Busca
Busca
Onde comer em Madri

Onde comer em Madri: 10 restaurantes e mercados gastronômicos para comer bem na capital da Espanha

Sem dúvidas a gastronomia espanhola é um dos motivos que fazem do país um dos mais visitados de todo o mundo. E quando o assunto é comer bem na Espanha, saiba que a capital Madri se destaca na qualidade e na variedade de opções gastronômicas. Com uma oferta que vai desde desde restaurantes tradicionais de comida tipicamente madrilenha (incluindo o restaurante mais antigo do mundo!), passando por locais especializados em cozinhas regionais da Espanha, restaurantes estrelados e até mercados de bairro com comidinhas e as populares “tapas”, opções não vão faltar na hora de escolher “Onde comer em Madri“.

Mas que tal se a gente resolver facilitar a sua vida e já trouxer reunidas 10 sugestões de restaurantes em Madri que não podem faltar em um roteiro gastronômico pela capital espanhola? Pois é exatamente isso que preparamos nesse artigo, uma lista de opções para agradar aos mais variados gostos e bolsos com o melhor da gastronomia espanhola em Madri!

Vamos então para a nossa lista de 10 sugestões de onde comer em Madri, na Espanha.

1) Sobrino de Botín
2) La Bola
3) Bolivar
4) GastroVía 61
5) Los Montes de Galicia
6) Restaurante Algarabía
7) Galería Canalejas
8) Platea Madrid
9) Mercado de San Miguel
10) Chocolateria San Ginés

Para dar uma noção de valores, indicamos ao lado do nome de cada local uma classificação com cifrões (de $ até $$$$$). Essa classificação representa o preço médio em Euros (por pessoa) de uma refeição com entrada + prato principal + sobremesa, além de uma bebida (vinho ou cerveja).

SímboloPreços
$$$$$+50€
$$$$40€ a 50€
$$$30€ a 40€
$$20€ a 30€
$-20€
Valor por pessoa

Leia também:
Onde ficar em Madri: melhores bairros e dicas de hotéis
O que fazer em Madri: roteiro de 5 dias na capital espanhola (em breve)
Onde comer em Madri: sugestões de restaurantes
Ônibus turístico em Madri (em breve)

Antes, algumas dicas para você economizar na viagem:

1) Sobrino de Botín ($$$-$$$$) | Onde comer em Madri

A lista de onde comer em Madri não poderia começar por outro que não o Sobrino de Botín, simplesmente o restaurante mais antigo do mundo! Fundado em 1725, o lendário restaurante na Calle de Cuchilleros (centro de Madri) é parte da história da cidade, uma autêntica instituição madrilenha.

Sobrino de Botín | Onde comer em Madri
Sobrino de Botín | Onde comer em Madri

No decorrer de sua longa história, o Sobrino de Botín recebeu inúmeras personalidades espanholas — como o artista Francisco de Goya que inclusive trabalhou no Botín como garçom enquanto esperava ser aceito na Real Academia de Belas Artes — ou internacionais — como o escritor norte-americano Ernest Hemingway, que mencionou o restaurante em um de seus livros e até hoje tem sua mesa favorita preservada no mesmo local. Toda essa história é bem documentada e rendeu ao restaurante a chancela oficial do Guiness Book, o livro dos recordes, como restaurante mais antigo do mundo.

Já deu para perceber que o Sobrino de Botín se orgulha muito de sua história e faz questão não só de preservá-la, mas de apresentá-la para cada um de seus clientes. A começar pela decoração clássica, com diversos elementos que remetem ao longo período de atividade do restaurante em cada um de seus ambientes. Só de salões para refeições são 3 andares: o principal (esse em destaque nas fotos abaixo), o subsolo (que preserva uma adega original ainda mais antiga do que o restaurante, que data do ano de 1590) e o andar superior. Cada um deles traz uma série de elementos que ajudam a entender a história do lugar e fazem com que o cliente tenha a clara percepção do privilégio que é estar em um local que se confunde com a própria história de Madri.

A história também se faz presente na proposta gastronômica do Sobrino de Botín. Além de continuar preparando as mesmas receitas originais, o restaurante mantém a chama de seu forno acesa continuamente, sem nunca ser apagado. A grande especialidade local é o cochinillo asado: um leitão de apenas 28 dias que é alimentado unicamente de leite, assado no forno a lenha. Esse prato muito tradicional da culinária espanhola tem no Sobrino de Botín a sua principal referência em Madri (poucos são os lugares na Espanha que seguem preparando o cochinillo em forno a lenha).

O que pedir no Sobrino de Botín

A pedida quase obrigatória no Sobrino de Botín é a especialidade da casa: o cochinillo asado. Mas a nossa sugestão é que você peça o “Menu Botín“, opção de menu que contempla entrada, prato principal (o cochinillo), sobremesa e bebidas (1/2 garrafa de vinho e água) por um valor fixo por pessoa.

