Compras na França: 13 sugestões de presentes para trazer de Paris
Sugestões de presentes para trazer de Paris

Compras na França: 13 sugestões de presentes para trazer de Paris

Conhecer Paris é o sonho de muitos brasileiros. Talvez por ser um daqueles destinos quase “completos”, com opções que agradam a todo mundo. Há programas culturais de sobra, monumentos, passeios ao ar livre, pontos turísticos de montão, e claro, diversas opções para compras! Falando em compras, todo mundo que viaja sabe: basta comentar que está indo para o exterior que começam a chover pedidos. Traz uma lembrancinha? Posso te fazer uma encomenda? Quem é que nunca recebeu um pedido desses? Acho que essa gente pensa que todo mundo que viaja ficou rico, não é possível! Rsrsrs

Além dos pedidos, sempre temos pessoas especiais que queremos presentear, mas quando nos damos conta, ou faltam euros, ou falta espaço na mala no final da viagem. Rsrs. Se você também é desses que gosta de trazer presentes e “lembrancinhas” para os amigos e parentes, mas sem descuidar do orçamento, esse post é pra você! 🙂

Antes, é preciso sinceridade: não consideramos Paris exatamente um “paraíso” para compras, pelo menos não para o nosso perfil. Explico: Paris é uma cidade cara, bem mais cara do que a média. Com o euro super valorizado, muitas coisas se tornam quase impraticáveis, pelo menos para a realidade de “meros mortais”, hehehehe. Mas dizer que não é um paraíso está longe de significar que é um destino ruim para compras. Tem muita coisa legal por lá, desde itens que você só vai encontrar em Paris até produtos que são muito mais baratos por lá do que no Brasil.

Mas então, o que de fato vale a pena comprar em Paris? Quais são os presentes ideais para trazer de Paris? Cada destino tem as suas particularidades – uns são bons pra comprar eletrônicos, outros para roupas, outros para enfeites de casa. Pensando nisso, decidimos montar uma lista com 13 sugestões de presentes para trazer de Paris que vão atender a quase todos os gostos. Confesso que foi bem difícil montar essa lista só com 13 tipos de presentes, e pra ajudar nas escolhas, definimos 3 critérios para a avaliação de cada item:
– Tradição (o quanto aquele produto é tradicional e típico na França);
– Facilidade de transporte (o quanto é fácil trazer aquele item na mala);
– Custo-benefício (o quanto compensa financeiramente comprar aquele produto em Paris, na França).

Vamos a lista final com as nossas 13 sugestões de compras de presentes para trazer de Paris.

1) Chocolates

Sou chocólatra assumido e suspeito pra falar, mas acho chocolate um dos melhores itens para se trazer de qualquer viagem pela Europa. São deliciosos, são de qualidade, são difíceis de encontrar por aqui, são compactos e são baratos em comparação com os nossos. Em Paris não é diferente: entre os mais “industriais”, tanto as marcas locais quanto as “importadas” dos vizinhos famosos como Bélgica e Suíça são muito mais em conta do que aqui no Brasil. Existem opções boas e baratas, como a marca francesa Poulin ou a marca própria do supermercado Monoprix que custa 0,49€ e eu particularmente adoro. Nós já trouxemos quantidades absurdas de chocolate de Paris, tudo despachado na mala, sem maiores problemas.

Se você faz a linha mais “gourmet” e de chocolates artesanais, Paris é repleta de lojas de ‘Chocolatiers’ famosos, como a Henri Le Roux, a Maison Pralus (que a gente visitou em Lyon mas que existe também em Paris) ou a Maison Pascal Caffet. Nesse caso o investimento vai ser bem maior, mas certamente fará a alegria de quem receber uma caixinha de presente.

E para quem quiser aproveitar a viagem para fazer uma imersão no mundo dos chocolates, segue a dica de duas experiências incríveis: Paris – Degustação de chocolates e doces (3 horas de duração) ou o Paris – 3 horas Chocolate & Patisserie Walking Tour (3 horas de duração).

