O que fazer na Toscana: tour com degustação de vinhos e almoço harmonizado na vinícola Banfi
O que fazer na Toscana: degustação de vinhos no Castello Banfi

O que fazer na Toscana: tour com degustação de vinhos e almoço harmonizado na vinícola Banfi

Visitar a Toscana e conhecer suas belezas e encantos é sonho de todo viajante que tem a Itália como destino. Na Toscana estão algumas das mais belas paisagens do mundo. Composições perfeitas de colinas, campos de girassol floridos e estradas bucólicas, tendo como cenário de fundo um céu que adquire colorações únicas nos diferentes momentos do dia. Isso sem mencionar sua rica gastronomia, bem como a imensa variedade de vinhos produzidos na região – muitos deles entre os melhores do mundo. Visitar a região que inspirou até o cinema em filmes como “Sob o Sol da Toscana” é de fato uma experiência marcante e inesquecível.

Em um roteiro pela Toscana, impossível deixar de fora suas cidades símbolo. Como Florença, “berço do Renascimento”, onde cultura, arte, história e beleza transbordam por todos os cantos. Ou como Siena e Lucca, com seus centros históricos bem preservados cercados por imponentes muralhas medievais. Assim como Pisa e sua famosa torre inclinada.

Mas além das cidades, quem nunca sonhou em ter uma experiência de imersão em uma versão campestre e ainda mais autêntica da Toscana? E ao mesmo tempo, sem abrir mão da segurança e do conforto, experimentar alguns dos melhores pratos e vinhos locais? Essa é a proposta da Discovering Excellence Tour, uma verdadeira ‘experiência Toscana’ oferecida pela vinícola Banfi. Em nosso roteiro pela Toscana, reservamos um dia para realizar o tour com degustação de vinhos e almoço harmonizado na Banfi.

Vinícola Banfi

Castello Banfi
O que fazer na Toscana: degustação de vinhos no Castello Banfi

A vinícola Banfi foi fundada em 1978 pelos irmãos ítalo-americanos John e Harry Mariani e é considerada uma das melhores e mais famosas da Toscana. A propriedade (Castello Banfi) fica em uma antiga fortaleza e vila medieval do século XIV, numa área de quase 3 mil hectares no Castello di Poggio alle Mura, nas colinas de Val d’Orcia. É na zona rural da Toscana, próximo à cidade de Montalcino (cerca de 15 minutos de carro) e à cerca de 1 hora ao sul de Siena.

Castello Banfi

Entre os vinhos produzidos pela Banfi, o grande clássico é o lendário Brunello di Montalcino, um vinho que por definição só pode ser produzido nessa região específica em função de características do solo e do microclima – contaremos mais sobre esse e demais vinhos da Banfi quando chegarmos na parte da degustação. 🙂

Além da produção de vinhos, o Castello Banfi também funciona como hotel e restaurante, oferecendo ainda uma série de experiências personalizadas, degustações harmonizadas e tours pela propriedade.

Como chegar no Castello Banfi – Il Borgo

A melhor forma de chegar à vinícola e ao Castello Banfi é de carro – não há trens ou ônibus que façam esse trajeto. Como muita gente sonha em dirigir pelas estradas da Toscana, essa parte nem chega a ser um problema. 🙂 Para consultar preços de aluguel de carros na Itália, recomendamos utilizar o RentCars, um serviço de comparação de preços.

Independente de qual seja a cidade de partida, a estrada no trajeto até o Castello Banfi reserva belas paisagens, colinas e ciprestes, fazendo jus ao nosso imaginário sobre a Toscana. Especialmente o trecho de chegada a Montalcino e o restante do trajeto até a vinícola são especialmente belos. No nosso caso, partimos de Siena e fizemos o percurso com calma em cerca de 1h15 seguindo as indicações do Google Maps.

