O que fazer em Trento

O que fazer em Trento: roteiro de 1 dia na cidade de melhor qualidade de vida da Itália

Trento é daquelas cidades italianas que fogem do “lugar-comum” dos roteiros mais clichês pela Itália, mas quem conhece se apaixona à primeira vista. Situada ao norte da Itália – próxima às fronteiras com Áustria e Suíça – Trento é a capital tanto da Província autônoma de Trento quanto da região de Trentino-Alto Ádige/Südtirol. Sua localização fronteiriça e sua história de ocupações por parte de franceses e germânicos fazem de Trento um verdadeiro emaranhado cultural, uma mescla de características da Itália e de seus países vizinhos. Esse grande mix de culturas se reflete no idioma (quase todos os moradores falam italiano e alemão), na arquitetura dos edifícios, no estilo de vida das pessoas e até na gastronomia local. Todas essas características fazem de Trento uma cidade interessantíssima, que não por acaso já foi escolhida diversas vezes como a de melhor qualidade de vida da Itália. E também do ponto de vista turístico vocês vão ver que há muito o que fazer em Trento!   

Destinada a ser um elo entre a cultura germânica e a cultura latina, Trento faz questão de preservar o passado em monumentos e edifícios de seu bem conservado centro histórico aos pés das Dolomitas, cadeia alpina de beleza impressionante. O grande destaque sem dúvida é a icônica Piazza del Duomo, que não deixa nada a dever as famosas praças de Roma e entra na nossa lista de praças mais belas de toda a Itália.

Cercada por edifícios históricos, a praça tem como principal joia a Catedral de San Vigilio (Duomo di Trento), igreja que simboliza a importância da cidade na história do Catolicismo – de 1545 a 1563, Trento sediou o famoso “Concílio de Trento” que iniciou a Contra-Reforma protestante e fortaleceu as bases da religião católica. Na mesma praça, anexo à Catedral, o Museo Diocesano Tridentino reúne diversas obras e objetos que ajudam a contar a história desse período tão importante do passado de Trento.

Ainda no tema das construções e edifícios históricos, em Trento é possível visitar o interior de um imponente castelo do século XIII, o Castello di Buonconsiglio. O local que durante séculos funcionou como sede do Bispado de Trento é o maior castelo do norte da Itália e abriga afrescos e obras de arte impressionantes, de grande valor histórico.

Saindo do antigo para o contemporâneo, os apaixonados por ciências e história natural vão se encantar pelo MUSE – Museo delle scienze di Trento. Inaugurado em 2013, o museu traz uma série de exposições interativas e tecnológicas sobre temas bem variados que vão de dinossauros a aquecimento global.

E para quem gosta de contato com a natureza em passeios de montanha com direito a belas paisagens, que tal uma voltinha de teleférico na Funivia Sardagna que liga Trento até a pequena vila de Sardagna?

E o melhor de tudo é que, com um roteiro bem planejado, é possível fazer tudo isso em apenas um dia em Trento. Para te ajudar a planejar o que fazer em Trento, nesse artigo listamos todas as atividades e atrações imperdíveis para incluir em um roteiro de 1 dia em Trento, na região de Trentino, ao norte da Itália.

Dica de Economia: Trentino Guestcard
Para fazer esse roteiro, recomendamos adquirir o Trentino Guestcard, cartão que garante entrada gratuita ou com valor reduzido nos principais museus e acesso ilimitado ao transporte público (incluindo trens regionais) da região de Trentino (veja preços e como funciona no site oficial).

O que fazer em Trento: roteiro de 1 dia

Giardini Pubblici: Monumento de Dante e Centro de Informações Turísticas

Logo na saída da estação central de Trento está o Giardini Pubblici ou “jardim público”, um pequeno parque na Piazza Dante. Não dá para dizer que o parque em si seja uma atração imperdível, mas como boa parte dos viajantes chega a Trento justamente por essa estação, não custa nada começar o seu roteiro com uma passada rápida pelo local. Entre os destaques estão o lago central – frequentado por patos e outras aves locais – e um monumento em homenagem a Dante Alighieri, que dá nome a praça e foi um dos maiores escritores e poetas italianos.

