O que fazer em Nuremberg, na Alemanha: roteiro de 5 dias
Nuremberg

O que fazer em Nuremberg, na Alemanha: roteiro de 5 dias

Nosso roteiro por Nuremberg consistiu em um total de 5 dias: o dia de chegada, vindo de Frankfurt (que só começou pra valer a partir das 12:30); o dia de saída às 10h da manhã para Munique; 2 dias “full-time” por Nuremberg e 1 dia de bate e volta para Bamberg.

Dia 1 – Até breve, Frankfurt! Olá, Nuremberg!  🙂

Chegamos na cidade de trem, após cerca de 2h de viagem, por volta das 12h. A hauptbanhof (estação central) é muito, mas MUITO perto do centro histórico, como pode ser visto na foto.

Hauptbanhof de Nuremberg vista do portão de entrada da cidade antiga
Hauptbanhof de Nuremberg vista do portão de entrada do centro histórico

Pra quem chega pela estação central, há uma passagem subterrânea que dá diretamente no Königstor, um dos portões de entrada desse centro histórico – não precisa nem atravessar rua com as malas. Pra quem vai ficar hospedado por essa região (como era o nosso caso), é uma mão na roda!

Königstor, um dos portões de entrada do centro antigo de Nuremberg
Königstor, um dos portões de entrada do centro histórico de Nuremberg

Me arrisco a dizer que do desembarque do trem até encontrar o hotel Privathotel Probst levamos menos de 15 minutos! Em termos de localização, a gente não poderia esperar nada melhor: estávamos pertinho da estação central e dentro da muralha que cerca o centro histórico (que é onde você provavelmente vai passar 99% do tempo na cidade).

Muralha que cerca o centro histórico
Muralha que cerca o centro histórico

Check in feito, devidamente instalados no hotel, fomos logo pra rua pra almoçar e depois conhecer a cidade. Estávamos bem pertinho da Handwerkerhof Nürnberg, uma espécie de feira/mercado com produtos típicos, artesanatos, itens de colecionador, e claro, restaurantes.

Handwerkhof Nürnberg
Handwerkhof Nürnberg

Uma das boas opções de restaurantes que pesquisamos dentro desse mercado era o Bratwurstglöcklein im Handwerkerhof. Restaurante típico, de comida tradicional alemã, e cujo carro chefe eram as famosas Nuremberger Wursts (as salsichas de nuremberg). Elas são bem menores e mais fininhas do que no restante do país (mais ou menos a medida de um dedo), e apesar de serem servidas em quase todo o país, são a representação mais típica da gastronomia de Nuremberg.

No post de restaurantes em Nuremberg a gente conta mais sobre esse e todos os restaurantes da viagem, mas o que dá pra dizer é que foi sensacional. Simplesmente a melhor salada de batatas que já comi na vida! 🙂

Restaurante Bratwurstglöcklein im Handwerkerhof
Restaurante Bratwurstglöcklein im Handwerkerhof

Depois do almoço, a ideia era caminhar livremente pela principal rua da cidade, a KonigStrasse, em direção ao mercado de Natal de Nuremberg (o maior e mais famoso do mundo). Como era domingo, sabíamos que a maioria das lojas estariam fechadas, então queríamos aproveitar para nos ambientarmos e admirar as belíssimas construções da cidade. A cidade estava bem cheia – descobrimos na hora que Nuremberg é um alvo de turistas alemães nos finais de semana dessa época justamente pelo seu mercado de Natal. As ruas estavam tomadas de decoração natalina e anúncios indicando as direções para o mercado.

Nuremberg - KonigStrasse e ruas do centro
Nuremberg – KonigStrasse e ruas do centro

Caminhamos bem lentamente pela rua, aproveitando para admirar a arquitetura, cada fachada, cada construção histórica. Nuremberg é uma cidade incrível pra quem aprecia a arquitetura de cidades medievais.

