Onde ficar em Leuven: conheça o Martin’s Klooster, mosteiro do século XVI que virou hotel de luxo
Onde ficar em Leuven: Hotel Martin's Klooster

Onde ficar em Leuven: conheça o Martin’s Klooster, mosteiro do século XVI que virou hotel de luxo

Situada a apenas 30 minutos da capital Bruxelas, a pequena Leuven (Lovaina em português) é uma daquelas cidades pouco conhecidas para o viajante comum, mas que quando você conhece se apaixona imediatamente. Fundada em 891, a cidade mistura aquele clima de vilarejo medieval que a gente adora com a modernidade e a jovialidade trazidas pelos inúmeros estudantes da Katholieke Universiteit Leuven, uma das melhores do país. Construções como a Town Hall – um imponente edifício de estilo Gótico do século XV – e a Igreja de São Pedro estão entre as atrações obrigatórias da cidade.

Se não bastasse a herança arquitetônica e cultural, Leuven ainda é considerada por muitos como a “Capital da cerveja belga”. A principal representante das cervejas produzidas na cidade é a mundialmente famosa Stella Artois, cuja fábrica pode ser visitada nos arredores da cidade. Mas a quantidade de bares e de cervejarias locais espalhadas pela cidade impressiona os amantes da boa cerveja.

Com tudo isso, é incrível que tanta gente que visita a Bélgica não inclua Leuven no roteiro. Ou dedique apenas um bate e volta de um dia – o que já é bem legal, mas não o suficiente pra conhecer ao menos o básico da cidade. Nossa sugestão é para que você passe ao menos 1 noite em Leuven, para ter tempo de não apenas visitar as principais atrações, mas também de caminhar pelas ruas medievais; admirar o por do sol; curtir a cidade iluminada a noite e experimentar um dos muitos bares e restaurantes do agitado centro histórico.

Para se hospedar em Leuven, nossa sugestão é que você fique o mais perto possível do centro histórico, onde tudo acontece e toda a parte turística e histórica da cidade pode ser explorada a pé. No lista abaixo você vai encontrar sugestões de hotéis em oferta para se hospedar em Leuven, na Bélgica:

Booking.com

De todos os hotéis, recomendamos especialmente o hotel Martin’s Klooster, onde nos hospedamos na noite que passamos em Leuven.

Hotel Martin’s Klooster em Leuven: de mosteiro do século XVI a hotel boutique de luxo

Hotel Martin’s Klooster - Imagem - site oficial do hotel
Hotel Martin’s Klooster – Imagem – site oficial do hotel

Martin’s Klooster é um hotel de quatro estrelas localizado em uma rua de paralelepípedos no centro histórico de Leuven, a dois minutos de caminhada da Oude Markt, a principal praça da cidade onde ficam o Town Hall e a Igreja de São Pedro. O Klooster é um dos 10 hotéis da rede Martin’s, todos na Bélgica.

O edifício histórico onde hoje funciona o hotel era originalmente um mosteiro, construído em 1531. Daí o nome “Klooster” (que em holandês quer dizer “mosteiro”) e a inspiração para a proposta do hotel, que tenta – com sucesso – remeter ao estilo da época, sem abrir mão do conforto e da modernidade. Outro detalhe bem interessante que descobrimos já no hotel é que cada um dos 103 quartos possui características próprias que os tornam únicos entre si.

Leia também:
O que fazer em Leuven: roteiro de 24 horas na cidade
Onde comer em Leuven: Bar Berlin
Benelux Pass: viagem de trem pela Bélgica com a Eurail

Nossa experiência no Hotel Martin’s Klooster em Leuven

Da estação de trem de Leuven até o Hotel Martin’s Klooster são de 15 a 20 minutos de caminhada (1,5 km). O calçamento durante o trajeto vai bem até os 300 metros finais, quando se aproxima o centrinho histórico, a praça principal e consequentemente o chão de pedras que dificultam o transporte das malas. Nada impeditivo, mas para quem preferir, é possível ir de táxi (10 euros) ou ônibus (a partir de 3 euros por pessoa). Para quem estiver de carro, o hotel conta com estacionamento próprio (consulte o hotel para mais informações).

