Paris Museum Pass: acesso sem filas aos museus e monumentos de Paris
Paris Museum Pass

Paris Museum Pass: acesso sem filas aos museus e monumentos de Paris

Quando o destino da viagem é Paris, é quase impossível não pensar de imediato nas inúmeras atrações, monumentos e museus que a cidade oferece para seus visitantes. Mas em épocas de euro supervalorizado, como fazer para transformar em realidade aquele roteiro ideal com tantas atrações sem comprometer demais o orçamento? Uma das melhores formas de otimizar o seu investimento e visitar o máximo de atrações possível é utilizando o Paris Museum Pass.

Por um valor fixo, o Paris Museum Pass dá direito a visitar a maior parte das atrações da cidade pelo período de validade do passe escolhido. Existem outras cidades europeias que oferecem passes desse tipo (as vezes até incluindo o acesso ao transporte público), mas no caso do Paris Museum Pass, ele é uma iniciativa da interMusées Association e contempla “somente” a entrada nas mais de 50 atrações, monumentos e museus parceiros . E você vai ver que isso já é muita coisa!

Paris Museum Pass
Paris Museum Pass

Como funciona o Paris Museum Pass?

Primeiro, uma dica pra lá de importante: nunca confunda o Paris Museum Pass com outros passes pega-turistas como o ‘The Paris Pass’, que custam uma fortuna e são uma tremenda fria para os turistas. Em geral, todos esses outros passes custam muito mais do que o preço das atrações que você consegue visitar (mesmo se passar o dia inteiro em uma maratona de visitas aos museus).

O funcionamento do Paris Museum Pass é bastante simples. Basicamente, você só precisa escolher o tempo de duração do seu passe (pode ser para 2, 4 ou 6 dias consecutivos). Obviamente, quanto maior a duração do passe, mais caro ele custa em valores absolutos – mas o preço relativo por cada dia é reduzido. Repare que destacamos a informação dos dias “consecutivos“: depois de ativar o passe, ele passa a valer por X dias seguidos. Mesmo que você “pule” um dos dias e não entre em nenhum museu ou atração, esse dia está sendo contabilizado na duração total do passe.

Com o Paris Museum Pass em mãos, você só precisa preencher 3 campos (a caneta mesmo): ‘VALABLE À PARTIR DU” (data em que você começa a utilizar o passe); ‘NOM’ (sobrenome) e ‘PRENOM” (nome). Simples assim, e o passe já pode começar a ser utilizado. 🙂

Durante a quantidade de dias escolhida (começando a contar a partir do dia assinalado), o passe dará acesso ilimitado e sem filas para o portador do cartão em todas as atrações parceiras. “Ilimitado” significa que você poderá, se quiser, entrar várias vezes em um mesmo Museu. “Sem filas” significa que você não vai precisar encarar a maior fila de todas, que é sempre para a compra das entradas (sim, as pessoas ainda deixam pra comprar as entradas das atrações em cima da hora….). Basta apresentar o seu Paris Museum Pass para entrar por uma fila preferencial (infinitamente menor), onde você passa somente pela revista por parte dos seguranças – inevitável para todos os visitantes.

Ou seja, na prática, a melhor forma de otimizar o uso do seu passe é programando as visitas aos museus e atrações em dias consecutivos, e adquirir o passe com a duração necessária para visitar tudo que você planejou. Obviamente, não compensa adquirir um passe de 6 dias se você só for utilizar por 2 dias. Ah, uma dica bem importante é verificar os dias e horários de funcionamento das atrações que você deseja visitar. Tem museu que fecha na segunda, outros na terça, outros na quarta… Leve isso em conta na hora de decidir o melhor momento para ativar o seu passe! Imagina chegar no Louvre e encontrar as portas fechadas no último dia de validade do seu passe?  =/

A lista completa de atrações pode ser conferida no site oficial do Paris Museum Pass. Com exceção da Torre Eiffel (que não está incluída no passe), eu diria que todas as demais atrações que você provavelmente irá visitar em Paris tem entrada liberada com o passe: isso inclui o Museu do Louvre, Museu D’Orsay, Museu de l’Orangerie, Arco do Triunfo, Pantheon, Catacumbas, Sainte-Chapelle e até mesmo o Palácio de Versailles!