Apesar de ter sido quase que totalmente destruída na 2ª Guerra Mundial, o trabalho de reconstrução por toda a cidade é primoroso, e por alguns momentos você se sente mesmo em uma aldeia de outros tempos.

Arquitetura e fachadas históricas de Nuremberg
Arquitetura e fachadas históricas de Nuremberg

No caminho, aproveitamos para visitar a Lorenzkirche (Igreja de São Lourenço) e admirar sua arquitetura Gótica. A visitação é gratuita, e as fotos sem flash são liberadas em todo o interior da igreja.

Lorenzkirche - Igreja de São Lourenço
Lorenzkirche – Igreja de São Lourenço

Mais adiante, atravessamos a ponte MüseumBrucke sobre o rio Pegnitz, que corta a cidade. O visual do lugar é incrível, e mesmo com o tempo um pouco nublado e não ajudando muito, foi impossível não parar para tirar algumas fotos. Da ponte se vê o Spital Apotheke zum Heiligen Geist, um antigo hospital que hoje funciona como restaurante e é um símbolo da arquitetura da cidade, sendo um dos cartões postais de Nuremberg.

Vista da MüseumBrucke, um dos cartões postais de Nuremberg
Vista da MüseumBrucke, um dos cartões postais de Nuremberg

Durante todo o caminho até aqui passamos por diversas barracas com iguarias natalinas, mas foi ao cruzar a ponte que demos de cara finalmente com o esperado e famoso Mercado de Natal de Nuremberg. O mercado é realmente gigante, ocupa umas 3 ou 4 praças principais ali do centro, a partir da Hauptmarkt e subindo em direção ao castelo Imperial de Nuremberg. Uma particularidade que não é comum a todas as cidades é que o mercado de Nuremberg se divide em uma versão para crianças (o “Kinderweihnacht” ou “Christkindlesmarkt”) e a versão “normal”, para todas as idades. Mas recomendo passear por cada canto de ambos os mercados, porque é uma experiência realmente indescritível.

Christkindlesmarkt de Nuremberg
Christkindlesmarkt de Nuremberg

Pra quem quiser saber mais sobre as comidas, bebidas e particularidades dos mercados de Natal na Alemanha, a gente preparou um post só sobre isso: Um guia sobre os mercados de Natal da Alemanha.

Outra especialidade de Nuremberg são os “Lebkuchens”, uma espécie de pão de mel. Se no Natal os  mercados são repletos de barracas vendendo lebkuchens artesanais, durante o ano existem lojas especializadas por toda a cidade . Uma delas é a Wicklein Lebkuchen, uma das poucas lojas abertas no domingo em Nuremberg, e que mesmo lotada, valeu a visita! Pudemos degustar vários estilos de Lebkuchen (dos mais simples até os mais condimentados, com muitas nozes, gengibre e castanhas em geral), e acabamos comprando vários para dar de presente. 🙂

Wicklein Lebkuchen, em Nuremberg
Wicklein Lebkuchen, em Nuremberg

Outras 2 lojas incríveis que encontramos por ali foram a Käthe Wohlfahrt (a mais famosa loja de artigos natalinos do mundo) e a Briefmarken Müzen Edelmetale (loja de selos, moedas, cédulas e demais artigos de colecionador). Em ambos os casos, pra quem gosta, vale demais a visita!

1. Käthe Wohlfahrt 2. Briefmarken Müzen Edelmetale 3. Selos, moedas, cédulas, etc
1. Käthe Wohlfahrt
2. Selos, moedas, cédulas, etc
3. Briefmarken Müzen Edelmetale

A Hauptmarkt nos reserva ainda a belíssima Frauenkirche Nürnberg (Igreja de Nossa Senhora), também do estilo gótico, de visitação gratuita.