Ainda no Giardini Pubblici fica situado o Centro de Informações Turísticas (Azienda per il Turismo Trento), onde é possível ter acesso à mapas e informações atualizadas sobre Trento. Por lá também você pode adquirir o Trentino Guestcard.

Centro de Informações Turísticas (Azienda per il Turismo Trento)
Endereço: Piazza Dante
Horário: aberto todos os dias, das 09:00 às 19:00
Site: www.discovertrento.it

Chiesa di Santa Maria Maggiore

Seguindo em direção a Piazza del Duomo – principal praça de Trento – faça uma pausa no meio do caminho para visitar a Chiesa di Santa Maria Maggiore. Apesar desta não ser a Igreja mais importante de Trento – posto que pertence ao Duomo di Trento – sua importância histórica é inegável. Construída pelo príncipe bispo Bernardo Clesio entre 1520 e 1524 sobre as ruínas do antigo Foro do Tridentum Romano, a igreja foi palco de diversas congregações da época do Concílio de Trento, especialmente no período entre abril de 1562 e dezembro de 1563.

Do lado de fora a Chiesa di Santa Maria Maggiore se destaca pelo estilo renascentista de sua fachada construída em pedras brancas e vermelhas e sua entrada principal em arco. A torre é a mais alta da cidade – com 53 metros de altura, é maior até do que a torre da catedral principal de Trento.

Chiesa di Santa Maria Maggiore | O que fazer em Trento (créditos: visit trento)
Chiesa di Santa Maria Maggiore | O que fazer em Trento (créditos: visit trento)

Aberto para visitação, o interior da Igreja é inteiramente decorado com esculturas de mármore, pinturas diversas e um conjunto de afrescos em sua abóbada ilustrando cenas do Concílio de Trento e dos protagonistas da Contra-Reforma. A visita pode ser feita bem rapidamente.

Chiesa di Santa Maria Maggiore
Endereço:
Vicolo delle Orsoline, 1
Entrada gratuita

Via Cavour e Torre delle Tromba

Ao deixar a Chiesa di Santa Maria Maggiore, siga pela importante Via Cavour, uma das principais ruas do centro histórico que desemboca justamente na Piazza del Duomo. A rua concentra edifícios bem antigos da cidade – inclusive nós ficamos hospedados em um deles. O Palazzo Gallo é um edifício histórico do século XVI que hoje abriga o Al Cavour 34, um charmosíssimo bed & breakfast no coração da cidade.

Leia mais: Onde ficar em Trento – Al Cavour 34

Outra construção de grande importância histórica da Via Cavour é a Torre della Tromba, construída no século XII. Ao longo dos séculos a torre teve diversas funções, chegando a ser utilizada até como prisão no século XVIII. Hoje a torre está desativada e permanece como uma das referências ao passado de Trento.

Piazza del Duomo

É chegada a hora de conhecer a belíssima e sempre movimentada Piazza del Duomo, a mais importante praça do centro histórico de Trento. Como já antecipamos, essa é uma das praças que mais nos impressionou em todas as viagens pela Itália, por conta da grande concentração de edifícios históricos e pela imponência arquitetônica dessas construções. É daqueles locais que merecem ser visitados mais de uma vez no mesmo dia, em diferentes horários – o que não é difícil, já que todos os caminhos em Trento levam até a Piazza del Duomo.

