Bar Tabaré: ambiente histórico conservado

Bar Tabaré: para viver a história de Montevidéu

Devo confessar que tenho uma queda por restaurantes com história pra contar. Gosto de imaginar quantas pessoas já passaram por ali; se eram políticos, artistas ou famílias; se enquanto sentaram naquelas mesas conversaram algo banal ou decidiram algo que mudou os rumos do país. O Bar Tabaré definitivamente é um desses locais que se tornaram um clássico de Montevidéu.

Bar Tabaré: ambiente histórico conservado
Bar Tabaré: ambiente histórico conservado

Um pedaço da história de Montevidéu

A começar pelo espaço físico: o Bar Tabaré fica no bairro de Punta Carretas, em uma casa de esquina cuja função original era também a de armazém. Logo que chegamos, ainda não era possível observar de fora todo o charme e a riqueza de detalhes do ambiente interno.

Bar Tabaré: fachada
Bar Tabaré: fachada

Conforme consta no cardápio e no site do bar Tabaré, o local enquanto comércio existe desde 1919, inaugurado no formato de armazém de bairro e bar. Abaixo um trecho do relato histórico, em livre tradução nossa do espanhol para o português.

“Nas esquinas dos bairros cresceram negócios adjacentes às casas de seus proprietários, onde armazém e bar ocupavam espaços diferentes, porém, vinculados. Solitário, no ponto mais meridional de Montevidéu timidamente rodeado pelo Farol, a casa de verão do poeta Juan Zorrilla, o presídio e mais algumas poucas construções, foi o começo de um armazém de bairro e um bar de pescadores.”

Mas o que é incrível é que, nesse espaço quase centenário, muita coisa foi conservada exatamente como no original. A madeira do mobiliário no espaço à esquerda de quem entra – o armazém – e o amplo balcão que se estende pelo salão do andar térreo – o bar – com sua decoração repleta de objetos antigos são um convite a uma viagem ao passado. A gente se sente fazendo parte de um livro de ficção ou de um filme de época.

Bar Tabaré: ambiente do antigo armazém conservado
Bar Tabaré: ambiente do antigo armazém conservado

Para cada canto que se olha, há um objeto com uma história pra contar: placas, cartazes, livros, garrafas, potes, caixas, e até uma máquina registradora! E todos parecem estrategicamente posicionados em seus devidos lugares. É impossível não olhar aqueles objetos e ficar imaginando a história de cada um deles.

Bar Tabaré: ambiente histórico conservado
Bar Tabaré: ambiente histórico conservado

Você também vai gostar de ler:
Onde ficar em Montevidéu: dicas de hotéis e melhores bairros
Seguro viagem no Uruguai: dicas de como economizar
Onde comer em Montevidéu: 10 restaurantes e cafés imperdíveis
Doce de leite uruguaio: ranking das melhores marcas

Jantar no antigo armazém

Escolhemos a sexta-feira a noite para jantar no Tabaré (aconselho reservar com antecedência pois costuma lotar). Demos a sorte de nos colocarem em uma mesa super exclusiva justamente no espaço do antigo armazém – na minha opinião, o mais impactante – onde só haviam 3 mesas no total.

Além desse espaço em que ficamos, o bar Tabaré tem mais 3 ambientes: o salão maior do térreo, o mezanino e uma espécie de porão/subterrâneo com um clima mais pub onde rola até música ao vivo.

Passado um pouco esse momento de “deslumbramento” com a decoração do bar, conseguimos focar no cardápio para começar a nossa experiência gastronômica por lá. De entrada pedimos a ‘Picada Ibérica’ (presunto cru, queijo parmesão e azeitonas), que saiu por cerca de R$45,00. A porção é bem servida e harmonizou bem com o drink que pedimos (falaremos das bebidas na sequência).

Bar Tabaré: cesta de pães e entrada
Bar Tabaré: cesta de pães e entrada

Na escolha dos pratos principais, a nossa ideia era fugir um pouco das carnes e da ‘parrilla‘. Não que no cardápio do Tabaré não tivessem ótimas opções de carne! Como contamos no post de curiosidades sobre os restaurantes no Uruguai, a maioria dos restaurantes serve igualmente pratos de carne, massa ou frutos do mar com boa qualidade.

A Chai optou por uma massa (Sorrentinos artesanais de presunto cru, mussarela e manjericão com molho de tomates secos – cerca de R$53,00). Eu ainda estava em dúvida analisando as opções do cardápio quando nos sugeriram pedir um dos “especiais do dia” – pratos que não constavam no cardápio fixo da casa. A indicação foi o ‘Mini Cocotte’: merluza negra com batatas e quinoa gratinados em um molho de roquefort (cerca de R$74,00). Só de ouvir a descrição do prato, aceitei a sugestão na hora. 🙂

Os pratos vieram muito bem servidos e apresentados, especialmente o meu ‘mini cocotte’, que chegou na mesa ainda borbulhando de tão quente, servido em uma panelinha ‘Le Creuset‘. Quando viu, a Chai quase quis trocar só por conta da panelinha! Rsrs

Mas não era só aparência: o sabor também estava incrível! A Chai adorou a massa, e eu achei um dos melhores pratos de peixe que já comi. O tempero do molho era muito bom!