Frauenkirche Nürnberg - Igreja de Nossa Senhora
Frauenkirche Nürnberg – Igreja de Nossa Senhora

Depois de tudo isso estávamos um pouco cansados e resolvemos voltar para o hotel pra cochilar um pouco e descansar pra aproveitar melhor a noite, jantar num lugar legal e visitar o mercado natalino com as luzes todas acesas. Apesar de parecer muuuuuuita coisa, toda essa parte do roteiro foi feita em cerca de 4 horas no máximo. O centro histórico de Nuremberg é muito pequeno (cerca de 4km de um extremo a outro), e dá pra conhecer tudo a pé e muito rápido. Decidimos voltar pelas ruazinhas paralelas a KonigStrasse para conhecer mais sobre a cidade no caminho.

Ruazinhas paralelas a KonigStrasse
Ruazinhas paralelas a KonigStrasse

Com as baterias recarregadas, refizemos a noite o mesmo caminho pela KonigStrasse pra aproveitar o mercado de Natal a noite, com tudo iluminado. No caminho, mais fotos! Foi impossível não registrar a beleza do Spital Apotheke zum Heiligen Geist a noite e a Schöner Brunnen, essa escultura iluminada bem no centro do mercado de Natal.

1. FrauenKirche a noite 2. Schöner Brunnen 3. Spital Apotheke zum 4. Heiligen Geist a noite Mercado de Natal de Nuremberg
1. FrauenKirche a noite
2. Schöner Brunnen
3. Spital Apotheke zum Heiligen Geist a noite
4. Mercado de Natal de Nuremberg

Acabamos não comendo nada no mercado de Natal, nos guardando para o jantar. Optamos pelo Böhms Herrenkeller, que era bem pertinho do nosso hotel e que ainda estava aberto e com algum movimento por volta das 21:20. Aqui vale uma dica, os restaurantes de Nuremberg em geral encerram a cozinha as 22h, principalmente em um domingo. Então, programe-se pra jantar cedo. 🙂

Restaurante Böhms Herrenkeller
Restaurante Böhms Herrenkeller

Depois do jantar, nada mais estava aberto na cidade, e com o frio por volta dos -2ºC, só restava voltar para o hotel e descansar pra aproveitar bem o próximo dia de viagem.  🙂

Aí embaixo tem um mapinha com um resumão dos principais pontos que visitamos nesse dia.

Ah, uma dica: na mesma lojinha de informações turísticas, eles tinham a venda 2 playmobils de uma edição especial produzida somente na Alemanha: o Martin Lutero (em comemoração aos 500 anos da reforma protestante), e o Albrecht Dürer, pintor e cidadão mais famoso da história de Nuremberg. Lá eles custam 2 euros, e ao voltar para o Brasil, descobrimos que eles valem mais de R$100 cada um e são considerados raríssimos! Ah, se a gente soubesse…..  :/

Playmobil Luther und Dürer
Playmobil Luther und Dürer

Com os cartões em mão, começamos a explorar a cidade. Já tínhamos estabelecido um roteiro com os principais museus e atrações que nos interessavam e que estavam incluídas no Nuremberg Card, e a primeira delas foi o Neues Museum, que ficava quase ao lado do nosso hotel.

O Neues Museum é um museu de arte moderna, e no seu acervo conta com pinturas, esculturas, fotografias, videos e instalações. painting, sculpture. Confesso que não faz muito o meu gênero, mas recomendo para quem gosta, ou para quem tem o Nuremberg Card, já que a visita é muito rápida e o prédio em si é de uma arquitetura bastante interessante.

Em menos de meia hora saímos de lá e seguimos até a nossa próxima parada, a Ultra Comix, um paraíso para nerds em geral e aficcionados por quadrinhos, filmes e séries. Em seus 4 andares a loja tem de tudo, de gravuras a jogos de tabuleiro, de toy arts a armaduras de cavaleiros medievais. Pra quem curte, vale a visita!

