O que fazer em Berna

O que fazer em Berna: roteiro de 1 dia em Bern, a Capital da Suíça

Quando o destino é a Suíça, as vilas alpinas como Interlaken e Grindelwald ou as grandes cidades como Genebra e Zurique acabam roubando a cena e se tornando os destinos mais populares entre os viajantes. Se você perguntar para alguém “qual a capital da Suíça”, e até bem provável que a resposta imediata de muita gente seja justamente uma das duas maiores cidades do país. Mas na verdade a capital da Suíça é uma cidade que fica bem no meio do caminho entre Genebra e Zurique: a charmosíssima Berna (“Bern” em alemão), uma daquelas cidades gostosas de conhecer a pé e que podem ser desbravadas em 1 dia de roteiro ou até mesmo num “bate-volta” bem planejado. Não é que a cidade tenha poucos atrativos — não se engane, há muito o que fazer em Berna — mas é fato que os principais atrativos do ponto de vista turístico ficam no centro histórico às margens do Rio Aar, bem próximos uns dos outros e da própria estação de trem. Ou seja, perfeito para incluir ao menos uma passadinha em Berna no seu roteiro pela Suíça, não é mesmo?

Apesar de ser a capital da Suíça e sede do governo, Berna tem aquela atmosfera de cidade pequena. Poucas cidades da Suíça conseguiram manter suas características históricas tão bem preservadas como Berna, e por conta disso seu centro histórico está presente na lista de Patrimônios da Humanidade da UNESCO. Nas ruas principais que atravessam o centro histórico (casos da Spitalgasse, Marktgasse e Kramgasse) a “marca registrada” da arquitetura de Berna são as “lauben” — estruturas em arcada que seguem por cerca de 6km formando os mais longos calçadões de compras cobertos de toda a Europa.

Outra característica marcante de Berna é a grande quantidade de fontes (“brunnen”, em alemão) espalhadas especialmente pelas ruas e praças do centro histórico. São cerca de 100 fontes catalogadas com esculturas originais do século XVI, e as mais importantes você nem vai precisar procurar muito — elas ficam literalmente no meio das ruas principais e basta começar a caminhar pela cidade para encontrar fontes como a Pfeiferbrunnen. Isso sem falar nas torres históricas como a Käfigturm (a antiga torre da prisão) e a clássica Zytglogge ou “torre do relógio”, símbolos da cidade medieval que permanecem preservadas.

Berna ainda tem como atrações imperdíveis a Berner Münster (Catedral), o Bärengraben (um Parque de Ursos, animal que é símbolo de Berna) e o Rosengarten, um belo parque com jardins de rosas e uma vista incrível para o centro histórico da cidade. Sem contar os inúmeros museus, com destaque para a Einsteinhaus (casa em que viveu o físico Albert Einstein) e o Paul Klee Zentrum dedicado à obra do importante artista local Paul Klee.

Para ajudar na tarefa de visitar o máximo possível de atrações dessa lista em um dia e ainda aproveitar um pouquinho da atmosfera medieval e até da cena gastronômica de Berna, preparamos esse roteiro super completo com todas as dicas sobre o que fazer em Berna em 1 dia. Nós realizamos esse roteiro durante o inverno, em um bate-volta partindo de Interlaken (a exatamente 1 hora de distância de trem até Berna).

Antes, algumas dicas para você economizar na viagem:

O que fazer em Berna: roteiro de 1 dia na capital da Suíça

O roteiro começa a partir da Bahnhof Bern, a estação central de trem em Berna. Localizada no coração do centro histórico de Berna, a Bahnhof fica integrada a um shopping, um verdadeiro centro comercial com mais de 70 lojas e até supermercados como o Migros, uma das maiores redes da Suíça. Em uma das saídas principais na Banhofplatz fica o Centro de Informações Turísticas de Berna, ou “Welcome Bern“. Em todos os nossos roteiros a gente sempre recomenda uma passadinha rápida pelos centros de informação turísticas das cidades para obter informações atualizadas, obter mapas e folhetos gratuitos da cidade ou mesmo adquirir ingressos antecipados ou aqueles cartões de desconto em atrações e no transporte.