A experiência do Menu Botín normalmente começa por uma cesta de pães, queijo manchego, jamón serrano e a sopa do dia — em geral a Sopa de Ajo con Huevo, outro prato típico da culinária espanhola.

Na sequência do prato principal, o Cochinillo Asado é servido com batatas — obviamente não é o porquinho inteiro, e sim dois ou três pedaços generosos. A carne é especialmente macia, contrastando com a pele crocante. Algumas colheradas de molho para completar a preparação, e está pronto o histórico e saborosíssimo prato-assinatura do Sobrino de Botín.

No menu já estão incluídas as bebidas (meia-garrafa de vinho por pessoa e água). Como estávamos em duas pessoas, foi servida a garrafa inteira desse Crianza 2018, D.O. Rioja, da Viña Salceda. Perfeito para acompanhar cada passo do meu Botín.

Para encerrar a experiência com chave de ouro, fica a sugestão de duas sobremesas imperdíveis no Botín: a Tarta de Queso (receta de la abuela) — uma das melhores que comemos na viagem pela Espanha — e a sensacional Tarta Botín — quando algo leva o nome da casa, já dá para saber que vem coisa boa, certo?

Ao final, a sensação é a de uma experiência gastronômica completa: refeição tradicional, preparada conforme a tradição, com um bom vinho, atendimento profissional, tudo isso em um ambiente que é parte da história de Madri. Claro que tanta história e a fama de “restaurante mais antigo do mundo” acaba atraindo muitos turistas, e estes sem dúvida são a maioria da clientela do Botín. Mas um dos segredos do sucesso e da longevidade do Botín é justamente conseguir manter seu padrão de qualidade ao longo de tantos anos.

Sobrino de Botín
Endereço: C. de Cuchilleros, 17
Horário: aberto diariamente, das 13:00 à 23:30

2) La Bola ($$-$$$) | Onde comer em Madri

Ainda na linha dos restaurantes tradicionais, com comida típica da região e muita história para contar, o La Bola é sem dúvidas mais um desses locais “obrigatórios” para você visitar em Madri. Inaugurado em 1870, o La Bola é um clássico madrilenho, uma verdadeira instituição da cidade, localizado no coração do centro histórico, bem na esquina da rua de mesmo nome (Calle La Bola).

La Bola | Onde comer em Madri
La Bola | Onde comer em Madri

Especializado em comida castelhana e pratos da cozinha tradicional de Madri, o La Bola é um típico restaurante para o almoço (apesar de também abrir para o jantar às quintas, sextas e sábados). O cardápio enxuto oferece em sua maioria pratos bem servidos, suculentos, de longa cocção e muito sabor. Uma comida afetiva, que combina inteiramente com o estilo clássico do salão revestido em madeira, com fotos e reportagens antigas emolduradas nas paredes e mesas bem próximas umas das outras, por onde circulam os garçons que parecem conhecer a casa como a palma da mão.

Vale destacar ainda o ótimo custo-benefício do restaurante, com preços honestíssimos nos pratos e opções de vinho da casa com valor bem abaixo da média da cidade. Um legítimo representante do estilo “bom e barato” em Madri.

O que pedir no La Bola

O cardápio traz em destaque as 3 grandes especialidades da casa: Cocido Madrileño, Callos a la Madrileña (experimentamos esses dois primeiros) e ainda o Cordero Asado. Todos são pratos bem servidos, daqueles que servem muito bem a uma pessoa ou que podem até ser divididos entre duas pessoas.

Uma sugestão é começar pelos Callos a la Madrileña, ou tripas à moda de Madri, um prato que remete à popular “dobradinha” do Brasil. Mesmo que não seja um fã incondicional desse prato, vale a pena deixar qualquer preconceito de lado e experimentar essa deliciosa receita madrilenha. Servido com linguiças variadas (chorizos e morcillas) e um caldo extremamente cremoso e saboroso, os Callos a la Madrileña é daqueles pratos que você acha que não vai dar conta na chegada, e quando vê já está raspando o pão na tijela e querendo mais. Sem dúvidas a melhor preparação com tripas que já comemos na vida.

Mas a grande estrela da noite e carro chefe do cardápio há mais de 150 anos é mesmo o lendário Cocido Madrileño. Preparado com os melhores ingredientes, o cozido do La Bola segue sendo feito conforme a tradição desde 1870: servido em tigelas individuais, cozido em fogo brando de carvão de carvalho por pelo menos 6 horas, respeitando o tempo de cocção de cada ingrediente e preservando os mesmos sabores há 4 gerações!

Cocido Madrileño | Onde comer em Madri
Cocido Madrileño | Onde comer em Madri

O ritual é completado na própria mesa, onde um fumegante Cocido Madrileño é servido por partes pelo habilidoso garçom: uma cama de grão de bico coberta por pedaços de carne (porco, frango, boi e chorizo), além de uma generosa porção de repolho cozido. Diferentemente do cozido brasileiro ou português, no cozido espanhol do La Bola o caldo é servido separadamente com uma massa bem fininha. Além de muito saboroso, a porção é generosa e serve muito bem a duas pessoas.