– Tradição: 8
– Facilidade de transporte: 10
– Custo-benefício: 10

2) Comidinhas, temperos e iguarias gourmets (foie gras, caviar, patês, etc)

A gastronomia francesa é reconhecida como uma das melhores do mundo. Grande parte dos pratos e comidas típicas do país são baseados em ingredientes e produtos locais, que ou são muito difíceis de se encontrar fora da França, ou quando você encontra, eles custam “os olhos da cara”. É o caso por exemplo do polêmico – porém delicioso – foie gras, o patê de fígado de ganso/pato. Custando pequenas fortunas no Brasil, não dá pra dizer que o foie gras seja “barato” em Paris, mas custa mais ou menos 20% dos valores cobrados por aqui.

Na mesma categoria se enquadram outras comidinhas, temperos e iguarias: confit de canard (patê de pato); caramel salé (o caramelo com um “arzinho” de sal); ervas da Provence; mostarda de Dijon; favas de baunilha; trufas; são algumas das iguarias que fazem parte da culinária francesa e que podem ser uma boa sugestão de presentes para trazer de Paris. Esses produtos em geral são fáceis de trazer nas malas, e a dica é comprar nos supermercados mais gourmet (Lafayette Gourmet ou Grand Epicerie de Paris) ou mesmo em lojas especializadas. Entre elas, a de maior destaque é a Fauchon, a favorita de 9 em cada 10 brasileiros que viajam para a cidade luz. Lá você certamente encontrará tudo que você procura em termos de produtos gourmet para trazer de presente. Tem até uns kits preparados justamente para essa finalidade, sempre com ótimas sugestões para trazer de Paris. 🙂

– Tradição: 10
– Facilidade de transporte: 9
– Custo-benefício: 8

3) Cosméticos e maquiagens

Capital da beleza, Paris é sem dúvida um ótimo lugar para encontrar as marcas de cosméticos e make-ups mais badaladas do mundo! Infelizmente, nem sempre com o preço mais justo, é verdade. 🙁

Das marcas de maquiagem, você encontra todas que puder imaginar. Das mais sofisticadas até mais baratinhas mas de boa qualidade. E acredite, até mesmo no supermercado (Monoprix, Franprix) existem setores com prateleiras repletas de produtos de marcas ótimas à venda. Nesse quesito, a Chai comprou máscara de cílios e delineador para repor o estoque, todos na faixa de preço entre 3€ e 8€ .

Das marcas de cosméticos e dermocosméticos, há várias que já conhecemos no Brasil, mas por serem francesas, pode acabar saindo mais barato comprar na França. São elas: La Roche Posay, Vichy, Avène, Bioderma, Nuxe e várias outras. Algumas também é possível encontrar na loja online da Sephora. Os produtos dessas marcas são ótimos, como as águas termais, lenços demaquilantes, hidratantes e óleos. Se você conseguir um espacinho na mala, vale a pena trazer um estoque. E claro, também funciona muito bem como lembrança de viagem. Imagina um presente desses para as mulheres da família. Quem não gostaria de um produtinho francês, não é? 🙂

Outra boa dica é procurar as farmácias. As mais famosas de Paris são a Citypharma e a Monge. Passamos por lá algumas vezes, e os preços de fato são mais baixos do que a média. Não por acaso, o idioma mais falado nessas farmácias é o português do Brasil! A quantidade de brasileiros é tão grande que as farmácias contratam atendentes que falam português. Quase sempre elas estão lotadas, mas tenha paciência porque vale muito a pena! Vários produtos em promoção ou em kits de duas ou três unidades com desconto muito grande. Vale a pena trazer demaquilante líquido bifásico para os olhos, tônicos para pele, água micelar, água termal, lenço demaquilante, hidratantes, entre outros.