Centro de Informações Turísticas de Berna | O que fazer em Berna
Centro de Informações Turísticas de Berna | O que fazer em Berna

No caso específico desse roteiro de 1 dia a gente não recomenda nenhum dos cartões de desconto da cidade. O Museum Card é o cartão que garante entrada gratuita nos principais museus de Berna, mas só compensa mesmo para quem fica ao menos 2 dias inteiros na cidade. Já o Bern Ticket é um cartão gratuito para quem se hospeda por 1 noite em Berna e dá acesso ilimitado a toda a rede pública de transportes da cidade. Mas como todo esse roteiro de 1 dia em Berna pode ser inteiramente percorrido a pé, o cartão fica um pouco sem utilidade.

Heiliggeistkirche (Igreja do Espírito Santo)

Na saída do centro de informações turísticas está uma igrejinha que não costuma constar nos roteiros por Berna, a Heiliggeistkirche (ou “Igreja do Espírito Santo”). Como a Igreja era uma graça por fora e estava bem ali pertinho, resolvemos dar uma passadinha para conhecer também o seu interior, mas… estava fechada! Isso é bem comum quando incluímos uma atração assim de “surpresa”, sem ter pesquisado os horários antes. Mas de qualquer forma as fotos do lado de fora já valeram a pena — fizemos até uma segurando o bolo em formato de urso, animal símbolo de Berna, que recebemos de presente no centro de informações turísticas.

A igreja fica localizada na Spitalgasse, uma das ruas principais do centro histórico. Uma das opções de roteiro seria seguir diretamente por essa rua e seguir pelas atrações principais, mas a gente sugere fazer um pequeno desvio para não perder alguns atrativos bem legais dessa parte do centro histórico de Berna.

Kleine Schanze: parque com mirante

A cerca de duas quadras da Heiliggeistkirche você encontra o Kleine Schanze, um pequeno e simpático parque urbano super agradável para caminhadas ao ar livre. Mas o que mais nos impressionou por ali foi o mirante com uma vista bem aberta da cidade de Berna — no caso, de uma parte da cidade fora do centro histórico que não é possível conhecer em um roteiro de apenas um dia.

Kleine Schanze e a vista da cidade | O que fazer em Berna
Kleine Schanze e a vista da cidade | O que fazer em Berna

A passadinha pelo parque rende boas fotos e a paisagem dá uma visão mais ampla da estrutura da cidade para além do rio Aar e do centro histórico.

Kleine Schanze e a vista da cidade | O que fazer em Berna
Kleine Schanze e a vista da cidade | O que fazer em Berna

Bundesplatz e o Palácio Federal da Suíça

A caminhada pelo parque e pelo mirante termina praticamente nos fundos do Palácio Federal da Suíça — sede do Governo suíço que funciona em um imponente edifício localizado na Bundesplatz. Até onde a gente sabe o prédio em si não pode ser visitado por dentro, então a visita se limita a conhecer a fachada externa e os jardins no entorno do Palácio.

Durante as estações mais quentes do ano os chafarizes da praça costumam ser acionados e fazem um espetáculo bem interessante e até divertido especialmente para as crianças. Na época da nossa viagem pegamos a decoração natalina sendo preparada para abrigar os Mercados de Natal de Berna.

Waisenhausplatz e o mercado de Berna

Se o dia escolhido para conhecer Berna for uma terça-feira ou sábado, não deixe de aproveitar a tradição secular dos mercados de rua. Começando ainda na Bundesplatz, o principal mercado de rua do centro histórico se estende até a Waisenhausplatz. São dezenas de barracas de produtores locais dos arredores da cidade oferecendo tudo que há de mais fresco entre vegetais, legumes, frutas, queijos, carnes e produtos de confeitaria em geral. Quando estivemos por lá encontramos até uma barraca de uma brasileira moradora da cidade oferecendo bolo de tapioca e outros quitutes bem típicos do Brasil! Mas claro que o foco é nas especialidades locais, então o mercado é um prato cheio para aquele momento de imersão na cultura gastronômica de Berna.

Reforçando, o Mercado de Rua em Berna acontece às terças e sábados das 09:00 até as 18:00. Durante os meses de novembro e dezembro essa mesma região também concentra boa parte dos estandes dos Mercados de Natal de Berna.