Cocido Madrileño | Onde comer em Madri
Cocido Madrileño | Onde comer em Madri

Para harmonizar, não deixe de pedir um bom vinho da casa espanhol — no nosso caso, a escolha foi esse VAQUOS com Denominação de Origem Ribera del Duero. Todas as garrafas de vinho da casa tem ótimos preços (essa é uma dica que serve para quase todos os restaurantes dessa lista).

Vinho da casa no restaurante La Bola | Onde comer em Madri
Vinho da casa no restaurante La Bola | Onde comer em Madri

Se ainda houver espaço para a sobremesa, os Buñuelos de Manzana con mermelada y helado (maçã empanada e frita com calda e sorvete de creme) são a pedida ideal para encerrar uma incrível experiência gastronômica em um dos restaurantes mais clássicos de Madri.

Sobremesa no La Bola | Onde comer em Madri

La Bola
Endereço: C. de la Bola, 5
Horário: de domingo a quarta para almoço (13h30 as 16h); quinta, sexta e sábado para almoço e jantar (12h as 21h)

3) Bolivar ($$$-$$$$) | Onde comer em Madri

Do centro histórico para o descolado bairro de Malasaña, a lista traz um restaurante recomendado pelo Guia Michelin com mais de 50 anos de história e que também finca suas raízes na gastronomia e nas tradições regionais. Estamos falando do Bolivar, um típico restaurante de bairro que atrai moradores de todos os cantos de Madri, uma daquelas “joias” escondidas que merecem ser descobertas por quem aprecia a boa mesa.

Com poucas mesas e decoração moderna e intimista, esse restaurante familiar se caracteriza por oferecer uma cozinha essencialmente europeia baseada em ingredientes sazonais, com inspiração nas receitas tradicionais mas sempre com alguns toques de vanguarda. O menu à la carte apresenta uma boa variedade de pratos — muitos dos quais já se tornaram clássicos da casa — que diariamente recebem o complemento dos pratos do dia preparados a partir de ingredientes da estação e da criatividade do Chef. A carta de vinhos é bem robusta e traz alguns bons rótulos que são servidos em taça, o que facilita na hora de harmonizar com cada prato escolhido.

Um ponto a se destacar é que, apesar da recomendação no Guia Michelin, o Bolivar tem em sua maioria pratos relativamente simples, sem grandes “invencionices” e com preços bastante acessíveis. Comida afetiva executada à perfeição, sendo uma ótima opção para quem deseja experimentar um restaurante desse padrão sem fugir do orçamento planejado para a viagem.

O que pedir no Bolivar

Após ser recebido com o aperitivo do dia — no nosso caso, essa porção de “revueltos” (ovos mexidos temperados com vegetais da estação) não deixe de pedir ao menos uma entre as tantas entradinhas tradicionalíssimas do restaurante. Nosso destaque vai para as Croquetas Caseiras (as de lagostim ou de camarão são espetaculares!) e para as Vieiras asadas con foie coliflor trufada y gelatina de manzana (um purezinho de couve flor muito bem temperado com vieira grelhada).

Se as sugestões de entrada estão mais voltadas para o mar, as carnes vão dominar as nossas recomendações do que escolher para o prato principal no restaurante Bolivar. Entre as opções do menu regular, a Carrillada de ternera al vino tinto (bochechas de vaca cozidas no vinho tinto) é um prato bem tradicional e popular do Bolivar. A carne macia e bem saborosa vem acompanhada de batatas fritas e purê de maçã. Outra ótima pedida é dar uma olhada nos pratos do dia: no nosso caso, foi irresistível pedir as Almôndegas a carbonara com queijo pecorino.

Para beber, o cardápio traz tanto a opção de cervejas locais quanto vinhos em taça. Nós pedimos um Vinho branco Verdejo para harmonizar com as entradas e um Vinho Tinto Crianza para os pratos principais — ambos foram ótimas sugestões da equipe da casa.

Para a sobremesa, o carro chefe é a Tarta de manzana (peça junto com os pratos, pois é assada na hora e leva cerca de 25 minutos para ficar pronta).

Bolivar
Endereço: C. de Manuela Malasaña
Horário: aberto diariamente para almoço (das 13:00 às 16:30) e de segunda à sábado para jantar (20:00 à 0:00)

4) GastroVía 61 – Hotel Mayorazgo ($$$$) | Onde comer em Madri

Essa é uma sugestão especial para um ou mais dias em que estiver nos arredores da icônica Gran Vía (conhecida como a “Broadway” de Madri), principal avenida de compras e um dos pontos turísticos obrigatórios da cidade. Localizado no Hotel Mayorazgo, o GastroVía 61 se orgulha de ser um dos expoentes da cidade quando o assunto é Comida Castiza (ou comida tradicional) e não pode ficar de fora da lista de onde comer em Madri.