+ Leia mais sobre a Farmácia Monge em Paris

– Tradição: 10
– Facilidade de transporte: 10
– Custo-benefício: 6

4) Macarons

Chegou a vez deles, os tão desejados macarons! Símbolo máximo da pâtisserie francesa, os macarons são talvez os doces franceses mais procurados pelos viajantes brasileiros. Por conta disso, dar macarons de presente certamente fará a alegria dos parentes e amigos. Com status de iguaria, o macaron poderia ser definido de forma bem simplista como um “biscoito recheado”. Mas não se engane, esses “biscoitinhos” tem uma textura única entre as patisseries, de uma leveza que impressiona. Até para segurá-lo é preciso delicadeza, então já viu que pra trazer na mala de viagem sem quebrar pode ser bastante complicado. Os nossos, pra não correr riscos, a gente trouxe em uma sacola, na mão, cuidando como se fossem enfeites de árvore de natal. Rsrsrs Depois, abrimos e comemos com o café após um almoço de família, em uma espécie de presente coletivo que agradou a todo mundo! 🙂

Vitrine de Macarons
Vitrine de Macarons

Quando o assunto é macaron, as 2 casas mais clássicas de Paris são Ladurée e a Pierre Hermé. Em ambas obviamente você pagará um pouco mais pela unidade do doce em função da fama. Na média, você vai encontrar nas lojas o macaron sendo vendido de 1,50€ a 3€ a unidade (comprando em quantidade, eles costumam ser mais baratos e ainda vem em caixas lindas para presente). Se quiser outras opções igualmente deliciosas e mais em conta, procure pela Maison Arnaud Delmontel, além das já mencionadas Fauchon e Maison Pascal Caffet. Em último caso, até nos supermercados tem macaron pra vender. Obviamente com apresentação e qualidade um pouco inferiores, mas preços mais em conta.

E para quem quiser aproveitar a viagem para aprender a preparar essa iguaria que é símbolo da confeitaria francesa, segue a dica de dois cursos imperdíveis: Paris: Aula de Macarons com Chá (2 horas de duração) ou o Paris: Avançado Macarons Classe e Take-Away Box (3 horas de duração).

– Tradição: 10
– Facilidade de transporte: 2
– Custo-benefício: 9

5) Perfumes

Um dos produtos mais procurados pelos brasileiros em Paris é, sem dúvida, perfume. Não apenas pela qualidade e variedade, mas principalmente pelo preço mais baixo se comparado com o que é praticado no Brasil em razão dos impostos. Falando em imposto, este é um dos itens que é passível de tax free e você pode recuperar parte do valor (os impostos) no aeroporto, antes de embarcar de volta ao Brasil.

Mas já aviso logo, não espere nenhuma pechincha ao comprar perfumes em Paris! Com o euro valorizado, a diferença de preços é bem pequena, e muitas vezes a gente encontra os mesmos perfumes mais baratos pela internet.

As lojas especializadas em perfumes mais famosas de Paris são Le Parfum de L’Opera, Fragonard e novamente a Monge. Nelas você encontrará atendentes que falam português e preços em geral mais convidativos que no Brasil. Também há lojas de cosméticos como Marionnaud e Sephora ou lojas de departamentos como Galeries Lafayette que vendem perfumes.

Outra opção é ir diretamente à lojas próprias de marcas famosas como Chanel (e seu clássico Chanel nº 5), L’Occitane, Nocibé, Yves Rocher, Anna Pegova ou ainda Victoria’s Secrets e Calvin Klein que vendem vários produtos e entre eles, os perfumes da marca.

O Chanel nº 5 é um dos perfumes franceses mais conhecidos (e desejados)
O Chanel nº 5 é um dos perfumes franceses mais conhecidos (e desejados)

Uma curiosidade é que existe uma premiação anual da indústria de perfumes que ocorre no mês de junho, o FiFi Awards. Para descobrir os perfumes franceses vencedores do ano, procure por “FiFi Awards na França” e o ano que você quer saber. Em geral, você encontrará várias publicações em português elencando os vencedores. Já pensou, trazer de presente de Paris um perfume premiado? Sucesso garantido! 🙂

– Tradição: 10
– Facilidade de transporte: 10
– Custo-benefício: 5

6) Produtos do Paris Saint Germain

Se a pessoa que você quer presentear é fã de futebol, uma boa dica de presentes para trazer de Paris são produtos ligados ao PSG (Paris Saint German), o maior clube da cidade e um dos maiores do mundo. Há muitos anos o Paris Saint Germain conta com a presença de brasileiros em seu elenco (desde Raí na década de 90), mas foi após a contratação do craque Neymar que o clube se tornou uma verdadeira “febre” aqui no Brasil.