O que fazer em Trento
Piazza del Duomo | O que fazer em Trento

Bem no centro da praça está a Fontana del Nettuno, monumento do século XVIII em homenagem ao “Deus do Mar” em representação a abundância de água. Casarões históricos com suas fachadas inteiramente recobertas por pinturas também se destacam, como é o caso da Case Cazuffi – Rella, um conjunto de dois edifícios adjacentes originais do século XVI decorados com afrescos do artista italiano Marcello Fogolino. Tanto a fontana quanto os afrescos são verdadeiras obras de arte a céu aberto, um presente para os visitantes da Piazza.

Mas a principal atração da Piazza del Duomo é sem dúvidas o conjunto arquitetônico que reúne o Duomo di Trento – Catedral que confere o nome à praça – e a seu lado o antigo Palazzo Pretoriano com sua imponente Torre Cívica que hoje abrigam o Museo Diocesano Tridentino.

Catedral de San Vigilio (Duomo di Trento)

Construída no século XI sobre uma área que abrigava um antigo templo dedicado ao santo padroeiro da cidade do século VI, a Catedral de San Vigilio ou simplesmente Duomo di Trento é a sede da Arquidiocese de Trento e principal igreja católica da cidade. Durante o século XVI a Catedral sediou parte dos trabalhos do Concílio de Trento. Após diversas reformas e reconstruções ao longo dos séculos, a igreja apresenta um estilo predominantemente românico em suas fachadas, tanto na face voltada para a Piazza quanto na face voltada para a Via Giuseppe Garibaldi.

O interior da Catedral é amplo e dividido em 3 naves (uma principal e duas laterais secundárias). A estrutura principal da Igreja é aberta a visitação gratuita e apresenta uma boa quantidade de obras de arte, afrescos e até uma bela estrutura com colunas de mármore em espiral no altar central.

Além da visitação “convencional”, é possível ainda conhecer a Cripta e a Basílica subterrânea descoberta em escavações relativamente recentes – exatamente abaixo da atual Catedral – onde é possível observar vários elementos sobreviventes da basílica cristã primitiva. Ambas as atividades são cobradas a parte e devem ser realizadas se você tiver especial interesse nessa temática. Para realizar todas as atividades será preciso ao menos 1 hora da programação dedicada a Catedral de San Vigilio (Duomo di Trento).

Catedral de San Vigilio (Duomo di Trento)
Endereço:
Piazza del Duomo
Horário: aberta todos os dias, de 6:30 às 12:00 e de 14:30 às 20:00
Entrada Gratuita (cripta e basílica subterrânea com cobrança de ingressos)

Museo Diocesano Tridentino

Anexo ao Duomo de Trento está o Palazzo Pretoriano, erguido em 1220 pelo Príncipe Dom Federico Vanga e que funcionou como residência do bispo até meados do século XIII. A estrutura do Palácio com a Torre Cívica remete ao imaginário dos castelos e das construções medievais e é um dos principais elementos que simbolizam a cidade de Trento. Tanto o palácio quanto a torre exerceram diferentes funções ao longo dos séculos, e atualmente o complexo abriga o Museu Diocesano de Trento.

Fundado em 1903, o Museu Diocesano Tridentino reúne um importante acervo que faz referência a própria história da Catedral e ao período de realização do Concílio de Trento. O acervo é bem amplo e conta com pinturas, esculturas, afrescos, livros e objetos religiosos em geral. Além disso, a própria estrutura interna de cada sala preserva características arquitetônicas bem interessantes que por si só já valeriam a visita.

Em cerca de 30 minutos é possível fazer uma visita rápida ao museu, tempo recomendável em um roteiro de 1 dia em Trento. Com mais dias na cidade, vale a pena dedicar mais tempo para a atividade.

