O que fazer em Bregenz, na Áustria: o encontro da montanha com o Lago Constança (Bodensee)

O que fazer em Bregenz, na Áustria: o encontro da montanha com o Lago Constança (Bodensee)

A cidade de Bregenz, na Áustria, com frequência figura na lista de destinos de um roteiro pelo Lago Constança (Bodensee em Alemão), o terceiro maior lago da Europa Central. Essa é uma encantadora região de ares medievais e de paisagens incríveis na tríplice fronteira entre Áustria, Suíça e Alemanha. E para ajudar nossos leitores a planejar a sua própria viagem, detalhamos tudo sobre o que fazer em Bregenz neste artigo. São informações completas incluindo a nossa experiência pessoal em um roteiro de 1 dia em Bregenz com as principais atrações da cidade para qualquer época do ano.

Bregenz: a cidade à beira do lago

Em primeiro lugar, é importante saber que Bregenz é uma cidade que combina cultura e natureza com a modernidade e a tradição de maneira única. Entre a características naturais, a mais marcante é o encontro do Lago Constança (Bodensee) com a montanha Pfänder, uma combinação que oferece as vistas mais espetaculares das paisagens da região. Também é bom saber que o idioma falado em Bregenz, assim como em todas as cidades dessa região, é o alemão. Mas não se preocupe se você não falar essa língua porque com inglês é super tranquilo de se comunicar por lá.

No aspecto cultural, Bregenz – também conhecida como a cidade à beira do lago – oferece uma ampla variedade de eventos artísticos com uma vida cultural ativamente projetada. Isso porque o calendário de eventos da cidade oferece muitos programas culturais durante o ano todo. Eles acontecem na Festspielhaus Bregenz, a Casa do Festival, um espaço para grandes eventos construído na margem do lago ao lado do porto de Bregenz. Os eventos que colocam a cidade no contexto artístico mundial são grandes produções internacionais como o Bregenzer Frühling Tanzfestival, o Festival Internacional de Dança da Primavera ou Bregenzer Jazz Festival. Mas o destaque é mesmo o famoso Bregenzer Festspiele, evento anual que acontece no auge do verão (julho/agosto) com espetáculos musicais encenados no maior palco flutuante do mundo, construído sobre o Lago Constança.

E quando o assunto é tradição e modernidade, o destaque de Bregenz é a cena arquitetônica que virou referência internacional. São inúmeras construções medievais históricas ainda preservadas que coexistem em harmonia na cidade com os modernos prédios projetados por arquitetos de renome. Nos últimos anos, Bregenz acabou se transformando em um pólo internacionalmente procurado por pessoas interessadas em arquitetura.

Agora que já fizemos esse sobrevoo inicial sobre a cidade, vamos detalhar cada uma das atrações. Prepare seus apetrechos de anotações para montar seu roteiro e vem com a gente nessa viagem!

O que fazer em Bregenz, na Áustria: roteiro de 1 dia na cidade à beira do lago

Organizamos esse roteiro de 1 dia em Bregenz com base na nossa experiência pessoal e em indicações dos órgão oficiais de turismo da cidade. Contudo, se você pretende ficar mais tempo na cidade, poderá incluir no seu roteiro uma atividade cultural (como uma noite de espetáculo), uma atividade ao ar livre no lago (como um passeio de barco) ou mesmo explorar as trilhas mais longas da região. E se a sua viagem for no final do ano (como foi a nossa), aproveite para desfrutar do charmoso Mercado de Natal de Bregenz que está detalhado no final do roteiro.

A montanha Pfänder | O que fazer em Bregenz

Sem dúvida, quando se fala em Bregenz, vem logo a mente a montanha Pfänder e a vista incomparável sobre o Lago Constança e a tríplice fronteira entre Áustria, Alemanha e Suíça circundada por 240 picos alpinos. Por isso, se o tempo estiver bom, comece sua programação subindo a montanha Pfänder.

São várias as opções para chegar ao topo do Pfänder: pelas trilhas a pé ou de bicicleta; pelas estradas de carro; ou o nosso preferido e recomendado, de Pfänderbahn, o moderno teleférico da montanha. Nós optamos pelo teleférico que faz o trajeto da cidade ao topo da montanha em poucos minutos e ainda se torna uma atração à parte.