Claro que a camisa oficial você até encontra pra vender aqui no Brasil, como nessa seleção que fizemos na Netshoes, mas nas boutiques oficiais do clube espalhadas pela cidade e nas lojas da Nike (patrocinadora da equipe) ou de artigos esportivos em geral você encontrará toda uma linha de produtos: cachecol, uniforme de treino, flâmulas, brinquedos, copos e tudo mais que você puder imaginar. Na loja online brasileira da Nike você também encontra outros produtos da linha oficial além das camisas.

Uma das lojas do Paris Saint Germain
Uma das lojas do Paris Saint Germain

Mas não é por estar em Paris que esses produtos vão ser baratinhos. Preço de produto oficial licenciado é caro mesmo em qualquer lugar do mundo. Pra quem não quer gastar tanto, a dica é procurar por promoções ou produtos da coleção anterior que estejam sendo substituídos por novos produtos. Ou procurar por produtos não oficiais mesmo, que aí você vai encontrar em qualquer esquina. 🙂

– Tradição: 10
– Facilidade de transporte: 10
– Custo-benefício: 5

7) Queijos

Depois da liberação por parte da Anvisa, que desde 2016 passou a permitir a entrada de produtos estrangeiros de origem animal no Brasil, trazer queijos franceses na bagagem virou praticamente uma obrigação! Rsrsrs  Além da qualidade e da variedade absurda, os queijos franceses ainda são incrivelmente baratos, desde as lojas especializadas até os supermercados. Em Paris, uma peça de camembert que custa no mínimo R$20 no Brasil pode ser encontrada a 1€ ou até menos. Independente da marca escolhida, traga alguns Camembert, Brie, Emmental, Comté, Raclettes ou St Marcelin e faça alguém feliz com esse maravilhoso presente! Tirando o cheiro as vezes não muito agradável, é bem tranquilo trazer queijo na mala. Trouxemos umas 5 ou 6 peças sem maiores problemas (só 1 pra presente e o restante pra consumo próprio, devo confessar).

– Tradição: 10
– Facilidade de transporte: 9
– Custo-benefício: 10

Os deliciosos queijos franceses! :)
Os deliciosos queijos franceses! 🙂

8) Roupas e acessórios de moda

Paris é conhecida como a capital mundial da moda. Praticamente todas as maiores grifes de roupas e acessórios de moda possuem lojas na cidade. Muitas delas inclusive são de origem francesa e produziram verdadeiros ícones da moda mundial, como a bolsa da Louis Vuitton ou os lenços da Hermès. Por conta disso, uma bela opção de presente para trazer de Paris é uma peça de roupa ou um acessório de moda. Mas claro que não necessariamente precisa ser só coisa de grife, né? Não sei vocês, mas se eu sair comprando bolsa da Louis Vuitton pra dar de presente, as economias de viagem vão pro espaço no primeiro dia! Rsrsrsrs

Fachada da loja Louis Vuitton em plena avenida Champs Elysee's em Paris
Fachada da loja Louis Vuitton em plena avenida Champs Elysee’s em Paris

Quer ver alguns bons exemplos mais em conta? Que tal uma boina, acessório tipicamente parisiense, super charmoso, e que vende em qualquer esquina? Ou mesmo umas echarpes ou lenços de feirinhas de rua? Tem também os famosos brechós de Paris, onde você encontra roupa de grife de segunda mão a preços mais acessíveis. A região do Marais por exemplo é repleta deles!

A verdade é que quando o assunto é moda, você vai encontrar de quase tudo em Paris. Se vai ser de grife ou não, fica por sua conta. A gente por exemplo não valoriza muito essa coisa de grife, então as nossas compras de roupas e acessórios em Paris são todas da Decathlon, Primark, C&A e similares. Rsrsrs. Em resumo, essa é mais uma opção de presente que tem pra todos os gostos e bolsos.