O ambiente requintado e ao mesmo tempo descontraído traz em sua decoração uma mistura de elementos modernos com uma série de referências a Madri de outros tempos, com fotos antigas de pontos chave da cidade estampando todas as paredes. O atendimento de altíssimo padrão é conduzido pelo simpático Jesus Jerez, um mestre na arte de receber bem e proporcionar desde o início uma “experiência GastroVía 61”.

Além de extremamente bem afinada, a equipe que trabalha no GastroVía tem na gentileza sua marca registrada. Percebe-se claramente o prazer de todos em atender bem e fazer o cliente se sentir em uma experiência realmente especial. Experiência esta que se completa com propostas culinárias tão surpreendentes quanto requintadas, preparadas com os melhores ingredientes e respeito máximo à gastronomia tradicional madrilenha.

O que pedir no GastroVía 61

Tanto para o almoço quanto no jantar (horário em que o restaurante é mais concorrido e a reserva é quase obrigatória), a sugestão é se entregar às criações do Chef na La Experiência Castiza del Mayorazgo — um menu completo com sequência de passos inspirado nas tradições da cozinha castiza madrilenha. Composto normalmente por um aperitivo, entrada, primeiro prato, segundo prato e sobremesa, além de uma bebida (taça de vinho, cerveja ou água) o menu é um mergulho certeiro no melhor que a cozinha do GastroVía 61 tem a oferecer. E tudo com um custo-benefício muito bom e preços compatíveis com o padrão da experiência.

O menu da Experiência Castiza del Mayorazgo provavelmente não será o mesmo no dia da sua visita ao restaurante, mas o relato do que foi servido na nossa sequência dá uma boa ideia do que você irá encontrar:

– Aperitivo: mexilhões marinados com pimentão
– Entrada: Gyozas crujientes de la Villa y Corte (com orelha de porco iberico)
– Primeiro prato: Lomos de dorada postinera (peixe grelhado com verduras e creme de açafrão)
– Segundo prato: Solomillo ibérico pichi (contrafilé ibérico com lascas de foie)
– Sobremesa: Tarta de queso ou de manzana (com sorvete de iogurte com frambuesa)

Após a sobremesa, ainda experimentamos um digestivo bem simbólico de Madri, o licor de Madroño (árvore típica da cidade, cujo fruto tem supostas propriedades curativas).

E para acompanhar o menu, sempre há boas opções na carta de vinhos com rótulos produzidos nos arredores de Madri (branco ou tinto) e cervejas artesanais madrilhenhas diretamente do barril.

GastroVía 61 – Hotel Mayorazgo
Endereço: Hotel Mayorazgo, C. de la Flor Baja, 3
Horário: aberto diariamente, das 13:00 às 23:00

5) Los Montes de Galicia ($$$$) | Onde comer em Madri

Melhor restaurante de comida galega em Madri. o Los Montes de Galicia é um daqueles achados de viagem que se revelam uma experiência inesquecível. Com mais de 25 anos de história, esse restaurante no coração do sofisticado bairro de Salamanca é uma referência quando o tema é a cozinha da Galícia (região autônoma da Espanha cuja capital é Santiago de Compostela).

Legítimo restaurante de bairro, o Los Montes de Galicia fica ligeiramente fora do principal eixo turístico de Madri — apesar de ser facilmente acessível de metrô ou obviamente para quem se hospeda no bairro de Salamanca (nossa dica por lá é o Hotel VP El Madroño). Essa característica faz com que o restaurante tenha uma atmosfera bem autêntica, sendo frequentado principalmente pelos locais — e o fato de estar sempre cheio é um belíssimo sinal. O ambiente é super agradável, com um espaço dedicado ao restaurante e outro ao bar de cocktails. A decoração é ao mesmo tempo moderna e elegante, mas preservando o caráter intimista que é reforçado pelo atendimento simpático de toda a equipe.

A proposta do Los Montes de Galicia é oferecer uma experiência gastronômica completa, desde petiscos até uma grande variedade de receitas clássicas, sempre harmonizando com ótimos vinhos espanhóis (boa parte com Denominação de Origem) ou cocktails de autor. O foco na qualidade de cada ingrediente e o respeito pelo sabor tradicional das receitas é perceptível. De frutos do mar com excelente procedência regados com o melhor azeite espanhol até cortes de carne de altíssimo padrão, o cardápio dispõe de ótimas opções para os mais variados paladares.

O que pedir no Los Montes de Galicia

Um dos destaques do Los Montes de Galicia é a variada carta de vinhos, muitos deles servidos em taça. Entre os brancos, uma opção com ótimo custo-benefício é o vinho que leva o nome da casa (Montes de Galícia), produzido exclusivamente para o restaurante. Nos tintos, aceitamos a sugestão da casa e escolhemos o Tierras de Cair, um legítimo Ribeira del Duero (Denominação de Origem).

Para as entradas, não deixe de pedir os Buñuelos de Bacalao crujientes con ali-oli de ajo asado, vendidos por unidade. Textura cremosa por dentro e crocante por fora. Simplesmente o melhor bolinho de bacalhau de nossas vidas!