Pfänderbahn, o teleférico da montanha Pfänder

Andar no Pfänderbahn por si só já é um programa divertido para pessoas de qualquer idade. O teleférico parte da Estação do Vale Pfänderbahn a cada hora cheia (dependendo da época do ano, a cada meia hora), e por isso o ideal é chegar alguns minutos antes do horário de partida para não perder muito tempo em espera. Os tickets são vendidos na hora, e a menos que você queira voltar à Bregenz caminhando pela trilha, já aproveite para comprar o ticket de ida e volta.

Pfänderbahn, o teleférico da montanha Pfänder
Pfänderbahn, o teleférico da montanha Pfänder | Foto: www.pfaenderbahn.at

O Pfänderbahn conta com duas cabines onde cada uma oferece espaço confortável para 80 pessoas. Silencioso e sustentável, o bondinho desliza levando os passageiros em direção à montanha com suas janelas panorâmicas que vão até próximo do piso, garantindo completa acessibilidade e uma vista privilegiada da região.

Guto e Chai de costas admirando De dentro do bondinho do Pfanderbahn, o teleférico da Montanha Pfander em Bregenz
De dentro do bondinho do Pfanderbahn, o teleférico da Montanha Pfander em Bregenz

As cabines foram projetadas para permitir que crianças pequenas e cadeirantes também consigam apreciar a vista. E que vista! Uma visão panorâmica incomparável das paisagens locais que se descortina a medida que o bondinho vai subindo. Vale dizer que a acessibilidade do teleférico com janelas baixas e entradas e saídas niveladas também está presente nos demais pontos do passeio.

Pfanderbahn
Funcionamento: diariamente das 8h às 19h, a cada 30min (na hora cheia e na meia hora). Com mais de 10 passageiros, a cada 15 minutos.
Estação: Steinbruchgasse, 4 6900 Bregenz
Preço*: a tarifa cheia de ida e volta gira em torno de 13€ (adultos), mas há várias categorias de descontos.
Bicicletas: é permitido o transporte de bicicletas (gratuito somente entre 8h e 10h da manhã).
Site oficial: www.pfaenderbahn.at

*Consulte a tabela de preços atualizada no site oficial (www.pfaenderbahn.at).

Atividades da montanha Pfänder – o parque

Depois da divertida experiência de andar de teleférico, é hora de desbravar o parque alpino na montanha de 1.064 metros! Mas não se preocupe! Você não precisa ser um atleta para realizar as atividades disponíveis (em geral gratuitas) e nem dispor do dia todo, afinal a cidade tem muitas outras atrações. Reserve em torno de 2 horas do seu dia para subir o Pfander e fazer o básico de atividades (não contando com a realização de trilhas longas). E se você for pela manhã, pode aproveitar para almoçar por lá acrescentando mais 1h de passeio. Nós usamos essa estratégia e foi ótimo!

Das atividades, você vai encontrar desde a contemplação das paisagens a partir dos mirantes, passando pela observação dos animais selvagens alpinos até explorar o lado aventureiro nas diversas trilhas existentes. E ainda há de se achar tempo para a oportunidade de experimentar a comida típica nos restaurantes, o que nós recomendamos fortemente como já mencionei antes.

Mapa ilustrado do parque Pfander
Mapa ilustrado do parque Pfander | Fonte: site oficial Pfanderbahn

Mirantes: São dois postos de observação panorâmicos: um voltado para o Lago Constança (primeira foto abaixo) e o outro voltado para os Alpes (segunda foto, do nosso Instagram). Ambos proporcionam uma vista espetacular da paisagem local. Os mirantes são equipados com uma estrutura de contenção que ao mesmo tempo garante segurança e proporciona informação precisa a partir dos diagramas indicativos de localização.

Mirante do lago na Montanha Pfander em Bregenz: vistas espetaculares das paisagens da região
Mirante do lago na Montanha Pfander em Bregenz: vistas espetaculares das paisagens da região

Vida selvagem alpina: Na sequência, você pode optar por fazer uma pequena caminhada para observar os animais silvestres. É uma trilha leve de 30 minutos ao redor da Estação do Pfänderbahn mas que permite observar onde vivem os animais nativos da fauna e onde estão conservadas espécies da flora local. Neste curto percurso de caminhada já é possível observar animais como cabritos monteses alpinos, cervos, javalis, carneiros de muflão (aqueles dos chifres curvos) e as marmotas. Tem ainda a área dos animais de pequeno porte com exemplares como cabras anãs, coelhos e porcos barrigudinhos que são sucesso entre as crianças. É por isso mesmo que ali pertinho está o parquinho infantil com escorrega, balanços e outros brinquedos.