– Tradição: 10
– Facilidade de transporte: 10
– Custo-benefício: 5

9) Biscoitos ‘Michel et Augustin’

Para quem gosta de biscoitinhos gostosos, uma das “descobertas” que fizemos foram os produtos da marca ‘Michel et Augustin‘. A primeira experiência com eles foi em um passeio despretensioso pela Gallerie Lafayette Gourmet. O que nos atraiu de início foi a linda caixinha de metal onde vinham os biscoitos, mas não é que eles eram deliciosos? Lembravam um pouco aquele biscoito “tortinha” de chocolate, mas com um sabor muito melhor! Porém como trouxemos apenas uma caixa, ficou aquele gostinho de ‘quero mais’.

Gostamos tanto que na viagem seguinte à Paris trouxemos uma variedade enorme de produtos da Michel et Augustin: Cookies com diferentes tipos de chocolate, biscoitos doces e salgados em geral, enfim, para todos os gostos.

 

 
 
 
 
 
Visualizar esta foto no Instagram.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

Uma publicação compartilhada por Viajar é Demais (@viajaredemais) em

Os produtos não são caros, e podem ser encontrados em supermercados, especialmente os mais gourmets. A maior dificuldade para trazer está na fragilidade dos biscoitos – nossos cookies por exemplo chegaram bem quebradinhos. :/ Portanto, cuidado na hora de embalar para garantir que vai chegar tudo direitinho. 🙂

– Tradição: 8
– Facilidade de transporte: 7
– Custo-benefício: 9

10) Vinhos

Acho que todo mundo que viaja para Paris conhece um pouco da fama dos vinhos e espumantes franceses. Essa é uma ótima opção para trazer de presente: é versátil, agrada a (quase) todo mundo e dá pra encontrar vinhos muitos bons a partir de 2€ (sim, você não leu errado!).

Em Paris você vai encontrar uma infinidade de vinhos produzidos nas mais diversas regiões do país: desde os vinhos brancos como o Riesling e o Gewurstraminer da região da Alsácia, passando pelos Côtes du Rhône ao sul de Lyon, até os encorpados vinhos da Borgonha. Dá pra comprar tanto nos supermercados (leia mais em Supermercados em Paris: principais redes e dicas do que comprar) quanto em lojas especializadas. Destaque para a Divvino Paris, loja de vinhos comandada por uma sommelier brasileira com excelentes opções de vinhos a bons preços, além de oferecer cursos e sessões de harmonização.

O grande problema é fazer tudo caber na mala de viagem e não exceder o limite de peso. Lembre-se que as bebidas alcoólicas tem que ser despachadas (não pode na mala de mão), e tem que embalar bem para não quebrar. A gente costuma já levar do Brasil plástico bolha ou embalagens específicas para ajudar no transporte, mas as vezes a gente só enrola na roupa suja e sempre deu tudo certo! Nessa última viagem, fomos comportados e trouxemos só 6 garrafas de vinho e 1 espumante (nem todas para presente, é claro!)

– Tradição: 10
– Facilidade de transporte: 7
– Custo-benefício: 10

11) Puzzles (quebra-cabeças) Michèle Wilson

Se você tem algum amigo ou parente que gosta de quebra-cabeças, uma das coisas mais legais que você pode trazer de Paris é um puzzle Michèle Wilson. Fundada em 1975 em uma pequena aldeia na Borgonha, hoje a marca conta com 3 lojas espalhadas por Paris. Tá, mas o que tem de tão especial nesses quebra-cabeças? Simplesmente o fato de que cada peça é cortada à mão, dando-lhes formas diferentes e tornando-as únicas! As peças não seguem um padrão específico, e isso torna o desafio de montar o quebra-cabeça ainda mais interessante. No vídeo abaixo da pra ver como é o trabalho de corte das peças.

A loja produz quebra-cabeças para adultos ou crianças. Os para adultos evidentemente são mais complexos, com maior quantidade de peças e encaixes mais elaborados. Grande parte dos puzzles retrata obras de grandes artistas ou de temática francesa em geral. O resultado final em si é uma verdadeira obra de arte!