Bolinhos de bacalhau no Los Montes de Galicia | Onde comer em Madri
Bolinhos de bacalhau no Los Montes de Galicia | Onde comer em Madri

Na sequência, ainda nas porções de frutos do mar, duas sugestões incríveis para compartilhar são o Pulpo à feira con aceite de oliva virgen extra (polvo perfeitamente grelhado, servido com generosa porção de azeite e páprica) ou as Almejas a la marinera (vôngoles cozidos em um molho daqueles que dá vontade de comer de colher até o final). Em ambos, a qualidade dos ingredientes e a quantidade de sabor impressionam. Uma das melhores escolhas para quem procura por frutos do mar em Madri.

Para provar que a cozinha da Galicia não se limita aos frutos do mar (ou para quem simplesmente prefere uma bela carne), a melhor pedida como prato principal é o Lomo bajo de vaca madurado en seco. A carne macia e suculenta, servida no ponto ideal, vem temperada apenas com sal e tem como acompanhamento legumes assados adocicados na brasa.  

Lomo bajo de vaca madurado en seco

Para encerrar a noite, a Tarta de queso gallego con confitura casera é um clássico da casa, ótima versão para uma das tortas mais tradicionais de toda a Espanha.

Los Montes de Galicia
Endereço: C. de Azcona, 46 (Barrio de Salamanca)
Horário: aberto todos os dias para almoço e jantar

6) Restaurante Algarabía ($$$-$$$$) | Onde comer em Madri

Conhecida principalmente por ser uma das mais importantes denominações de Origem de vinhos na Espanha, a região de La Rioja tem no Restaurante Algarabía um legítimo representante da gastronomia riojana em Madri. Idealizado por duas irmãs nascidas na região, o Algarabía é um pequeno e charmoso restaurante localizado nos arredores da Ópera e do Palácio Real de Madri. Enquanto uma (Pilar) fica responsável pelas maravilhas preparadas na cozinha, a outra (Isabel) recebe cada cliente como se fosse um velho conhecido chegando em sua casa. De fato, o Algarabía tem como característica marcante essa atmosfera acolhedora que parece nos transportar imediatamente de Madri para uma autêntica casa de família em Rioja.

Restaurante Algarabia | Onde comer em Madri
Restaurante Algarabia | Onde comer em Madri

Ideal para um jantar romântico, o restaurante oferece tanto a possibilidade do menu degustação completo (passando por vários pequenos pratos da culinária riojana) como também o menu à la carte tradicional. Nesse sentido, simplicidade e qualidade são características presentes na cozinha dessa região. A tradição popular agrária incorpora à cozinha produtos da terra como verduras, hortaliças e legumes. O peixe, o porco e o cordeiro também são protagonistas indiscutíveis nesta região espanhola.

O que pedir no Restaurante Algarabía

Comece com o vinho da casa, um legítimo D.O. Rioja produzido especialmente para a casa: Tarón Crianza. O custo-benefício é excelente para esse vinho de ótima procedência.

No nosso caso, a escolha pelo menu degustação foi irresistível. A experiência começou com pães caseiros quentinhos acompanhado de pastinhas saborizadas (tomate com queijo e foie).

Restaurante Algarabia | Onde comer em Madri

A sequência de pratos nos brindou com:
1) aspargo frito super crocante, acompanhado de croqueta de changurro (caranguejo) e pastinha de tomate.
2) sopa do dia, com serviço finalizado à mesa, de alcachofra com foie.
3) Bitoques de merluza (bolinhos fritos) com maionese de quinche (um tipo de pimenta coreana).  
4) Cordeiro cozido a baixa temperatura com batatinhas assadas a riojana.

Para fechar a noite, uma sequência de dois postres:
1) Manzana com toffel (maçãs cozidas com creme de toffe)
2) Torta de chocolate com frutas vermelhas desidratadas

Restaurante Algarabía
Endereço: C. de la Unión, 8
Horário: de segunda a sexta, somente para jantar (20:30 à 0:00, importante reservar). Sábado para almoço (14h às 17h), somente com reserva. Fechado aos domingos.

7) Galería Canalejas Food Hall ($$$-$$$$$) | Onde comer em Madri

No coração do centro histórico de Madri, bem pertinho da Puerta del Sol, a Galería Canalejas é uma experiência gastronômica única em Madrid. O Food Hall oferece 13 restaurantes de diferentes especialidades e nacionalidades, com o melhor da cozinha espanhola, internacional e de fusão. No espaço com cerca de 4.000 metros quadrados inteiramente dedicados à alta cozinha, sempre é possível encontrar uma opção que vai atender bem aos mais variados gostos.

As opções vão estão desde locais estrelados pelo Guia Michelin, passando por bares de drinks e hamburguerias, restaurantes de comida italiana ou mexicana, até chegar a um clássico da cozinha espanhola, um restaurante com a fama de ter a melhor paella de Madri.