Museo Diocesano Tridentino
Endereço:
Piazza del Duomo, 18
Horário: Aberto de quarta à segunda, das 10:00 às 13:00 e das 14:00 às 18:00 (fechado na terça-feira)
Tarifa: €7,00 a inteira (gratuito com o Trentino Guestcard)
Site: www.museodiocesanotridentino.it

Tito Speck: Il Maso Dello Speck

No campo da gastronomia, um dos grandes orgulhos de Trento é o Speck Alto Adige, uma espécie de presunto cru defumado cuja técnica artesanal de preparo foi desenvolvida para preservar a carne em uma época onde refrigeradores ainda não existiam. Em uma lista de o que fazer em Trento, experimentar o legítimo Speck da região não pode ficar de fora! Uma sugestão para isso é essa loja bem simpática que encontramos na Via Giuseppe Mazzini, bem pertinho da Piazza del Duomo: a Tito Speck. Os produtos são fresquíssimos e a equipe foi bem atenciosa, nos oferecendo diversas provinhas. 🙂

Tito Speck: Il Maso Dello Speck
Endereço: Via Giuseppe Mazzini, 2, 38122 Trento TN, Itália
Horário: Todos os dias, de 09:00 às 13:00 e 14:00 às 19:00
Site: www.titospeck.it

Via Rodolfo Belenzani: Palazzo Geremia e Palazzo Thun

Na sequência é hora de caminhar mais um pouco pelas ruas e praças do centro histórico de Trento. Na Via Rodolfo Belenzani estão dois importantes edifícios bem antigos de Trento, o Palazzo Geremia e o Palazzo Thun.

Palazzo Geremia: Via Rodolfo Belenzani, 20
Palazzo Thun: Via Rodolfo Belenzani, 19

Via Giannantonio Manci e Via San Pietro: Palazzo Salvadori, Casa Monauni e Casa Zabini-Zelgher

Outra rua que deve ser mapeada para não ficar de fora do seu roteiro por Trento é a Via Giannantonio Manci, mais especificamente na região próxima a esquina com a Via San Pietro. Essa é uma das esquinas mais bonitas de Trento do ponto de vista arquitetônico, concentrando importantes edifícios históricos como o Palazzo Salvadori e as Casas Monauni e Zabini-Zelgher.

Palazzo Salvadori: Via Giannantonio Manci, 69
Casa Monauni:
Via Giannantonio Manci, 89
Casa Zabini-Zelgher
: Via S. Pietro, 3

Piazza Cesare Battisti: Spazio Archeologico Sotterraneo S.A.S.S

Se estiver dentro do cronograma planejado, não deixe de passar pela Piazza Cesare Battisti, importante praça de Trento onde está situado o S.A.S.S – Spazio Archeologico Sotterraneo. Essa é uma atração de visita aos subterrâneos de Trento, com uma entrada tão discreta que torna até difícil de encontrar.

Spazio Archeologico Sotterraneo S.A.S.S | O que fazer em Trento (créditos: site oficial do museu)
Spazio Archeologico Sotterraneo S.A.S.S | O que fazer em Trento (créditos: site oficial do museu)

Espaço Arqueológico Subterrâneo (SAAS) oferece aos visitantes mais de 1.700 m² de ruínas romanas encontradas durante as escavações para a reforma de outro importante edifício da Piazza Cesare Battisti: o Teatro Social. A antiga cidade romana de Tridentum foi o centro do crescimento histórico da cidade com registros que remetem ao ano 46 DC. Por este motivo, o local apresenta edifícios de diferentes épocas, desde o antigo Império Romano, passando pelo final do gótico e início da Idade Média até chegar aos dias atuais.

Apesar de ser historicamente bem relevante, como atração em si o SASS nos pareceu bem menos impressionante do que as ruínas romanas de outras cidades italianas, em especial a própria Roma. Para quem já visitou outras atrações similares e não for um profundo apaixonado pelo tema, essa é uma atividade que em nossa opinião poderia ser dispensável.