Michele Wilson Puzzle
Michele Wilson Puzzle

Por conta das peças serem em madeira de álamo, os puzzles são muito leves e fáceis de transportar. Nós trouxemos 2 (uma para adultos e um para crianças que no caso ficou pra gente também, rsrsrs). Evidentemente que toda essa exclusividade e o trabalho artesanal envolvido tem o seu preço. Um quebra-cabeças Michèle Wilson custa um pouco mais do que os puzzles tradicionais. Mas acredite, quem receber um desses de presente vai amar!

– Tradição: 9
– Facilidade de transporte: 10
– Custo-benefício: 7

12) Souvenirs franceses em geral

A própria palavra “souvenir” já vem do francês e significa “memória, algo que te faça lembrar de um momento”. Mas nesse caso, estou me referindo àquelas bugingangas lembrancinhas com símbolos da cidade que você encontra para comprar em qualquer ponto turístico de qualquer país que você visite. Brincadeiras a parte, por mais que normalmente eu ache souvenir uma coisa meio brega, em Paris tem tanta loja, tanto vendedor ambulante, tanta barraquinha de rua e tanta variedade de produtos vendidos como souvenirs que eu confesso que vez ou outra esbarro com algo que até valeria a pena trazer de presente. Na lista de souvenirs, tem de tudo: chaveiros, abridor de garrafas, imã de geladeira, lápis, caderno, avental, adesivo, cartão postal, camisetas… A lista de produtos é interminável! Para comprar esses souvenirs, basta entrar em uma das muitas lojas especializadas nesse tema (em um raio de 1 km de qualquer ponto turístico de Paris você ai encontrar uma infinidade delas), ou comprar dos ambulantes.

Típica fachada de loja de souvenirs em Paris
Típica fachada de loja de souvenirs em Paris

Existe ainda uma categoria específica de souvenir que eu particularmente gosto mais, que são os das lojinhas dos museus e atrações de Paris. Numa delas (Museu D’Orsay) a gente até comprou esse livro aí da foto. O personagem do livro é esse urso polar que tá do lado da Chai, uma escultura de François Pompon, que é uma das atrações do museu. No livro, “Pompon” (o urso) fica “camuflado” em meio a pinturas famosas, e a sua tarefa é encontrá-lo. 🙂

Souvenir do Musée D'Orsay: o livro e a obra de arte
Souvenir do Musée D’Orsay: o livro e a obra de arte

A grande vantagem de trazer esse tipo de presente é que dá para atender a todos os gostos e bolsos. A partir de 1€ você já vai encontrar inúmeras opções de lembrancinhas pra trazer da viagem a Paris. 🙂

– Tradição: 10
– Facilidade de transporte: 10
– Custo-benefício: 8

13) Souvenirs da Torre Eiffel

Pensaram que a gente tinha esquecido dela? Jamais! Mais do que os franceses (que segundo a lenda que nem curtem muito a sua torre mais famosa), os turistas em geral tem verdadeira obsessão pela “dama de ferro”: a Torre Eiffel. Sabendo disso, a produção de souvenirs relacionados de alguma forma a Torre Eiffel (seja no formato, seja com a imagem) é impressionante! E é por isso que a gente criou uma categoria especial de item para trazer de presente da viagem a Paris: souvenirs dedicados a Torre Eiffel.

O mais comum deles obviamente é o chaveiro da Torre Eiffel. Esse eu acho que 10 em cada 10 visitantes da cidade já se estressaram com a insistência dos vendedores que povoam os Jardins du Trocadéro e arredores. E no final das contas acho que todo mundo acaba comprando, confessa… Rsrsrs

Chaveiros da Torre Eiffel (Tour Eiffel): um clássico das compras em Paris
Chaveiros da Torre Eiffel (Tour Eiffel): um clássico das compras em Paris

Mas o chaveirinho é só a ponta do iceberg de toda uma linha de produtos, que vão desde itens mais convencionais como bolsas, camisetas, squeezes ou borrachas, até chegar a produtos mais “exóticos” como esse macarrão em formato de Torre Eiffel (que eu já comprei e é de qualidade beeeem questionável) ou para o(a)s mais animado(a)s, um vibrador em formato de torre. Rsrsrsrs