Você também vai gostar de ler:
– O que fazer em Paris: roteiro completo de 5 dias
– Onde comer em Paris: dicas de restaurantes
– Onde se hospedar em Paris: melhores bairros e dicas de hotéis

Quanto custa (e onde comprar) o Paris Museum Pass?

A compra do Paris Museum Pass pode ser feita online pelo site oficial ou através da plataforma Get Your Guide. Presencialmente, é possível adquirir nos aeroportos,  em lojas oficiais do Office de Tourisme de Paris espalhadas pela cidade ou diretamente em alguns museus. O nosso por exemplo a gente foi buscar no Office de Tourisme que fica na Rue des Pyramides, bem fácil de achar. A lista completa dos postos de venda fica disponível no site oficial.

Pegando nosso kit do Paris Museum Pass no office du Tourisme de Paris
Pegando nosso kit do Paris Museum Pass no office de Tourisme de Paris

Em relação aos valores (2020):

  • 2 dias (individual) – 52‎€
  • 4 dias (individual) – 65€
  • 6 dias (individual) – 78€

Na ponta do lápis: quanto economizamos com o Paris Museum Pass

Agora vem a parte que importa: quanto de fato a gente conseguiu economizar utilizando o Paris Museum Pass?

Para contextualizar, nessa viagem nós experimentamos o Paris Museum Pass válido somente para 2 dias (proporcionalmente, o mais caro por dia). Ainda assim, em um ritmo tranquilo, sem precisar passar o dia inteiro dentro de museus, o passe nos permitiu uma economia (grande) de tempo e dinheiro em relação ao valor cheio das atrações que visitamos:

1º dia com o Paris Museum Pass:

Manhã: 

  • Pantheon (entrada: 9€, tempo de visitação: 1 hora)
  • Sainte-Chapelle (entrada: 10€, tempo de visitação: 45 minutos)
  • Conciergerie (entrada: 9€, tempo de visitação: 1 hora)

Tarde:

  • Musée du Louvre (entrada: 17€, tempo de visitação: 2,5 horas)
Paris Museum Pass - atrações que visitamos no primeiro dia
Paris Museum Pass – atrações que visitamos no primeiro dia

2º dia com o Paris Museum Pass:

Manhã:

  • Musée d’Orsay (entrada: 14€, tempo de visitação: 2,5 horas)

Tarde:

  • Musée de l’Orangerie (entrada: 9€, tempo de visitação: 1 hora)
  • Musée Rodin (entrada: 10€, tempo de visitação: 1 hora)
Paris Museum Pass – Museus que visitamos no segundo dia

Economia total nos 2 dias:

Com o Paris Museum Pass de 2 dias (que custa 52€ por pessoa), visitamos atrações cujo valor somado das entradas seria de 78€ por pessoa. Uma economia de 26€ por pessoa e sem precisar enfrentar nenhuma fila.

Avaliação Final: vale a pena comprar o Paris Museum Pass?

Além da economia de tempo e dinheiro, particularmente acho que o Paris Museum Pass tem outras 2 grandes vantagens: a primeira delas é que você não precisa montar aqueles roteiros suicidas com 10 visitas a museus em um único dia para “fazer valer” o investimento. Mesmo utilizando em um ritmo confortável, fazendo as visitas aos museus no tempo certo e necessário para aproveitar cada atração, ainda assim o passe tende a compensar.

Cada pessoa tem o seu ritmo para visitar e aproveitar ao máximo as atrações de uma cidade, e o passe permite que cada um faça isso ao seu tempo. Mas é evidente que, quanto mais você usar, mais dinheiro vai economizar proporcionalmente.

