O que fazer em Delft, na Holanda: roteiro de 1 dia na cidade das porcelanas azuis

Se no início do planejamento da nossa viagem a pequena Delft ainda não era uma certeza no roteiro, após a viagem – e após descobrir tudo o que fazer em Delft – a cidade acabou se tornando uma de nossas favoritas na Holanda. Por ficar bem próxima a cidades maiores como Rotterdam (16km) ou Amsterdam (67km), Delft é um destino muito popular de ‘bate-volta’ (apesar da cidade merecer até mais de um dia no roteiro). Para saber os motivos de termos gostado tanto de Delft, preparamos esse roteiro de um dia em Delft com informações bem detalhadas sobre os principais atrativos dessa cidade holandesa!

Delft: a cidade das ‘porcelanas’ azuis

Sabe aqueles moinhos de porcelana azul (podem ser também canecas ou mini-tamancos) que quase todo mundo traz de presente de viagem da Holanda? O souvenir mais icônico do país tem sua origem em Delft. A mundialmente famosa ‘Delft Blue‘ é um tipo de cerâmica produzido na cidade de Delft desde o século XVII – uma versão mais barata que rivalizava com a porcelana chinesa. Popular inicialmente entre as famílias ricas da cidade, a Delft Blue movimentou uma indústria que, em seu auge, chegou a ter 33 fábricas em Delft.

De todas essas fábricas, a última remanescente original do século XVII e que ainda utiliza o processo de produção manual é a Royal Delft. O local inclusive é aberto a visitas guiadas com duração de 90 minutos contando toda a história da ‘Delft Blue’ – que não incluímos no roteiro por demandar muito tempo para quem fica só um dia na cidade. De qualquer forma, a famosa “porcelana azul” de Delft está presente em diversas outras atrações – da arte de rua da cidade, passando pelas exposições dos museus, até as lojas de souvenirs.

Mas Delft tem muito mais a oferecer além da sua lendária ‘porcelana azul’. O próprio nome ‘Delft‘ é derivado do verbo delven (que significa ‘escavar’), fazendo referência aos belos canais que cortam a cidade. Com função original de auxiliar na defesa da cidade e na contenção das águas – afinal Delft fica situada 5,5 metros abaixo do nível do mar – seus canais ainda hoje são de grande importância no transporte dos moradores e dos turistas, que podem simular essa experiência nos típicos passeios de barco pelos canais.

Em seu centro histórico, a cidade universitária de Delft apresenta um pouco de tudo aquilo que está no nosso imaginário sobre a Holanda, com construções e edifícios de arquitetura medieval que parecem saídos dos contos de fadas. Entre os destaques estão o prédio da prefeitura (Stadhuis Delft), as Igrejas Nieuwe Kerk e Oude Kerk (com sua torre inclinada), o Oostpoort (antigo portão da cidade) e museus como o Prinsenhof e o Vermeer Centrum Delft.

E no campo das artes, Delft é a cidade-natal do grande Johannes Vermeer, um dos maiores pintores holandeses de todos os tempos e autor de clássicos como “Moça com Brinco de Pérola” e “A Leiteira”. Boa parte das atrações da cidade estão interligadas à história do artista, desde as igrejas Nieuwe Kerk (onde Vermeer foi batizado) e Oude Kerk (onde está enterrado), passando por museus, restaurantes e até hotéis que fazem referência ao pintor holandês, como o Hotel Johannes Vermeer (nossa recomendação de onde se hospedar em Delft).

Delft ainda tem a vantagem de ser uma cidade pequena que pode ser totalmente explorada a pé. Na sequência, saiba tudo o que fazer em Delft em um roteiro de um dia na cidade.

O que fazer em Delft, na Holanda: roteiro de 1 dia

Markt: a Praça do Mercado | O que fazer em Delft

A melhor forma de começar o dia em Delft é seguindo direto da estação de trem ou do seu hotel até a Markt, principal praça do centro histórico de Delft. A Markt é uma das maiores praças históricas da Europa, de estrutura retangular com incríveis 120 metros de comprimento por 50 metros de largura. Ampla e cercada por edifícios históricos, a Markt é daquelas praças cuja beleza impressiona, “faça chuva ou faça sol”.