Souvenirs para trazer de presente de Paris: de vibrador a macarrão, tudo em formato da Torre Eiffel
Souvenirs para trazer de presente de Paris: de vibrador a macarrão, tudo em formato da Torre Eiffel

– Tradição: 10
– Facilidade de transporte: 10
– Custo-benefício: 8


E aí, curtiu a lista de sugestões de presentes para trazer de Paris? Já trouxe algum desses itens? Fizeram sucesso com o “presenteado”? E quando alguém viaja para Paris, o que você espera receber de lembrancinha na volta? Conta aí pra gente.  🙂


Você conhece o ônibus vermelho de turismo de Paris? Saiba tudo sobre o Big Bus Tours Paris

A Big Bus Tours Paris é a maior operadora da modalidade de passeios turísticos abertos em todo o mundo, aquela do ônibus vermelho. O serviço de ônibus hop-on hop-off é modelo que permite ao passageiro embarcar e desembarcar a vontade durante o período de validade do seu ticket. A rota clássica do Big Bus Paris passa pelas principais atrações de Paris, como a Torre Eiffel, o Arco do Triunfo e o Museu do Louvre. São 10 pontos para embarque e desembarque de passageiros.

A forma mais prática é adquirir o seu ticket diretamente no site da Big Bus Paris. Comprando pelo nosso link, você ainda terá direito a 10% de desconto no valor (a partir de 35,10€ por pessoa) e todo o conforto e comodidade de já viajar com tudo planejado. Mesmo se você não souber o dia exato em que pretende utilizar os serviços da Big Bus Paris, não tem problema! O mais legal é que todos os bilhetes comprados online são “abertos”, o que significa que você poderá utilizar dentro de 6 meses após a data da compra. No dia de usar, basta mostrar o voucher que você recebe por e-mail que o atendente no ônibus fará a validação e seu ticket passará a contar pelo período que você contratou.

Já sabe onde se hospedar em Paris?

Não deixe para a última hora! Que tal pesquisar agora pelo hotel ou apartamento ideal em Paris? Faça agora mesmo uma pesquisa com descontos incríveis pelo Booking, o maior site de hospedagem em todo o mundo!

E não esqueça de garantir seu seguro viagem:

O seguro viagem é OBRIGATÓRIO para quem viaja pela Europa. A empresa de seguros que a gente sempre usa e recomenda é a Seguros Promo. É um buscador que compara o preço das principais companhias de seguro viagem e apresenta sempre a opção com melhor custo-benefício para a sua viagem!

Ah, e agora vem a melhor parte: quem é leitor do Viajar é Demais tem desconto exclusivo: basta clicar aqui ou no banner abaixo e utilizar o cupom para fazer seu seguro pelo menor preço possível.

Compartilhar:FacebookTwitter
Augusto
Escrito por
Augusto
Envie sua pergunta ou comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

5 comentários
  • Muito bacana como sempre, muito bem detalhado. E o que vc me diz sobre Munique Augusto? Pergunto isso Pq vamos viajar durante 20 dias e Paris é a primeira parada, enquanto que Munique é a última. Me pergunto se posso deixar para fazer as comprinhas no último lugar ou se não tem problemas comprar em Paris. Abraço.

  • Excelente matéria, parabéns.
    Eu sou apaixonada por chá e café. Eugostaria de saber se posso trazer chá ou se assim como só queijos só pode trazer os industrializados comprados no mercado ou se pode trazer aqueles de ervas selecionadas. Pesquisei no Google mas não encontrei a resposta.

    • Oi Joyce, valeu pelo comentário, e que bom que gostou da matéria. 🙂 Sobre chás e cafés, nunca tivemos problema trazendo quantidades “normais” desses produtos, para consumo próprio ou para presentear nossos pais, por exemplo. Já compramos tanto em supermercados como em lojas especializadas, mas sempre trouxemos versões embaladas. Você se refere a comprar em uma feira de rua, por exemplo, e trazer o chá ou café fora de uma embalagem convencional?

Viajar é Demais