Estamos falando do St. James, nossa escolha no dia em que visitamos a Galería Canalejas, um dos restaurantes da rede que há mais de 50 anos produz o que muitos consideram indiscutivelmente os melhores arroces e paellas de Madrid. Com longa história e tradição em Madri, o St. James traz um menu com mais de 30 tipos de arroz de todas as variedades. E esse da Galería Canalejas é o único St. James nessa região mais central de Madri, ou seja, oportunidade única de desfrutar desse restaurante que é um dos símbolos da cozinha local.

O que comer na Galería Canalejas | Restaurante St. James

Duas sugestões para começar a noite da melhor forma no St. James: Ensaladilla rusa St. James con crosta de pulpo a la gallega (destaque para o polvo de escelente procedência e cozido/temperado a perfeição) ou a porção de croquetes variados — Croquetas ibéricas de jamón ibérico , sobrasada de Mahón e longaniza serrana.

Para o prato principal, impossível fugir do carro chefe da casa: as paellas. Nós pedimos a Paella mista, mas qualquer uma das escolhas certamente será acertada (e a porção serve muito bem à duas pessoas). Nossa visita ao St. James aconteceu na última noite da viagem, e não teria uma melhor forma de encerrar o giro pela Espanha do que pedindo esse que é talvez o prato mais conhecido internacionalmente da culinária espanhola. Sem dúvidas, uma paella memorável!

O St. James conta com uma excelente carta de vinhos e um sommelier que pode auxiliar bastante na escolha do melhor rótulo na hora da harmonização. Não deixe de pedir uma recomendação — no nosso caso, foi esse Ramón Bilbao edição limitada da região de Rioja.

Entre as sobremesas, mais uma vez o destaque vai para a Tarta de Manzana assada na hora, servida quentinha com sorvete de creme.

Sobremesa no St. James | Galería Canalejas

Galería Canalejas
Endereço: C. de Alcalá, 12
Horário: aberto diariamente, das 12:00 à 0:00

8) Platea Madrid ($$$-$$$$) | Onde comer em Madri

Maior centro gastronômico da Europa com área total de quase 6 mil metros quadrados, o Platea Madrid pode ser a opção ideal para quem deseja uma experiência mais agitada e festiva sem abrir mão de comer e beber muito bem. Localizado na Plaza de Colón (bairro de Salamanca), o Platea Madrid é um mix de restaurante, bar de cocktails e casa de espetáculos que funciona em um ambiente super descolado, um antigo cinema revitalizado que preservou boa parte de sua estrutura original. O resultado? Um ambiente único, com capacidade para receber quase 400 pessoas em seus 3 andares, além de um palco multiuso que pode abrigar DJs, bandas ou espetáculos diversos.

Platea Madrid | Onde comer em Madri
Platea Madrid | Onde comer em Madri

E o mais interessante dessa estrutura é a possibilidade de escolher aonde ficar e ter experiências completamente distintas de acordo com a sua vibe no dia da visita. No andar -1 fica o El Restaurante, onde há pouco contato com a parte mais agitada dos espetáculos musicais. No piso 0 (onde nós ficamos) funciona o El Patio, onde o foco do ponto de vista gastronômico são as tapas e a coquetelaria de autor. E mesmo nesse ambiente, é possível decidir entre ficar mais próximo ou mais afastado do palco. O som é bem equalizado para que fique no volume certo, ao melhor estilo “som ambiente”.

Importante destacar que o Platea Madrid funciona somente nos finais de semana (sexta, sábados e domingos) e somente para o jantar. O local não costuma trabalhar com reservas, então é só chegar e aguardar que um dos atendentes te direcionem para uma mesa (que pode ser compartilhada com outras pessoas) ou para o balcão do bar. Não há cobrança de entrada ou algo do tipo — você só paga o que consome, como em um restaurante/bar convencional.

Além da já mencionada especialidade em cocktails de autor, o El Patio dispõe de uma premiada carta de tapas super criativas que trazem elementos da culinária mexicana, peruana, italiana e asiática, sem perder de vista essência espanhola.

O que pedir no Platea Madrid

Essa foi a sequência das 5 tapas que compartilhamos ao longo da noite (sugestões da equipe que nos atendeu), todas de fato incrivelmente saborosas e com apresentações impecáveis.

Tapa 1: Tataki de Salmón con algas y mayonesa de Wasabi (salmão cru com algas e maionese de wasabi)
Tapa 2: Tortilla de Patata Trufada, acompanhando um Pan caliente con mantequilla de ajo (tradicional tortilha com azeite trufado)
Tapa 3: Huevo roto japonés, en panko con ajada ibérica y yakitori (ovo cozido com gema mole, empanado em farinha panco e uma mistura de pão com alho cremosa)
Tapa 4: Secreto Ibérico con BBQ Coreana (carne de porco caramelizada com molho agridoce)
Tapa 5: Mini burger de rabo de toro y queso Taleggio (Hamburguer de rabada com queijo)

Ao longo da sequência de tapas, harmonizamos inicialmente com 2 taças de vinho branco: CARRO BLANCO (Alvarinho D.O. Rueda) e RAMÓN BILBAO (Verdejo); para a sequência de tapas com carnes, mais 2 taças de tinto: MATSU EL PÍCARO (D.O. Toro) e SOLAR VIEJO CRIANZA (D.O. Rioja). Na dúvida, mais uma vez, é só pedir uma sugestão da casa.

