Campo dei Miracoli | O que fazer em Pisa

O que fazer em Pisa, na Toscana: conheça a famosa Torre de Pisa em um bate-volta de meio dia na cidade

Ao planejar uma viagem pela região italiana da Toscana, é bem provável que Pisa e sua mundialmente famosa torre inclinada estejam no radar de possibilidades. Afinal, quem vai abrir mão da chance de conhecer ao vivo a Torre de Pisa, certamente uma das atrações turísticas mais famosas do mundo? Ainda mais sabendo que Pisa fica relativamente próxima a cidades como Florença (Firenze) ou Lucca e pode perfeitamente ser incluída em um roteiro curto de bate-volta. Sim, nós quase sempre recomendamos ficar ao menos um dia inteiro em cada cidade para poder ir além dos pontos turísticos e curtir a atmosfera local. E na lista de o que fazer em Pisa, a Torre di Pisa é de fato a grande atração mas está longe de ser a única. Além da torre, somente na Piazza dei Miracoli existem outras atrações incríveis como a Catedral de Pisa (Duomo di Pisa), o Batistério, o Camposanto (cemitério), a Mura di Pisa (antigas muralhas de Pisa) e os museus Sinopie e Opera del Duomo. E fora do eixo turístico principal você ainda pode incluir visitas a Piazza dei Cavalieri ou ao Jardim Botânico, além de uma caminhada pela agitada Corso Italia ou pelas margens do rio Arno. Ou seja, Pisa reúne atrações de sobra para quem tem um dia inteiro na cidade.

Mas a gente sabe que tempo é algo bem escasso nas viagens, e no caso de Pisa é possível conhecer muita coisa em um período curto de apenas 2 ou 3 horas na cidade. Especialmente a dobradinha entre Pisa e Lucca funciona muito bem, já que a distância entre as cidades é de apenas 23 km e o trajeto tem duração de cerca de 30 minutos tanto de carro quanto de trem. No nosso outro artigo sobre “o que fazer em Lucca” a gente detalha bem como é possível conhecer Lucca e Pisa em apenas 24 horas de viagem!

+ Leia também: O que fazer em Lucca – roteiro de 1 dia

Esse artigo sobre “O que fazer em Pisa” é dedicado a você que tem pouco tempo para explorar Pisa mas não abre mão de conhecer as principais atrações. Vamos indicar uma sequência de atividades que cabem em qualquer roteiro de bate-volta de poucas horas em Pisa e cobre o essencial que você precisa conhecer na cidade.

Como ir até Pisa: trem ou carro alugado

Independente se você estiver partindo de Lucca, Firenze, Siena ou outra cidade da região da Toscana, as melhores formas de chegar até Pisa são utilizando trem ou carro alugado. Em ambos os casos, o trajeto de cerca de 23 km entre Lucca e Pisa tem duração de aproximadamente 30 minutos.

De trem: nesse caso, a estação de trem mais próxima da Torre de Pisa é a Pisa S. Rossore que fica a 5 minutos de caminhada. O valor da passagem vai depender da cidade de origem, mas por se tratar de um trem do tipo “regional” os preços costumam ser fixos independente da antecedência com que você compre sua passagem.

De carro alugado: Para quem pretende ir de carro alugado até Pisa, a nossa dica é sempre consultar os preços na Rentcars. O serviço compara os preços nas melhores locadoras de automóveis e apresenta uma lista com todos os carros disponíveis e valores para a locação.

Nós optamos por ir de carro alugado de Lucca até Pisa, e a estrada é super tranquila – demos até uma paradinha para aquela selfie na placa que indica a chegada a Pisa. Pouca gente sabe que boa parte da cidade de Pisa é murada – incluindo a região que concentra a Torre di Pisa e as demais atrações turísticas. Por conta disso, não é possível acessar ou circular de carro no interior dos muros. Mas há uma grande oferta de vagas tanto nos estacionamentos públicos quanto nas ruas próximas – só não pode esquecer de utilizar os parquimetros para não correr risco de ser multado.

Roteiro de bate-volta em Pisa

Piazza dei Miracoli

A principal atração de Pisa evidentemente é a sua torre inclinada, que inclusive já pode ser vista pelo lado de fora das muralhas da cidade. Mas Pisa tem muito mais do que a famosa torre. Ao adentrar por qualquer um dos portões principais, você imediatamente dá de cara com a Piazza dei Miracoli. A “Praça dos Milagres” concentra as maiores atrações de Pisa e sem dúvidas é uma das mais incríveis praças que já visitamos ao vivo. Um verdadeiro complexo de construções monumentais, com destaque para a própria Torre di Pisa, a Catedral de Pisa (Duomo di Pisa), o Batistério, o Camposanto (cemitério).