Detalhes da estrada até o Castello Banfi
Detalhes da estrada até o Castello Banfi

Discovering Excellence Tour: degustação de vinhos e almoço harmonizado na vinícola Banfi

Uma das principais experiências oferecidas pelo Castello Banfi é justamente o Discovering Excellence Tour, um pacote que inclui uma série de atividades pela propriedade da vinícola:

  • Visita guiada à adega e vinhedos
  • Visita guiada à Balsameria
  • Prova / Degustação de 4 vinhos
  • Almoço harmonizado com 5 pratos e 5 vinhos Banfi

O tour começa na loja / sala de degustação da Banfi, onde a guia faz uma breve apresentação contando o histórico da marca e de seus principais produtos. Além de falar inglês, nossa guia incrivelmente falava português – foi uma coincidência, mas ela adorou poder praticar o idioma conosco. 🙂

Loja e sala de degustação da vinícola Banfi
Loja e sala de degustação da vinícola Banfi

Visita guiada à adega e vinhedos

Na sequência, a guia nos levou de carro até o vinhedo onde são cultivadas as uvas Sangiovese e apresentou mais informações sobre o cultivo e a história da uva. Nossa viagem foi no final de fevereiro (fim do inverno), então as videiras ainda estavam em estágio de hibernação – ou seja, sem folhas ou frutos.

De carro pela propriedade da vinícola Banfi até as videiras de uva Sangiovese
De carro pela propriedade da vinícola Banfi até as videiras de uva Sangiovese

Na sequência visitamos a adega onde são produzidos e ficam armazenados todos os vinhos produzidos pela Banfi. Nessa etapa, mais uma série de explicações sobre o processo: diferenças no armazenamento em barris de madeira ou inox, características que o vinho adquire em função do tempo de armazenamento, e outras informações pertinentes ao processo de produção de uma das melhores vinícolas italianas. Mais uma etapa bastante instrutiva que ajuda a compreender o padrão de qualidade alcançado pelos vinhos do Castello Banfi.

Visita à adega onde ficam armazenados os vinhos Banfi
Visita à adega onde ficam armazenados os vinhos Banfi

Visita guiada à Balsameria

Após a visita a adega dos vinhos, retornamos de carro até o ponto de início do tour. Porém, antes de inciar de fato a degustação de vinhos, uma rápida visita à balsameria, onde é produzido o vinagre balsâmico da Banfi. Não sei vocês, mas eu tinha pouquíssimo conhecimento sobre o processo de produção dos vinagres balsâmicos e fiquei bastante impressionado.

Balsameria da Castello Banfi
Balsameria da Castello Banfi

A produção da balsameria do Castello Banfi segue métodos tradicionais dos antigos etruscos, em um processo bastante artesanal. As uvas são colhidas tarde, quando seus açúcares estão bem concentrados. Todo o processo de envelhecimento até a “transformação” em vinagre balsâmico pode levar até 12 anos, com sucessivas trocas de barril de diferentes tipos de madeira. Ao final, tudo que fora armazenado em barris de 60 litros no início do processo resulta em uma produção de apenas 3 litros de Condimento Balsâmico Etrusco por ano, que são engarrafados e comercializados somente na loja da Castello Banfi.

Prova / Degustação de 4 vinhos

Após muita informação e aprendizado sobre o processo de produção, é chegada a hora de experimentar o resultado na prática. A degustação de vinhos acontece em uma das mesas da loja onde iniciamos o tour. Com alguns petiscos e água para acompanhar, são selecionados 4 vinhos entre as melhores safras da vinícola. Em nossa experiência, os vinhos foram: duas variações do Brunello di Montalcino (2008 e 2013); Summus (2015) e Excelsus (1997) – esse último o mais antigo vinho que já experimentamos em eventos de degustação desse tipo. Na sequência, detalhamos nossas impressões de cada um deles.

Degustação de 4 vinhos na Castello Banfi
Degustação de 4 vinhos na Castello Banfi
Degustação de 4 vinhos na Castello Banfi
Degustação de 4 vinhos na Castello Banfi

Excelsus (1997)
Um dos vinhos mais intensos e impressionantes que já experimentamos. Esse legítimo exemplar de um vinho “Super Tuscan” – vinhos que utilizam uvas não nativas da região – apresentou aromas muito frutados, acompanhado de notas remetendo a geleia, especiarias, tabaco e café. A coloração é de um vermelho bem escuro, puxando para o marrom. Esse estilo de vinho é ideal para envelhecimento prolongado, e nesse caso tivemos a oportunidade de verificar o resultado na prática. Encorpado, o vinho parece clamar pela harmonização com um belo prato de carne vermelha ou de caça cozidas ao molho. Autêntica “explosão de sabores”.
ÁREA DE PRODUÇÃO: Vinhas da propriedade (de 250 a 300 metros acima do nível do mar)
VARIEDADES: Merlot (60%), Cabernet Sauvignon (40%).
MÉTODO DE PRODUÇÃO: As duas variedades são vinificadas separadamente em tanques Horizon híbridos de aço inoxidável e madeira com temperatura controlada (25-30 ° C) . Após 18 meses em barricas de carvalho francês (350 l.)