Spitalgasse, Marktgasse e Kramgasse: ruas principais do centro histórico

De volta ao circuito principal das ruas mais importantes do centro de Berna, é hora de finalmente seguir pela Spitalgasse. Como já antecipamos no início do artigo, a Spitalgasse, a Marktgasse e a Kramgasse compõem o eixo de ruas principais do centro histórico, reunindo em seu entorno a maioria das atrações que devem ser visitadas em um roteiro de apenas 1 dia em Berna.

Se você pesquisou por fotos ou vídeos de Berna antes da viagem, muito provavelmente ao começar a caminhar pela Spitalgasse você vai ter aquela sensação de “agora sim eu cheguei em Berna”. As ruas de calçamento de pedra, o vai e vem dos bondes pelos trilhos e especialmente as fachadas das casas sobre arcadas (as famosas “lauben”) que são uma “marca registrada” da arquitetura de Berna. Abaixo das arcadas as construções em sua maioria são ocupadas por estabelecimentos comerciais, formando o mais longo calçadão coberto de compras de toda a Europa com cerca de 6km de extensão em sua totalidade.

As fontes de Berna

Outra característica marcante de Berna é a grande quantidade de fontes (“brunnen”, em alemão) espalhadas pelo centro histórico. São cerca de 100 fontes catalogadas com esculturas originais do século XVI, e as mais importantes você nem vai precisar procurar muito — elas estão justamente no trajeto pelas ruas Spitalgasse, Marktgasse e Kramgasse. Uma das primeiras e mais conhecidas é a Pfeiferbrunnen, uma fonte circular com a escultura colorida de um gaiteiro de fole. Mas basta seguir caminhando pelas ruas principais para encontrar outras fontes importantes no mesmo estilo, como a Simsonbrunnen (representando o herói católico Sansão segurando a boca de um leão), Anna-Seiler-Brunnen (representando a criadora do primeiro hospital de Berna em 1354), a Schützenbrunnen (onde um caçador segura uma bandeira e um urso carrega uma arma de fogo), a Zähringerbrunnen (um urso em pé com um escudo e uma bandeira, homenageando o fundador da cidade), entre tantas outras.

Assim como o centro histórico, as fontes de Berna também são declaradas patrimônio mundial pela UNESCO e sem dúvida são uma das atrações mais charmosas da cidade. É difícil apontar uma em específico que você “precisa” conhecer, mas vale a pena conferir o máximo possível desse tesouro arquitetônico da cidade.

Käfigturm: antiga torre da prisão

Além das fontes, como não destacar as torres históricas e bem preservadas do centro de Berna, também situadas ao longo do curso das ruas principais? A primeira delas fica na Marktgasse: a Käfigturm, uma antiga torre que funcionava como prisão na época medieval.

Zytglogge: a torre do relógio de Berna

Poucos metros adiante está a Zytglogge ou “torre do relógio”, talvez o maior símbolo da cidade medieval de Berna do ponto de vista turístico. Por sorte, como fomos em um dia de semana comum, pegamos as ruas pouco movimentadas e foi relativamente tranquilo conseguir fazer ótimas fotos no local. Mas prepare-se porque esse é um dos pontos mais fotografados de Berna! E com razão, não acham?

A emblemática torre do relógio de Berna foi reconstruída ainda no século 13, entre os anos de 1218 e 1256, e permanece bem preservado hoje. Durante o dia, nas horas cheias, a Zytglogge ainda presenteia os turistas com o funcionamento de seu relógio astronômico e das marionetes / figuras medievais em movimento, como os ursos dançantes, o tolo atrevido e um galo cantante.

Para quem tiver especial interesse no Zytglogge (e mais tempo na cidade) uma opção é fazer o passeio pelo interior da torre, entendendo todo o funcionamento das engrenagens e assistindo como funciona o show das marionetes. A visita ao interior da torre ainda oferece em seu ponto mais alto uma bela vista do centro histórico de Berna. O tour tem duração de cerca de 1 hora e pode ser comprado com antecedência e hora marcada pelo site da Get Your Guide no link: Zytglogge de Berna: Excursão pela Torre do Relógio. Nós não fizemos essa visita (ainda) mas ela é super bem recomendada!