Piazza dei Miracoli | O que fazer em Pisa
Piazza dei Miracoli | O que fazer em Pisa

Ainda na Piazza dei Miracolli estão a Mura di Pisa (antigas muralhas de Pisa onde é possível caminhar por cima) e os museus Sinopie e Opera del Duomo. Com exceção da Catedral de Pisa, todas as demais atrações possuem cobrança de ingresso.

Torre di Pisa (Torre Inclinada)

Em se tratando de Pisa, é evidente que todos os olhares recaem imediatamente para ela: a Torre di Pisa. Construída em mármore branco, a torre tinha a função de campanário da Catedral da cidade – o Duomo di Pisa, que fica imediatamente ao lado, na mesma praça. Mas o que tornou a Torre di Pisa mundialmente famosa foi sua inclinação bem acentuada, com uma angulação de cerca de 5º a sudoeste. E o detalhe é que essa inclinação não foi proposital! Originalmente a Torre di Pisa deveria ficar na vertical como todas as outras torres mundo afora. Mas devido a uma falha em sua fundação, o processo de inclinação se iniciou logo após o início da construção em 1173 e permanece até hoje – a casa ano a torre aumenta sua inclinação em aproximadamente 1 milímetro!

Uma das principais atividades gratuitas da Piazza dei Miracoli é justamente admirar e fotografar a Torre di Pisa por todos os ângulos possíveis. A todo momento você vai se deparar com os turistas tentando fazer aquela foto clássica como se estivessem “segurando” a torre para ela não cair.

Mas também é possível visitar o interior da torre e subir até o topo – essa atividade exige compra de ingresso que não é nada barato! Muita gente se pergunta se “vale a pena subir a Torre de Pisa“. Sinceramente? A resposta é: não. Além do custo altíssimo por pessoa e do desgaste para subir os 215 degraus em espiral, o que se costuma dizer é que do alto da Torre di Pisa é justamente o único ponto da Piazza dei Miracoli de onde você não consegue enxergar a própria Torre di Pisa, que é de fato a grande atração da cidade. De qualquer forma, se você fizer questão de fazer essa visita, é bom adquirir as entradas online e com bastante antecedência – a venda é feita com dia e horário previamente definidos. A subida da Torre di Pisa dura cerca de 30-35 minutos.

Torre Inclinada (Torre di Pisa)
Entrada: 18€ por pessoa (inteira)
Site: opapisa.it/en/

Duomo di Pisa (Catedral)

Mas como já antecipamos, a Piazza dei Miracoli é um complexo de monumentos que vão além da Torre di Pisa. Algumas das construções da praça inclusive são mais antigas do que a famosa torre. É justamente o caso do Duomo di Pisa, a Catedral que é sede da Arquidiocese de Pisa e o maior exemplo do estilo Românico toscano. Com sua construção concluída em 1092, o templo dedicado à Virgem Maria impressiona pela imponência e riqueza de detalhes em sua fachada.

Entre as principais atrações da Piazza dei Miracoli, a Catedral de Pisa é a única de visitação gratuita – ainda assim é necessário retirar um ingresso com hora marcada na bilheteria. Quem visita ao menos uma das demais atrações pagas da praça também recebe gratuitamente o ingresso para conhecer o belíssimo interior do Duomo di Pisa. Recomendamos a visita mesmo em um roteiro curto de bate-volta a Pisa.

Duomo di Pisa (Catedral)
Horário:
diariamente das 10:00 às 17:00
Entrada:
Gratuita (necessário marcar horário e retirar ingresso na bilheteria)

Mura di Pisa (antigas Muralhas de Pisa)

Uma das atrações mais recentes de Pisa é a caminhada sobre as antigas muralhas da cidade. Não que a Mura di Pisa em si seja uma novidade (sua conclusão data do ano de 1284), mas após uma grande reforma a atividade nas muralhas foi disponibilizada para o público e se tornou uma das mais procuradas entre os turistas. Que tal caminhar sobre uma passarela a 11 metros de altura e quase 3 km de extensão de onde se pode observar toda a cidade sob uma perspectiva única?