Para encerrar, não dá para ir embora do Platea Madrid sem experimentar um dos coquetéis autorais da casa. Para quem gosta de drink com uma mistura de doce e azedinho, a sugestão é o Cosmosour (Vodka macerada com flores, preparado de flores, licor de laranja, suco de limão, licor de bergamota, sumo de mirtilo, xarope de agave e clara de ovo). E entre as sobremesas, o cookie de chocolate caliente con helado de vainilla é aquela pedida que agrada a todos os paladares.

Platea Madrid
Endereço: Calle de Goya, 5
Horário: abre somente às sextas (das 18:00 às 2:30), sábados (das 12:00 às 2:30) e domingos (das 12:00 às 1:00)

9) Mercado de San Miguel ($$-$$$$) | Onde comer em Madri

Bem pertinho da Plaza Mayor, no coração da rota turística, o Mercado de San Miguel é outra atração da cidade que não pode ficar de fora de nenhuma lista de “Onde comer em Madri”. Com mais de 100 anos de história, o Mercado de San Miguel é considerado um dos principais mercados gastronômicos do mundo, permitindo aos seus visitantes conhecerem um pouco da essência e dos sabores de cada canto de Espanha. Ao todo, são mais de 30 boxes oferecendo iguarias distintas da culinária espanhola em um edifício histórico histórico e emblemático da cidade. Já viu que vale a pena dar uma passadinha ao menos para conhecer o lugar, né?

Mercado de San Miguel | Onde comer em Madri
Mercado de San Miguel | Onde comer em Madri

Mais do que ser um templo da gastronomia, esse Food Hall se tornou uma referência da cidade e uma das principais atrações turísticas de Madri. Não por acaso, o Mercado de San Miguel recebe mais de 10 milhões de visitantes todos os anos.

Mercado de San Miguel | Onde comer em Madri

Por conta da localização privilegiada e do grande atrativo turístico, é bem verdade que os preços pelo Mercado de San Miguel são mais inflacionados em comparação com outros mercados da cidade. Mas a qualidade dos produtos oferecidos é inquestionável: do melhor Jamón Ibérico aos mariscos e frutos do mar vindos direto da região da Galícia, passando por queijos, azeites, pães e todo tipo de ingrediente produzido na Espanha, tudo nesse mercado é de excelente procedência.

O que comer no Mercado de San Miguel

Entre as opções para comer no local, o grande destaque são as famosas tapas: pequenas entradinhas bem típicas em toda a Espanha. E com tanta variedade, é até difícil sugerir algo específico — a dica é se perder pelos estandes e escolher aquilo que mais lhe apetecer.

A visita ao Mercado de San Miguel pode ser ainda uma ótima oportunidade para comprar alguns produtos gourmet para trazer de presente de viagem pela Espanha — nem que seja um presente para si mesmo. Uma das sugestões é o já mencionado Jamón Ibérico, que é um dos itens da nossa lista do que comprar na Espanha.

Mercado de San Miguel
Endereço: Pl. de San Miguel, s/n
Horário: aberto diariamente, das 10:00 à 0:00

10) Chocolateria San Ginés ($) | Onde comer em Madri

Apesar de não ser exatamente um restaurante, é claro que a chocolateria mais famosa de Madri não poderia ficar de fora dessa lista de “Onde comer em Madri”. Fundada em 1894, a Chocolateria San Ginés é mais um integrante dessa lista em que a qualidade gastronômica e a importância histórica e turística do local se confundem.

Chocolateria San Ginés | Onde comer em Madri
Chocolateria San Ginés | Onde comer em Madri

Escondido em uma pequena ruela do centro histórico de Madri (o Pasadizo de San Ginés), a Chocolateria San Ginés atrai diariamente uma multidão de turistas e locais em busca da principal especialidade do lugar: o chocolate com churros. Essa especialidade espanhola tem na Chocolateria San Ginés o seu templo, e por conta disso as filas são constantes — o local não aceita reservas. Mas como o serviço é bem rápido, a circulação de pessoas é frenética e a espera acaba nem sendo tão longa para conseguir uma mesa no charmoso salão interno ou no pátio externo (caso esteja viajando durante o verão).

É difícil afirmar com certeza se a Chocolateria San Ginés oferece de fato o melhor chocolate com churros de Madri, mas sinceramente isso nem é o mais importante. Visitar esse local histórico entra para o seu roteiro de viagem no mesmo patamar de uma experiência cultural e antropológica. E os churros com chocolate são de fato uma delícia!