Trilhas: Ao redor do Pfänder existe uma densa rede de trilhas devidamente demarcadas para caminhadas e ciclismo. E se você é do tipo que curte um passeio de bike, lembre-se que entre 8h e 10h é permitido que os passageiros do teleférico levem bicicletas gratuitamente. Na nossa visita ao Pfänder percorremos apenas as trilhas mais curtas e próximas da Estação do Pfänderbahn. Quem sabe em uma próxima oportunidade a gente possa explorar o lado aventureiro e curtir uma trilha mais longa à pé ou de bike.

chai seguindo pela trilha acompanhada de uma mulher
Montanha Pfänder em Bregenz: trilhas demarcadas de todos os níveis

Museu: outra atividade bacana e rapidinha de fazer é a visita ao museu do teleférico. Nele é possível saber toda a história do Pfänderbahn desde a sua criação original até o presente. Desde os anos 1800 a montanha Pfänder já era um ponto de observação popular e muito visitado. O desenvolvimento turístico ocorreu na segunda metade do século XIX. Mais tarde, em 1911, um grupo de cidadãos de Bregenz planejou um teleférico de Bregenz a Pfänder, mas aí estourou a I Guerra Mundial e tudo parou. Foi somente em 1927 que a autorização foi concedida pelo governo federal e o Pfänderbahn foi construído em um momento histórico conhecido como o “boom do teleférico” na Europa, bem no período entre guerras. Esse é o início da história do Pfänderbahn que é contada no museu a partir de fotos e painéis.

foto antiga em preto e branco do primeiro teleférico em funcionamento
Museu Pfanderbahn: primeiro teleférico de Bregenz | Foto: © Pfanderbahn Museum

Gastronomia: outro aspecto importantíssimo na vida de um turista: experimentar a comida local! Ao redor da Estação do Pfänderbahn e ao longo das trilhas existem inúmeras pousadas e restaurantes com comidas típicas presentes na tradicional culinária dessa região de tríplice fronteira. Alguns ficam fechados durante o inverno mas sempre tem opções abertas. Um bom exemplo é o Pfänderdohle Gasthaus onde almoçamos no dia da nossa visita. Claro, porque depois de tanta atividade na montanha, já bate mesmo aquela fome não é? Com cardápio repleto de pratos típicos da culinária austríaca e também cerveja local, Pfänderdohle fica a apenas 8 minutos da estação (descendo pela trilha). E antes que você ache que é um lugar caro e sem alma, daqueles pega-turistas (já que está em uma atração famosa da cidade), saiba que fomos surpreendidos positivamente. Ficou curioso? Então veja a nossa experiência detalhada no artigo Onde comer em Bregenz.

Pfänderdohle: restaurante que fica aberto o ano todo
Pfänderdohle: restaurante que fica aberto o ano todo

Depois do almoço, basta subir a trilha até a estação para pegar o teleférico de volta ao centro de Bregenz.

Centro, Mosteiros e a Cidade Alta (Oberstadt) de Bregenz | O que fazer em Bregenz

Da estação do teleférico, siga a pé até a Kornmarktplatz, a praça principal no centro da cidade. É de lá que se inicia a visita pela parte central mais moderna e também pelas regiões históricas de Bregenz.

Centro de Bregenz

O coração de Bregenz é a Kornmarktplatz, a praça principal da cidade e o centro da vida social. É nela que o Mercado de Natal de Bregenz é instalado todos os anos nos meses de novembro e dezembro (veja mais no final desse artigo). É também nessa região que estão as principais lojas, as opções gastronômicas como restaurantes e bares, além da arquitetura moderna e de boa parte da vida cultural da cidade. Não por acaso ficamos hospedados no clássico Hotel Weisses Kreuz bem próximo da Kornmarktplatz. No quesito gastronômico, recomendamos o excelente e tradicional restaurante Gasthaus Goldener Hirschen, que experimentamos e que também contamos em detalhes no artigo Onde comer em Bregenz.