Brunello di Montalcino (2008) e Brunello di Montalcino (2013)
DOCG
O grande clássico da Castello Banfi, este Brunello di Montalcino é obtido a partir de clones de Sangiovese selecionados após 20 anos de pesquisas sobre esta uva única. A partir do melhor blend da região, o vinho é armazenado em carvalho durante 24 meses, garantindo ótimo equilíbrio entre madeira e fruta. A coloração é vermelho rubi intenso. Notas de baunilha, especiarias e frutas vermelhas. Um vinho que enche o paladar, macio mas ao mesmo tempo com grande intensidade. Um símbolo da vinícola e da Toscana.
ÁREA DE PRODUÇÃO: As uvas são cultivadas em solo pedregoso, calcário e bem estruturado, a uma altitude de 720 pés acima do nível do mar.
VARIEDADES: 100% Sangiovese.
MÉTODO DE PRODUÇÃO: Uma seleção meticulosa de uvas é seguida por vinificação com contato com a pele por 10 a 12 dias. Lançado no 5º ano após a colheita, o vinho é envelhecido por um período mínimo de 4 anos, incluindo 2 anos em barricas de carvalho de vários tamanhos, principalmente barricas de carvalho francês e parcialmente em barricas eslavas.

Summus (2015)
De coloração vermelho intenso, o vinho transmite aromas doces e frutados de cerejas e ameixas, bem integrados com notas de baunilha e alcaçuz. Um vinho elegante, equilibrado e de boa estrutura. Uma versão jovem desse vinho que é perfeito para o envelhecimento prolongado. Harmoniza com carne vermelha, ensopados, massas ​​e queijos.
ÁREA DE PRODUÇÃO: Vinhas da propriedade Castello Banfi.
VARIEDADES: 40% Sangiovese , 35% Cabernet Sauvignon , 25% Syrah.
MÉTODO DE PRODUÇÃO: As 3 variedades são vinificadas separadamente. Após a fermentação alcoólica, os vinhos individuais são transferidos para barricas de carvalho francês e envelhecidos separadamente por 12 a 14 meses. Eles são misturados e envelhecidos em madeira por 10 a 12 meses. O envelhecimento em garrafa segue por 6 meses.

Almoço harmonizado com 5 pratos e 5 vinhos Banfi

Após a degustação, fomos diretamente para o La Taverna, um dos restaurantes da propriedade. De estilo tipicamente toscano, o La Taverna funciona sob as abóbadas das antigas caves do castelo, onde no passado eram armazenados os grandes barris de madeira usados para o envelhecimento do Brunello di Montalcino. O ambiente é elegante e luxuoso sem exageros, oferecendo uma atmosfera bem agradável para a sequência da experiência gastronômica.

Restaurante La Taverna: ambiente sofisticado em uma antiga cave da Castello Banfi
Restaurante La Taverna: ambiente sofisticado em uma antiga cave da Castello Banfi

O Discovering Excellence Tour inclui o almoço com 5 pratos ao estilo menu degustação devidamente harmonizados com mais 5 vinhos Banfi. O menu pode sofrer alterações de acordo com a época do ano e com os ingredientes frescos a disposição. Mas para dar uma ideia do padrão e da proposta culinária, segue o menu que foi servido no dia da nossa visita:

Amuse Bouche
Antipasto
Ovo crocante, espuma de queijo pecorino, espinafre e purê de tomate
Vinho: Fontanelle 2017

Primi Piatti
Sopa típica a base de grãos e feijão
Vinho: Poggio Alle Mura Rosso di Montalcino 2016
Ravioli de pato em creme de abóbora e trufas
Vinho: Summus 2015

Secondo Piatto
Duo de porco com repolho, polenta e molho a base do vinho Brunello di Montalcino
Vinho: CASTELLO BANFI Brunello di Montalcino 2014

Dolce
Profiteroles com chantilly, creme e chocolate
Vinho: FLORUS 2014
Café e biscoitos de Castello

Pratos no menu degustação do restaurante La Taverna
Pratos no menu degustação do restaurante La Taverna
Alguns dos vinhos do menu harmonizado
Alguns dos vinhos do menu harmonizado

Experiência para curtir sem pressa, degustando alguns dos melhores vinhos acompanhados de pratos típicos da Toscana. O serviço é impecável e encerra muito bem o pacote dessa imersão na Toscana.