Chegamos ao hotel por volta de 12h, antes do horário previsto para o check in, e nosso quarto ainda não estava disponível. Nesses casos, é possível deixar as malas sem custos adicionais. Foi o que fizemos! Aproveitamos ainda para explorar um pouco das áreas comuns do hotel (como o belo pátio interno) antes de sair pra bater perna pelas ruas de Leuven. Um detalhe que sempre gostamos de destacar é quando o hotel oferece água, ou no caso, água saborizada bem geladinha. É sempre um gesto simpático. 🙂

Hotel Martin’s Klooster - lobby e entrada
Hotel Martin’s Klooster – lobby e entrada

Nosso quarto no Hotel Martin’s Klooster

Ficamos hospedados no quarto 123 do Hotel Martin’s Klooster. Além de muito amplo, o quarto conta com uma decoração que remete a temática do mosteiro e da religiosidade, mas tudo com muito bom gosto. A cor vermelha/vinho se faz presente nas roupas de cama, estofados e cortinas. Em uma das portas do armário há uma reprodução de uma obra de arte para finalizar a referência ao século XVI. Todo o restante é em tom mais neutro e sóbrio, o que confere a modernidade necessária.

Hotel Martin’s Klooster - o quarto com decor em tons de vermelho
Hotel Martin’s Klooster – o quarto com decor em tons de vermelho

Além das 2 camas de solteiro que, juntas, acredito que sejam do tamanho de uma king size (ou maior), a estrutura do quarto oferece ainda algumas comodidades como cofre, frigobar, roupão, espelho de corpo inteiro e vista para o pátio interno. Há ainda uma chaleira elétrica com oferta de chás, café solúvel e…chocolate quente (belga, logicamente)!

Hotel Martin’s Klooster - cama gigante e chaleira elétrica
Hotel Martin’s Klooster – cama gigante e chaleira elétrica

Um detalhe adicional foi o mimo que o hotel nos deixou: uma caixinha do delicioso Sylvain Speculoos – é um biscoito bem característico da Bélgica, e essa marca é um absurdo de boa! Coisa boa é chegar no quarto e ter um presentinho, a gente ama! <3

Hotel Martin’s Klooster - speculoos
Hotel Martin’s Klooster – speculoos

Vale destacar o mais importante: quarto super silencioso, bem escurinho com as cortinas fechadas, e uma excelente noite de sono.

O banheiro é moderno, muito amplo também (um dos maiores que já vi em hotéis), e conta com banheira E chuveiro-ducha separados (dá pra escolher de acordo com a preferência). O kit de amenities é da marca própria do hotel (shampoo, condicionador, sabonete e loção hidratante), de boa qualidade. Os quartos contam com secador de cabelos a disposição.

Hotel Martin’s Klooster - banheiro enorme e completo
Hotel Martin’s Klooster – banheiro enorme e completo

Café da Manhã

O café da manhã do Hotel Martin’s Klooster é COMPLETÍSSIMO. Depois viemos a descobrir que em toda a rede Martin’s o padrão se mantém, mas como essa foi a primeira experiência, a lembrança de encontrar aquele buffet lindo, com tantas opções, ficou marcada na nossa lembrança. Fica até difícil descrever tudo, e acho que as fotos vão falar por si. Em resumo: frutas frescas, salada de frutas, geleias caseiras, cereais, pães, queijos (6 tipos diferentes) e frios de diversos tipos, tudo de altíssima qualidade.

Hotel Martin’s Klooster - salão do café da manhã
Hotel Martin’s Klooster – salão do café da manhã
Hotel Martin’s Klooster - café da manhã super completo
Hotel Martin’s Klooster – café da manhã super completo

Na parte de opções quentes, destaque para os ovos quentes cozidos no ponto certo e para as mini linguiças deliciosas!