A origem da praça remete à época da fundação de Delft como centro de administração e comércio ainda no século XII. Nesse local era realizado um mercado semanal – tradição que permanece até os dias de hoje. Todas as quintas-feiras, a praça recebe cerca de 150 barracas para o comércio de produtos típicos e locais, de frutas e verduras até roupa e artesanatos em geral. Durante o verão, a praça ainda é utilizada para eventos e apresentações. Mas independente do clima ou da época do ano, difícil não ficar encantado pelas casinhas coloridas de arquitetura tão típica dessa região que margeiam a praça.

A maior parte delas funciona como bar, café ou loja de produtos típicos – em geral queijos ou os tradicionais enfeites de cerâmica. As fotos abaixo trazem algumas das fachadas de lojas e cafés da Markt.

Ainda na Markt estão o Escritório de Turismo de Delft (VVV Delft) e mais três edifícios históricos emblemáticos: a Prefeitura (Stadhuis Delft), a Nieuwe Kerk (Nova Igreja) e o De Waag – a antiga casa de pesagem do mercado que agora abriga um restaurante. Na sequência, vamos contar um pouco sobre cada um deles:

Escritório de turismo de Delft (VVV Delft)

Sempre recomendamos a visita aos escritórios de turismo das cidades europeias, e em Delft não é diferente. O VVV Delft é o local ideal para obter mapas e informações atualizadas sobre a cidade.

Para quem pretende visitar as principais atrações da cidade, uma dica para economizar é comprar o Vermeer Combiticket (€25,50), o cartão da cidade que dá direito a entrada no Vermeer Centrum Delft, no Museu Prinsenhof Delft e nas duas igrejas (Oude e Nieuwe Kerk).

Escritório de Turismo de Delft (VVV Delft)
Endereço:
Kerkstraat 3
Horário: Todos os dias, de 10:00 às 17:00 (domingos e segundas até as 16:00)
www.delft.com/tourist-information-vvv-delft

Prefeitura de Delft (Stadhuis Delft)

Em uma das extremidades da praça Markt está o imponente edifício da Prefeitura de Delft (Stadhuis Delft), um dos pontos de referência da cidade. A versão atual do edifício foi projetada por um famoso arquiteto da cidade ainda no século XVII, em substituição ao antigo edifício medieval incendiado em 1618. Ainda hoje, o edifício da prefeitura de Delft de frente para a Nieuwe Kerk é um dos marcos da cidade. O local não é aberto para visitas.

Prefeitura de Delft (Stadhuis Delft)
Endereço: Markt 87, 2611 GS Delft, Países Baixos

Nieuwe Kerk: a nova igreja de Delft

No extremo oposto ao edifício da prefeitura de Delft está a Nieuwe Kerk (Nova Igreja), que apesar do nome, foi construída há quase 700 anos. Do lado de fora, é impossível não reparar na imensa torre – a segunda maior entre as igrejas da Holanda.

A história por traz da Nieuwe Kerk é bem curiosa e remonta ao ano de 1351, quando dois mendigos da praça Markt se preparavam para jantar e supostamente tiveram uma “visão”. Nela, os céus se abriram e seus rostos se iluminaram pela luz brilhante de uma Igreja dourada dedicada a Maria. Segundo consta, um dos mendigos morreu pouco depois, e o outro seguiu tendo essa mesma visão todos os anos e pedindo para que fosse construída uma Igreja naquele local da praça. Após trinta anos de insistência, o conselho da cidade finalmente cedeu e a ‘Nova Igreja’ foi construída, tornando-se a segunda igreja paroquial de Delft. Anos mais tarde descobriu-se que as tais luzes eram na verdade um fenômeno natural conhecido como ‘fogo-fátuo’.

Para conhecer o interior da Nieuwe Kerk é necessário adquirir um ticket (€5.50 por pessoa) ou possuiu o Vermeer Combiticket que dá direito à entrada. O mesmo ticket é válido também para a visita da Oude Kerk, a primeira igreja de Delft (falaremos dela mais adiante). É possível ainda fazer a subida da torre da Nieuwe Kerk, de onde se tem uma visão panorâmica do centro histórico. Para essa atividade é necessário adquirir um ingresso extra (€4.50) que não está incluso no Vermeer Combiticket.