A segunda grande vantagem é que, no momento que você adquire e ativa o Paris Museum Pass, ele passa a ser um estímulo para você visitar algumas atrações que talvez você deixasse de lado por questões financeiras. No nosso caso, por exemplo, aproveitamos para visitar pela primeira vez a Conciergerie por ficar ao lado da Sainte-Chapelle. Da mesma forma, visitamos o Museu do Louvre novamente, sem “culpa” por investir o alto valor da entrada. Da mesma forma, aproveitei para visitar o Musée Rodin pela primeira vez (talvez sem o passe ele ia permanecer deixado de lado).

Especialmente para quem vai pela primeira vez à Paris – mas não exclusivamente nesse caso – o Paris Museum Pass é uma ótima ferramenta para economizar tempo e dinheiro conhecendo as principais atrações da cidade-luz. 🙂


* Nosso agradecimento ao Office du Tourisme de Paris que nos concedeu o Paris Museum Pass


Já reservou seu hotel em Paris?

Não deixe para reservar na última hora e pagar uma fortuna de hospedagem! Que tal pesquisar agora mesmo e fazer sua reserva antecipadamente com as melhores ofertas de hotéis ou apartamentos em Paris?

Booking.com Booking.com

Reserve agora passeios e atrações em Paris

Você conhece o ônibus vermelho de turismo de Paris? Saiba tudo sobre o Big Bus Tours Paris

A Big Bus Tours Paris é a maior operadora da modalidade de passeios turísticos abertos em todo o mundo, aquela do ônibus vermelho. O serviço de ônibus hop-on hop-off é modelo que permite ao passageiro embarcar e desembarcar a vontade durante o período de validade do seu ticket. A rota clássica do Big Bus Paris passa pelas principais atrações de Paris, como a Torre Eiffel, o Arco do Triunfo e o Museu do Louvre. São 10 pontos para embarque e desembarque de passageiros.

A forma mais prática é adquirir o seu ticket diretamente no site da Big Bus Paris. Comprando pelo nosso link, você ainda terá direito a 10% de desconto no valor e todo o conforto e comodidade de já viajar com tudo planejado. Mesmo se você não souber o dia exato em que pretende utilizar os serviços da Big Bus Paris, não tem problema! O mais legal é que todos os bilhetes comprados online são “abertos”, o que significa que você poderá utilizar dentro de 6 meses após a data da compra.

E não esqueça de garantir seu seguro viagem:

O seguro viagem é OBRIGATÓRIO para quem viaja pela Europa. A empresa de seguros que a gente sempre usa e recomenda é a Seguros Promo. É um buscador que compara o preço das principais companhias de seguro viagem e apresenta sempre a opção com melhor custo-benefício para a sua viagem!

Ah, e agora vem a melhor parte: quem é leitor do Viajar é Demais tem desconto exclusivo: basta clicar aqui ou no banner abaixo e utilizar o cupom para fazer seu seguro pelo menor preço possível.

Seguro Viagem
Compartilhar:FacebookTwitter
Augusto
Escrito por
Augusto
Envie sua pergunta ou comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

3 comentários
  • O blog de vcs é realmente maravilhoso! Tô anotando várias dicas pra minha viagem pela França e pela Bélgica ano que vem.
    Decidi comprar o Paris Museum Pass, mas tenho uma dúvida quanto ao Louvre. Vi em alguns blogs que agora quem tem esse pass precisa agendar com antecedência a visita ao museu pelo site. Dentre as informações pedidas está o número do cartão do paris museum pass que vou receber. Se eu comprar o cartão agora (online) para retirar em Paris depois, eu já vejo qual será o número do meu cartão para agendar a visita? Se isso não for possível, eu posso receber o cartão na minha para poder agendar o mais rápido possível?

    • Olá Amanda! O Paris Museum Pass é uma mão na roda mesmo. Sobre a sua dúvida, acredito que você só consiga o número para fazer a reserva quando pegar o seu Paris Museum Pass lá em Paris. Que eu saiba, eles não fazer o envio por correios. De qualquer maneira, comprar online continua sendo a forma mais rápida de conseguir o seu passe e consequentemente agendar o horário no Louvre. No próprio aeroporto você já vai chegar e, no desembarque, pegar a versão física do seu cartão.

Viajar é Demais