Em termos de modernidade, é curioso que Bregenz tenha se tornado uma importante referência em arquitetura, movimentando a circulação de pessoas interessadas no tema. Isso ocorre por conta de obras de arquitetos renomados que deixaram sua marca na cidade, atraindo cada vez mais iniciativas nessa área. Merecem destaque 3 construções emblemáticas nessa área da cidade: Kunsthaus Bregenz KUB, Museu Vorarlberg e Hauptpostamt Bregenz. Por se tratarem de prédios públicos ou de Museus, eles também são abertos à visitação. Mas como esse é um roteiro de 1 dia apenas, optamos por conhecer apenas os aspectos arquitetônicos externos.

Kunsthaus Bregenz KUB: a Casa da Arte de Bregenz, com sua estrutura construída com chapas de vidro, aço e uma massa de pedra de concreto fundido que forma a parte estrutural e o espaço no interior do edifício. Esses aspectos garantem as características de sustentabilidade tão almejadas nas construções modernas: otimização de espaço e iluminação e ventilação naturais. Está localizado bem ao lado Kornmarktplatz.

Kunsthaus Bregenz KUB: a Casa da Arte de Bregenz,
Kunsthaus Bregenz KUB: a Casa da Arte de Bregenz,

Museu Vorarlberg: considerado uma obra-prima arquitetônica com sua pegada sustentável, o que mais chama atenção mesmo são as paredes externas. Isso porque são revestidas de um relevo curioso feito a partir do fundo de garrafas pet concretadas. Esse prédio é a sede do museu do estado que conta com uma coleção de mais de 150.000 artefatos de arte, história, folclore e arqueologia da Áustria e da região. Sua localização não poderia ser mais central: exatamente no início da Kornmarktplatz.

Hauptpostamt Bregenz: antigo prédio do Correio de Bregenz, é um impressionante edifício da época da monarquia austro-húngara, um dos poucos exemplos dessa arquitetura fora do eixo em torno de Viena. Ele está localizado em frente a estação de trem de Bregenz mas muito próximo da Kornmarktplatz.

Hauptpostamt Bregenz - antigo prédio do correio de Bregenz
Hauptpostamt Bregenz – antigo prédio do correio de Bregenz | Foto: © Olaf Kosinsky / CC BY-SA 3.0 DE

E depois dessa visita ao moderno, partimos para explorar a história medieval de Bregenz. Uma caminhada de aproximadamente uma hora começa do centro e segue pelas vias Kirshstrasse, Rathausstrasse e Maurachgasse.

Região dos Mosteiros

O caminho que leva até a região dos mosteiros onde está localizada boa parte das construções e dos símbolos religiosos não poderia ser por via mais adequada: a Kirschstrasse, que traduzindo do Alemão seria a “Rua da Igreja”.

Mas antes, uma curiosidade: a primeira parada é na casa com a fachada mais estreita da Europa que está localizada na Kirchstrasse 29. Não é exatamente uma construção medieval mas é uma das atrações famosas desse percurso. A casa é realmente muito estreita, espremida entre outros dois prédios. Dizem que apenas a fachada é estreita já que os cômodos se expandem de acordo com o espaço mais ao fundo do terreno. Acima da porta está a placa (em alemão) explicando sobre esse fato que permite aos donos ostentarem o título tão curioso.

Seguindo o caminho íngreme pela via de paralelepípedos, ainda pela Rua da Igreja, a Kirchstrasse, chega-se a região dos mosteiros. Na altura do número 47 da Kirchstrasse encontramos primeiro a fonte com a estátua de pedra de St. Gebhard. Ela fica na entrada da escadaria que leva ao Kapuzinerkloster (Mosteiro dos Capuchinhos) e as capelas que fazem parte dessa estrutura. Dali do alto da escada é possível ter um ponto de observação com vista panorâmica das fortificações da Cidade Alta que ficam nessa face da colina. Também já é possível avistar a Igreja de St. Gallus, assunto do próximo tópico.

Kapuzinerkloster - Mosteiro dos Capuchinhos: a vista panorâmica das fortificações Cidade Alta
Kapuzinerkloster – Mosteiro dos Capuchinhos: a vista panorâmica das fortificações Cidade Alta

E se a ideia for se aventurar um pouco mais nos monumentos religiosos (o que consumirá um pouco mais de tempo do seu dia), pode-se seguir pela via até o Kloster Thalbach (Mosteiro de Thalbach) e a igreja de St. Gallus. Eles estão conectados pela escada de Ernst Volkmann. A subida até a torre oferece uma vista panorâmica do Lago Constança e da torre do Deuring Schlössle.