Ultra Comix - um paraíso para nerds
Ultra Comix – um paraíso para nerds

De lá seguimos acompanhando a muralha do centro histórico em direção a Jakobsplatz, onde encontram-se as igrejas e St. ElisabethKirche. Interessantes, mas nada de espetacular (pode ser dispensado em um roteiro com menos tempo na cidade).

Igrejas 1. Jakobskirche e Elisabethkirche 2. Elisabethkirche 3. Jakobskirche
Igrejas
1. Jakobskirche e Elisabethkirche
2. Elisabethkirche
3. Jakobskirche
Elisabethkirche - Externa e Interna
Elisabethkirche – Externa e Interna
Jakobskirche - Externa e interna
Jakobskirche – Externa e interna

Bem pertinho dali fica a Ehekarussell, uma escultura imensa, meio macabra mas bastante interessante. Ela representa todo o ciclo do casamento, desde o namoro até a morte. O.o

Ehekarussell - escultura que representa o ciclo do casamento
Ehekarussell – escultura que representa o ciclo do casamento

Continuamos em direção a Henkersteg, outra das pontes que cortam o rio Pegnitz. Ponte e visual lindíssimos, daquele tipo de lugar que pra onde você aponta a câmera, a foto sai incrível. 🙂

Ponte sobre o rio Pegnitz
Ponte sobre o rio Pegnitz
Ponte sobre o rio Pegnitz
Ponte sobre o rio Pegnitz

Pra completar, em um dos trechos a ponte é coberta, e tinha um músico tocando músicas medievais em um acordeão que faziam o clima do momento ficar quase mágico.

Ponte coberta
Ponte coberta <3

A ponte nos levou até a região chamada de Weinstadel (na tradução, “depósito de vinhos”), que pelo que consta no passado foi uma região utilizada para uma espécie de quarentena para os leprosos. Apesar disso, hoje é uma região residencial linda, repleta de pequenas ilhas, pontes, ruazinhas, culminando na incrível Weißgerbergasse, uma rua que concentra a maior quantidade de casinhas artesanais no estilo enxaimel de Nuremberg.

Região chamada de Weinstadel e Rua Weißgerbergasse
Região chamada de Weinstadel e Rua Weißgerbergasse

A próxima parada foi o Spielzelgmuseum, ou Museu do Brinquedo. Mais uma atração incluída no Nuremberg Card, e que vale a pena para quem se interessa pelo tema. O destaque acaba sendo sempre para os brinquedos da época do Nazismo, que estampam soldadinhos com a suástica, aviões, tanques e todo tipo de referência a esse período tenebroso da história alemã. Dá pra visitar tudo em cerca de 30/40 minutos.

Spielzelgmuseum - Museu do Brinquedo
Spielzelgmuseum – Museu do Brinquedo

Bem pertinho dali fica a imponente Sankt Sebaldus Kirche, de estilo gótico.

Sankt Sebaldus Kirche
Sankt Sebaldus Kirche

Nosso planejamento nesse dia estava bem apertado. Eram cerca de 15:00 e decidimos almoçar bem rapidinho no Hutt’n, restaurante que já havíamos mapeado como uma boa opção na região. Conseguimos o objetivo: comemos bem, rápido, e ainda ficamos estrategicamente localizados para partirmos para o próximo ponto do nosso roteiro: o Kaiserburg, ou “Imperial Castle” de Nuremberg.

Kaiserburg - Castelo Imperial
Kaiserburg – Castelo Imperial

O “Castelo Imperial” é mais uma das atrações incluídas no Nuremberg Card. Chegamos por volta das 15h30 (no inverno ele fecha para visitações as 16h), e nessa época do ano a visita consiste em 3 partes: 1) Interior do castelo e seu vasto acervo ; 2) Subida a Sinwellturm, (a torre do castelo); 3) Fonte “Tiefe Brunnen”, onde fica o poço do castelo. Os jardins do castelo não ficam abertos nessa época, mas no verão podem ser visitados. Nosso cronograma ficou bem corrido, apesar de ter dado tempo de passar por tudo, mas aconselho a chegar um pouquinho mais cedo (De 45 minutos a 1 hora seriam suficientes para fazer tudo com calma).