Interior da Nieuwe Kerk:
Na visita ao interior da Igreja onde o pintor holandês Johannes Vermeer foi batizado, chamam a atenção o belíssimo teto em madeira, o órgão composto por 3000 tubos e os vitrais que recobrem a maior parte das janelas laterais, deixando o interior da Igreja bem iluminado.

Vale reparar também nos luxuosos mausoléus de figuras célebres de Delft, com destaque para o túmulo de Hugo de Groot (também homenageado com uma estátua na praça Markt em frente a Nieuwe Kerk) e o túmulo de Guilherme de Orange, conhecido como o ‘Pai da Pátria’.

Subida na torre da Nieuwe Kerk:
Em quase toda cidade europeia a gente gosta de encarar as escadarias das torres para ter uma bela visão panorâmica. E é exatamente o que a subida na torre da Nieuwe Kerk oferece: uma vista perfeita sobre Delft e seus arredores. Em dias de céu aberto é possível enxergar até outras cidades próximas como Roterdã ou Haia.

Vista da torre da Nieuwe Kerk | © Maria Angelova/www.203challenges.com

Com quase 110 metros de altura, conta a história que a torre já foi utilizada até por cientistas para testar a teoria da gravidade! Para a subida, é necessário estar com o fôlego em dia para encarar os 376 degraus até o topo (não há elevador). Mas o esforço compensa. 🙂

Nieuwe Kerk
Endereço: Markt 80
Visita ao interior da Nieuwe Kerk
Horário: De segunda a sábado, das 10:00 às 17:00 (fechada em domingos)
Preço: €5.50 (incluso no Vermeer Combiticket)
Duração: De 15 a 30 minutos em média
Subida na torre da Nieuwe Kerk
Horário: De segunda a sábado, das 10:00 às 17:00 (fechada em domingos)
Preço: €4.50
Duração: De 30 a 40 minutos em média
oudeennieuwekerkdelft.nl

De Waag: antiga casa de pesagem transformada em restaurante

Outro edifício imperdível no entorno da Markt está no número 11: a antiga casa de pesagem ‘Stadswaag’ que hoje em dia abriga o restaurante De Waag. Na fachada bem preservada é possível observar vários símbolos do passado, como a balança bem ao centro, próxima ao telhado, além do nome original e o ano de fundação do edifício.

O De Waag inclusive é nossa dica para o almoço em Delft – não necessariamente nesse momento, afinal a localização do restaurante é super central. Além da rica história, o local serve comida típica e rápida a preços bem acessíveis com vista privilegiada para a praça. Para saber mais sobre como foi a nossa experiência gastronômica no De Waag e em outros restaurantes de Delft, acesse o post “Onde comer e beber em Delft, na Holanda“.

De Waag, prédio histórico. | Imagem: www.de-waag.nl
De Waag, prédio histórico. | Imagem: www.de-waag.nl

De Waag
Endereço: Market 11

Bonte Ossteeg: arte de rua

Ainda na praça Markt, em uma de suas laterais existe uma ruazinha estreita chamada Bonte Ossteeg que não pode passar despercebida. Nesse local o artista Hugo Kaagman foi contratado pela prefeitura de Delft em 2013 para criar uma obra de arte inspirada na famosa cerâmica azul de Delft. O resultado do belo trabalho com azulejos azuis que remetem à história de Delft vocês podem ver nas fotos abaixo:

Passeio de barco pelos canais | O que fazer em Delft

Em uma cidade que faz referência aos canais até em seu nome, é claro que o passeio de barco pelos canais de Delft é uma das atividades mais populares. Antes de fazer um passeio a pé desbravando as ruas, pontes e canais da cidade, que tal dar um passeio a partir da água e ter uma visão geral da cidade, com direito a pitadas de informações históricas e culturais?

O passeio oficial da cidade é oferecido pela empresa Rondvaart Delft e tem duração de cerca de 45 minutos – tempo que achamos excelente para um roteiro de um dia em Delft. Com comentários traduzidos em vários idiomas, o passeio faz um apanhado geral do centro histórico com boas noções a respeito de monumentos, edifícios e também personalidades históricas da cidade.

Especialmente em dias de calor e céu azul o passeio é bem bonito e realmente oferece lindas vistas do centro histórico e de alguns de seus edifícios mais emblemáticos. A estrutura do barco (com o teto aberto) possibilita boas fotos durante o passeio.