Depois da visita na região dos mosteiros é a vez de finalmente conhecer a “Oberstadt von Bregenz” – a Cidade Alta de Bregenz. Voltando pela Kirschstrasse, virando à direita na rua Apothekergäßle e à direita novamente na via Maurachgasse, chega-se à Stadtsteig e basta seguir por ela.

A Cidade Alta de Bregenz – Oberstadt von Bregenz

Um verdadeiro mergulho no passado medieval Bregenz é conhecer Cidade Alta. A subida é compensada pela beleza das construções históricas muito bem conservadas. São fortificações, torres, conjuntos de casas em estilo enxaimel além de imagens e objetos como os brasões de armas, lendas e masmorras fascinam os visitantes da Cidade Alta de Bregenz. Ao chegar a Stadtsteig, suba pela via íngreme de pedra acompanhando a muralha medieval de Bregenz. Ela conduz o transeunte pela até a entrada da cidade antiga fortificada.

Via Stadtsteig: muralha medieval de Bregenz
Via Stadtsteig: muralha medieval de Bregenz

O histórico portão de entrada impressiona e faz o mundo moderno ficar para trás. Brasões de armas históricas, um tubarão mumificado e o alívio de uma deusa celta criam uma atmosfera mítico-mística que faz a gente pensar em uma época em que cultos, guerras e hereges eram onipresentes.

Martinsturm, a Torre de São Martinho. Em 1601, a torre ganhou a enorme cúpula de madeira no formato de cebola, a maior da Europa Central e que ganhou o título de primeiro edifício barroco do Lago Constança. Por isso, O Martinsturm é o marco barroco de Bregenz. Durante séculos, ela foi a torre de vigia da cidade. O guarda tinha por função vigiar e alertar sobre qualquer perigo, especialmente fogo, tocando o sino da torre. Até hoje a torre oferece uma impressionante vista panorâmica que engloba a montanha, a cidade e o lago. É possível visitar o Martinsturm de terça a domingo das 10h às 18h, no período de maio a outubro.

Martinskapelle – a Capela de São Martinho. Junto à torre, em um pequeno prédio adjacente está a MartinsKapelle. Apesar de discreta por fora, seu interior é adornado com afrescos góticos dos séculos XIV e XV que estão muito bem conservados. Eles contêm cenas do nascimento e da adolescência, bem como a história do sofrimento de Jesus. Também está representada uma cena de Maria grávida com o sonho de José e várias representações de santos. Destacam-se ainda os dois altares laterais, a cruz e a estátua de madeira de São Martinho.

Martinsturm e Martinskapelle
Martinskapelle e Martinsturm
Martinskapelle - a Capela de São Martinho | Foto: © Andreas Praefcke
Martinskapelle: altares | Foto: © Andreas Praefcke

Altes Rathaus von Bregenz: a Antiga Prefeitura de Bregenz datada de 1662 é o maior edifício em enxaimel da cidade. Desativada há vários anos, nenhuma decisão política é tomada lá já faz um bom tempo, mas ainda é conservada como uma verdadeira “jóia” na cidade antiga de Bregenz.

altes rathaus von bregenz - antiga prefeitura de Bregenz localizada na Cidade Alta
Altes Rathaus von Bregenz

Passeio à beira do Lago Constança – Bodensee | O que fazer em Bregenz

A beleza do Lago Constança (Bodensee) é um dos pontos altos da cidade de Bregenz, onde o panorama urbano se mescla de forma orgânica com a natureza. O lago, o terceiro maior da Europa Central, é o ponto central da vida pulsante que se desenvolve nessa região formada pelos três países: Áustria, Suíça e Alemanha. Em sua diversidade, o Lago Constança cria um lugar no qual o homem e a natureza encontram segurança e alegria no convívio, mantendo respeito e as práticas sustentáveis de vida.

Por isso, um dos programas mais agradáveis de fazer em Bregrenz é caminhar pela extensa margem do Lago Constança. Uma atividade que, além de gratuita, é relaxante. Se conectar com a natureza e admirar as águas calma do lago, as estruturas do pier, as gaivotas e outras surpresas como o palco flutuante do Bregenzer Festspiele (Festival de Bregenz) que a gente explica no próximo tópico.