Kaiserburg - pátio do castelo imperial
Kaiserburg – pátio do castelo imperial
Kaiserburg - Interior do castelo e seu vasto acervo
Kaiserburg – Interior do castelo e seu vasto acervo
Sinwellturm - a torre do castelo
Sinwellturm – a torre do castelo

De qualquer forma, o melhor momento do dia para ir ao Kaiserburg é no final de tarde, no horário de encerramento das visitações. Nesse momento, é possível ver e fotografar o por do sol na cidade de Nuremberg, tanto de cima da torre quanto da base do castelo.

Por do sol no Castelo Imperial
Por do sol no Castelo Imperial

É no horário de encerramento das visitações que acontece também uma espécie de “demonstração” envolvendo a 3ª parte da visita, no poço do castelo. Uma funcionária do Kaiserburg leva os visitantes ao redor do poço, conta sobre sua história e sua impressionante profundidade de quase 50 metros. Nesse momento ela enche uma jarra com água e joga a água pelo poço, e somente 5 segundos depois ouvimos a água bater no fundo. Na sequência, ela aciona o mecanismo que desce o balde (em teoria com uma câmera acoplada) até o fundo do poço, e podemos acompanhar a descida por uma tela (nós achamos que na verdade eles exibem um vídeo previamente filmado com a descida, mas de qualquer forma, vale a experiência).

Fonte "Tiefe Brunnen"- o poço do castelo
Fonte “Tiefe Brunnen”- o poço do castelo

Por volta das 16h15 fomos até a Albrecht Dürer Haus, outra das atrações incluídas no Nuremberg Card. É a casa do Albrecht Dürer (lembra dele, do playmobil que mencionamos lá no início?). Pois é, ao longo da viagem fomos “descobrindo” que o Albrecht Dürer é “o cara” de Nuremberg: tem restaurante com o nome dele, hotel, museu, exposições, tudo dedicado ao cidadão mais ilustre da história da cidade e a figura principal da arte alemã do século XV.

A Albrech Dürer Haus é a casa onde vivia e trabalhava o pintor Albrech Dürer, e que foi transformada em um museu. Confesso que só fomos por estar incluída no nosso cartão da cidade e porque tínhamos tempo livre até as 17h, mas a visita é interessante. Além de algumas pinturas e obras do artista, é interessante observar a disposição dos cômodos de uma casa do século XVI. Acabamos não conseguindo fazer fotos nossas, pois os equipamentos ficaram sem bateria e tivemos que deixar carregando no locker do museu enquanto fazíamos a visita.

Albrech Dürer Haus
Albrech Dürer Haus
Fonte das imagems:
http://www.artyfactory.com/art_appreciation/animals_in_art/durer/durer.jpg
https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/6/6b/Nuremberg_1904_Albrecht_D%C3%BCrer_Haus_6334.jpg
http://www.timetravelturtle.com/wp-content/uploads/2015/12/Nuremberg-2015-25_web-lrg.jpg

Saímos de lá por volta das 16h50, e as 17h começava o tour guiado da “Historische Felsengänge Nürnberg” (sorte que é tudo pertinho em Nuremberg!). Bem resumidamente, é um tour pelos subterrâneos de Nuremberg e sua história, que termina dentro de uma cervejaria local, a AltStadtHof. O tour leva quase 1 hora e meia (é tudo a pé e sem banheiros no caminho), e escolhemos esse horário das 17h para não “perdermos” esse tempo de dia claro, já que nessa época do ano os dias são mais curtos.

