos voltar ao prato original com uma visão mais crítica. Sempre funciona bem.

Filete a La Plata

Na hora da sobremesa também pedimos sugestão da casa mas confesso que ficamos algum tempo decidindo ainda. Até que escolhemos a “torta de banano con helado de kola” (16.000 Cops), ou seja, bolo de banana com sorvete de cola. Uma sobremesa bem servida e com os sabores cartageneros que é para fechar com chave de ouro.

Torta de banano con helado de kola

Aliás, para fechar com chave de ouro foi mesmo o café que acompanhou essa sobremesa. Um “café tinto” maravilhoso. Por tinto, entende-se o café coado mas esse foi mesmo muito especial porque foi feito na hora com todos os apetrechos. Olha aí embaixo as fotos da preparação! E esse café colombiano é sensacional, né!?

Café tinto preparado à mesa

Avaliação final do Candé Cartagena

O restaurante Candé de Cartagena das Índias surpreendeu muito mesmo a gente que já estava com expectativa alta por conta das críticas positivas que tínhamos visto em pesquisas prévias antes da viagem. O atendimento da equipe foi exemplar e essencial para a nossa experiência, já que nos explicaram cada ingrediente dos pratos fazendo questão de usar termos traduzidos para o português do Brasil, nosso idioma tão complexo. A partir da escolha da entrada e na sequência dos pratos fuertes, percebemos que tínhamos acertado na decisão de experimentar comida 100% cartagenera no Candé. Além dos sabores, a atmosfera do ambiente com a decoração repleta de elementos culturais e o próprio prédio histórico onde ele fica localizado. Isso sem contar a preocupação com a apresentação dos produtos locais, como o café no final da refeição, que teve seu preparo à mesa. Isso foi um show à parte. O contexto todo foi tão bacana que fizemos questão de assinar o livro de visitantes e deixar registrado nossa passagem e nosso carinho pelo estabelecimento.

Serviço
Endereço: Calle 30, Carrera 5 #35 – 30, Centro Histórico, Calle Estanco del Tabaco, Cartagena, Bolívar, Colômbia
restaurantecande.com/
instagram.com/canderestaurante
facebook.com/CandeRestaurante

Já reservou seu hotel em Cartagena de Índias?

Não deixe para a última hora! Encontre agora seu hotel ideal em Cartagena de Índias e faça já sua reserva com descontos incríveis pelo Booking, o maior site de reservas de hotéis em todo o mundo!

+ Clique aqui para encontrar seu hotel ideal em Cartagena de Índias, na Colômbia

E não esqueça de garantir seu seguro viagem:

Geralmente a gente faz seguro viagem torcendo pra não usar, né? Mas quando precisamos de fato do seguro viagem, a experiência com a Seguros Promo foi muito positiva. Em uma viagem para a Argentina meu pai apresentou um problema de saúde e foi preciso levá-lo para exames mais detalhados em um hospital. Bastou ligar para o número de telefone indicado (atendimento imediato e todo em português). Conseguimos a liberação para a internação e os exames, sem pagar nada e sem burocracia. Além disso, o site é fácil de usar e os preços são imbatíveis.

Ah, e agora vem a melhor parte: quem é leitor do Viajar é Demais tem desconto exclusivo: basta clicar aqui ou no banner abaixo e utilizar o cupom para fazer seu seguro pelo menor preço possível.

Compartilhar:FacebookTwitter
Chai
Escrito por
Chai
Envie sua pergunta ou comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Viajar é Demais