Gaivotas na beira do Lago Constança - Bodensee em Bregenz
Gaivotas na beira do Lago Constança – Bodensee em Bregenz

Para quem planeja ficar mais tempo na cidade, as estações mais quentes reservam outros programas à beira do lago:

Banho de lago: nos meses de verão, a água agradável e revigorante do Lago Constança oferece uma refrescante oportunidade de programa na cidade. Não muito longe do centro da cidade de Bregenz, a diversão no banho nas piscinas externas e nas praias fica próximo do eixo urbano e ainda assim longe da agitação usual da cidade.

Churrasco à beira do lago: os churrascos ao pôr do sol à beira do Lago Constança são uma tradição local. Ao longo da margem existem locais com churrasqueiras onde é permitido fazer picnic e preparar os alimentos assados. E somente nesses locais, pois churrascos em locais públicos sempre exigem que a responsabilidade seja assumida em relação à natureza.

Banho de lago no verão | Foto: site oficial do turismo de Bregenz
Banho de lago no verão | Foto: site oficial do turismo de Bregenz

E se você é adepto de esportes náuticos ou apenas um apreciador de passeios de barcos, existem atividades variadas no Lago Constança durante todo o ano:

  • MS Sonnenkönigin: maior navio de eventos e fretamentos do Lago Constança realiza concertos, festivais e festas neste cenário espetacular. Agenda de atividades, preços e informações adicionais podem ser consultadas no site da empresa MS Sonnenkönigin.
  • Hohentwiel: um dos mais belos e históricos barcos a vapor da Europa. Ele fez sua primeira viagem desde 1913. Ele parte do pier de Bregenz e informações sobre o passeio podem ser consultadas no site oficial do turismo (www.bregenz.travel).
  • Linhas Hafen Bregenz – Vorarlberg: além do tráfego comercial diário de abril a outubro, há cruzeiros temáticos especiais pelo Lago Constança em diversas épocas do ano, como durante os Mercados de Natal nos meses de novembro e dezembro.
  • Aluguel de barcos: no pier que fica entre a passarela dos pescadores e a Casa do Festival de Bregenz, é possível alugar barcos elétricos e barcos a remos. Informações e valores podem ser consultados no site oficial do turismo da cidade (www.bregenz.travel).
  • Barco a vela em Bregenz: a cidade também é um destino popular para os amantes do esporte náutico. A nova marina se tornou destino atraente para os visitantes – assim como o porto esportivo, localizado um pouco mais afastado onde na temporada de vela no Lago Constança é realizada a Regata Leste-Oeste.

Bregenzer Festspiele – Festival de Bregenz | O que fazer em Bregenz

O Bregenzer Festspiele ou Festival de Bregenz é o evento cultural mais famoso da cidade. Todos os anos no verão (julho/agosto) o maior palco flutuante do mundo montado sobre o Lago Constança recebe um espetáculo de ópera que é encenado sob céu aberto. E essa fama vem de longa data: a história da cidade desde 1946 está intimamente ligada aos destaques culturais do verão.

Bregenzer Festspiele: palco montado sobre o lago para a ópera Rigoletto de Giuseppe Verdi
Bregenzer Festspiele: palco montado sobre o lago para a ópera Rigoletto de Giuseppe Verdi | Foto: divulgação

E por que um evento que só ocorre nos meses de julho e agosto está sugerido nesse roteiro? Bem, ele figura não apenas por conta de sua fama e importância para a cidade, mas porque o palco com os belíssimos cenários fica montado e aberto ao público durante o ano todo. Mesmo fora da temporada de espetáculo, o local é um ponto turístico da cidade. É bastante comum encontrar turistas admirando os cenários ainda em construção ou semi-desmontados mas que ainda assim reservam peculiaridades que só se encontra no palco flutuante do Festival de Bregenz. São verdadeiras obras de arte “técnico-óptico-arquitetônicas” como bem descreve o site oficial. Além de esteticamente atraentes e funcionando perfeitamente durante a apresentação, os elementos do cenário devem estar alinhados em conjunto com a acústica extremamente complexa que um espetáculo de ópera exige.

Bregenzer Festspiele: palco montado sobre o lago para a ópera Rigoletto de Giuseppe Verdi
Bregenzer Festspiele: encontramos o palco montado para a temporada da ópera Rigoletto de Giuseppe Verdi. No lugar do balão, uma árvore de natal 😀

Quando visitamos Bregenz, o espetáculo que estava montado no palco sobre o lago era a ópera Rigoletto de Giuseppe Verdi. Foi uma sensação única de ver o palco pela primeira vez quando entramos no acesso da platéia. Observar a estrutura já iluminada com a noite que chegava de mansinho (mesmo não sendo nem 17:00 ainda) fez a gente sentir vontade de voltar no verão pra assistir uma apresentação.