Reserve ao menos 30 minutos para ter tempo de caminhar por boa parte da atração e observar a cidade velha de Pisa por um ângulo privilegiado.

Mura di Pisa (antigas Muralhas de Pisa)
Horário:
das 10:00 às 16:00 (consultar dias e horários no site oficial)
Entrada:
3€ (ingresso) e 1,50€ para reserva de horário online
Site: muradipisa.it

Batistério de Pisa (Battistero di San Giovanni), Camposanto (Cemitério), Museo delle Sinopie e Opera del Duomo

Ainda na Piazza dei Miracoli estão o Batistério de Pisa (Battistero di San Giovanni), o Camposanto (Cemitério) e os Museus delle Sinopie e Opera del Duomo. As quatro atrações podem ser visitados com ingresso avulso ou conjunto – nesse caso, uma atração custa 5€; duas, 7€; três, 8€; e quatro, 9€. É possível comprar pela internet ou na bilheteria local.

Entretanto, em um roteiro curto ao estilo bate-volta recomendamos conhecê-los apenas pelo lado de fora.

Fontana dei Putti e Angelo Caduto

Antes de deixar a Piazza dei Miracoli, não perca a chance de conferir mais duas importantes esculturas. A Fontana dei Putti é uma lindíssima fonte de mármore do século XVII instalada próxima à Torre di Pisa. A escultura traz a representação de três anjos e tinha como função original prover uma fonte de água bem no centro da Piazza dei Miracoli, mas atualmente tem papel apenas decorativo. Já o Angelo Caduto (anjo caído) é uma obra bem mais recente, criada em 2012 pelo artista alemão Igor Mitoraj. A estátua representa o torso de um anjo “quebrado”, com suas asas, braços e cabeça danificados.

Caminhar pelas ruas próximas (restaurantes e lojinhas)

Se estiver com algum tempo de sobra no seu cronograma, uma boa dica para fechar esse roteiro de bate-volta em Pisa é caminhar livremente por algumas das ruas nos arredores da Piazza dei Miracoli para conhecer um pouquinho da cidade em si – afinal, Pisa tem casas, moradores, e não se limita às atrações turísticas. Um exemplo é a via Santa Maria, uma simpática rua repleta de bares, restaurantes, lojas e edifícios históricos de Pisa.

Assim termina o nosso roteiro para um bate-volta de cerca de 3 horas em Pisa (4 horas se contarmos o tempo de deslocamento de ida e volta, no nosso caso partindo de Lucca). A dobradinha Lucca + Pisa funcionou muito bem em nossa viagem. Para quem não tem um dia inteiro para dedicar a Pisa, essa é uma ótima opção para utilizar apenas uma manhã e conhecer o essencial da cidade.


Onde ficar em Pisa?

Se decidir passar a noite em Pisa, que tal reservar agora mesmo um hotel ou apartamento pelo melhor preço possível? Para consultar preços atualizados de hospedagens em Pisa com descontos incríveis, faça agora mesmo uma pesquisa pelo Booking, o maior site de hospedagem em todo o mundo!

Booking.com Booking.com

Aluguel de carro na Toscana

A nossa dica para quem pretende alugar carro nas cidades da Toscana é a Rentcars. Um serviço que compara os preços nas melhores locadoras de automóveis e apresenta uma lista com todos os carros disponíveis e valores para a locação. Já utilizamos a Rentcars para aluguel de carro tanto no Brasil como no exterior, sempre conseguindo os menores preços e as melhores condições. Aproveita para consultar agora as opções para o seu próximo destino!

Contrate agora o seguro viagem obrigatório na Itália

Você sabia que seguro viagem é OBRIGATÓRIO para quem viaja para a Itália? E mesmo se não fosse obrigatório, não dá nem para pensar em viajar sem seguro, não é mesmo? Na hora de contratar o seguro viagem a gente sempre usa e recomenda a Seguros Promo. É um buscador que compara o preço das principais companhias de seguro viagem do mercado e apresenta as opções com melhor custo-benefício para a sua viagem!

Ah, e agora vem a melhor parte: quem é leitor do Viajar é Demais tem desconto exclusivo: basta clicar aqui ou no banner abaixo e utilizar o cupom para fazer seu seguro pelo menor preço possível.

Compartilhar:FacebookTwitter
Augusto
Escrito por
Augusto
Envie sua pergunta ou comentário