Toda a atividade incluída no tour leva cerca de 6h (contando o almoço). Como imagino que tenha ficado claro a partir do relato e nas fotos, não apenas a qualidade como também a quantidade de vinhos servidos impressiona. Somando degustação e almoço harmonizado são no mínimo 9 taças de vinho, quantidade considerável para quem pretende dirigir na sequência. Por conta disso, nossa sugestão para não ter preocupações e poder aproveitar ao máximo o dia é passar a noite nos arredores do Castello Banfi, Preferencialmente no próprio Castello Banfi, que funciona também como hotel, ou no agriturismo ‘Podere Collupino’, uma opção mais em conta e em contato com a natureza da Toscana.

Onde se hospedar: Castello Banfi – Il Borgo ou Agriturismo Podere Collupino

Para uma experiência de luxo, a melhor opção é hospedar-se em um dos quartos do Castello Banfi – Il Borgo “Relais & Chateaux”. O hotel oferece um ambiente requintado e exclusivo, onde você pode relaxar na zona rural da Toscana, em um dos locais históricos mais sugestivos e bem preservados da região.
+ Reserve agora sua estadia no Castello Banfi – Il Borgo “Relais & Chateaux”

Castello Banfi - Il Borgo "Relais & Chateaux"
Castello Banfi – Il Borgo “Relais & Chateaux”

Para uma experiência menos sofisticada porém igualmente apaixonante, recomendamos hospedar-se em um agriturismo (espécie de casa na fazenda), algo bem tradicional na Itália. O próprio Castello Banfi disponibiliza acomodações em um agriturismo próprio, o ‘Podere Collupino’.

Agriturismo PODERE COLLUPINO, próximo ao Castello Banfi

Localizado a somente 1km de distância do Castello Banfi, esse agriturismo proporciona uma estadia em uma casa com estrutura completa (quarto, cozinha, sala de estar, sala de jantar e banheiro) e passar uma noite como um legítimo cidadão da Toscana. Sem as formalidades de um hotel, com toda a privacidade e acolhimento que esse tipo de hospedagem proporciona.

Detalhes da nossa acomodação no agriturismo na Toscana
Detalhes da nossa acomodação no agriturismo na Toscana

Na geladeira e na dispensa são oferecidos vinhos e espumantes da vinícola Banfi, além de uma série de mantimentos capazes de garantir um legítimo jantar e café da manhã italianos – tudo incluso na diária. Para quem está em busca de romantismo, um motivo a mais para decidir-se pelo agriturismo.

Jantar italiano preparado com produtos disponíveis no agriturismo

Para maiores informações, leia mais no post sobre a nossa experiência completa no agriturismo da Castello Banfi.

Assim terminou o nosso dia, e essa é a nossa dica de o que fazer na Toscana: um tour com degustação de vinhos e almoço harmonizado na vinícola Banfi.


Use internet ilimitada na Toscana e em toda a Itália

Com o chip de internet da EasySim4U que você recebe na sua casa ainda no Brasil, você já chega na Europa com conexão 4G funcionando no seu smartphone. Basta trocar o chip do seu aparelho assim que chegar em solo europeu. Nós já trocamos durante o voo e começamos a usar assim que o avião pousou. Por isso, recomendamos o serviço da EasySim4U, que nos garantiu internet rápida e ilimitada durante toda a viagem pela Itália.

+ Contrate agora o seu chip de internet com a EasySim4U


E não esqueça de garantir seu seguro viagem:

Seguro viagem é OBRIGATÓRIO para quem viaja pela Itália. A empresa de seguros que a gente sempre usa e recomenda é a Seguros Promo. É um comparador de preços dos melhores seguros viagem e apresenta sempre a opção com melhor custo-benefício para a sua viagem!

Ah, e agora vem a melhor parte: leitor do Viajar é Demais tem desconto, basta clicar aqui ou no banner abaixo e utilizar o cupom para fazer seu seguro pelo menor preço possível.

Compartilhar:FacebookTwitter
Augusto
Escrito por
Augusto
Envie sua pergunta ou comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Viajar é Demais