Zytglogge: a torre do relógio de Berna
Horário: Sempre as 14h15, mas os dias da semana variam em função da época do ano
Duração: 1 hora
Preço: CHF 20 por pessoa
Ingressos: Zytglogge de Berna: Excursão pela Torre do Relógio

Einsteinhaus (casa de Albert Einstein)

Ainda pelas ruas principais de Berna, em um dos antigos edifícios de número 49 na Kramgasse, está outra atração popular da cidade: a Einsteinhaus (casa de Albert Einstein). Sim, muita gente não sabe, mas Albert Einstein — ele mesmo, o maior físico de todos os tempos — morou em Berna durante alguns anos. Nesse edifício, o antigo apartamento alugado por Albert Einstein de 1903 a 1905 foi transformado em um pequeno museu onde estão expostos alguns móveis, livros e fotografias originais da época. Dizem até que foi nesse apartamento que ele concebeu a Teoria da Relatividade!

No primeiro andar funciona um café bem charmoso, e o museu propriamente dito fica no 2º e 3º andares da casa – é necessário subir uma antiga escadaria de madeira. No 2º andar está uma versão restaurada do que seria o apartamento de Einstein, reproduzindo o estilo da época.

Já o 3º andar é mais recente e reúne uma série de painéis que contam algumas das partes mais importantes da história de Einstein, além de algumas publicações, documentos e livros mais relacionados ao trabalho do físico. Além disso, é possível assistir de tempos em tempos a um vídeo de 20 minutos apresentando um pouco de sua vida, pensamentos e trabalho.

Einsteinhaus (casa de Albert Einstein) | O que fazer em Berna

Apesar de termos feito a visita e estarmos aqui contando tudo sobre ela, eu diria que essa é a atividade que mais facilmente poderia ser retirada do roteiro em caso de algum imprevisto ou de falta de tempo. Apesar da óbvia importância histórica de estar no mesmo local onde Einstein viveu parte de sua vida, o museu é bem simples e pequeno. Vale mais a pena para quem tiver mais de 1 dia em Berna ou para pessoas com especial interesse na vida de Albert Einstein.

Einsteinhaus (casa de Albert Einstein)
Duração:
livre, mas 20 a 30 minutos são tempo suficiente.
Preço: CHF 5 por pessoa
Site: einstein-bern.ch

Münsterplattform: parque ao redor da Catedral de Berna

Da casa de Albert Einstein é hora de seguir até a Berner Münster, a Catedral de Berna. Mas antes de Catedral propriamente dita, não deixe de explorar as belezas da Münsterplattform, nome dado à plataforma/parque que fica no entorno da Münster.

Além da beleza de admirar a Catedral sob diferentes pontos de vista, a região em si é muito agradável, com direito a áreas verdes, bancos para sentar e relaxar e até uma vista espetacular do rio Aar, dos Alpes e até de outros bairros de Berna, como o distrito de “Matten” — há até um elevador que os moradores locais utilizam para se deslocar entre esses dois pontos.

Berner Münster: Catedral de Berna

Mas sem dúvidas a principal atração da Münsterplattform é mesmo a Berner Münster, a icônica Catedral de Berna, famosa por ter a torre de igreja mais alta de toda a Suíça — são mais de 100 metros de altura! Com sua construção iniciada em 1421, foram precisos cerca de 150 anos apenas para a conclusão de uma primeira versão do imponente edifício gótico de arenito. A torre em si só foi dada como concluída alguns séculos depois, no ano de 1893.

Além da imensa torre, outra característica marcante da Catedral de Berna também pode ser observada ainda pelo lado de fora — trata-se do portal de entrada principal, uma obra prima representando o Juízo Final com cerca de 300 esculturas.

Apesar de ter um horário de visitação bem limitado no inverno (normalmente apenas no período da tarde) vale muito a pena tentar planejar seu roteiro para incluir também um passeio pelo interior da Catedral de Berna, que é aberta ao público. Destaque para a beleza dos vitrais e para a “simplicidade” do revestimento em arenito que confere ainda mais destaque às esculturas, afrescos e obras de arte em seu interior.