Bregenzer Festspiele: encontramos o palco montado para a temporada da ópera Rigoletto de Giuseppe Verdi.
Bregenzer Festspiele: encontramos o palco montado para a temporada da ópera Rigoletto de Giuseppe Verdi.

Festspielhaus Bregenz – Casa do Festival

Ao lado do palco flutuante, fica a Casa do Festival de Bregenz, um centro internacional de conferências e eventos. Essa estrutura, que também se destaca na cena arquitetônica da cidade, foi construída à beira do Lago Constança para receber eventos de grande porte com capacidade para até 4500 pessoas. É no Festspielhaus Bregenz que acontecem os principais eventos culturais da cidade com programação intensa durante o ano todo. Para citar alguns: Bregenzer Frühling Tanzfestival (Festival de Dança da Primavera), Bregenzer Stadtfest, Bregenzer Jazz Festival e Erlebnisstadt

Festspielhaus Bregenz - Casa do Festival
Festspielhaus Bregenz – Casa do Festival | Foto: © Lisa Mathis Kongress Kultur Bregenz

Jantar em Bregenz

Para encerrar o roteiro de 1 dia em Bregenz, não deixe de escolher um belo restaurante de comida tradicional da região e se despedir com chave de ouro da cidade austríaca à beira do Lago Constança. Confira nosso post com algumas dicas de onde comer em Bregenz:

+ Leia também: Onde comer em Bregenz

E assim termina o nosso roteiro com dicas sobre o que fazer em Bregenz em 1 dia, que serve para qualquer época do ano. Mas para quem pretende visitar Bregenz próximo ao final do ano, ainda temos uma última dica: o Mercado de Natal de Bregenz!

Mercado de Natal de Bregenz | O que fazer em Bregenz

Se a sua viagem estiver programada para novembro ou dezembro, o final do outono – início do inverno reservam uma deliciosa e charmosa programação: o Mercado de Natal de Bregenz. Uma feira de natal repleta de estandes com produtos locais, entre comidas típicas saborosas e artesanatos, montada na Kornmarktplatz, no coração do centro da cidade!

Augusto de costas entrando no Mercado de Natal de Bregenz
Mercado de Natal de Bregenz

Um programa de fim de tarde que faz valer a pena prolongar sua estadia na cidade e desfrutar de um gluhwein em uma caneca típica de Mercado de Natal e uma bratwurst preparada na hora e coberta de mostarda, como manda a tradição.

Com um total de cerca de seis semanas, o mercado de Natal de Bregenz é um dos mais longos e mais bonitos do país – já que recebeu o prêmio de 2019 como o mais bonito de todos no estado de Vorarlberg, na Áustria.


Onde ficar em Bregenz, na Áustria

O Hotel Weisses Kreuz é nossa dica de onde ficar em Bregenz. Um hotel clássico e muito confortável. Além de ter uma ótima localização, serve um buffet de café da manhã maravilhoso. Para encontrar esse e outros hotéis na cidade pelos melhores preços, consulte o mapa abaixo:

Booking.com Booking.com

Mais atividades em Bregenz

Consulte e reserve passeios e entradas de atrações na Get Your Guide, uma das maiores e mais confiáveis plataformas de ofertas turísticas do mundo. Eles estão presentes nas maiores cidades e reúnem profissionais e empresas qualificadas que oferecem os mais variados tipos de passeios e serviços turísticos. Nós já usamos e recomendamos. Dá só uma olhada: 

E não esqueça de garantir seu seguro viagem:

O seguro viagem é OBRIGATÓRIO para quem viaja pela Europa. A empresa de seguros que a gente sempre usa e recomenda é a Seguros Promo. É um buscador que compara o preço das principais companhias de seguro viagem e apresenta sempre a opção com melhor custo-benefício para a sua viagem!

Ah, e agora vem a melhor parte: leitor do Viajar é Demais tem desconto, basta clicar aqui ou no banner abaixo e utilizar o cupom para fazer seu seguro pelo menor preço possível.

Uma imagem com texto informando a promoção do seguro viagem com 15% desconto onde se vê também a ilustração de um homem e uma mulher com mochilas nas costas
Compartilhar:FacebookTwitter
Chai
Escrito por
Chai
Envie sua pergunta ou comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Viajar é Demais