Passeio de Barco em Delft (Boat Trip Delft): Rondvaart Delft
Endereço: Koornmarkt 113
Horário: Diariamente com partidas de hora em hora (entre 11:00 e 17:00)
Duração: 45 minutos
Preço: €9,50 por pessoa (pode comprar na hora)
www.rondvaartdelft.nl/en

Canais e Pontes de Delft

Depois de conhecer os canais e pontes de Delft pela água, hora de conhecê-los a pé. Como dissemos no início, os canais tiveram (e ainda tem) grande importância na formação histórica da cidade, a ponto de serem “homenageados” no próprio nome da cidade.

É difícil indicar um roteiro exato a ser seguido pois são muitas pontes e canais. O mais divertido é justamente ir caminhando de forma mais livre, se perdendo pelas ruazinhas e “descobrindo” cada um dos canais de Delft. Entre os mais fotogênicos estão os canais cortados por ruas e pontes como a Oude Langendij, a Warmoesbrug ou a Nieuwstraat.

O cenário se torna ainda mais pitoresco quando encontramos bicicletas estacionadas, quase como se estivessem posicionadas para compor o cenário perfeito para as fotos. O que não é muito difícil de acontecer, afinal as bicicletas são muito populares em Delft e estão espalhadas por toda a cidade.

Ruas e praças do centro histórico de Delft

Da mesma forma, o centro histórico de Delft é repleto de ruas e praças que vale a pena ficar de olho.

Vrouwenregt: a rua da bicicleta mais famosa de Delft

Aproveitando o gancho das bicicletas que enfeitam a cidade, na rua Vrouwenregt você poderá fotografar a mais famosa delas. Trata-se de uma bicicleta decorativa, toda enfeitada de flores em uma zona bem agradável do centro.

Vrouwenregt e a bicicleta mais famosa da cidade

A rua Vrouwenregt como um todo é super charmosa em toda sua extensão, margeando um dos canais da cidade e emoldurada por belas casas típicas e arranjos de flores.

Vrouwenregt | O que fazer em Delft
Vrouwenregt | O que fazer em Delft

Trompetstraat: a rua das casas coloridas

Fazendo esquina com a Vrouwenregt, a Trompetstraat é outra rua encantadora do centro de Delft que se destaca pelas casinhas coloridas com sacadas floridas.

Trompetstraat: a rua das casas coloridas
Trompetstraat: a rua das casas coloridas

Oude Langendijk: a escultura do Coração Azul de Delft

Na Oude Langendijk – uma rua lateral a Nieuwe Kerk – encontra-se outra atração bastante fotografada de Delft: o Blue Heart of Delft, ou Coração Azul de Delft. Trata-se de uma obra de arte moderna exposta ao ar livre que faz sucesso especialmente entre os casais apaixonados que viajam por Delft. 🙂

Blue Heart of Delft ou Coração Azul de Delft
Blue Heart of Delft ou Coração Azul de Delft

Blue Heart of Delft
Endereço: Oude Langendijk 2611

Praça Doelenplein: o abajur gigante de Delft

Um pouco mais afastada das demais, a Praça Doelenplein traz uma atração no mínimo curiosa: um abajur gigante que se ilumina durante a noite. A peça é mais uma obra de arte para promover um toque de modernidade ao centro histórico medieval.

Abajur gigante na charmosa praça Doelenplein | Foto: @delftcityguide no Instagram
Abajur gigante na charmosa praça Doelenplein | Foto: @delftcityguide no Instagram

Endereço: Doelenplein

Beestenmarkt: point de bares e restaurantes

A arborizada Beestenmarkt é uma praça que entre 1595 e 1972 abrigou os mercados de gado de Delft. Após uma completa revitalização nos anos 90, o local se transformou em uma verdadeira área de entretenimento da cidade, com bares e restaurantes badalados que atraem principalmente os jovens e universitários da Universidade Técnica de Delft.

Vermeer Centrum Delft | O que fazer em Delft

Na cidade onde nasceu e viveu o grande pintor Johannes Vermeer, uma das principais atrações é o Vermeer Centrum Delft.

O Museu é inteiramente dedicado ao artista e sua obra, trazendo desde um olhar sobre a sua vida pessoal até reproduções em tamanho real de todas as suas pinturas em tamanho natural. Sim, não há obras originais de Vermeer (todas as suas 37 pinturas estão espalhadas pelos principais museus do mundo), e isso pode ser um pouco frustrante.