O que pedir na Chocolateria San Ginés

Não dá para fugir do óbvio e pedir o Chocolate com Churros. Os churros são bem crocantes e a porção vem com 6 unidades, acompanhado de uma xícara de chocolate quente bem servida. Há ainda a opção do Chocolate com Porras, uma espécie de churro mais grosso (nesse caso, a porção vem com 2 porras). Apesar do nome “curioso” para os brasileiros, as porras também são bem populares por lá. Mas os churros tradicionais são mais fininhos e crocantes, e levam o nosso voto de melhor pedida. Ambas as porções servem bem a duas pessoas sem muita fome, mas é claro que pedimos uma de cada para ter a experiência completa.

O San Ginés um local turístico? Definitivamente sim. Mas é também um lugar com muita história, um verdadeiro clássico de Madri. E os preços são surpreendentemente econômicos para a fama e para a qualidade do que é oferecido.

Chocolateria San Ginés
Endereço: Pasadizo de San Ginés, 5
Horário: aberto diariamente, das 08:00 às 23:30


E aí, curtiu a lista de sugestões de compras em Madri? Tem alguma outra dica sobre o que comprar na Espanha? Conta aí embaixo nos comentários! 🙂


Onde se hospedar em Madri

Se você ainda não decidiu onde ficar em Madri, confira essas dicas dos melhores hotéis onde já ficamos hospedados em nossas viagens pela capital espanhola:

3 estrelas
Hotel Regina
VP El Madroño
5 estrelas
Hotel Villa Real

Onde ficar em Madri: dicas de hotéis e melhores bairros para se hospedar em Madri

Na hora de reservar seu hotel em Madri, não deixe de fazer pelo Booking, o maior e mais confiável site de hospedagem em todo o mundo!

Booking.com

+ Pesquisar hotéis em Madri na Booking.com

Se preferir, a Hoteis.com também oferece ótimas opções de hospedagem e ainda permite acumular noites no programa Hoteis.com Rewards que podem se transformar em diárias gratuitas.

+ Pesquisar hotéis com desconto na Hoteis.com

Ônibus de turismo em Madri

O Madrid City Tour é o ônibus de turismo oficial de Madri. Confira os valores e garanta agora mesmo o seu ticket para conhecer as principais atrações com o ônibus hop-on hop-off de Madri.

+ Compre agora seu ticket para o Madrid City Tour

Passeios e atrações em Madri

Compre com antecedência as entradas para as principais atividades em Madri! Recomendamos utilizar a Get Your Guide para fazer sua compra antecipada com total segurança:

Free Tours em Madri: tour guiado e gratuito na cidade

Confira a seguir algumas opções de tours guiados ou gratuitos em Madri:

Seguro viagem na Espanha

O seguro viagem é OBRIGATÓRIO para quem viaja pela Espanha e por toda a Europa. Para conseguir o melhor seguro viagem pelo menor preço, a gente recomenda utilizar o Seguros Promo, um comparador de preços entre as principais companhias de seguro viagem. Abaixo tem algumas opções pra você escolher:

Seguro Viagem: Espanha
AC 35 EUROPA AC 35 EUROPA Assistência médica EUR 35.000 Bagagem extraviada EUR 1.200 (COMPLEMENTAR) R$ 25/dia*
AC 60 MUNDO COVID-19 QUARENTENA (EXCETO EUA) AC 60 MUNDO COVID-19 QUARENTENA (EXCETO EUA) Assistência médica USD 60.000 Bagagem extraviada USD 1.200 (COMPLEMENTAR) R$ 76/dia*
Affinity 30 EUROPA COVID-19 QUARENTENA Affinity 30 EUROPA COVID-19 QUARENTENA Assistência médica EUR 30.000 Bagagem extraviada USD 1.200 (SUPLEMENTAR) R$ 63/dia*

Viaje de trem pela Espanha

Sabia que o trem é o melhor meio de transporte para se locomover pela Espanha? Dá uma olhada no Eurail Spain Pass, o passe de trem para você viajar de maneira ilimitada por toda a França!

+ Consulte preços de passagens e passes de trem na Espanha com a Eurail

Aluguel de carro na Espanha

Para quem prefere viajar de carro pela Espanha, a nossa dica é a Rentcars. Um serviço que compara os preços nas melhores locadoras de automóveis e apresenta uma lista com todos os carros disponíveis e valores para a locação. Já utilizamos a Rentcars para aluguel de carro tanto no Brasil como no exterior, sempre conseguindo os menores preços e as melhores condições. Aproveita para consultar agora as opções para o seu próximo destino!  

Chip de viagem internacional

Em nossa viagem pela Espanha, utilizamos o chip internacional da Casa do Chip, e a experiência foi a melhor possível! Eles tem planos de chip internacional para usar na Europa a partir de US$ 18,00, com internet ilimitada (franquia de 1Gb em alta velocidade renovada diariamente) e cobertura em mais de 20 países.

+ Faça agora a cotação do seu chip internacional na Espanha

Escrito por
Augusto
Envie sua pergunta ou comentário

Menu