Historische Felsengänge NürnbergHistorische Felsengänge Nürnberg
Historische Felsengänge Nürnberg
AltStadtHof
AltStadtHof

O tour tem momentos bem interessantes, principalmente por quem se interessa por história de maneira geral e por fabricação de cerveja. O ponto negativo é que nesse horário o tour era em alemão, e por mais que tivéssemos um áudio guia, não tem a mesma riqueza de informações (em geral o áudio guia acabava em 3 minutos e o guia alemão ficava falando por uns 10 minutos em cada parada). Isso acabava deixando o tour um pouco monótono as vezes. Se você não fala alemão, nesse passeio específico vale muito a pena reservar o tour em inglês. Ah, o tour e o áudio guia também estão incluídos no Nuremberg Card! Viu como valeu a pena? 🙂

O tour ainda dá direito a uma mini-degustação da cerveja ou do whisky produzidos pela AltStadtHof. Nós até compramos uma caneca lindona como lembrança do passeio.

No fim dessa maratona de passeios e museus estávamos bem cansados. Decidimos voltar para o hotel pra descansar um pouco e só saímos mais tarde pra jantar em um restaurante próximo ao hotel, mas fora dos muros da cidade. Dessa vez optamos por um italiano pra variar da “overdose” de comida alemã: a Osteria del Centro. Contamos tudo sobre o jantar no post “Restaurantes de Nuremberg“.

Segue um mapa com o resumo de tudo que fizemos nesse dia:

Dia 5 – Despedida de Nuremberg rumo a Munique

Dia de se despedir dessa linda cidade, de suas ruelas e construções medievais, e partir pra não menos empolgante Munique, terra da oktoberfest! \o/

Fizemos essa viagem de ônibus, pela empresa FlixBus, que recomendamos muito. Nosso ônibus saía as 11h40 da rodoviária de Nuremberg (que é bem perto da hauptbanhof e do centro histórico, coisa de 200m).

Flixbus!
Flixbus!

Os ônibus são muito modernos, limpos, saem na hora exata, chegam na hora exata, tem aplicativo pra acompanhar tudo certinho, e custam MUITO mais barato do que viajar de trem (contamos tudo no post: 6 razões para viajar de ônibus pela Alemanha). O lado negativo é que leva um pouco mais de tempo (fizemos esse trecho em cerca de 2h15, quando de trem seria cerca de 1h10), mas uma diferença de 13 euros por pessoa compensou – e muito! 🙂

Quer saber como seguiu a viagem por Munique? Então continua acompanhando pelo post: Roteiro de 6 dias em Munique.


Onde ficar em Nuremberg

Nossas sugestões pessoais de hotéis bons e baratos onde já ficamos hospedados em Nuremberg e arredores:

Ou consulte o mapa abaixo para pesquisar hotéis e apartamentos para se hospedar em Nuremberg, na Alemanha.

Booking.com

Mais atividades em Nuremberg

Consulte e reserve passeios e entradas de atrações na Get Your Guide, uma das maiores e mais confiáveis plataformas de ofertas turísticas do mundo. Eles estão presentes nas maiores cidades e reúnem profissionais e empresas qualificadas que oferecem os mais variados tipos de passeios e serviços turísticos. Nós já usamos e recomendamos. Dá só uma olhada: 

E não esqueça de garantir seu seguro viagem:

O seguro viagem é OBRIGATÓRIO para quem viaja pela Alemanha. E mesmo que não fosse obrigatório, não dá nem pra pensar em viajar sem seguro, não é mesmo? Na hora de contratar o seguro viagem a gente sempre usa e recomenda a Seguros Promo. É um comparador de preços entre as principais companhias de seguro viagem do mercado que apresenta os melhores preços e condições para a sua viagem!

Ah, e agora vem a melhor parte: quem é leitor do Viajar é Demais tem desconto exclusivo: basta clicar aqui ou no banner abaixo e utilizar o cupom para fazer seu seguro pelo menor preço possível.

Compartilhar:FacebookTwitter
Augusto
Escrito por
Augusto
Envie sua pergunta ou comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Viajar é Demais