O foco da exposição é promover uma imersão não apenas na obra, mas também na vida de Johannes Vermeer, com informações sobre o artista, seus mentores, sua cidade e as mensagens ocultas em seu trabalho. Confesso que mesmo sabendo que se tratavam de reproduções, ainda assim a experiência de entender um pouco mais sobre pinturas como “Moça com Brinco de Pérola” ou “A Leiteira” na cidade natal de Vermeer foi bastante impactante.

Ao final da exposição, o ingresso ainda dá direito a um café acompanhado de um legítimo stroopwafel holandês no Café Mechelen (café do Museu). Se você ainda não conhece essa “iguaria” holandesa, confere o nosso post sobre “O que é Stroopwafel“.

Vermeer Centrum Delft
Endereço: Voldersgracht 21
Horário: Diariamente, das 10:00 às 17:00
Preço: €10 por pessoa (incluído no Vermeer Combiticket)
Duração: De 30 minutos a 1 hora, em média
www.vermeerdelft.nl/en/

Museum Prinsenhof Delft | O que fazer em Delft

Outro Museu que não pode ficar de fora das sugestões de o que fazer em Delft é o Museu Prinsenhof. Localizado em um antigo mosteiro na agradável praça Sint Agathaplein, o edifício que serviu de corte do príncipe Guilherme de Orange no século XVI aborda em sua exposição justamente esse período histórico que resultou na fundação da República Holandesa.

Museu Prinsenhof Delft | Imagem: prinsenhof-delft.nl
Museu Prinsenhof Delft | Imagem: prinsenhof-delft.nl

Os arredores do Museu e da praça já são um atrativo da cidade por si só. Vale a pena caminhar por entre as árvores e casas de tijolos dessa região histórica de Delft curtindo a atmosfera de paz e tranquilidade do antigo mosteiro.

Em seu acervo, o Museum Prinsenhof Delft tem uma coleção bem extensa de pinturas, cerâmicas e utensílios dos séculos XVI e XVII, período de grande prosperidade para Delft e a Holanda de maneira geral. A exposição permanente aborda 3 temas principais:

1) Guilherme de Orange e a Família Real da Holanda
2) Delftware e a cerâmica azul de Delft
3) Delft Masters (pintores, escultores e escritores famosos de Delft)

Ao final, uma dica de compra na loja do Museu é o Playmobil de edição exclusiva da Holanda, baseado em pinturas de Johannes Vermeer. O preço é bem acessível e funciona bem como presentinho de viagem. 🙂

Playmobil da “Ronda Noturna” e “A Leiteira”, obras de Johannes Vermeer

Museum Prinsenhof Delft
Endereço: Sint Agathaplein 1
Horário: diariamente das 11:00 às 17:00
Preço: €12,50 por pessoa (incluído no Vermeer Combiticket)
Duração: De 30 minutos a 1 hora, em média
www.prinsenhof-delft.nl/en

Oude Kerk: A velha igreja de Delft | O que fazer em Delft

Na sequência, bem próxima ao museu está a Oude Kerk ou Igreja Antiga. A história da primeira igreja de Delft remonta a 1050 – ano da construção de sua versão apenas em madeira. Ao longo dos anos, a igreja foi reconstruída e ampliada muitas vezes, até chegar a sua forma atual que chama a atenção pela torre gótica inclinada de 75 metros de altura (maior do que o famosa torre inclinada em Pisa, na Itália). Diferentemente da Nieuwe Kerk, a torre da Oude Kerk não é aberta ao público e pode ser admirada somente por fora.

Em seu interior, o maior destaque fica por conta dos belos vitrais, especialmente quando a incidência de luz solar provocando um espetáculo de luz, ângulos e cores. Extremamente coloridos, a maior parte deles descreve histórias bíblicas, como a Parábola do Filho Pródigo e a história do bebê Moisés. Não deixe de observar também os três órgãos de tubos bem antigos, cada um com sua própria estrutura e som distintos.