Interior da Berner Münster: Catedral de Berna | O que fazer em Berna
Interior da Berner Münster: Catedral de Berna | O que fazer em Berna

Infelizmente quando estivemos em Berna a subida à torre estava fechada para reformas / manutenção, mas para quem se animar a subir os 312 degraus para chegar até o mirante, dizem que a vista é belíssima — dá para ver não apenas o centro histórico como até os picos da cadeia de alpes Bernese Oberland mais ao fundo! No nosso caso, ficou para uma próxima visita a Berna. 🙂

Berner Münster: Catedral de Berna
Horário:
12:00 às 16:00 (interior da Catedral) e 12:00 às 15:30 (subida da torre)
Entrada: Gratuita para visitação e CHF 3,50 para subida da torre
Site: bernermuenster.ch

Almoço em Berna: Casa Novo Restaurante & Vinoteca

Se quiser aproveitar esse momento para a pausa do almoço em um restaurante espetacular de Berna sem precisar se desviar do roteiro, a nossa dica de onde comer em Berna é o Casa Novo Restaurante & Vinoteca — que como vocês podem perceber, tem nome português, é de propriedade de uma família de espanhóis e tem uma cozinha requintada, inspirada na culinária mediterrânea da Península Ibérica, sempre fazendo uso de ingredientes locais e sazonais. Quem quiser conferir como foi a nossa experiência completa por lá, é só acessar o post “Onde comer em Berna: Casa Novo Restaurante & Vinoteca”.

Além da comida maravilhosa, a localização em um dos extremos do centro histórico, bem pertinho da emblemática ponte Nydeggbrücke, oferece vistas maravilhosas da cidade nesse que é um dos cantinhos mais charmosos que encontramos em Berna.

Casa Novo Restaurante & Vinoteca
Endereço: Läuferpl. 6
Horários: aberto de terça a sexta para almoço (11:30–14:30) ou jantar (17:30–23:00). Aos sábados, somente jantar (17:30–23:00). Fechado domingos e segundas. Recomendável fazer reserva antecipadamente.
+ Leia mais em: Onde comer em Berna – Casa Novo Restaurante & Vinoteca

Bärengraben: o Parque dos Ursos

Logo após cruzar a ponte Nydeggbrücke, a simpática estátua de um urso se equilibrando sobre um fio indica a chegada ao Bärengraben, ou “Parque dos Ursos”. Como já dissemos no início desse artigo, o urso é um animal símbolo de Berna — desde 1513 há relatos de ursos em Berna e desde 2009 eles tem esse parque espaçoso inteiramente dedicado a eles. Aberto ao público, o Bärengraben é uma das atrações mais conhecidas da cidade e atrai muitos turistas interessados em observar os ursos bem de pertinho. Importante ressaltar que tudo é muito seguro e é quase impossível ir até lá e não avistar um urso — se alimentando, dormindo, brincando ou simplesmente nadando pelas águas do rio Aar.

Mas além dos ursos em si, o parque em si é super agradável para um passeio e oferece vistas impressionantes do centro histórico de Berna. De onde se observe, é possível enxergar alguma paisagem que parece saída de um cartão postal.

Vale reservar de 30 a 40 minutos para explorar com calma o Bärengraben, tirar a sua “selfie” com os ursos e curtir o visual.

Rosengarten: Jardim das Rosas

Outra atração super agradável em Berna e também de visitação gratuita é o Rosengarten, um dos parques mais bonitos da cidade que leva esse nome em função do espaço dedicado aos jardins de rosas — a época da nossa viagem não foi a mais indicada para as rosas, mas ainda assim valeu muito a pena fazer a visita.

O Rosengarten fica relativamente próximo ao Bärengraben (cerca de 10 minutos de uma caminhada puxada por conta da subida) e é uma ótima opção para encerrar o dia e curtir o pôr do sol em um dos melhores pontos de Berna. Para quem vai passar a noite na cidade, o Rosengarten ainda possui um restaurante de mesmo nome que durante o inverno tem serviço de fondue em sua aconchegante varanda com vista para a cidade velha.


Berna no Inverno: Mercados de Natal

Essa é uma atividade exclusiva do período do Natal mas que é imperdível em qualquer roteiro de quem pretende conhecer Berna durante os meses de novembro e dezembro: os Mercados de Natal — foi neles que passamos nossos últimos momentos em Berna antes de pegar o trem de volta para Interlaken. Os três principais mercados de Berna ficam na Münsterplatz, na Waisenhausplatz e no parque da Kleine Schenze.