Spazio Archeologico Sotterraneo SASS
Endereço: Piazza Cesare Battisti
Horário: De terça a domingo, das 09:30 às 13:00 e 14:00 às 18:00 (fechado às segundas)
Tarifa: Gratuito com o Trentino Guestcard)
Site: www.cultura.trentino.it/Temi/Archeologia

Castello di Buonconsiglio

Do meio para o fim da tarde é o momento ideal para visitar uma das atrações mais importantes de Trento ao lado da Piazza del Duomo: o Castello di Buonconsiglio. É importante tentar chegar antes das 16h, pois apesar do Castelo em si ficar aberto até às 18h, uma das torres principais – a Torre Aquila – recebe o último grupo de visitantes até as 16:15.

Maior e mais importante complexo monumental de toda a região de Trentino Alto Adige, o Castello di Buonconsiglio foi a residência dos príncipes-bispos de Trento do século XIII até finais do século XVIII. Após o fim do principado episcopal (1803), o castelo foi usado como quartel até ser restaurado e transformado em Museu Nacional a partir de 1924.

Durante a visita é possível conhecer a maior parte dos ambientes internos, do castelo principal até jardins, pátios e salões de diferentes estilos arquitetônicos. Dependendo do seu nível de interesse e da disponibilidade de tempo, sem dúvidas seria possível ficar por horas admirando com calma cada um dos ambientes.

A visita ao Castello di Buonconsiglio é uma daquelas atividades completas, que reúnem arquitetura, arte, história e paisagismo em um só lugar. Particularmente gostamos bastante dos afrescos no teto dos principais salões e dos jardins externos, que contrastam com a própria estrutura do castelo e com a cadeia de alpes ao fundo.

Reserve pelo menos de 45 minutos a 1 hora para a visita completa ao Castello di Buonconsiglio .

Torre Aquila

Situada no extremo sul do complexo, a Torre Aquila é considerada uma atividade à parte em termos de ingresso e horários – apesar de fazer parte do mesmo complexo monumental. É importante ficar atento aos horários para tentar sincronizar para que a visita a Torre aconteça imediatamente antes ou logo depois de concluída a visita principal ao castelo.

E por que essa atração merece tanto destaque? A Torre Aquila conserva um fascinante ciclo de afrescos seculares do fim da Idade Média, entre eles o famoso “Ciclo dos Meses“. Na obra, cada painel representa um dos meses do ano e traz elementos pictóricos relacionados às estações do ano, ilustrando hábitos e costumes da sociedade da época. Estes afrescos são considerados uma documentação rara e valiosa da vida econômica e social dos habitantes dessa região entre finais do século XIV e inícios do século XV.

Castello di Buonconsiglio
Endereço: Via Bernardo Clesio, 5
Horário: De terça a domingo, das 10:00 às 18:00 (fechado às segundas)
Tarifa: Castelo: €10,00 a inteira (€7,00 com o Trentino Guestcard) | Torre Aquila: €2,50
Site: www.buonconsiglio.it

Funivia Sardagna

Após encerrada a visita ao Castello di Buonconsiglio, é provável que já seja fim de tarde, próximo ao horário do pôr do sol – a depender da época do ano da sua viagem. Esse é o momento ideal para realizar o passeio de teleférico da Funivia Sardagna, que liga Trento até o pequeno vilarejo de Sardagna no topo do Monte Bondone.

Em apenas 4 minutos o teleférico chega até a estação a cerca de 600 metros de altura. A medida que subimos o visual panorâmico vai se revelando cada vez mais bonito, com a cidade de Trento vista de cima emoldurada pela cadeia de alpes das Dolomitas ao fundo.

Se estiver com algum tempo de sobra e ainda houver luminosidade, é possível caminhar pela região e explorar o vilarejo de Sardagna. Mas só o passeio de subida e a parada no mirante para observar o pôr do sol do alto do monte já fazem a experiência valer a pena.