A exemplo da Nieuwe Kerk, a Oude Kerk possui também vários mausoléus e sepulturas luxuosas de mármore para personalidades importantes da história de Delft, como os almirantes Piet Hein e Maarten Tromp. O curioso é que o mais famoso deles, o pintor Johannes Vermeer, morreu relativamente “desconhecido” e só ganhou fama muito tempo depois. Por conta disso, originalmente havia apenas uma pedra bem discreta em referência ao seu sepultamento na Oude Kerk. Em 2007 foi adicionada uma pedra memorial mais chamativa, mas ainda assim uma homenagem discreta a um dos maiores pintores holandeses de todos os tempos.

Para visitar o interior de igreja basta utilizar o Vermeer Combiticket ou o mesmo ticket utilizado para a visita a Nieuwe Kerk (o ingresso vale para as duas igrejas).

Oude Kerk: A velha igreja de Delft
Endereço: HH Geestkerkhof 25
Horário: diariamente das 9:00 às 18:00
Preço: €5.50 (incluso no Vermeer Combiticket)
Duração:
De 15 a 30 minutos em média
oudeennieuwekerkdelft.nl

Oostpoort: Portão Leste | O que fazer em Delft

Entre os melhores locais para o final de tarde em Delft estão os arredores do Oostpoort (Portão Leste). O antigo portão da cidade é um exemplo da arquitetura gótica do norte da Europa, construído em torno de 1400. Por volta de 1510, a estrutura foi reforçada com um piso octogonal adicional e altas torres. Este é o único portão da cidade medielval que permanece em Delft – os demais foram demolidos no século XIX.

Além de toda a beleza e imponência do portão em si que lembra até um pequeno castelo, essa é uma região muito agradável da cidade, com um lago e muita área verde no entorno do Oostpoort. Se o dia estiver propício, dá até para sentar na grama e curtir o pôr do sol ou fazer um picnic.

Oostpoort: Portão Leste
Endereço: Oostpoort 1

Jantar em Delft

Para encerrar a noite e o roteiro com chave de ouro, além do histórico De Waag na praça Markt (que já recomendamos para o almoço), você pode escolher uma das boas opções gastronômicas da cidade para o jantar.

Na mesma praça Markt, uma opção para quem é fã de cervejas artesanais é o De Kat in de Stad que em livre tradução seria “O Gato na Cidade”. Além da localização privilegiada, o bar oferece uma vasta carta de cervejas de Delft e arredores.

Para quem gosta de culinária contemporânea ao melhor estilo ‘cozinha de autor’, o Het Vermeertje certamente vai agradar. O restaurante é super bem avaliado e tem uma pegada mais clássica e romântica, ideal para um jantar memorável.

Já o descolado Moodz Eten & Drinken é um restaurante de estilo moderno, especializado em servir pratos que podem ser compartilhados de comida de diferentes partes do mundo. Uma curiosidade: o dono e Chef é meio que uma celebridade local, pois foi finalista de um importante programa de gastronomia holandês.

+ Leia mais: Onde comer e beber em Delft


Onde ficar em Delft

O Hotel Johannes Vermeer Delft é nossa dica de onde ficar em Delft. Hotel confortável e aconchegante, bem localizado em com um dos buffets de café da manhã muito bom. Para encontrar esse e outros hotéis em Delft pelos melhores preços, consulte o mapa abaixo:

Booking.com Booking.com

Mais atividades em Delft

Consulte e reserve passeios e entradas de atrações na Get Your Guide, uma das maiores e mais confiáveis plataformas de ofertas turísticas do mundo. Eles estão presentes nas maiores cidades e reúnem profissionais e empresas qualificadas que oferecem os mais variados tipos de passeios e serviços turísticos. Nós já usamos e recomendamos. Dá só uma olhada: 

E não esqueça de garantir seu seguro viagem:

O seguro viagem é OBRIGATÓRIO para quem viaja pela Holanda. E mesmo que não fosse obrigatório, não dá nem pra pensar em viajar sem seguro, não é mesmo? Na hora de contratar o seguro viagem a gente sempre usa e recomenda a Seguros Promo. É um comparador de preços entre as principais companhias de seguro viagem do mercado que apresenta as opções com melhor custo-benefício para a sua viagem!

Ah, e agora vem a melhor parte: quem é leitor do Viajar é Demais tem desconto exclusivo: basta clicar aqui ou no banner abaixo e utilizar o cupom para fazer seu seguro pelo menor preço possível.

Compartilhar:FacebookTwitter
Augusto
Escrito por
Augusto
Envie sua pergunta ou comentário

Viajar é Demais