Mercados de Natal em Berna | (foto: Bern Tourism)
Mercados de Natal em Berna | (foto: Bern Tourism)

Münsterplatz: considerado um dos melhores mercados de Natal da Suíça, o mercado de Natal da Münsterplatz, nos arredores da imponente catedral de Berna, é o lugar perfeito para encontrar produtos artesanais de qualidade. Com foco no artesanato, esse mercado oferece produtos únicos, originalmente fabricados por artistas locais em mais de 100 estandes.

Mercados de Natal em Berna | (foto: Bern Tourism)
Mercados de Natal em Berna | (foto: Bern Tourism)

Waisenhausplatz: O mercado de Natal na Waisenhausplatz, no coração de Berna, existe há mais de 30 anos. É considerado o ponto focal dos mercados de Natal de Berna. Ao todo, as cerca de 50 barracas oferecem uma extensa variedade de lembranças, itens de Natal e objetos para o uso diário – aqui há algo para todos os gostos. Destaque também para as barracas de comidas e bebidas típicas.

Mercados de Natal em Berna | (foto: Bern Tourism)

Kleine Schanze: O mais novo mercado de Natal de Berna fica localizado a poucos passos da estação de trem, ou seja, provavelmente é o primeiro que você irá visitar. Ao longo do parque de Kleine Schanze, cerca de 70 estandes oferecem comidas típicas, bebidas quentes e enfeites de Natal.

Mercados de Natal em Berna | (foto: Bern Tourism)
Mercados de Natal em Berna | (foto: Bern Tourism)

Leia também: Mercados de Natal da Suíça


Assim termina o nosso roteiro de 1 dia em Berna, na Suíça, ideal para uma viagem de “bate-volta” na cidade e com foco nas principais atrações. Para quem tem um pouco mais de tempo, vale a pena incluir outras atrações da cidade, como por exemplo o Paul Klee Zentrum, um museu inteiramente dedicado à obra do importante artista local Paul Klee.

Espero que tenham gostado das dicas e sugestões, e que voltem aqui depois para comentar o que acharam da cidade. Antes de partir, não deixe de conferir algumas últimas dicas importantes sobre hospedagem, passeios e seguro viagem para aproveitar da melhor forma a sua estadia em Berna! 🙂


Onde ficar em Berna

Se você decidir passar 1 ou mais noites em Berna, não deixe de pesquisar com antecedência os preços de hotéis e apartamentos no Booking, o maior site de hospedagens em todo o mundo. Veja algumas opções abaixo e reserve seu hotel com as melhores condições e segurança total:

Booking.com Booking.com

Como chegar em Berna, na Suíça

Para quem pretende visitar Berna os melhores meios de transporte são o trem ou carro alugado.
De trem: a principal estação de trem da cidade é a Bahnhof Bern. Partindo de Genebra são cerca de 1 hora e 50 minutos de distância. Já Zurique fica há 1 hora de trem.
De carro alugado: Se a opção for alugar um carro, a nossa dica é consultar os preços na Rentcars. Um serviço que compara preços entre as melhores locadoras de automóveis e apresenta uma lista com todos os carros disponíveis e valores para a locação.

Aproveite e já faça as reservas dos passeios e atrações pelo menor preço. Não perca tempo em filas!

Consulte e reserve passeios e entradas de atrações na Get Your Guide, uma das maiores e mais confiáveis plataformas de ofertas turísticas do mundo. Eles estão presentes nas maiores cidades e reúnem profissionais e empresas qualificadas que oferecem os mais variados tipos de passeios e serviços turísticos. Nós já usamos e recomendamos. Dá só uma olhada: 

E não esqueça de garantir seu seguro viagem:

O seguro viagem é OBRIGATÓRIO para quem viaja por toda a Europa. E mesmo que não fosse obrigatório, não dá nem pra pensar em viajar sem seguro, né? Na hora de contratar o seguro viagem a gente sempre usa e recomenda a Seguros Promo. É um buscador que compara o preço das principais companhias de seguro viagem do mercado e apresenta as opções com melhor custo-benefício para a sua viagem!

Ah, e agora vem a melhor parte: quem é leitor do Viajar é Demais tem desconto exclusivo: basta clicar aqui ou no banner abaixo e utilizar o cupom para fazer seu seguro pelo menor preço possível.

Compartilhar:FacebookTwitter
Escrito por
Augusto
Envie sua pergunta ou comentário