Funivia Sardagna
Endereço: a estação fica ao lado de uma das entradas da Ponte San Lorenzo, às margens do rio Ádige
Horário: todos os dias das 7h00 às 22h30 (o intervalo entre os teleféricos varia de acordo com o dia da semana e a época do ano)
Tarifa: incluso no Trentino Guestcard

MUSE (Museo delle scienze di Trento)

Se você é fã de museus de ciências e história natural, certamente o MUSE (Museo delle scienze di Trento) é uma atração que não pode ficar de fora do seu roteiro por Trento. Inaugurado em 2013, o MUSE rapidamente se consolidou como um dos museus mais importantes de toda a região e se tornou uma atração obrigatória de Trento.

MUSE (Museo delle scienze di Trento) | créditos: muse.it)
MUSE (Museo delle scienze di Trento) | créditos: muse.it)

Além da beleza do próprio edifício desenhado por Renzo Piano, o MUSE apresenta uma área total de 12.600 metros quadrados, sendo 3.700 metros dedicados a exposições permanentes espalhadas por 4 andares.

A mostra reúne uma série de exposições interativas e tecnológicas sobre temas bem variados que vão da pré-história (incluindo esqueletos de dinossauros) até os tempos atuais. Boa parte do acervo tem relação direta com o o ecossistema próprio da região alpina, o que nos ajuda a entender um pouco mais dos hábitos e até da cultura dessa região.

MUSE (Museo delle scienze di Trento)
Endereço:
Corso del Lavoro e della Scienza, 3
Horário: De terça a domingo, das 10:00 às 18:00 (Sábados e Domingos até às 19:00. Fechado às segundas)
Tarifa: €11,00 a inteira (€7,00 com o Trentino Guestcard)
Site: muse.it

Piazza del Duomo (noite)

Como dissemos no início desse artigo, a Piazza del Duomo é daqueles locais que precisam ser visitados em diferentes momentos do dia. Portanto, mesmo em um roteiro de um dia em Trento, não deixe de voltar a noite para conferir os belos edifícios e monumentos iluminados. Difícil apontar em qual dos momentos do dia a Piazza é mais impressionante.

Jantar em Trento

Para encerrar a noite, que tal jantar em um restaurante típico e desfrutar da legítima gastronomia trentina? Nossas três sugestões são a Osteria Le Due Spade, o Ristorante Antica Trattoria Due Mori e o Ristorante Birreria Forsterbräu Trento. Para saber como foi a nossa experiência nesses restaurantes e dicas do que pedir em cada um deles, leia o nosso artigo completo sobre “onde comer em Trento“.

+ Leia mais em: Onde comer em Trento


Onde ficar em Trento?

Se ainda não reservou seu hotel ou apartamento em Trento, nossa dica é o bom e barato Al Cavour 34, um bed&breakfast na melhor localização da cidade.

+ Veja como foi nossa estadia no Al Cavour 34

Ou consulte o mapa abaixo com as melhores opções de hospedagem em Trento e reserve agora mesmo pelo menor preço!

Booking.com

Como chegar em Trento

O trem é o melhor meio de transporte para viajar internamente pela Itália. É recomendável sempre adquirir os passes de trem com antecedência para conseguir os melhores preços!

+ Consulte os preços de passagens de trem até Trento ou passes de trem pela Itália com a Eurail

Se preferir utilizar carro alugado, recomendamos utilizar o RentCars, um comparador de preços de aluguel de carros em toda a Europa.

Mais atividades em Trento

E não esqueça de garantir seu seguro viagem:

Não se esqueça que o seguro viagem é OBRIGATÓRIO para quem viaja pela Itália. A empresa de seguros que a gente sempre usa e recomenda é a Seguros Promo. É um comparador de preços dos melhores seguros viagem e apresenta sempre a opção com melhor custo-benefício para a sua viagem!

Ah, e agora vem a melhor parte: leitor do Viajar é Demais tem desconto, basta clicar aqui ou no banner abaixo e utilizar o cupom para fazer seu seguro pelo menor preço possível.

Compartilhar:FacebookTwitter
Augusto
Escrito por
Augusto
Envie sua pergunta ou comentário

Viajar é Demais