Hotel Martin’s Klooster - opções quentes
Hotel Martin’s Klooster – opções quentes

Entre as bebidas, uma máquina com opções variadas de sucos, chás da marca Pure Leaf a disposição, além de máquina de café com opção de expresso, cappuccino, latte machiatto, etc.

Hotel Martin’s Klooster - opções de bebidas
Hotel Martin’s Klooster – opções de bebidas

Alguns “detalhes” que merecem ser destacados: foi lá que conhecemos pela primeira vez o “Sirop de Liège”, uma espécie de geleia/melado de frutas bem típico da Bélgica, e que é servido em mini potinhos, juntamente com Nutella e… Speculoos! Já viu que não tem como sair do café da manhã do Hotel Martin’s Klooster sem comer uma enormidade, né? Rsrsrs

Hotel Martin’s Klooster - destaque para o “Sirop de Liège”,
Hotel Martin’s Klooster – destaque para o “Sirop de Liège”,

Para fechar com chave de ouro, que tal uma champagne Brut Cava? Sim, o café da manhã era regado a champagne! 🙂

Hotel Martin’s Klooster - champagne
Hotel Martin’s Klooster – champagne

O que mais o hotel oferece?

Além do café da manhã, o que de fato utilizamos foi o serviço de internet wifi que funcionou bem em todos os ambientes, com conexão bastante satisfatória. Eles oferecem também o serviço de táxi sob demanda, que utilizamos no check out para ir até a estação de trem e foi muito eficiente.

Quanto custa se hospedar no Hotel Martin’s Klooster

Reserve agora mesmo sua estadia no Hotel Martin’s Klooster pelos melhores preços no site da Booking. Encontramos diárias para casal a partir de 109€. O café da manhã em geral é cobrado a parte ao custo de 21€ por pessoa.

+ Hotel Martin’s Klooster: consulte as melhores ofertas

Avaliação final: Hotel Martin’s Klooster

A localização ideal já seria motivo suficiente para indicar o Hotel Martin’s Klooster. Entretanto, mais do que apenas uma boa localização, o conceito do hotel representa bem características marcantes da cidade. Reúne a essência de sua longa história com a modernidade dos novos tempos. O resultado é uma hospedagem integrada à atmosfera da cidade, uma sensação de pertencimento, com todo o conforto necessário para uma estadia perfeita em Leuven.

Destaque ainda para o café da manhã acima das nossas expectativas (que já eram altas), e pela atenção e simpatia de toda a equipe que nos atendeu. Saímos com aquela vontade de passar mais noites por lá, ou quem sabe voltar em uma próxima viagem? 🙂


Já decidiu onde ficar em Leuven?

Se ainda não reservou hotel, consulte agora mesmo mais preços de hotéis e apartamentos para se hospedar em Leuven, na Bélgica.

Booking.com Booking.com

E não esqueça de garantir seu seguro viagem:

Agora que já tem todas as informações para decidir onde ficar em Leuven, não esqueça do seguro viagem! Geralmente a gente faz seguro viagem torcendo pra não usar, né? Mas por experiência própria: quando precisamos de fato do seguro viagem, a experiência com a Seguros Promo foi muito positiva. Em uma viagem para a Argentina meu pai apresentou um problema de saúde e foi preciso levá-lo para exames mais detalhados em um hospital. Bastou ligar para o número de telefone indicado (atendimento imediato e todo em português). Conseguimos a liberação para a internação e os exames, sem pagar nada e sem burocracia. Além disso, o site é fácil de usar e os preços são imbatíveis.

Ah, e agora vem a melhor parte: quem é leitor do Viajar é Demais tem desconto exclusivo: basta clicar aqui ou no banner abaixo e utilizar o cupom para fazer seu seguro pelo menor preço possível.

Compartilhar:FacebookTwitter
Augusto
Escrito por
Augusto
Envie sua pergunta ou comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

3 comentários
Viajar é Demais