7 razões para comer Schnitzel na Alemanha e na Áustria
Schnitzel tradicional, servido com batata e limão

7 razões para comer Schnitzel na Alemanha e na Áustria

Se você já visitou a Alemanha ou a Áustria em algum momento da sua vida, eu me arrisco a afirmar: você já experimentou um Schnitzel. O Schnitzel (na tradução escalope ou bife empanado) é um bife (que pode ser de vitela, de porco – o mais comum – e até de peru) envolvido por farinha de trigo, ovo, farinha de rosca e pimenta preta, antes de ser frito em manteiga ou banha de porco.

Schnitzel tradicional, servido com batata e limão
Schnitzel tradicional, servido com batata e limão

Muita gente não sabe, mas apesar de ser uma iguaria presente na quase totalidade dos restaurantes alemães, o Schnitzel é originalmente um prato da culinária austríaca, possivelmente inspirado no famoso “bife a milanesa”, receita da cidade de Milão, na Itália. Pelo que se sabe, essa “adaptação” austríaca data do século XV, e o termo Wiener Schnitzel (escalope à moda de Viena) data do ano de 1862. Bom, seja pela proximidade geográfica, seja pelo fato de em vários momentos da história Áustria e Alemanha terem sido parte de um mesmo país ou império, fato é que o Schnitzel se tornou um prato símbolo da gastronomia de ambos os países, sendo um dos mais conhecidos e procurados pelos turistas.

Em nossa viagem de 13 dias pela Alemanha e pela Áustria, tivemos a oportunidade de comer Schnitzel em diferentes cidades dos 2 países. Listamos 7 razões que fazem desse prato um sucesso e uma escolha indispensável entre os turistas que viajam (ou moram) na Alemanha ou na Áustria.

1) É uma comida típica

Como já dissemos, o Schnitzel é um prato típico da culinária alemã e austríaca. E uma das maiores diversões em uma viagem para um país diferente do nosso é justamente experimentar as coisas típicas da cultura local, certo? Esse já é um motivo forte pra colocar o Schnitzel de cara na sua lista de “coisas a fazer” em uma viagem para a Alemanha ou para a Áustria.

2) Está presente em todo tipo de restaurante

Podemos dizer que o Schnitzel é um prato bem “democrático”, por estar presente na quase totalidade dos restaurantes alemães e austríacos. Ao contrário por exemplo do caviar ou do escargot, iguarias típicas da França que você só vai encontrar em restaurantes sofisticados e a preços salgados, o Schnitzel pode ser experimentado tanto por quem viaja com orçamento limitado e quer gastar pouco quanto por quem gosta de conhecer os restaurantes mais badalados das cidades. Na grande maioria das cidades existem inclusive especializados, como por exemplo o “SchnitzelBank” em Heidelberg, ou tradicionais, como o Zu den 12 Apostoln, em Frankfurt, o Zur Baumwolle em Nuremberg ou o GaustHof Wilder Mann em Salzburg, mas mesmo em restaurantes ditos de cozinha “internacional” é bem comum encontrar pelo menos um tipo de Schnitzel no cardápio.

3) Tem ótimo custo-benefício

Além de estar presente em quase todos os restaurantes, o Schnitzel sempre vai estar entre os pratos mais em conta para se pedir. Na nossa viagem, encontramos preços variando de 8 euros até 14 euros. Seja em um restaurante mais simples, seja no restaurante sofisticado, ele vai ser uma das opções de melhor custo-benefício do lugar. Pode ficar tranquilo que sempre vai ter um local servindo um Schnitzel que cabe no seu bolso.  🙂

4) Tem um sabor “universal”

Se você não é vegetariano ou vegano nem tem nenhuma restrição alimentar, provavelmente você vai gostar do Schnitzel (mesmo que ele não se torne seu prato favorito). Seus ingredientes e o modo de preparo são bastante comuns à diversas culturas no mundo – e também à brasileira. Não leva nenhum tempero que você nunca ouviu falar, não é feito de vísceras ou de cortes de carne que você desconheça – é o bom e velho bife empanado e frito acompanhado de batatas. Dessa forma, em sua receita original, o Schnitzel é um prato que pode ser considerado de sabor “universal”, agradável a maioria das culturas.

5) É sempre “bem servido”

A não ser que já tenha sido “gourmetizado” em algum restaurante mais sofisticado, em geral quando você pedir um Schnitzel, tenha a certeza de que ele será servido em quantidade satisfatória para grandes apetites. Em alguns (muitos) estabelecimentos, o Schnitzel “individual” é perfeitamente divisível por um casal, por exemplo.

6) Existem centenas de variações

Apesar dos mais puristas defenderem que Schnitzel de verdade deve ser servido com salada de batatas e rodelas de limão, conforme a receita original, a verdade é que você vai encontrar uma centena de variações (seja no tipo de carne, nos acompanhamentos, na presença de molho ou e até na maneira de empanar a carne). Em restaurantes especializados, você vai encontrar cardápios específicos somente com a lista de todos os tipos de Schnitzel disponíveis: com batatas fritas, com batatas cozidas, com molho de champignon, com queijo, sem queijo, recheado, sem recheio… Enfim, para todos os gostos!