Bar Tabaré: pratos principais
Bar Tabaré: pratos principais

Drink e um vinho ‘Bar Tabaré’

Lembra do drink que comentei na parte das entradas? Foi esse aí da foto, o ‘Manhatannat’, que leva bourbon, vermute vermelho e licor de tannat (daí o nome). Esse belo drink sai por cerca de R$28,00.

Já o jantar foi acompanhado de água e uma garrafa de vinho da casa – com nome no rótulo e tudo: Bar Tabaré ROBLE Tannat/Tannat 2014 (cerca de R$79,00).

Na carta existiam ainda opções de cervejas como a Patagonia 710ml, mas nessa noite ficamos só no vinho mesmo. 🙂

Bar Tabaré: bebidas 1- Drink Manhatannat 2- Vinho Bar Tabaré ROBLE Tannat/Tannat 2014
Bar Tabaré: bebidas
1- Drink Manhatannat
2- Vinho Bar Tabaré ROBLE Tannat/Tannat 2014

Um pouco de música ao vivo

Antes de pedir as sobremesas a gente desceu para aproveitar um pouco do show que tinha acabado de começar no salão ‘subterrâneo’. A banda daquela noite intercalava canções hispânicas clássicas (como ‘Guantanamera’) com hits mais atuais e até alguma coisa de música brasileira (rolou um Martinho da Vila). O que é legal é que os ambientes ficam bem divididos, e tem opção pra todos os gostos. Quem está no clima da música ao vivo pode reservar uma mesa no salão de baixo, e pra quem fica nos outros salões o som não incomoda.

Bar Tabaré: vários ambiente e show ao vivo
Bar Tabaré: vários ambiente e show ao vivo

Sobremesas e aperitivo final

Claro que não poderíamos passar sem experimentar as sobremesas. Perguntamos uma sugestão da sobremesa mais clássica da casa, e a recomendação foi o ‘Alaska’, feito de merengue italiano com sorvete de maracujá e calda de frutas vermelha (cerca de R$33,00). A Chai foi nessa, e eu, pra manter a tradição, fui no bom e velho ‘Flan con Dulce‘, o pudim caseiro com doce de leite (cerca de R$21,00). Mas a verdade é que o Alaska era gigante, dava tranquilamente para dividirmos só um dele. O problema é que a paixão por doce de leite acabou falando mais alto. 🙂

Bar Tabaré: sobremesas
Bar Tabaré: sobremesas

Quando já estávamos quase saindo e nos despedindo dos donos e de toda a equipe que nos atendeu tão bem, ainda ganhamos uma provinha da ‘Uvita’, um licor super clássico de Montevidéu, receita secreta de um outro local clássico da cidade, o bar Fun-Fun.

Bar Tabaré: licor Uvita Fun-Fun
Bar Tabaré: licor Uvita Fun-Fun

Avaliação final: Bar Tabaré

Apesar de atrair muitos turistas, a maior parte do público presente ainda é composta de moradores locais, de pessoas que vivem o dia-a-dia e fazem a história de Montevidéu. O Bar Tabaré é um daqueles locais que eu costumo dizer que se tornaram uma verdadeira Instituição da cidade, não só pela comida ou pelo bom atendimento, mas por ser uma experiência completa que transcende o momento da refeição, reunindo aspectos da história e da cultura da cidade de Montevidéu. Reserve uma noite e vá com tempo, sem pressa para desfrutar bem cada etapa de um clássico da cidade.

Bar Tabaré
Endereço: 154, José Luis Zorrilla De San Martín, 11300 Montevideo, Uruguai
Horário: de segunda à sábado, a partir das 19h30; Domingos, das 12h às 16h30
bartabare.com
facebook.com/bar.tabare


Onde ficar em Montevidéu

Não deixe para reservar na última hora e pagar uma fortuna de hospedagem! Que tal pesquisar agora mesmo e fazer sua reserva antecipadamente com as melhores ofertas de hotéis ou apartamentos em Montevidéu, no Uruguai?

#dicaviajaredemais: Se quiser uma dica pessoal para hospedagem em Montevidéu, dá uma lida no nosso post sobre o Salvo Suítes. Já para Colônia do Sacramento, a dica é o La Mision, bem no centrinho histórico da cidade e com ótimo custo-benefício.

Booking.com Booking.com

Mais atividades em Montevidéu

Consulte e reserve passeios e entradas de atrações na Get Your Guide, uma das maiores e mais confiáveis plataformas de ofertas turísticas do mundo. Eles estão presentes nas maiores cidades e reúnem profissionais e empresas qualificadas que oferecem os mais variados tipos de passeios e serviços turísticos. Nós já usamos e recomendamos. Dá só uma olhada: 

E não esqueça de garantir seu seguro viagem no Uruguai:

Na hora de contratar o seguro viagem a gente sempre usa e recomenda a Seguros Promo. É um comparador de preços entre as principais companhias de seguro viagem do mercado que apresenta as opções com melhor custo-benefício para a sua viagem!

E agora vem a melhor parte: quem é leitor do Viajar é Demais tem desconto exclusivo: basta clicar aqui ou no banner abaixo e utilizar o cupom para fazer seu seguro pelo menor preço possível.

Compartilhar:FacebookTwitter
Augusto
Escrito por
Augusto
Envie sua pergunta ou comentário

2 comentários
Viajar é Demais