Algumas das variantes mais comuns são:

Cordon bleu: “cordão azul”, composto de duas fatias de carne recheadas com queijo e presunto.
Hamburger Schnitzel: “escalope ao estilo de Hamburgo”, coberto com um ovo estrelado.
Holsteiner Schnitzel: “escalope de Holstein”; coberto com ovo estrelado, anchovas, alcaparras e rodelas de limão.
Jägerschnitzel: “escalope do caçador”, servido com molho de cogumelos (Hmmm, meu favorito!).
Naturschnitzel: “escalope ao natural”. Esse não é nem empanado, mas salteado, e servido com um molho simples ou sem molho.
Rahmschnitzel: “escalope com natas”, servido com molho de natas.
Wiener Schnitzel: “escalope de Viena”, servido com batatas e rodelas de limão.
Zigeunerschnitzel: “escalope cigano”, servido com molho de tomate, pimenta e cebolas em rodela.

Schnitzel: muitas opções de escolha
Schnitzel: muitas opções de escolha

Ou seja, dá pra comer Schnitzel todo dia e ter a sensação de que está sempre comendo um prato diferente. 🙂

7) Várias cidades tem seu estilo próprio de Schnitzel

Dentre essas variações citadas acima, algumas são especificas de cidades que criaram e batizaram receitas próprias. Viena, na Áustria, é o exemplar mais famoso, com o tradicional Wiener Schnitzel, que em geral é servido com batatas e rodelas de limão. Hamburgo, na Alemanha, tem o Schnitzel coberto com um ovo estrelado. Já em Frankfurt você pode experimentar o Frankfurter Schnitzel mit grüne Soße, que vem acompanhado de um molho verde típico da região. Descobrir (e experimentar) o Schnitzel típico de cada cidade acaba sendo não só uma diversão da viagem mas uma forma de conhecer um pouco mais dos hábitos e da cultura local (e uma boa desculpa para comer mais e mais Schnitzel!)


A dica final é: na dúvida, peça um Schnitzel. Se não entendeu algo do cardápio, se não sabe se vai gostar, se não quer gastar demais na refeição, o bom e velho Schnitzel é sempre um caminho seguro e delicioso!

E aí, qual foi o melhor Schnitzel da sua vida? Conta aí pra gente.  🙂

Dicas dos leitores para encontrar o melhor Schnitzel:

Recebemos diversas dicas dos nossos leitores sobre “Onde comer o melhor Schnitzel”, e vamos listá-las aqui no post. Se tiver dicas lugares incríveis para se comer um Schnitzel inesquecível, comenta aí que a gente coloca na lista. 🙂

ALEMANHA:

Tannenburg (próximo à Wiesbaden)

Steak-House & Pub (Bad Wilsnack)

Weserstübchen (Holzminden)

Tiroler Bauernstuben (Berlim)

Augustiner Grossgaststätte (Munique)

Wagner (Frankfurt)

Heilig Geist Stuberl (Landshut)

ÁUSTRIA:

Figlmüller (Viena)

Reinthaler’s Beisl (Viena)

Salm Bräu (Viena)


Já reservou seu hotel na Alemanha?

Se você ainda não garantiu seu hotel para a próxima viagem, a dica é CLICAR AQUI e reservar um hotel pela Booking.com. Além de conseguir os melhores preços e ter toda a segurança que a Booking oferece, você ainda vai estar nos ajudando a manter o trabalho do blog. Cada vez que você acessa o site da Booking.com através do nosso link e faz uma reserva de hotel ou apartamento, eles repassam uma pequena comissão para o blog. E isso não custa 1 centavo a mais para você. Os preços são os mesmos para quem acessa por aqui ou de qualquer outra forma. Não é demais? 🙂

Quer viajar com segurança, tranquilidade, e se hospedar nos melhores hotéis pelo menor preço? Vai de Booking. 🙂

+ Pesquisar preços de hotéis e apartamentos na Alemanha


Mais atividades na Alemanha

Consulte e reserve passeios e entradas de atrações na Get Your Guide, uma das maiores e mais confiáveis plataformas de ofertas turísticas do mundo. Eles estão presentes nas maiores cidades e reúnem profissionais e empresas qualificadas que oferecem os mais variados tipos de passeios e serviços turísticos. Nós já usamos e recomendamos. Dá só uma olhada: 

E não esqueça de garantir seu seguro viagem

O seguro viagem é OBRIGATÓRIO para quem viaja pela Alemanha. E mesmo que não fosse obrigatório, não dá nem pra pensar em viajar sem seguro, não é mesmo? Na hora de contratar o seguro viagem a gente sempre usa e recomenda a Seguros Promo. É um comparador de preços entre as principais companhias de seguro viagem do mercado que apresenta os melhores preços e condições para a sua viagem!

Ah, e agora vem a melhor parte: quem é leitor do Viajar é Demais tem desconto exclusivo: basta clicar aqui ou no banner abaixo e utilizar o cupom para fazer seu seguro pelo menor preço possível.

Compartilhar:FacebookTwitter
Augusto
Escrito por
Augusto
Envie sua pergunta ou comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

2 comentários
Viajar é Demais